A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MISSÕES: a grande comissão da Igreja A Igreja e Missões.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MISSÕES: a grande comissão da Igreja A Igreja e Missões."— Transcrição da apresentação:

1 MISSÕES: a grande comissão da Igreja A Igreja e Missões

2 Missões o que significa?

3 Encargo, poder dado a alguém para fazer alguma coisa cumprir uma missão. Função temporária e determinada de que o Governo encarrega um agente especial. Série de pregações para instrução dos fiéis ou para a conversão de grupos: dirigir uma missão. Estabelecimento de missionários.

4 Atos 1:8 “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.”

5 Este texto de Atos 1:8 trata de missões 1.( Jerusalém ) urbanas,

6 Este texto de Atos 1:8 trata de missões 1.( Jerusalém ) urbanas, 2.(Judéia e Samaria) missões nacionais,

7 Este texto de Atos 1:8 trata de missões 1.( Jerusalém ) urbanas, 2.(Judéia e Samaria) missões nacionais, 3.( até aos confins da terra ) missões estrangeiras ou transculturais.

8 A Realidade de Missões:

9 A natureza missionária da igreja

10 O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

11 A glória de Deus!. A glória de Deus!.

12 A glória de Deus! pelo corpo de Cristo A glória de Deus! pelo corpo de Cristo O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

13 A glória de Deus! pelo corpo de Cristo Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo; Efésios 1:12 A glória de Deus! pelo corpo de Cristo Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo; Efésios 1:12 O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

14 A glória de Deus! pelo corpo de Cristo A ele seja glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém. Efésios 3:21 A glória de Deus! pelo corpo de Cristo A ele seja glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém. Efésios 3:21 O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

15 A glória de Deus! pela criação A glória de Deus! pela criação O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

16 A glória de Deus! pela criação Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar. Habacuque 2:14 A glória de Deus! pela criação Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar. Habacuque 2:14 O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

17 A glória de Deus! pela criação E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. Filipenses 2:11 A glória de Deus! pela criação E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. Filipenses 2:11 O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

18 Crescimento Crescimento O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

19 Crescimento do corpo de Cristo Crescimento do corpo de Cristo O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

20 Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

21 Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

22 Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

23 Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo pela expansão do reino de Deus Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo pela expansão do reino de Deus O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

24 Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo pela expansão do reino de Deus pelo conhecimento da glória de Deus Crescimento do corpo de Cristo (Efésios 4.13) Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, na unidade: da fé na maturidade: modelo de Cristo pela expansão do reino de Deus pelo conhecimento da glória de Deus O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

25 Crescimento O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

26 Crescimento Ministério Crescimento Ministério O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

27 Crescimento Ministério edificar o corpo de Cristo para Crescimento Ministério edificar o corpo de Cristo para O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

28 Crescimento Ministério edificar o corpo de Cristo para evangelizar o mundo para A relação entre os ministérios Crescimento Ministério edificar o corpo de Cristo para evangelizar o mundo para A relação entre os ministérios O alvo da missão da igreja O alvo da missão da igreja

29

30 Qual o propósito de tudo?

31 1. A verdade da existência de Deus

32 2.A falta que a ética está fazendo

33 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas

34 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas 4.A convivência entre as pessoas

35 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas 4.A convivência entre as pessoas 5.A falta de amor

36 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas 4.A convivência entre as pessoas 5.A falta de amor 6.A conduta das pessoas

37 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas 4.A convivência entre as pessoas 5.A falta de amor 6.A conduta das pessoas 7.O principio do mundo (o propósito da existência de tudo)

38 1. A verdade da existência de Deus 2.A falta que a ética está fazendo 3.Transformação das pessoas 4.A convivência entre as pessoas 5.A falta de amor 6.A conduta das pessoas 7.O principio do mundo (o propósito da existência de tudo) 8.A justiça

39 O que é ser Procurador de missões...

40 Procurador, em sentido genérico, é qualquer pessoa que representa outro em algum negócio,

41 representar quem?

42

43 procurador de Missões: O que é? O que ele faz?

