A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PORTO ALEGRE Como Porto Alegre está se preparando para a Copa de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PORTO ALEGRE Como Porto Alegre está se preparando para a Copa de 2014."— Transcrição da apresentação:

1

2 PORTO ALEGRE Como Porto Alegre está se preparando para a Copa de 2014

3 Base para as principais obras preparatórias a serem desenvolvidas Caderno de encargos da FIFA – ABDIB (Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústrias de Base) A COPA EM PORTO ALEGRE Realizado com base nas informações fornecidas pelas cidades candidatas Aponta os potenciais e deficiências de cada cidade

4 RELATÓRIO DA ABDIB MOBILIDADE URBANA

5 DUPLICAÇÃO DA AVENIDA TRONCO MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Av. Tronco x Av. Carlos Barbosa Av. Tronco x Av. Icaraí

6 DUPLICAÇÃO DA AVENIDA TRONCO O plano urbanístico compreende a realização da obra viária e o conjunto de ações de desenvolvimento urbano para a região. Liga a Av. Teresópolis, passando pela Carlos Barbosa até a Icaraí. Permitirá uma nova rota e alternativa de deslocamento à Zona Sul. Durante a Copa, receberá o tráfego de veículos que normalmente utilizariam as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Padre Cacique. Projeto está em fase de execução, levantamentos e estudos de circulação e estará concluído em aproximadamente oito meses. Prefeitura estuda 29 áreas para reassentamento das famílias (1,5 a 1,8 mil). As ações contam com acompanhamento da comunidade. Projeto básico será entregue no dia 23 de dezembro. MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Extensão aproximada: 4,4 km Valor estimado: R$ 78,4 milhões

7 DUPLICAÇÃO DA AV. BEIRA-RIO E PADRE CACIQUE MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

8 DUPLICAÇÃO DA AV. BEIRA-RIO E PADRE CACIQUE MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

9 Duplicação da Beira-Rio. Terá 3 pistas em cada sentido, rótulas, ciclovia, ponte sobre o Arroio Dilúvio e Viaduto sobre a Av. Padre Cacique. As primeiras duas etapas já estão em obras. Investimento: R$ 6,96 milhões. Em execução na Beira-Rio: - Trecho da Avenida Ipiranga em direção ao Beira-Rio. - Trecho entre as avenidas Ipiranga e Aureliano de Figueiredo Pinto. Duas etapas restantes da duplicação da Beira-Rio e obras na Padre Cacique já tiveram os recursos liberados. Investimento: R$ 82,3 milhões. DUPLICAÇÃO DA AV. BEIRA-RIO E PADRE CACIQUE MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

10 RUA VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

11 RUA VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Duplicação do trecho entre a Rua da Conceição e a Av. Sertório e extensão até o cruzamento das avenidas Padre Leopoldo Brentano e A. J. Renner, contando com três pistas por sentido. Melhorias de acessibilidade e estruturação viária, contribuindo para desafogar o trânsito da Av. Farrapos. Projeto será compatibilizado com a execução da Rodovia do Parque (BR-448) e a nova entrada da cidade. Nova rótula já entregue pela prefeitura. Bancada gaúcha irá apresentar na Câmara Federal emenda ao Orçamento Geral da União de R$ 20 milhões para qualificação da Padre Leopoldo Bretano e vias do entorno. Valor estimado: R$ 30 milhões

12 MATRIZ DE RESPONSABILIDADES RUA VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA

13 SISTEMA VIÁRIO DA III PERIMETRAL MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Cruzamento com Cristóvão Colombo Cruzamento com Plínio Brasil Milano

14 1 Viaduto no cruzamento com a Bento Gonçalves. Extensão: 277 metros 2 Viaduto no cruzamento com a avenida Plínio Brasil Milano. Extensão: 158,6 metros 3 Passagem de nível na av. Farrapos / Viaduto Leonel Brizola. Extensão: 300 metros 4 Passagem de nível no cruzamento com a av. Cristóvão Colombo. 5 Passagem de nível no cruzamento com a rua Anita Garibaldi. Investimento: R$ 120,4 milhões SISTEMA VIÁRIO DA III PERIMETRAL MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

15 PROLONGAMENTO DA AV. SEVERO DULLIUS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

16 Entre as Avenidas Dique e Assis Brasil, contribuindo para as novas instalações do Aeroporto Internacional Salgado Filho e para o tráfego da região. PROLONGAMENTO DA AV. SEVERO DULLIUS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Extensão: 2 km Investimento: R$ 24 milhões

17 BRTs MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

18 NA MATRIZ DE ESPONSABILIDADES: BRT Protásio Alves R$ 55,7 milhões BRT Assis Brasil R$ 29,4 milhões BRT Bento Gonçalves R$ 24,2 milhões BRTs MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Modelo de transporte sobre pneus, rápido, flexível, de alto desempenho, que combina uma série de elementos físicos e operacionais em um sistema integrado. Valor estimado: R$ 430 milhões (CAF). * BRT (Bus Rapid Transit): Construção de novas paradas de ônibus centrais, implantação de pavimentação de concreto e terminais.

