A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIJUÍ – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande Do Sul. Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluna: Hanna.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIJUÍ – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande Do Sul. Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluna: Hanna."— Transcrição da apresentação:

1 UNIJUÍ – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande Do Sul. Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluna: Hanna Bauer Rieger Santo Tomás de Aquino Ijuí, 15 de Junho de 2008

2 O MAIS SÁBIO DOS SANTOS Santo Tomás de Aquino E O MAIS SANTO DOS SÁBIOS

3 Tomás de Aquino: » Estima-se que seu nascimento tenha ocorrido em 1225, no Castelo de Rossasecca, no Reino de Nápoles, na Itália. » Tinha laços de sangue com a Família Imperial e as Famílias Reais da França, Sicília e Aragão.

4 » Aos 19 anos fugiu de casa para se juntar à Ordem Dominicana. Também chamada Ordem dos Pregadores, era uma ordem religiosa católica com o objetivo de pregar a mensagem de Jesus Cristo e promover a conversão das pessoas ao Cristianismo. Foi fundada na França, em 1216, por São Domingos de Gusmão. Os adeptos realizavam voto de castidade, de pobreza e obediência; viviam em comunidades que designavam conventos. » Com 5 anos de idade seu pai, Conde de Landulfo dAquino, o internou no grande mosteiro de Monte Cassino onde recebeu a educação.

5 » Estudou filosofia em Nápoles e depois em Paris, onde se dedicou ao ensino e ao estudo de questões filosóficas e teológicas. Estudou teologia em Colônia e em Paris se tornou discípulo de Santo Alberto Magno. Alberto Magno era filho da nobre família de Duques de Bollstädt. Assim como Tomás abandonou a família e entrou para a Ordem Dominicana. Lecionava teologia na Universidade de Paris quando conheceu Aquino. Com ele Tomás aprendeu que a verdadeira vida de um ser racional é fazer de sua inteligência uma ascensão contínua até chegar aos mais altos conhecimentos inteligíveis, atingindo a ciência da alma e a ciência de Deus.

6 » Leão XIII, o papa dos operários, retrata em sua encíclica em 1879 quem foi Tomás de Aquino: De espírito dócil e penetrante, de fácil e segura memória, de perfeita pureza de costumes, levado unicamente pelo amor da verdade, cheio de ciência divina e humana, justamente comparado com o sol, aqueceu a terra com a irradiação de suas virtudes e encheu-a com o resplendor de sua doutrina.

7 Teologia : ciência de Deus à luz da revelação. Filosofia : ciência que estuda todas as coisas através da luz da razão humana. Fundem-se numa síntese definitiva: fé e razão, unidas em sua orientação comum rumo a Deus.

8 » Conta-se que em certa ocasião, diante de um Crucifixo, Tomás conversou com Jesus. Bem escrevestes sobre mim, Tomás, que prêmio quereis? Nada senão a Ti mesmo, Senhor. » Prestes a morrer pronunciou estas palavras, após receber a Eucaristia: De ti, Senhor, me veio o preço da redenção da minha alma! Todos os meus estudos, vigílias e trabalhos foram por teu amor.

9 » O filósofo escreveu intensamente, e dois de seus mais conhecidos trabalhos, a Suma Contra os Gentios e a Suma Teológica, são de proporções enciclopédicas. » Também escreveu sobre lógica, metafísica, física, ética, moral. Questionou assuntos como a verdade, a alma, o mal, as virtudes. Suma Contra os Gentios voltava-se para os não-cristãos, discute-se a respeito da natureza e dos trabalhos de Deus, da sabedoria humana e felicidade, e ainda sobre a compatibilidade da fé com a razão. Já a Suma Teológica lida com a questão da razão e da revelação vistos como caminhos para o conhecimento de Deus, oferecendo cinco provas da existência d'Ele; esta obra fica inacabada devida a morte do autor.

10 HOMEM: um ser social e precisa de orientações para viver em sociedade. DIREITO POSITIVO: as normas existem para que os que são propensos aos vícios sejam persuadidos, a bem da ordem pública, a evitar desvios. CONVIVÊNCIA PACÍFICA: as leis humanas não podem contradizer a lei natural. » Para Tomás de Aquino:

11 GOVERNO: a bondade de um governo, sua eficiência, não dependem de sua forma, mas da honestidade, da competência com que se dedica ao bem comum, ao bem estar dos cidadãos. ESTADO: uma necessidade natural. Seja monarquia, república ou outra forma qualquer, melhor será, concretamente, a que mais se ajustar às necessidades do povo.

