A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIAGRAMA DE CASO DE USO Simbolos/Componentes desse diagrama: –ATORES –CASOS DE USO –LINHAS: Associações (Associam os casos de usos a outros casos de uso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIAGRAMA DE CASO DE USO Simbolos/Componentes desse diagrama: –ATORES –CASOS DE USO –LINHAS: Associações (Associam os casos de usos a outros casos de uso."— Transcrição da apresentação:

1

2 DIAGRAMA DE CASO DE USO Simbolos/Componentes desse diagrama: –ATORES –CASOS DE USO –LINHAS: Associações (Associam os casos de usos a outros casos de uso e também a atores) Especialização / Generalização (características semelhantes para dois ou mais caso de uso) Inclusão (cenários obrigatório p/ um Caso Uso) Extensão (cenários opcionais p/ um Caso de Uso)

3 São como as entidades externas deste diagrama da UML. SÍMBOLO: ATOR

4 São os processos existentes no sistema (modo resumido de visualizar cada módulo do sistema) SÍMBOLO: CASOS DE USO

5 SÍMBOLO: LINHA DE ASSOCIAÇÃO No exemplo acima, um cliente informa seus dados pessoais para que um funcionário do banco abra sua conta corrente. As linhas de associação demonstram, neste exemplo, as ligações entre clientes e o funcionário do banco no processo abrir conta do cliente

6 SÍMBOLO: LINHA DE ESPECIALIZAÇÃO/GENERALIZAÇÃO No exemplo acima estamos indicando, com a linha de especificação / generalização que o processo abrir conta do cliente, subdivide-se em: abertura de conta de pessoas jurídicas ou abertura de conta de pessoa física.

7 SÍMBOLO: LINHA DE INCLUSÃO No exemplo acima, o processo efetuar saque conta corrente inclui OBRIGATORIAMENTE, no momento do saque, a gravação dos dados do saque efetuado.

8 SÍMBOLO: LINHA DE EXTENSÃO No exemplo acima, o funcionário do banco PODERÁ manter os dados do cliente sem a obrigatoriedade de abrir ou encerrar a conta do mesmo. Portanto, o processo de encerramento ou abertura da conta é uma extensão do processo manter dados do cliente.

9 Retrata o sistema de forma generalizada; Não é obrigatório a aparição de todos os símbolos no seu caso de uso, desde que fique claro o funcionamento básico do sistema; Retrata uma visão do Analista de Sistema perante o sistema desenvolvido ou a ser desenvolvido; OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE DIAGRAMA DE CASO DE USO

10 Este diagrama é uma evolução do diagrama de Entidade-Relacionamento; Além dos campos e nome da tabela(classe), o diagrama de classe possibilita definir as operações aplicadas às tabelas, que nada mais são os seus MÉTODOS; Tipos de classes: –Persistentes : Geralmente são as tabelas de um B.D. –Não Persistentes: Por exemplo: Classes que não mantém dados gravados, são INSTANCIADAS através de métodos, somente para processar dados importantes, num determinado momento. DIAGRAMA DE CLASSES

11 CLASSES; RELACIONAMENTOS:(mais utilizados) –Associações: Associação Binária; Agregação; Composição; –Especialização/Generalização; SÍMBOLOS/COMPONENTES DESTE DIAGRAMA

12 DIAGRAMA: CLASSES

13 EXEMPLO DIAGRAMA: CLASSES Repare no diagrama acima, os seguintes símbolos, escritos antes dos atributos e/ou métodos da classe: (-) refere-se a um atributo ou método que pode ser usado somente na classe onde foi criado; (+) refere-se a um atributo ou método que pode ser usado por qualquer classe do diagrama, ou seja, são atributos ou métodos públicos; (#) refere-se a um atributo ou método que pode ser usado somente pela classe onde foi criado e também pelas classes derivadas desta.

14 ASSOCIAÇÕES ENTRE CLASSES Importante: -Repare que a classe DEPENDENTEdoCLIENTE não possui métodos, tais como cadastrar, alterar, excluir, consultar, pois estes métodos são realizados na classe clientes.Ao cadastrarmos um cliente, definimos nesse momento os dados de seus dependentes(se existirem). -A seta indica a ASSOCIAÇÃO entre as classes; -0..* – (multiplicidade) diz que um cliente possui ou não vários dependentes; -Possui – indica o nome para a associação criada entre as duas classes. Isso foi feito porque não descrevemos a multiplicidade do lado de clientes;

15 AGREGAÇÕES ENTRE CLASSES O exemplo acima indica que uma equipe pode existir sem que tenham jogadores ligados à mesma. Excluindo a equipe, não serão excluídos os jogadores. Diz-se que esta associação é FRACA. AGREGAÇÃO – Objetos contidos PODEM existir sem serem parte do objeto que os contém. É representado por um losango em branco na extremidade da linha de associação.