44 Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada é preciso golpear com mais força a fim de que corte a madeira.

45 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada é preciso golpear com mais força a fim de que corte a madeira. Se estiver embotado o ferro, e não se afiar o corte, então se deve redobrar a força; mas a sabedoria é excelente para dirigir. Eclesiastes 10:10

46 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada é preciso golpear com mais força a fim de que corte a madeira. é mostrar que, para estar “afiado”, faz- se necessário “afiar-se

47 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? interagir no dia-a-dia da igreja local, mesmo sem levar em consideração o seu tamanho, através da paixão pela causa de missões;

48 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Ser um líder, visionário, um referencial e que leva um rebanho a envolver-se com a Grande Comissão;

49 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Ser respeitado e ter atitudes iguais a de um sábio ancião;

50 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Cuidar com amor e dedicação das coisas do Pai;

51 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Servir a Deus, servindo à Sua igreja como faz um diácono;

52 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Ter a habilidade de artesão para comover o coração dos que contribuem;

53 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Ser um evangelista, de forma indireta, pois muitas almas podem ser ganhas através de seu trabalho;

54 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Não ser um plantador de igreja, mas ajudar a edificar muitas pelo mundo afora.

55 procurador de Missões: O que é? O que ele faz? Quando pensamos no trabalho do Promotor de Missões lembramos também do maestro de uma orquestra. Ele é o único músico que não toca nenhum instrumento; porém, com a sua batuta, conduz harmonicamente os outros a alcançarem o melhor resultado.

56 Talvez o procurador seja um pouco de cada coisa.

57 Talvez você seja um pouco de cada um.

58 Talvez você seja um procurador de Missões do reino.

59

60

61 A vida só tem um sentido, e o único sentido que a vida tem é quando investimos nossa vida na vida dos outros, ou quando encarnamos a luta dos outros como se ela fosse nossa, a luta do coletivo.

62 Missões: Estatísticas Globais ) Cristianismo em 2011 Estamos em um mundo que não sabe o verdadeiro significado de ser Cristão! As pesquisas mundiais consideram cristão aquele que se autodenomina cristão. Ou seja, o critério não está baseado nas verdades bíblicas, mas sim, naquilo que a pessoa se declara ou à declaração dada pela igreja. Dessa forma o universo cristão é muito abrangente, inclusive considerando religiões heréticas para nós. Tais seitas se autodenominam cristãs, e portanto, estão incluídas. Os cristãos estão organizados em 6 Mega-blocos Eclesiásticos: 1) Católicos Apostólicos (Romanos e outros); 2) Protestantes (Evangélicos históricos); 3) Independentes (Evangélicos Pentecostais); 4) Ortodoxos (Russos, Gregos, Armênios, Coptas, etc); 5) Anglicanos (Igreja da Inglaterra e suas variantes); 6) Cristãos Marginais (Testemunhas de Jeová, Mórmons, etc).

63 INTRODUÇÃO Qual a nossa atitude diante da Grande Comissão de Cristo? Qual nosso empenho na evangelização e investimento em missões mundiais? Qual o papel da Igreja atual em missões? Onde se encontra um crente em Jesus, encontra um missionário em potencial!

64 I. MISSÕES: FÉ E RESPONSABILIDADE

65 Tem havido um avanço na realização missionária nas igrejas do Brasil: visão local para o visão mundial – modelo de Atos 1:8. Missões envolvem fé e responsabilidade, tanto da Igreja que envia como do missionário enviado.

66 A responsabilidade da Igreja Sensibilização da comunidade Para a Igreja iniciar a obra missionária é preciso primeiro preparar a comunidade, sensibilizando sobre a importância desta obra, bem como para transmitir a visão missionária. Saber qual o seu papel? Missão não é um projeto pessoal de um líder, mas a razão de existência da Igreja. Formas de sensibilização: conferências, palestras com especialistas, reuniões periódicas, momentos de orações específicas, entre outras.