19 COMPLEXO DA RODOVIÁRIA MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Será eliminado o cruzamento junto à estação Rodoviária, contribuindo decisivamente para a melhor trafegabilidade na região central da capital bem como para a solução do conflito de fluxo entre veículos particulares e transporte público. Valor Estimado: R$ 21 milhões Construção de viaduto ligando as avenidas Júlio de Castilhos e Presidente Castelo Branco e estação de ônibus junto ao canteiro central.

20 SISTEMA DE MONITORAMENTO MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Investimento: R$ 14,4 milhões Total: 30 câmeras distribuídas pela cidade [Previsão até 2014: mais de 60]. Sensação de segurança e conforto aos cidadãos de Porto Alegre e aos visitantes. Monitoramento dos corredores de BRT.

21 AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO O Aeroporto Internacional Salgado Filho terá sua pista principal estendida em cerca de 1 km e alargada em 3 metros, permitindo aterrissagem e decolagem de aeronaves de maior porte.

22 Valor Estimado: R$ 1 bilhão projeto total Grande plano de modernização do aeroporto prevê investimentos na mudança do terminal de cargas, ampliação do terminal de passageiros, construção de 2º edifício de garagem, instalação novos sistemas de segurança, readequação da segunda pista, etc. AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO

23 TRANSFERÊNCIA DA VILA DIQUE famílias serão removidas da Vila Dique para novas casas com infraestrutura. 308 famílias já foram removidas. Transferência deve ser concluída até o fim de famílias serão removidas da Vila Nazaré.

24 PLANO DIRETOR CICLOVIÁRIO

25 Valor Estimado: R$ 10 milhões Até 2014, deverão estar prontos cerca de 40km, com custo estimado de R$ 10 milhões. Com o Plano Diretor Cicloviário, Porto Alegre terá cerca de 20km de ciclovias até o final deste ano e 490km em 13 anos.

26 AEROMÓVEL – TRENSURB/AEROPORTO

27 Linha a ser implantada ligando o Aeroporto Internacional Salgado Filho à Estação Aeroporto da Linha 1 do Trensurb, permitindo conexão através das linhas de trem com o centro e a Zona Leste de Porto Alegre e com algumas cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. Com extensão aproximada de 800m, as obras deverão estar concluídas em 2010.

28 RODOVIA DO PARQUE

29

30 A BR-448, conhecida como Rodovia do Parque, será implantada no oeste do município de Canoas e ajudará a desafogar o trânsito da BR- 116 no acesso norte a Porto Alegre e melhoria do fluxo de veículos na Região Metropolitana de Porto Alegre. Pretende reduzir em 40% o tráfego na BR-116. Recursos: Ministério dos Transportes. Conclusão prevista para janeiro de Valor Estimado: R$ 800 milhões

31 RODOVIA DO PROGRESSO

32 A rodovia RS-010 iniciará em Porto Alegre e percorrerá mais 9 municípios, de modo paralelo à BR-116. Responsável: Governo do Estado. Valor Estimado: R$ 850 milhões

33 RELATÓRIO DA ABDIB REDE HOSPITALAR

34 REFORMA DO HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO

35 Modernização de setores vitais para qualificação do atendimento e funcionamento do HPS, reorganização e redistribuição de setores no complexo, configuração de ocupação de espaço mais adequada e eficiente. Aquisição de equipamentos, novas instalações, criação de novos leitos, etc. Está prevista também a aquisição de áreas vizinhas ao terreno atual. As obras seriam executadas em etapas seguindo um cronograma que não inviabilize o atendimento durante o prazo estimado de 2 anos para a conclusão do projeto. Já foram executadas obras de substituição da rede elétrica, que contabilizava 66 anos. Até março, obras iniciam no andar térreo. Valor Estimado: aproximadamente R$ 54 milhões R$ 22 milhões para aquisição de equipamentos. R$ 32 milhões para obras de infraestrutura e incorporação de tecnologias.

