A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Locais e datas: 12 de Abril – Brasília 27 de Abril – Salvador 05 de Maio – Maceió 26 de Maio - São Paulo 30 de Junho – Maringá 28 de Julho – Rio de Janeiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Locais e datas: 12 de Abril – Brasília 27 de Abril – Salvador 05 de Maio – Maceió 26 de Maio - São Paulo 30 de Junho – Maringá 28 de Julho – Rio de Janeiro."— Transcrição da apresentação:

1

2 Locais e datas: 12 de Abril – Brasília 27 de Abril – Salvador 05 de Maio – Maceió 26 de Maio - São Paulo 30 de Junho – Maringá 28 de Julho – Rio de Janeiro 25 de Agosto - Belo Horizonte 29 de Setembro – Vitória 27 de Outubro – Curitiba 24 de Novembro – Florianópolis 16 de Dezembro - Porto Alegre 26 de Janeiro – Recife 23 de Fevereiro – Vitória da Conquista

3 Objetivo Geral: Promover a implementação da PNRS e os processos de educação ambiental e Coleta Seletiva relacionadas a lei. Objetivos Específicos: Mobilizar os atores locais para a implementação da PNRS; Promover parcerias e a cooperação entre municípios vizinhos para a implementação da PNRS; Fomentar a capacidade de participação e de ação conjunta.

4 Público alvo: Poder público local, movimentos sociais, catadores, universidades, empresas e sociedade local e dos municipios da região metropolitana. Realização: ANAMA - Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente, CEMPRE – Compromisso Empresarial para a Reciclagem e Fundação SOS Mata Atlântica. Apoio: Frente Parlamentar Ambientalista e Secretaria de Meio Ambiente local.

5 Metodologia Em 2011, em comemoração aos seus 25 anos de existência a Fundação SOS Mata Atlântica estará presente a cada mês em uma capital. Haverá uma exposição em um shopping da cidade, um caminhão de educação ambiental atenderá as escolas locais, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente será auxiliada pela ANAMMA para fazer seu Plano Municipal da Mata Atlântica e uma ONG local, em parceria com a Assembléia Legislativa, lançará uma Frente Parlamentar Ambientalista, que terá Resíduos Sólidos como tema de seu primeiro Grupo de Trabalho. O Seminário “POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS – DESAFIOS E OPORTUNIDADES” será então a primeira iniciativa local desse Grupo de Trabalho que acaba de nascer.

6 Metodologia (continuação) Uma coordenação nacional fará os contatos com as Secretarias de Meio Ambiente e com a novas Frentes Parlamentares Ambientalistas com antecedência passando todas as coordenadas para a produção dos seminários. Em seguida enviará o convite eletrônico já com os dados e logomarcas, o modelo do convite para autoridades e o release para imprensa. A partir de então fará o monitoramento por telefone e até um dia antes da data do seminário, quando estará na cidade para acompanhar os preparativos finais. O evento terá a duração de 4 horas e, como será o primeiro evento apoiado pela Frente Parlamentar Ambientalista local, se iniciará com uma apresentação dessa nova Frente e de seu GT de Resíduos. Nesse espaço o coordenador do GT divulgará a importância da adesão de todos destacando a importância da participação do Conselho Municipal de Meio Ambiente e dos segmentos organizados da população e indicará o local onde se encontram as fichas de adesão.

7 Metodologia (continuação) Em seguida serão convidados a compor a mesa o representante do MMA, do CEMPRE, da ANAMMA, do CIISC – Comitê Interministerial Inclusão do Catador (MDS), da SOS mata Atlântica, da Secretaria de Meio Ambiente Local, da Frente Parlamentar Ambientalista local e do Departamento de Limpeza Urbana local. Cada um falará por 5 minutos sobre a importância do Seminário, com exceção dos 6 palestrantes, que só falarão quando forem chamados a palestrar. As palestras terão a duração de 20 minutos cada e os temas serão:

8 Metodologia - As palestras Política Nacional de Resíduos Sólidos e sua Implantação – Silvano Silvério, representante do Ministério do Meio Ambiente. Responsabilidade Socioambiental do Setor Privado na PNRS – André Vilena ou Víctor Bicca, representantes do CEMPRE. A educacao ambiental como promotora da gestão ambiental e coleta seletiva – Mário Mantovani ou outro representante da Fundação SOS Mata Atlântica O Município que queremos – Representante da ANAMMA. A importância da participação do Catador na PNRS – Representante do CIISC – Comitê Interministerial Inclusão do Catador do MDS ou Movimento dos Catadores local. Tema a ser definido pela Secretaria de Meio Ambiente local – representante da Secretaria. O GT de Resíduos Sólidos da Frente Parlamentar – Coordenador do GT

9 Metodologia (continuação) Os participantes do seminário serão cadastrados e os atores locais serão todos mapeados pelo GT de Resíduos em conjunto com a coordenação nacional a fim de dar prosseguimento as ações de mobilização para a implementação da Política, que será protagonizada por esse Grupo de Trabalho criado pela Frente Parlamentar Ambientalista local. A coordenação nacional dos seminários participará do primeiro Grupo de Trabalho de Resíduos criado, que é o da Frente Parlamentar Ambientalista do DF, e continuará em contato com os Grupos de Trabalho que serão criados nas novas Frentes Parlamentares Ambientalistas para repassar as boas práticas mobilizando-os sempre para a continuidade das ações.


Carregar ppt "Locais e datas: 12 de Abril – Brasília 27 de Abril – Salvador 05 de Maio – Maceió 26 de Maio - São Paulo 30 de Junho – Maringá 28 de Julho – Rio de Janeiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google