A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 BNDES AI/DEPIP Paulo Castor de Castro Tiago Toledo Ferreira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 BNDES AI/DEPIP Paulo Castor de Castro Tiago Toledo Ferreira."— Transcrição da apresentação:

1 1 BNDES AI/DEPIP Paulo Castor de Castro Tiago Toledo Ferreira

2 2 O BNDES Fundado em 20 de junho de 1952 Controlado integralmente pelo Governo Federal Instrumento chave para a implementação da política industrial Principal provedor de financiamento de longo prazo Ênfase no financiamento de projetos Agente financiador das exportações (BNDES Exim) Investidor em participações, por meio da BNDESPAR

3 3 Destaques Desempenho lucratico Bons indicadores de Balanço Apoio a micro, pequenas e médias empresas Cerca de 2,5 mil funcionários Sede no Rio de Janeiro Escritórios em São Paulo, Brasília e Recife Novo ecscritório em Montevidéu, Uruguai Nova subsidiária em Londres, Inglaterra

4 4 Estrutura Financia investimentos Participações BNDES Financia aquisições de bens de capital e exportações BNDESPARFINAME Em 31 de dez, 2008 Ativos Consolidados R$ Bilhões US$ Bilhões

5 5 BNDES PRINCIPAIS INDICADORES

6 6 Indicadores Ativo Total Financiamentos 92.4 Patrimônio Líquido 10.8 Lucro Líquido 2.9 Impostos 1.1 US$ bilhões Em 31 de Dez, 2008

7 7 Desembolsos Anuais Converted to US dollar on the disbursement dates

8 8 Inovação Infraestrutura Estrutura Produtiva Exportações Inclusão Social Áreas de Atuação

9 9 Taxas de Juros do BNDES Spread Básico ++ Spread de RiscoCusto Financeiro Custo Financeiro = TJLP ou TJ-453 ou IPCA ou US dollar ou Cesta de Moedas (Custo de Captação) Spread Básico = até 2.5% a.a. (Margem para cobrir custos operatcionais e despesas administrativas) Spread de Risco = até 3.57% a.a. (Em caso de operações indiretas, o spread de risco é substitutído pela Taxa de Intermediação Financeira, de 0.5% a.a.)

10 10 BNDES OPERAÇÕES COM O SETOR AUTOMOTIVO

11 Plano de Metas – Grupo Executivo da Indústria Automotiva (GEIA) VW, Vemag, FNM, Willys (4% dos ddesembolsos do banco na década) 1960 Grupo Executivo da Indústria Mecânica e Automotiva Suporte baseado em incentivos fiscais (sem participação do BNDES) 1970 Diagnóstico de Excesso de capacidade Suporte a autopeças, implementos agrícolas e Proálcool Ênfase na comercialização de veículos pesados Câmara Setorial Automotiva / Acordo Automotivo / Novo Regime Automotivo (1995/1907) Newcomers, novos centros (Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul) Modernização, Desevolvimento de Novos Veículos, Engenharia Automotiva, Exportações. Hoje Histórico

12 12 Apoio Financeiro ao Setor Automotivo US$ millions AnoNovos ProjetosAprovaçõesDesembolsos

13 13 Setor Automotivo Brasileiro: a visão do BNDES Banco considera estratégico o papel do setor automotivo na economia brasileira; Expansão da capacidade produtiva instalada para 5 milhões de veículos/ano; Suporte à inovação; Ênfase em capital intelectual: centros de engenharia localizados no Brasil; Recentemente, o Banco passou a financiar 100% das despesas de engenharia, pesquisa e desenvolvimento de novos projetos e tecnologias.

14 14 Contatos AI/DEPIP : Haroldo Prates Tel: (21) AI/DEPIP : Paulo Castor Tel: (21) AI/DEPIP : Tiago Ferreira Tel: (21)

15 15 Maiores Informações: Muito Obrigado!


Carregar ppt "1 BNDES AI/DEPIP Paulo Castor de Castro Tiago Toledo Ferreira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google