36 REFORMA DO HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO

37 CONSTRUÇÃO DO HOSPITAL DA RESTINGA

38 O Projeto Social Restinga e Extremo-Sul será uma rede de atenção à saúde, composta por um hospital geral de média complexidade, um centro de especialidades, centro de diagnóstico, pronto-atendimento e escola de gestão em saúde. Com previsão de iniciar as operações em dois anos, o Hospital Moinhos Restinga terá 90 leitos.

39 RELATÓRIO DA ABDIB MEIO AMBIENTE E SANEAMENTO

40 PISA – PROJETO INTEGRADO SOCIOAMBIENTAL

41 O projeto prevê grandes benefícios à população de Porto Alegre, entre eles a reurbanização da região da foz do Arroio Cavalhada e a retomada da balneabilidade de grande parte das praias do Guaíba. Ampliar a capacidade de tratamento de esgotos da cidade dos atuais 27% para 77% até Moradias - Parte do projeto social está em andamento, com a remoção de famílias das margens do Arroio Cavalhada, que será canalizado. Primeira obra entregue: EBE Ponta da Cadeia, responsável pela condução de esgotos da área central. Com a obra, não haverá mais lançamento de esgoto in natura no Guaíba. Valor Estimado: aproximadamente R$ 600 milhões

42 RELATÓRIO DA ABDIB REDE HOTELEIRA

43 QUALIFICAÇÃO DA REDE HOTELEIRA

44 Qualificação de profissionais da rede hoteleira, de bares e restaurantes, da Brigada Militar, da Guarda Municipal, taxistas, entre outros, para atendimento aos turistas. Recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Parceria com os ministérios do Turismo e do Trabalho.

45 RELATÓRIO DA ABDIB ESTÁDIOS

46 GIGANTE PARA SEMPRE

47

48 Valor Estimado: R$ 150 milhões O plano Gigante para Sempre remodelará a área do Sport Club Internacional junto ao Estádio Gigante da Beira-Rio. Prevê não só a reforma do estádio existente, com a construção de uma ampla cobertura, camarotes, adaptando-se às normas estabelecidas pela FIFA. Passará a abrigar 62 mil pessoas. Além do estádio, prevê-se a construção de um centro de convenções, um hotel, um centro de medicina esportiva, uma delegacia e a recuperação da orla do lago Guaíba na região.

49 NOVA ARENA DO GRÊMIO

50

51 A Arena do Grêmio Foot-ball Porto-alegrense, a ser localizada junto ao entroncamento viário entre a BR- 290 e a BR-448, será a nova casa do tricolor gaúcho. Com capacidade prevista de 52 mil pessoas, será uma arena multiuso, atendendo às atividades esportivas e a outros eventos. Contará o empreendimento com um centro de convenções, um centro comercial, edifícios residenciais e um hotel. Revitalização do Bairro Humaitá. Investimento de cerca de R$ 500 milhões. NOVA ARENA DO GRÊMIO

52 Em novembro, a prefeitura encaminhou à Fifa a relação dos Campos Oficiais de Treinamento (COTs). Três estádios foram relacionados e estão em análise pela Fifa: Estádio Passo DAreia, PUCRS e projeto Arena. CAMPOS OFICIAIS DE TREINAMENTO (COTs) Passo D´AreiaPUCRSProjeto Arena

53 RELATÓRIO DA ABDIB SEGURANÇA

54 SEGURANÇA PÚBLICA

55 Articulação entre todos os agentes de segurança: Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal Delegacia do Turista – próxima ao Estádio Beira-Rio EFETIVO NO RSEFETIVO NA CAPITAL BRIGADA MILITAR POLÍCIA CIVIL GUARDA MUNICIPAL AGENTES

56 RELATÓRIO DA ABDIB TURISMO

57 REVITALIZAÇÃO DO CAIS MAUÁ

58

59 Antigo sonho da cidade. O trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros liga a Rodoviária à Usina do Gasômetro, denominado Cais Mauá. O plano prevê a construção de prédios comerciais e a utilização de armazéns para o funcionamento de bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais. Realizada por meio de PPP. Valor Estimado: R$ 500 milhões

60 CHALÉ DA PRAÇA XV E LARGO GLÊNIO PERES

61 Reurbanização da rua Marechal Floriano. Abertura da rua José Montaury. Recuperação da pavimentação e iluminação da região. Instalação de deck com mesas padronizadas em frente ao Mercado Público. Infraestrutura de espera para feiras e eventos. Revitalização do canteiro da avenida Borges de Medeiros.