16 COMPOSIÇÃO ENTRE CLASSES No exemplo acima, toda vez que se cadastra um cliente, OBRIGATÓRIAMENTE deverá existir pelo menos 1 veículo segurado. Diante disso, quando se exclui um cliente, todos os veículos segurados para ele também serão excluídos. Diz-se que esta associação é FORTE. COMPOSIÇÃO – Objetos contidos não fazem sentido fora do contexto do objeto que os contém.

17 ESPECIALIZAÇÃO/GENERALIZAÇÃO ENTRE CLASSES A linha com uma seta triangular, relaciona uma classe mãe com duas outras classes filhas, chamadas especializações, ou seja, neste exemplo existe uma classe conta (mãe) ligada as classes contacorrente e contapoupança (filhas).

18 EXEMPLO DO DIAGRAMA DE CLASSES

19 DIAGRAMA: SEQÜÊNCIA Este diagrama é utilizado para determinar a seqüência em que os eventos são executados em determinados processos, ou seja, quais condições devem ser satisfeitas para que os métodos sejam disparados entre os objetos. Este diagrama depende do diagrama de caso de uso e, principalmente, do diagrama de classe, para ser construído. Compõem este diagrama os seguintes símbolos: Atores; Objetos; Linha de Vida; Foco de Controle ou Ativação; Mensagens ou estímulos; Mensagens de retorno; Auto-chamadas; Condições ou condições de guarda;

20 SÍMBOLO : ATOR São os mesmos citados no diagrama de caso de uso, têm a mesma finalidade;

21 SÍMBOLO : OBJETOS Representam a instância das classes envolvidas no processo ilustrado pelo diagrama de seqüência. No exemplo acima: existe um objeto chamado física1 e este é uma instância da classe Física. A linha tracejada vertical representa a Linha de Vida do objeto

22 SÍMBOLO : Linha de Vida A Linha de Vida Indica o tempo em que o objeto existiu durante um processo.

23 SÍMBOLO : Foco de Controle ou Ativação O Foco de Controle identifica os momentos em que um objeto está executando um ou mais métodos utlizados em um processo específico. São representados dentro da linha de vida, conforme a figura acima.

24 SÍMBOLO : Mensagens ou Estímulos São utilizadas no diagrama de seqüência para demonstrar a ocorrência de eventos que normalmente forçam a chamada de um método em algum dos objetos envolvidos no processo. As mensagens podem ser disparadas entre: Ator e ator, Ator e objeto, Objeto e objeto E Objeto e ator; A seta com a ponta mais fina representa simplesmente o envio de uma mensagem. Já a seta com um triângulo negro na ponta, representa o disparo de um método entre objetos ou instância de um outro objeto;

25 EXEMPLOS: Mensagens ou Estímulos

26 SÍMBOLO: Mensagens de Retorno Esta linha representa a resposta a uma mensagem para o objeto ou ator que a chamou; São representadas por uma linha tracejada contendo uma seta fina do lado esquerdo desta;

27 EXEMPLO: Mensagens de Retorno O exemplo acima demonstra a mensagem de retorno emitida pelo objeto fisica1 para o objeto conta1. Podemos indicar o retorno de outros tipos de dados, como booleanos, inteiros e etc.. Ás mensagens podem ser retornadas também dos objetos para os atores.

28 SÍMBOLO: Auto-Chamadas ou Auto-delegações Auto-chamadas são mensagens enviadas do objeto para si mesmo. No exemplo acima o objeto fisica1 dispara o método VALIDACPF( ) em si mesmo.

29 SÍMBOLO: Condições Condições são mensagens que só podem ser enviadas se uma condição acontecer. No exemplo acima, o método gravar só poderá ser executado se for necessário.

30 EXEMPLO DIAGRAMA DE SEQÜÊNCIA


Carregar ppt "DIAGRAMA DE CASO DE USO Simbolos/Componentes desse diagrama: –ATORES –CASOS DE USO –LINHAS: Associações (Associam os casos de usos a outros casos de uso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google