A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GASTOS COM SERVIÇOS CIRÚRGICOS, QUIMIOTERÁPICOS, RADIOTERÁPICOS E IODOTERÁPICOS NO SUS (SIA E SIH). Brasil - 1999 e 2004 19992004 Cirurgia Oncológica R$

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GASTOS COM SERVIÇOS CIRÚRGICOS, QUIMIOTERÁPICOS, RADIOTERÁPICOS E IODOTERÁPICOS NO SUS (SIA E SIH). Brasil - 1999 e 2004 19992004 Cirurgia Oncológica R$"— Transcrição da apresentação:

1 GASTOS COM SERVIÇOS CIRÚRGICOS, QUIMIOTERÁPICOS, RADIOTERÁPICOS E IODOTERÁPICOS NO SUS (SIA E SIH). Brasil e Cirurgia Oncológica R$ 87 milhõesR$ 129,5 milhões Radioterapia R$ 77 milhõesR$ 115,0 milhões Quimioterapia R$ 306 milhõesR$ 735,6 Iodoterapia R$ 0,048 milhãoR$ 1,3 milhão TOTAL R$ 470 milhõesR$ 981,4 milhões

2 PRODUÇÃO E GASTOS ONCOLÓGICOS NO SUS BRASIL Número de procedimentos Valor em R$ Cirurgia de CID de câncer em HG 186,0 mil152,0 milhões Cirurgia Oncológica 71,9 mil129,5 milhões Radioterapia5.885,6 mil115,0 milhões Quimioterapia1.272,0 mil735,6 milhões Iodoterapia1,9 mil1,26 milhão Outras121,2 mil89,3 milhões TOTAL7.538,6 mil1.223,66 milhões

3 PARÂMETROS DE PRODUÇÃO ANUAL ESPERADOS PARA CADA CASOS NOVOS Cirurgia Oncológica560 Casos 600 a 700 procedimentos (média de 1,2 cirurgias por paciente) Quimioterapia700 Casos a procedimentos (média de 6 a 9 meses de tratamento por paciente) Radioterapia600 Casos a campos de megavoltagem (média de 67,5 a 70 campos por paciente tratado)

4 INCREMENTO DA PRODUÇÃO CIRÚRGICA EM UNACON E CACON EM 2006: Produção cirúrgica atualProdução cirúrgica programada para 2006 Menos de 100 procedimentos/anoAté 200 procedimentos/ano De 100 a 200 procedimentos/anoAté 300 procedimentos/ano De 201 a 399 procedimentos/anoAté 400 procedimentos/ano Acima de 400 procedimentos/anoManter a produção atual INCREMENTO DA PRODUÇÃO CIRÚRGICA EM HOSPITAIS GERAIS EM 2006: 10% da produção cirúrgica em 30 hospitais gerais como procedimentos do sub-grupo 700.

5 PROCEDIMENTOS DE MÉDIA COMPLEXIDADE A SEREM DISPONIBILIZADOS AO GESTOR PARA CADA CASOS NOVOS Consultas Especializadas3.000 Consultas/ano Ultra-Sonografia (pélvica, abdominal, urológica) exames/ano Endoscopia Digestiva (colonoscopia e retossigmoidoscopia) 600 exames/ano Anatomia Patológica1.200 exames/ano Observação: procedimentos disponibilizados para diagnóstico diferencial, sob regulação do respectivo Gestor do SUS. Não estão incluídos nesses quantitativos os procedimentos necessários para atendimento dos pacientes em tratamento, que devem ser garantidos pelas Unidades/CACON.

6 IMPACTO FINANCEIRO DO INCREMENTO EM 2006 INCREMENTO DA PRODUÇÃO CIRÚRGICA DOS CACON COM MENOS DE 400 PROC/ANO No CACONX 100X valor diferencialR$ TOTAL , ,00 Obs: O incremento foi calculado em 140 CACON, pois nos demais a produção cirúrgica é maior que 400 procedimentos/ano 10% DA PRODUÇÃO CIRÚRGICA COM CID DE CÂNCER EM 30 HOSPITAIS GERAIS COMO PROCEDIMENTOS DO SUB-GRUPO 700 Produção 2004X 10%X valor diferencialR$ TOTAL , ,00

7 IMPACTO FINANCEIRO DOS PROCEDIMENTOS DE MÉDIA COMPLEXIDADE EM 2006 No Anual X 180 CACON X valor unitário R$ TOTAL Consultas , ,00 Ultra-Sonografia , ,00 Endoscopia , ,00 Anatomia Patológica , ,00

8 Cirurgia em UNACON ou CACON ,00 Cirurgia em Hospital Geral ,00 Consultas ,00 Ultra-Sonografia ,00 Endoscopia ,00 Biópsia ,00 TOTAL ,00 IMPACTO FINANCEIRO DO INCREMENTO EM 2006

9 IMPACTO FINANCEIRO DO INCREMENTO EM 2006 A definição pela SAS da ampliação de serviços corresponderá a 10% do número existente hoje de CACON, ou seja: Nº CACON: %: 16 Custo total máximo de uma UNACON/CACON: 5 milhões/ano Valor total da ampliação: 80 milhões