62 NOVO TEATRO DA OSPA

63 Concertos diários para os turistas durante os 15 dias da Copa do Mundo.

64 REFORMA DO AUDITÓRIO ARAUJO VIANNA Reforma completa do palco, dos camarins e a climatização da platéia (3 mil lugares). A cobertura de lona será substituída por uma estrutura de madeira, que garantirá o isolamento acústico.

65 PRODETUR

66 Porto Alegre foi a primeira capital dos estados do Sul do país a habilitar-se ao Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional). O processo de adesão ao Prodetur prevê recursos de US$ 73 milhões, o maior investimento em turismo que a capital vai receber em todos os tempos. Porto Alegre recebe um fluxo significativo de 1,2 milhões de turistas por ano, é o terceiro destino de eventos internacionais no Brasil.

67 WIRELESS Porto Alegre: Referência no país em acesso gratuito à Internet Áreas Públicas: Mercado Público Redenção Parcão Praça da Alfândega Esplanada da Restinga Eventos importantes de grande público: Feira do Livro Acampamento Farroupilha Seminário Software Livre FSM, etc.

68 OPORTUNIDADES: O MAIOR EVENTO MIDIÁTICO DO PLANETA EXEMPLO: COPA DA ALEMANHA EM 2006 A Copa foi transmitida para 214 países por 376 canais de TV programas especiais foram realizados. Numa cobertura total de horas. Cifra recorde de profissionais de imprensa. A audiência televisiva acumulada foi de bilhões (população do planeta hoje é estimada em 6,6 bilhões de pessoas).

69 FUN FEST

70 O MUNDIAL EM NÚMEROS PROJEÇÃO PARA 2014 [FGV] 5,9 milhões de estrangeiros devem visitar o país entre 2009 e mil turistas devem vir para o evento. 15 dias é o tempo médio que cada turista ficará no Brasil, gastando cerca de U$ 5,5 mil. 3,6 milhões de empregos serão gerados. 1,2 milhões das vagas serão no setor de serviços, movimentando R$ 32,5 bilhões. R$ 155,7 bilhões serão injetados na economia brasileira. 3,5% do PIB brasileiro é composto pelo mercado do futebol.

71 Ações da Prefeitura de Porto Alegre 1) Grupo de Trabalho – reúne mais de 50 entidades. 2) Projeto Redes Temáticas – envolvimento da sociedade em diversos eixos como Mobilidade, Sistema Viário e Transporte; Segurança e Saúde; Estádios e Centro de Treinamentos; Turismo, Cultura e Marketing; Qualificação Profissional e Programas de Apoio; Infraestrutura e Serviços e Meio ambiente, Legislação e Itens Especiais. 3) Portal da Transparência 4) Site da cidade na Copa – em construção. 5) Acompanhamento dos investimentos pelo Conselho do Orçamento Participativo. COPA DA TRANSPARÊNCIA

72 Prefeituras de Porto Alegre e Stuttgart, considerada a melhor cidade-sede na Copa de 2006, trabalham em cooperação técnica para a preparação da Capital para a Copa. COOPERAÇÃO COM A ALEMANHA

73 Comitê de Observadores da FIFA / África 2010

74 *As Câmaras Técnicas exigidas pelas Câmaras Temáticas do Governo Federal serão criadas dentro dos GTs correspondentes. Comitê Organizador Sede Porto Alegre 2014 Presidente Prefeito de Porto Alegre (Substituto: Secretário SECOPA) Conselho de Secretários Conselho do COS Comitê Executivo Copa RS 2014 Coord. Sec. Estado Grupo de Gerenciamento (SECOPA/Gestão) + GPO / GPE / PGM / FAZENDA/ GOVERNANÇA / COMUNICAÇÃO Grupos Técnicos de Trabalho Mobilidade Turismo e Hotelaria Marketing, Cultura e Eventos Infra- estrutura Esportiva Promoção Comercial Tecnologia e Serviços Públicos Qualificação, Voluntariado e Protocolo Meio-ambiente e Sustentabilidade Mobilidade Turismo e Hotelaria Marketing e Eventos Infra- estrutura Esportiva Promoção comercial Tecnologia e Serviços Públicos Qualificação, Voluntariado e Protocolo Meio-ambiente e Sustentabilidade Câmara Temática

75

76


Carregar ppt "PORTO ALEGRE Como Porto Alegre está se preparando para a Copa de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google