12 ALMA e CORPO: há uma união substancial que é o fundamento maior da dignidade da pessoa humana. BEM e MAL: Defendeu o livre arbítrio, ou seja, a liberdade da vontade humana. Assim, dar-se-ia prêmio para as boas ações e punição para os atos maus. MORTE: determina para sempre a alma humana quer na desordem e na infelicidade, quer na ordem e na felicidade, como está na Bíblia. DEUS: o Criador de tudo.

13 JUSTIÇA: consiste na disposição constante da vontade em dar a cada um o que é seu - suum cuique tribuere. Comutativa (entre iguais), Distributiva (do soberano para os súbditos) Legal (dos súbitos para com o soberano). ÉTICA: consiste em agir de acordo com a natureza racional. Todo o homem é dotado de livre-arbítrio, orientado pela consciência e tem uma capacidade inata de captar, intuitivamente, os ditames da ordem moral. O primeiro postulado da ordem moral é: faz o bem e evita o mal.

14 LEI DIVINA: revelada por Deus aos homens - Dez Mandamentos. LEI ETERNA : é o plano racional de Deus que ordena todo o universo. LEI NATURAL : é a participação da Lei Eterna na criatura racional, ou seja, aquilo que o homem é levado a fazer pela sua natureza racional. LEI POSITIVA : é a lei feita pelo homem, de modo a possibilitar uma vida em sociedade. Esta subordina-se à Lei Natural, não podendo contrariá-la sob pena de se tornar-se uma lei injusta.

15 » Tomás de Aquino repensou Aristóteles, o grande filósofo grego do século V antes de Cristo. » Deu diretrizes novas ao pensamento de Platão, outro grande filósofo daquele século. » Foi o pioneiro que investigou cientificamente as leis do pensamento e as formulou com exatidão. » Kant, filósofo alemão, afirmou que os filósofos posteriores a Aquino nada acrescentaram no aspecto da filosofia. Chegou a dizer que a teodicéia de Aristóteles, ou seja, a parte que trata de Deus, é incomparavelmente inferior à de Tomás de Aquino.

16 » João Paulo II, o ex-papa cristão, em 1990 no 9° Congresso Tomista Internacional chegou a denominar Tomás de Aquino de DOUTOR DA HUMANIDADE. » A doutrina de Tomás de Aquino é apta para a aproximação dos cristãos entre si e para o entendimento das culturas passadas e recentes. » O Tomismo conduz à sociabilidade, à solidariedade, à liberdade e à verdade.

17 » Aos aproximados cinqüenta e três anos, na manhã do dia 7 de março de 1274, Tomás de Aquino foi surpreendido pela morte no mosteiro cisterciense de Fossanova. Estava a caminho de Lião onde, por ordem do Papa Gregório X, iria participar do Concílio de Lião. » Após seu falecimento ele entrou para a História com o título de Doutor Angélico, dada a culminância espiritual que atingiu e a perfeição de sua existência.

18 » O corpo de Tomás de Aquino repousa na Catedral de Tolosa, na França. » Foi declarado Santo pelo Papa João XXII que o canonizou em » Venera-se sua memória no dia 28 de janeiro

19 » ANTITOMISTA : pessoa ou doutrina que se opõe direta ou indiretamente, total ou parcialmente ao pensamento de São Tomás de Aquino, sem necessariamente citá-lo, mas deixando implícito referência à sua doutrina ou oposição ao Tomismo. Descartes, Lutero, Suárez, Molina, Marx, Nietzsche, Sartre, Comte. ANTITOMISTAS:

20 » Tomismo na atualidade: » Neste momento atual, tão pouco esperançoso, não há homens tão esperançosos como aqueles que consideram agora Santo Tomás como guia em uma centena de perguntas angustiosas. Há inegavelmente um Tomismo esperançoso e criador em nossa época. Chesterton, pensador inglês » Tomás de Aquino é um convite ao afastamento de tudo que degrada o ser humano. Ele inspira segurança para que se ande nos caminhos do bem e dos verdadeiros valores. Ele permanece sempre atual e contemporâneo.

21 Aos males da inteligência ele propõe o remédio do exercício da razão, capaz de desmascarar as insídias das manipulações dos donos do poder.

22 Aos desastres éticos e morais ele aponta a retidão da vontade firmada na proteção de Deus a levar para longe das servidões dos falsos prazeres.

23 Ao desânimo que, por vezes, se instaura em tantos corações ele propõe a experiência de Deus, fonte de toda paz e energia interior.

24 A uma ciência e a uma tecnologia materialistas ele contrapõe o retorno incondicional a Deus, cuja existência ele soube tão bem provar.

25 » FONTES DE PESQUISA:


Carregar ppt "UNIJUÍ – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande Do Sul. Ciência Política e Teoria do Estado Professor: Dejalma Cremonese Aluna: Hanna."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google