67 A responsabilidade da Igreja Escolher o campo alvo e seus missionários Quais as prioridades missionárias hoje? Quais recursos disponíveis e potenciais? Busca de ajuda às agências ou igrejas missionárias. Modelo de escolha de missionários da igreja primitiva – At 13:1-14:

68 A responsabilidade da Igreja Oração e jejum; Dar ouvidos à voz do Espírito Santo; Não foi por apadrinhamento; Escolhidos dentre a liderança da igreja; Os escolhidos não eram desocupado ou dispensáveis; Foram escolhidos os melhores.

69 A responsabilidade da Igreja O perigo de enviar pessoas erradas, escolher lugares errados e em hora errada. Algumas características para um candidato a missões: Firmeza e caráter; Capacidade de adaptação (flexibilidade); Responsabilidade, sinceridade e humildade; Sensibilidade aos sentimentos alheios; Ponderação no falar; Apresentação pessoal e asseio;

70 A responsabilidade da Igreja Capacidade de se relacionar (social – saber ouvir); Capacidade de liderança; Cortesia (ética ) Equilibrado financeiramente; Aptidão para o ensino; Persistência; Iniciativa; Vida devocional ativa; Equilibrado doutrinariamente no caso de (usos e costumes – cultura).

71 O preparo da Igreja Escolher o campo alvo e seus missionários Deve estar preparada para enviar, bem como para manter, enquanto necessário. Conscientização da batalha espiritual Armas espirituais: oração e jejum (Ef 6:12, 18; 2 Co 10:4-5) Elaboração do planejamento missionário: Plano de ação de médio e longo prazo (objetivo, procedimentos, metas, prazo, controle orçamentário, entre outros). Acompanhamento do plano de ação, com correção de rota, se necessária.

72 O preparo da Igreja Escolher o campo alvo e seus missionários Deverá proporcionar uma manutenção de custo de vida equilibrada para o missionário, de acordo com o local. Mentalidade equivocada de que o missionário deve sofrer e passar necessidade para provar que é da vontade e Deus. Padecer por Cristo x padecer julgando ser por Cristo. Modelo de contribuição: 2 Co 8:1-15; 2 Co 9:1-7.

73 O envio do missionário Capacitação prévia do missionário. Estabelecimento de prazo mínimo de permanência e critérios de excepcionalidade. Não é turismo! Processo de transculturação x idas e vindas. Demonstração de preocupação do missionário com o povo do campo.

74 MISIOLOGIA MISSÕES: a grande comissão da Igreja Missões transculturais no Século XXI

75 INTRODUÇÃO “O terceiro milênio começou com mais de seis bilhões de habitantes e quase grupos étnicos no planeta” Quadro mundial de evangelização/missões: Cristianismo (inclusive cristãos nominais) – dois bilhões de pessoas; Já ouviram falar de Jesus pelo menos uma vez – dois bilhões e seiscentos milhões de pessoas; Nunca ouvir falar de Jesus – Um bilhão e seiscentos milhões de pessoas (27%). (DADOS DE 2004) Podemos mudar esse quadro?

76 ESTATISTICAS MUNDIAIS DE EVANGELIZAÇÃO Dos povos no mundo, ainda não foram alcançados com o Evangelho. Dos 251 povos indígenas brasileiros, 118 ainda não têm missionários. Das línguas do mundo, a Bíblia ainda não foi traduzida para delas. Ainda existem países que não possuem nenhum crente nacional conhecido. Entre eles estão Arábia Saudita, Saara Ocidental, Ilhas Maldivas e Catar. Das cidades e vilas na Índia, em ainda não tem obreiros cristãos. Na China ainda existem de pessoas que nunca ouviram falar de Jesus.

77 Dentre as igrejas existentes no Brasil menos de 400 delas possuem um missionário trabalhando com esses povos não alcançados (incluindo nossas tribos indígenas). Acredita-se que morrem diariamente no mundo sem nunca terem ouvido falar da salvação em Jesus. Menos de 1% dos recursos da Igreja brasileira são investidos na obra transcultural. A média de investimento do crente brasileiro em missões é de apenas R$ 1,30 POR ANO. Pra se ter uma ideia, se investe mais em chicletes e balas do que missões. Estas informações são conhecidas da maioria dos líderes denominacionais brasileiros, mas é algo pouco divulgado entre os crentes.

