A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profª Lucélia Oliveira Modelagem Visual de Objetos Com UML Professora Lucélia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profª Lucélia Oliveira Modelagem Visual de Objetos Com UML Professora Lucélia."— Transcrição da apresentação:

1 Profª Lucélia Oliveira Modelagem Visual de Objetos Com UML Professora Lucélia

2 Profª Lucélia Oliveira Diagrama de Classes: Associação Para representar o fato de que objetos podem se relacionar uns com os outros, utiliza-se a associa ç ão. Representa que duas classes possuem uma liga ç ão (link), significando por exemplo que elas "conhecem uma a outra ”. Possui um nome (junto à linha que representa a associa ç ão), normalmente um verbo (não é obrigat ó rio).

3 Profª Lucélia Oliveira Representada através de um segmento de reta ligando as classes cujos objetos se relacionam. Exemplos: Diagrama de Classes: Associação

4 Profª Lucélia Oliveira Nome de associação, direção de leitura e papéis Para melhor esclarecer o significado de uma associa ç ão no diagrama de classes, a UML define três recursos de nota ç ão: –Nome da associa ç ão: fornece algum significado semântico a mesma. –Dire ç ão de leitura: indica como a associa ç ão deve ser lida. –Papel: para representar um papel espec í fico em uma associa ç ão.

5 Profª Lucélia Oliveira Exemplo (Nome de associação, direção de leitura e papéis) Empresa Pessoa Trabalha-para Emprega empregadorempregado

6 Profª Lucélia Oliveira Diagrama de Classes: Classe Associativa É uma classe que est á ligada a uma associa ç ão, ao inv é s de estar ligada a outras classes. É normalmente necess á ria quando duas ou mais classes estão associadas, e é necess á rio manter informa ç ões sobre esta associa ç ão (hist ó rico).

7 Profª Lucélia Oliveira Diagrama de Classes: Multiplicidade Cada associação em um diagrama de classes possui duas multiplicidades, uma em cada extremo da linha de associação. NomeSimbologia Apenas Um1..1 (ou 1) Zero ou Muitos0..* (ou *) Um ou Muitos1..* Zero ou Um0..1 Intervalo Específicol i..l s ClientePedido 10..* efetua

8 Profª Lucélia Oliveira Agregação É um caso especial da associação. –conseqüentemente, multiplicidades, nome da associação e papéis, podem ser usados igualmente. Utilizada para representar conexões que guardam uma relação todo-parte entre si. Em uma agregação, um objeto está contido no outro, ao contrário de uma associação. Onde se puder utilizar uma agregação, uma associação também poderá ser utilizada.

9 Profª Lucélia Oliveira Agregação Características particulares: –Agregações são assimétricas: se um objeto A é parte de um objeto B, B não pode ser parte de A. –Agregações propagam comportamento, no sentido de que um comportamento que se aplica a um todo automaticamente se aplica as suas partes.

10 Profª Lucélia Oliveira Notação para uma agregação Representada como uma linha conectando as classes relacionadas, com losango branco perto da classe que representa o todo. Exemplo:

11 Profª Lucélia Oliveira Especialização/Generalização É um tipo de relacionamento similar à associação de mesmo nome em um Diagrama de Casos de Uso. Seu objetivo é identificar classes-mãe, chamadas gerais e classes-filhas, chamadas especializadas.

12 Profª Lucélia Oliveira Diagrama de Classes Demonstra a estrutura est á tica das classes de um sistema. Na fase de an á lise, tendo em mãos o diagrama de use-case, podemos definir o diagrama de classes do sistema. O modelo de classes evolui durante o desenvolvimento do sistema. –À medida que o sistema é desenvolvido, o modelo de classes é incrementado com novos detalhes.

13 Profª Lucélia Oliveira Possui três níveis sucessivos de abstração: –Conceitual; –Especificação; –Implementação. Diagrama de Classes

14 Profª Lucélia Oliveira Modelagem Conceitual –Modela classes do dom í nio do problema; –É utilizada na an á lise; –Não leva em considera ç ão restri ç ões inerentes à tecnologia a ser utilizada na solu ç ão de um problema. –Descreve o problema a ser desenvolvido, sem considerar caracter í sticas da solu ç ão a ser utilizada. Diagrama de Classes

15 Profª Lucélia Oliveira Modelagem Conceitual –M é todos e atributos de acesso a banco de dados, estrutura de mensagens entre objetos, não aparecem no diagrama, apenas os tipos de objetos b á sicos do sistema. Diagrama de Classes

16 Profª Lucélia Oliveira Modelo de especificação – Obtido através da adição de detalhes ao modelo anterior conforme a solução de software escolhida. tipos –Procura-se tipos sem pensar em implementação. Pensa-se em interfaces e não na implementação. o queConcentra-se no comportamento das coisas e não o que elas são; Preferível durante a fase de projeto. Diagrama de Classes

17 Profª Lucélia Oliveira O modelo de Implementação –Corresponde à implementação das classes em alguma linguagem de programação. –Classes representam estritamente conceitos de implementação. Diagrama de Classes

18 Profª Lucélia Oliveira Exemplo de Diagrama de Classes

19 Profª Lucélia Oliveira Visibilidade Visibilidade pública: é representada por um símbolo de mais (+), apresentado na frente da descrição do atributo ou método e significa que o tributo ou método pode ser utilizado por qualquer classe

20 Profª Lucélia Oliveira Visibilidade Visibilidade protegida: é representada por um símbolo sustenido (#) e determina que somente a classe possuidora do atributo ou método ou as sus sub-classes podem ter acesso ao mesmo.

21 Profª Lucélia Oliveira Visibilidade Atributo privado: é representado por um símbolo de menos (-) e significa que somente a classe possuidora ou método poderá utilizá-lo.


Carregar ppt "Profª Lucélia Oliveira Modelagem Visual de Objetos Com UML Professora Lucélia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google