A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ana Paula Villwock Devair Rosin Marina Scarsi Micheli Pegoraro Projeto de moradia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ana Paula Villwock Devair Rosin Marina Scarsi Micheli Pegoraro Projeto de moradia."— Transcrição da apresentação:

1 Ana Paula Villwock Devair Rosin Marina Scarsi Micheli Pegoraro Projeto de moradia

2 O projeto Casa de 67,32 m2 Contendo: 2 quartos Sala estar/jantar Cozinha Lavanderia Banheiro

3 Situação/Localização

4 Cobertura

5 Planta Baixa

6 Corte AA

7 Corte BB

8 Fachada Frontal

9 Fachada dos Fundos

10 MEMORIAL DESCRITIVO É um texto explicando o projeto, os conceitos utilizados, normas adotadas, premissas; Descrição de todas as características de um projeto arquitetônico; Especifica os materiais que serão necessários à obra, da fundação ao acabamento.

11 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: O material a empregar, assim como a mão-de-obra, serão de primeira qualidade objetivando um acabamento esmerado nos serviços que só serão aceitos nessas condições.

12 2. SERVIÇOS PRELIMINARES O quadro de marcação será executado com guias de madeira 2,5x15 cm; A obra deverá ser locada a partir das cotas fixadas no projeto.

13 3. PLACA DA OBRA As placas dos responsáveis deverão ser fixadas na parte frontal da obra em local visível, colocadas no início dos trabalhos.

14 4. ESTRUTURAS Depois de abertas as valas, devidamente apiloadas, será executado um aterro hidráulico com espessura de 15,0 cm, sobre o qual se fará o nivelamento, com largura final de 20 cm.

15 5. ALVENARIAS Serão executadas em blocos cerâmicos, nas dimensões especificadas em projeto e na espessura de 15 cm.

16 6. COBERTURA A estrutura será de madeira treliçada, contraventadas, e dimensionada devidamente para agüentar o esforço sobre elas.

17 7. PISOS O contrapiso será de concreto magro com 3,0 cm de espessura executado sobre o lastro de brita devidamente apiloado.

18 8. ESQUADRIAS Serão todas em vidro temperado, com dimensões existentes no mercado. Serão utilizados vidros na espessura de 8,0 mm.

19 9. PINTURA A tinta aplicada será bem espalhada sobre a superfície e a espessura de película, de cada demão, será a mínima possível, obtendo-se o cobrimento através de demãos sucessivas.

20 10. INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS Toda parte hidro-sanitária e instalações deverá obedecer rigorosamente os projetos, bem como as normas da ABNT E SANEPAR.

21 11. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Os condutores a serem usados para alimentação das cargas deverão ser do tipo antichama, isolados com PVC para 70º/750 V, de fio ou cabo de cobre, de seção conforme o projeto, quando instalados embutidos em eletrodutos na parede ou teto.

22 12. LIMPEZA DA OBRA Todo entulho deverá ser removido do terreno pela empreiteira. Todas as suas instalações, equipamentos e aparelhos, deverão apresentar funcionamento perfeito.

23 13. CONSIDERAÇÕES FINAIS Qualquer alteração no projeto sem a autorização por escrito do responsável técnico, sob a pena do proprietário ou o construtor arcarem com a responsabilidade pelo o que vier a ocorrer.

24 OBSERVAÇÃO GERAL Toda e qualquer etapa da obra que for desenvolvida em desacordo com este memorial descritivo, e não tiver a aprovação do Responsável Técnico, serão de inteira responsabilidade, do contratado (construtor) que desenvolver tal atividade considerada em desacordo.

25

26

27

28

29 Obrigado (a)!


Carregar ppt "Ana Paula Villwock Devair Rosin Marina Scarsi Micheli Pegoraro Projeto de moradia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google