78

79 JANELA 10/40 O termo “Janela 10/40” surgiu em junho de 1989, em Manila, com Luis Bush, diretor International AD2000 & Beyond Movement, durante a 2ª Conferência de Lausanne. Região onde habita 66% da população mundial; Ocupa 33% área geográfica; China + Índia = 33% da população da terra; Cidades com mais de um milhão de habitantes (megalópolis) = Bagdá – Iraque; Tóquio – Japão; Calcutá – Índia; Tel-aviv – Israel; Bankok – Tailândia; entre outras.

80 JANELA 10/40 Onde vivem 97% das pessoas menos evangelizadas do mundo De cada 10 pobres da Terra, oito estão nessa região. Somente 8% dos missionários atuam nessa região. Concentração de adeptos das três maiores religiões não cristãs do mundo: islamismo, hinduísmo e budismo. O islamismo tem a maioria dos adeptos da Janela 10/40, sendo 1,2 bilhões de seguidores.

81 JANELA 10/40 Para cada seis seres humanos: Dois são cristãos (incluindo os cristãos nominais); Um é muçulmano; Um já ouviu falar de Jesus, pelo menos uma vez; Dois nunca ouviram falar de Jesus.

82 JANELA 10/40 Fonte:

83 JANELA 10/40 - PAÍSES 01 - KUWAIT 02 - IRÃ 03 - EGITO 04 - ISRAEL 05 - BRUNEI 06 - LÍBIA 07 - SOMÁLIA 08 - BANGLADESH 09 - BURKINA-FASO 10 - UZBEQUISTÃO 11 - TADJIQUISTÃO 12 - LÍBANO 13 - MALÁSIA 14 - PAQUISTÃO 15 - ÍNDIA 16 - BUTÃO 17 - MALI 18 - NEPAL 19 - CHINA 20 - QATAR 21 - OMÃ 22 - NIGÉRIA 23 - MAURITÂNIA 24 - ARÁBIA SAUDITA 25 - AZERBAIJÃO 26 - EMIRADOS ÁRABES UNIDOS 27 - DJIBUTI 28 - TURQUEMENISTÃO 29 - KAZAQUISTÃO 30 - MALDIVAS 31 - SUDÃO 32 - GUINÉ 33 - BENIN 34 - ALBÂNIA 35 - IEMEM 36 - ETIÓPIA 37 - TUNÍSIA 38 - JORDÂNIA 39 - AFEGANISTÃO 40 - TAILÂNDIA 41 - INDONÉSIA 42 - MARROCOS 43 - VIETNÃ 44 - MYANMAR 45 - CAMBOJA 46 - SENEGAL 47 - JAPÃO 48 - NIGÉR 49 - LAOS 50 - IRAQUE 51 - TAIWAN 52 - TIBET 53 - TURQUIA 54 - SÍRIA 55 - GUINÉ-BISSAU 56 - QUIRQUISTÃO 57 - SAARA OCIDENTAL 58 - SRI LANKA 59 - BANRAI 60 - ARGÉLIA 61 - CORÉIA DO NORTE 62 - MONGÓLIA Fonte:

84 JANELA 10/40 – PAÍSES (% EVANGÉLICOS) ÍNDIA Evangélicos 1% MAURITÂNIA Evangélicos 0 % - SUDÃO Evangélicos 3% - AFEGANISTÃO Evangélicos 0,02% - JAPÃO Evangélicos 3% - GUINÉ-BISSAU Evangélicos 1,2% - KUWEIT Evangélicos 0,5 % - BANGLADESH Evangélicos 0,2 % - BUTÃO Evangélicos 0,03 % - ARÁBIA SAUDITA Evangélicos 0,007% - GUINÉ Evangélicos 0,75 % - TAILÂNDIA Evangélicos 0,3 % - NIGER Evangélicos 0,1 % - KIRGHIZISTÃO Evangélicos 0,003 % - IRÃ Evangélicos 0,05 % - BUKINA-FASO Evangélicos 3 % - MALI Evangélicos 0,9 % - AZERBAIDJÃO Evangélicos 0,003 % BENIM Evangélicos 2 % - INDONÉSIA Evangélicos 6 % - LAOS Evangélicos 1,9 % - SAARA OCIDENTAL Evangélicos 0% EGITO Evangélicos 0,8 % - UZBKISTÃO Evangélicos 0,001 % - NEPAL Evangélicos 0,5 % - EMIRADOS ARABES Evangélicos 0,7 % - ALBÂNIA Evangélicos 5 % - MARROCOS Evangélicos 0,01 % - IRAQUE Evangélicos 0,5 % - SRI LANCA Evangélicos 0,9 % - ISRAEL Evangélicos 0,35 % - TADJIKISTÃO Evangélicos 0,001 % - CHINA Evangélicos 4 % - DJIBUTI Evangélicos 0,03 % - LEMEN Evangélicos 0,01 % - VIETNÃ Evangélicos 0,6 % - FORMOSA Evangélicos 3 % - BAHREIN Evangélicos 1,5 % - BRUNEI Evangélicos 0,06 % - LÍBANO Evangélicos 4,3 % - CATAR Evangélicos 0,007 % - TURKOMENISTÃO Evangélicos 0,001 % ETIOPIA Evangélicos 10 % - BISMÂNIA Evangélicos 4% - TIBET Evangélicos 0,02 % - ARGÉLIA Evangélicos 0,01 % - LÏBIA Evangélicos 0,1 % - MALÁSIA Evangélicos 2 % - OMÃN Evangélicos 0,1 % - CAZAQUISTÃO Evangélicos 0,004 % TUNÍSIA Evangélicos 0,001 % - CAMBOJA Evangélicos 0,05 % - TURQUIA Evangélicos 0,03 % - COREIA DO NORTE Evangélicos 0,5 % - SOMÁLIA Evangélicos 0,01 % - PAQUISTÃO Evangélicos 0,5 % - NIGÉRIA Evangélicos 17 % - MALDIVAS Evangélicos 0,1 % - JORDÂNIA Evangélicos 0,4 % - SENEGAL Evangélicos 0,1 % - SIRIA Evangélicos 0,1 % - MONGÓLIA Evangélicos 0,1 %. Fonte:

85 PANORAMA MUNDIAL Século XXI: mais da metade dos missionários cristãos serão do terceiro mundo? Aproximadamente 60% povos não alcançados pelo evangelho; Maioria destes povos não são simpáticos aos europeus e norte- americanos; Maioria não permite a entrada de “profissionais da religião”; Permitem a entrada dos demais profissionais. Estratégia para alcançar os países não alcançados: profissionais com treinamento missionário.

86 LÍNGUAS E DIALETOS: UM DESAFIO PARA MISSÕES Segundo a Academia Francesa de Letras há aproximadamente línguas no mundo, além de quase 8 mil dialetos. Um dos maiores obstáculos na evangelização do mundo são os dialetos locais (povos de línguas específicas). A maioria dos países tem como línguas oficiais (colonizadores): o inglês, o francês e o espanhol. IMPORTANTE: missionário dominar uma ou mais destas línguas, além da sua língua materna.

87 Por que o Brasil não decola em Missões? Por Alípio Vallim

88 O especialista em missões Peter Wagner disse no começo da década de 1990, que o Brasil seria a maior força missionária mundial em Será que isso ocorreu? No Brasil existem aproximadamente 45 milhões de cristãos. Será então que somos uma nação missionária? Uma nação missionária?

