A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMUNIDADE/FEBRE. FEBRE Profa. Maria Coralia Pauletto Pediatria -UFPEL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMUNIDADE/FEBRE. FEBRE Profa. Maria Coralia Pauletto Pediatria -UFPEL."— Transcrição da apresentação:

1 IMUNIDADE/FEBRE

2 FEBRE Profa. Maria Coralia Pauletto Pediatria -UFPEL

3 FEBRE DIMENSÃO FEBRE DIMENSÃO 50% DAS CONSULTAS AMBULATORIAIS 50% DAS CONSULTAS AMBULATORIAIS 20% DAS CONSULTAS DE URGÊNCIA 20% DAS CONSULTAS DE URGÊNCIA 10% DOS PACIENTES HOSPITALIZADOS 10% DOS PACIENTES HOSPITALIZADOS

4 REGULAÇÃO DA TEMPERATURA CORPORAL Centro Termorregulador Equílibrio PRODUÇÃOPERDA Atividade Muscular Convecção AlimentaçãoCondução ATP Evaporação25 % Radiação 60%

5 FISIOPATOLOGIA

6 FEBRE CLASSIFICAÇÃO AGUDA ATÉ 7 DIAS LOCALIZADA INDETERMINADA AGUDA ATÉ 7 DIAS LOCALIZADA INDETERMINADA DE ORIGEM OBSCURA OU DESCONHECIDA DE ORIGEM OBSCURA OU DESCONHECIDA

7 FEBRE ETIOLOGIA INFECCIOSA INFECCIOSA NÃO INFECCIOSA NÃO INFECCIOSA PÓS APLICAÇÃO DE VACINA PÓS APLICAÇÃO DE VACINA POR DROGAS POR DROGAS NEOPLASIAS NEOPLASIAS INTOXICAÇAÇÕES EXÓGENAS INTOXICAÇAÇÕES EXÓGENAS COLAGENOSES COLAGENOSES ENDÓCRINAS ENDÓCRINAS

8 FEBRE ORIGEM OBSCURA CAUSAS CAUSAS INFECÇÕES (40 A 50%) INFECÇÕES (40 A 50%) COLAGENOSES (10 A 15%) COLAGENOSES (10 A 15%) NEOPLASIAS (10%) NEOPLASIAS (10%) OUTRAS ETIOLOGIAS (10%) OUTRAS ETIOLOGIAS (10%) DOENÇA NÃO IDENTIFICADA(20% ) DOENÇA NÃO IDENTIFICADA(20% )

9 QUADRO CLÍNICO VARIÁVEL VARIÁVEL COMPROMETIMENTO do ESTADO.GERAL COMPROMETIMENTO do ESTADO.GERAL IRRITABILIDADE IRRITABILIDADE PROSTRAÇÃO PROSTRAÇÃO EXTREMIDADES FRIAS EXTREMIDADES FRIAS SUDORESE SUDORESE TAQUIPNÉIA E COMPROM DO SNC TAQUIPNÉIA E COMPROM DO SNC DELÍRIO E TREMORES DELÍRIO E TREMORES

10

11

12 DIAGNÓSTICO FEBRE IDADE IDADE 3m- sepses,meningite, pneumonia... 3m- sepses,meningite, pneumonia... 3m a 3 anos 3m a 3 anos TEMPERATURA CORPORAL TEMPERATURA CORPORAL CARÁTER DA FEBRE (Curva térmica) CARÁTER DA FEBRE (Curva térmica) ESTADO DA CR. QUANDO AFEBRIL ESTADO DA CR. QUANDO AFEBRIL COMPROMETIMENTO DA CONSCIÊNCIA. COMPROMETIMENTO DA CONSCIÊNCIA.

13 DIAGNÓSTICO FEBRE DIAGNÓSTICO FEBRE ANAMNESE E EXAME FÍSICO ANAMNESE E EXAME FÍSICO DADOS RELEVANTES DADOS RELEVANTES PETÉQUIAS OU SUFUSÕES HEMORRÁGICAS. PETÉQUIAS OU SUFUSÕES HEMORRÁGICAS. RIGIDEZ DE NUCA RIGIDEZ DE NUCA ALTERAÇÕES DO SENSÓRIO ALTERAÇÕES DO SENSÓRIO DIF. RESPIRATÓRIA DIF. RESPIRATÓRIA CHORO LAMURIENTO CHORO LAMURIENTO PALIDÊZ PALIDÊZ

14 FEBRE

15 FEBRE D.LABORATORIAL HEMOGRAMA LEUCÓCITOS >5000 OU 5000 OU <15OOO BASTÕES <5% OU GRAN. TÓXICAS V.H.S. ACIMA DE 30mm/h V.H.S. ACIMA DE 30mm/h HEMOCULTURA HEMOCULTURA ANÁLISE URINA ANÁLISE URINA RX DE TÓRAX RX DE TÓRAX PUNÇÃO LOMBAR PUNÇÃO LOMBAR CULTURAIS LOCALIZADOS CULTURAIS LOCALIZADOS

16 Febre de Origem Indeterminada Avaliação do Risco e Gravidade Baixo Risco ALTO RISCO Choro Forte- normal (1) Fraco, Lamuriento ou Gemente (3 a 5) Reação aos Pais Sorriso, não chora ou chora pouco (1) Difícil de Consolar (3 a5) Consciência Alerta;adormecida acorda fácil (1) Adormecida; Acorda c/dificuldade,Não Acorda(3 a 5) Contato Social Sorri, Fala; contato ocular satisfatório(1) Não sorri; fácies inexpressiva; sem contato ocular (3 a 5) Cor Rósea (1) Palidez ou cianose(3 a 5) Hidratação Normal (1) Desidratada(3a5) TOTAL <10 Baixo risco >10 Alto Risco

17 FEBRE COMPLICAÇÕES CONVULSÃO FEBRIL:SIMPLES (4%) CONVULSÃO FEBRIL:SIMPLES (4%) DESIDRATAÇÃO DESIDRATAÇÃO SOBRECARGA METABÓLICA EM CARDIOPATA E PNEUMOPATA SOBRECARGA METABÓLICA EM CARDIOPATA E PNEUMOPATA LESÃO DIRETA DO SNC:TEMP(41,7) LESÃO DIRETA DO SNC:TEMP(41,7)

18

19 FEBRE TRATAMENTO FEBRE TRATAMENTO MEDIDAS GERAIS MEDIDAS GERAIS Ambiente e Hidratação MEDIDAS ANTITÉRMICAS MEDIDAS ANTITÉRMICAS FÍSICAS FÍSICAS DROGAS DROGAS Acetaminofen - Paracetamol Acetaminofen - Paracetamol 10 a 15mg/Kg 4 a 6h AAS - (aspirina) -10 a 15mg/Kg AAS - (aspirina) -10 a 15mg/Kg Dipirona - 10 a 25mg/Kg 4 a 6h Dipirona - 10 a 25mg/Kg 4 a 6h Ibuprofeno- 5a 10 mg/Kg Ibuprofeno- 5a 10 mg/Kg MANEJO DA FAMÍLIA MANEJO DA FAMÍLIA

20 TRATAMENTO M. FÍSICAS

21 Sem hipertermia

22 Sem febre


Carregar ppt "IMUNIDADE/FEBRE. FEBRE Profa. Maria Coralia Pauletto Pediatria -UFPEL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google