10 IMPACTO FINANCEIRO DO INCREMENTO EM 2006 Gasto total previsto para implantação da política nacional: Gasto com o incremento: R$ ,00 Gasto com ampliação: R$ ,00 TOTAL: R$ ,00

11 Calculo de impacto financeiro da implantação da Estratégia de Controle do CA de Mama Pop de 40 a 69 anos Produção Total procedimentos CA MAMA (fonte: Tabwin SIA/SIH) Calcular do total do impacto 25% para 2006 e 75% para Total Geral Necessidade Impacto financeiro para 2006 (25%) Impacto financeiro para 2007 (75%) *FreqValor , , ,21 Total Impacto (para 2 anos) ,95 * procedimentos para o diagnóstico e tratamento de CA de Mama - produção EXTIRPACAO DE TUMOR OU ADENOMA DA MAMA MAMOGRAF.ASSOC.PUNÇÃO/MARCAÇ.PRÉ-CIRÚRGICA MAMOGRAFIA BILATERAL BIÓPSIA CIRÚRGICA DE MAMA PUNÇÕES / BIÓPSIA DE MAMA

12 Parâmetros utilizados para cálculo do impacto financeiro para prevenção do câncer de mama Pop Fem de 40 a 49 anos Público Alvo Pop Fem de 40 a 49 anos SUS dependente80% Consulta Médica (exame clínico) em ginecologia1 cons.med. p/ 50% pop/ano Consulta Enfermagem1 cons.p/ 50% pop/ano Dos exames clínicos das mamas apresentam alteração - Mamografia 10% Punção por Agulha FinaPAAF1% das mulheres de 40 a 49 anos Exame citopatológico de material líquido da mama100% das Punções por Agulha Fina Biópsias - Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas = 2% das mulheres de 40 a 49 anos - 50% PAG Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas - 2% das mulheres de 40 a 49 anos - 50% biopsia cirurgica Exame Histopatológico100% das Biópsias (PAG+Biópsias Cirurgicas)

13 Parâmetros utilizados para cálculo do impacto financeiro para prevenção do câncer de mama Pop Fem de 50 a 69 anos Público Alvo Pop Fem de 50 a 69 anos SUS dependente80% Consulta Médica (exame clínico) em ginecologia1 cons.med. p/ 50% pop/ano Consulta Enfermagem1 cons.p/ 50% pop/ano Mamografia para rastreamento 50% população alvo - 1 mamografia cada 2 anos Punção por Agulha Fina PAAF1% das mulheres de 50 a 69 anos Exame citopatológico de material líquido da mama100% das Punções por Agulha Fina Biópsias - Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas = 2% das mulheres de 50 a 69 anos - 50% PAG Punção por agulha Grossa + Biópsias Cirúrgicas - 2% das mulheres de 50 a 69 anos - 50% biopsia cirurgica Exame Histopatológico100% das Biópsias (PAG+Biópsias Cirurgicas)

14 Calculo de impacto financeiro da implantação da Estratégia de Controle do CA de Colo Pop de 25 a 59 anos Produção Total procedimentos CA de COLO (fonte: Tabwin SIA/SIH) Cálculo do impacto para 2 anos 2004 Total Geral Necessidade Impacto financeiro 2006 Impacto financeiro 2007 FreqValor , ,72 Total Impacto (para 2 anos) ,45

15 Parâmetros utilizados para cálculo do impacto financeiro para prevenção do câncer do colo do útero Pop Fem de 25 a 59 anos Público Alvo Pop Fem de 25 a 59 anos SUS dependente80% Consulta Médica em ginecologia1 cons.med. p/ 50% pop/ano Consulta Enfermagem1 cons.p/ 50% pop/ano Coleta amostra exame Papanicolaou1ª vez - 10% pop 25 a 59 anos Coleta amostra exame Papanicolaou40 % da pop. fem. de 25 a 59 anos Amostras coletadas encaminhadas para a análise laboratorial 100% das amostras coletadas (Papanicolaou) Amostras insatisfatórias na análise laboratorial 5% dos exames realizados repetição imediata do exame Exames Papanicolaou com resultado alterado * para lesões precursoras de câncer 3% dos exames realizados Exames com resultados de atipias de significado indeterminado ** e de lesão de baixo gráu *** 80% dos exames alterados Exames com resultado de lesões de alto gráu **** e compatíveis com câncer # (A) 20% dos exames alterados Colposcopia(30% das coletas) Diagnóstico de lesões por colposcopia80% das colposcopias Diagnóstico de câncer de colo do útero por colposcopia (B)10% das lesões colposcópicas Tratamento de lesões de alto gráu (NIC II e NIC III) 100% das mulheres com diagnóstico de lesões de alto gráu (A + B)


Carregar ppt "GASTOS COM SERVIÇOS CIRÚRGICOS, QUIMIOTERÁPICOS, RADIOTERÁPICOS E IODOTERÁPICOS NO SUS (SIA E SIH). Brasil - 1999 e 2004 19992004 Cirurgia Oncológica R$"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google