89 43 milhões de cristãos evangélicos Cerca de 300 mil igrejas Calcula-se que 6500 conversões acontecem por dia no país, num total de mais de 2 milhões por ano Se o avanço numérico continuar progredindo, em 2020 seremos uma nação de maioria evangélica Diante de tantos números positivos, por que então o Brasil não decola em missões? Vejamos algumas razões: O Brasil hoje

90 O pensamento brasileiro incentivado por norte-americanos e europeus é que essa é “a hora do Brasil” É necessário pensarmos que essa é a hora da Igreja em geral e não a hora do Brasil O pesquisador Daniel Rickett afirma que nenhuma missão ou igreja pode sobreviver sozinha neste novo milênio 1. Cultura Nacionalista

91 Infelizmente, a cultura predominante na liderança evangélica brasileira é egoísta. Alguns pensam em suas próprias necessidades, em suas próprias vontades, e em suas próprias denominações. Apenas 0,5% dos recursos da Igreja no mundo é investido em missões transculturais aos povos não alcançados. Pentecostais são os que menos contribuem para alcançar pessoas fora do Brasil. 2. Cultura do Egoísmo

92 Infelizmente, a cultura normal do Brasileiro é não cumprir com os compromissos assumidos. Os missionários que dependem de promessas de crentes têm ficado frustrados, decepcionados e muitos deles até mesmo amargurados. Igrejas que enviam missionários e o abandonam no campo, deixando-o sem sustento, suporte, apoio e nenhuma informação. Pastores e líderes sem compromisso e fidelidade aos vocacionados. 3. Cultura da Infidelidade

93 Para alguns líderes, missões é um investimento que não dá retorno financeiro, nem aumento o número de dizimistas de sua denominação. Essa é a ideia mais comum no contexto evangélico do Brasil. Manter um missionário é caro e dá muito trabalho, é melhor abrir uma congregação e enviar o dinheiro pra sede! 4. Cultura do retorno financeiro

94 Existe um adágio popular bastante conhecido que diz: “Cada um por si e Deus por todos”. Este ditado brasileiro revela uma realidade da situação do país, mostrando que cada um quer fazer suas próprias vontades e tem uma grande dificuldade em trabalhar em equipe. Diferenças denominacionais imperam no Brasil e impedem um avanço missionário. Sem união e trabalho em equipe não chegaremos em lugar algum. 5. Cultura Individualista

95 O contexto brasileiro é de pobreza, desemprego, falta de formação profissional, má qualidade na educação, má qualidade na saúde, má distribuição de renda e milhões de pessoas morando em favelas na cidade. Qual é a resposta que a Igreja brasileira dá a essas necessidades? 6. Falta de projetos dentro da realidade brasileira

96 Espiritualização excessiva Forte ênfase na evangelização para “salvação da alma”, e pouca ou nenhuma responsabilidade social na comunidade. Divisão entre vida secular e vida sagrada. Pensamento dualista sobre a espiritualidade 7. Gnosticismo Evangélico

97 Gosto de uma frase usada pela Visão Mundial: “Testemunhar de Jesus Cristo com vida, palavras, obras e sinais” O que fazer então? É possível mudar essa realidade?

98 Revista povos. Ano 4 – N° 13. pág 26. Um estudo feito pelo pastor David Botelho. René Padilla, palestra realizada no Fórum Jovem de Missão Integral, disponível no link: René Padilla.Missão Integral. Editora Ultimato. Sepal – Servindo a pastores e líderes (sepal.org.br) Bibliografia

99 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS IBADEP. Missões: a grande comissão da Igreja. Guaíra: IBADEP, JANELA 10/40. Disponível em:. Acesso em 08 jul JANELA 10/40 – Prioridade mundial de evangelização. Disponível em:. Acesso em 08 jul PERRIN, Christine Lenemann. Missão e diálogo inter-religioso. São Leopoldo: Sinodal, CEBI, SILVA, Cácio. Fenomenologia da religião: compreendendo as ideias religiosas a partir das suas manifestações. Goiânia: Transcultural Editora e Livraria, SUESS, Paulo. Introdução à teologia da missão. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.


Carregar ppt "MISSÕES: a grande comissão da Igreja A Igreja e Missões."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google