A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

700 Páginas Mais de 650 verbetes Ilustrados em oito idiomas 20 páginas de Webgrafia Selecionamos um verbete de cada letra para sua apreciação Pressionar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "700 Páginas Mais de 650 verbetes Ilustrados em oito idiomas 20 páginas de Webgrafia Selecionamos um verbete de cada letra para sua apreciação Pressionar."— Transcrição da apresentação:

1

2 700 Páginas Mais de 650 verbetes Ilustrados em oito idiomas 20 páginas de Webgrafia Selecionamos um verbete de cada letra para sua apreciação Pressionar a Barra de Espaço para avançar ADQUIRA O SEU EXEMPLAR, ENTRANDO EM CONTATO COMIGO:

3 2 02 A DVOGADO DO DIABO Página 44 A frase latina “Advocatus diaboli”, significa Advogado do Diabo. A expressão teve origem na Igreja Católica e caracteriza aquele que era nomeado para descobrir os lados negativos daquele que se pretende santificar. No entanto, a análise dos aspectos negativos não é feita apenas por “um advogado do diabo”, mas sim por uma equipe de eclesiásticos, dada a importância do assunto. Existiam dois tipos de advogados: Advocatus diaboli -Advogado do Diabo. -O advogado de acusação, cuja atuação era de argumentar contra a canonizacão ou a beatificação do envolvido. Advocatus Dei -Advogado de Deus. -A advogado de defesa, o que argumenta em favor daquele que está sob julgamento. O Advogado do Diabo mesmo que pessoalmente esteja a favor daquele que se discute a beatificação, tem um papel crucial no processo, testando os méritos dos argumentos a favor, fazendo rigorosa oposição. Hoje, a expressão Advogado do Diabo é usada de forma metafórica, caracterizando a pessoa que defende uma causa ou idéia contrária ao interesse da maioria. As palavras em alguns idiomas Português= Advogado-Diabo-Demônio-Lucifer-Satã, Satanás Alemão = Rechtsanwalt -Teufel -Dämon -Luzifer-Satan Espanhol= Abogado-Diablo-Demonio-Lucifer-Satán Francês= Avocat-Diable-Démon-Lucifer-Satan Holandês= Advocaat-Duivel-Geest, spook-Lucifer-Satan Inglês= Advocate-Devil-Demon-Lucifer-Satan Italiano= Avvocato-Diavolo-Demonio-Lucifero-Satana Latim= AdvocatusDiabolus-Daemonium-Lucifer-Satan

4 03 BUG ( computador ) Página 223 Todos que usam o micro, sabem o que vem a ser um bug ; alguma coisa que dificulta nosso programa, não deixa o computador funcionar adequadamente. Essa palavra significa inseto em inglês, além de defeito mecânico. A pessoa que cunhou esse termo foi Grace Hopper, cientista, matemática e pioneira na área de informática, oficial da Marinha dos Estados Unidos. Ela criou o conceito de linguagem de compilação na programação de computadores. Em 1947, descobriu-se que o computador do Naval Surface Warfare Center em Dahlgren, o Harvard Mark II, estava com problema por causa de um inseto que estava no "relay calculator" da máquina. Então o inseto foi anexado no diário de trabalho de Grace e, o registro original era : "first actual case of bug being found.", isto é, “primeiro caso efetivo de um inseto encontrado”. Pois vários “bugs” (defeitos) já tinham ocorridos, mas foi o primeiro “bug inseto”. Convém lembrar que o termo “bug” para “defeito” remonta o século XIX Thomaz Alva Edso n talvez tenha sido o criador da palavra com sentido de defeito, segundo o Historical Dictionary of American Slang. Assim, tal sentido parece ter iniciado em Sem dúvida apesar de a história ser verdadeira o registro foi feito de forma jocosa. O diário de trabalho com o tal inseto foi preservado no diário de trabalho de Grace e se encontra no Smithsonian's Museum of American History. Grace Hopper acabou sendo associada a tal história e como ela era a programadora do Mark II, ela acabou contando diversas vezes essa história. A palavra em alguns idiomas Português= Inseto Alemão = Insetto Espanhol= Insecto Francês= Insecte Holandês= Insekt Inglês= Insect Italiano= Insetto Latim= Insectum Grace Hopper

5 4 04 CANGURU Página 137 A história conta que o intrépido explorador britânico Capitão James Cook foi responsável pela introdução da palavra tattoo - tatuagem. Ele foi primeiro explorador europeu a atingir a Austrália em 1770, trouxe notícia sobre uma criatura original da região que se os nativos a chamava de “canguru”. Cook estava acompanhado do botânico Sir Joseph Banks, que registrou-o como o nome do animal. Esses estranhos animais que davam saltos incríveis.Para saber o nome do animal, perguntaram a um aborígene.Ele respondeu;"Kan Ghu Ru". Ele insistia "Kan Ghu Ru", "Kan Ghu Ru" e portanto o adaptaram o nome a la inglesa, "kangooroo" (canguru). Depois, os lingüistas determinaram o significado: os indígenas queriam dizer: "não te entendo". Cook zarpou da Inglaterra em 1768 no seu navio Endeavour. Na noite de 11 de setembro de 1770, enquanto passava pela Great Barrier Reef (Grande Barreira de Recifes) que é agora o norte da Queensland, Austrália, o Endeavour chocou-se num recife e começou a fazer água. O navio conseguiu chegar à praia para efetuar reparos. Lá, perto do que Cook batizou de Endeavour River, ele viu pela primeira vez o canguru e, mais tarde noticiado em seu diário: “O animal que havia mencionado é chamado pelos nativos de Kangooroo ou Kanguru. Mas as pesquisas realizadas entres os aborígenes não conseguiram achar o termo Canguru, entre as línguas nativas. Talvez Cook deve ter escutado alguns dialeto agora extinto. Assim não se pode afirmar que “canguru” pudesse significar “eu não sei” ou “não sei do que você está falando” ou “ Não te entendo”, ou qualquer outra frase supostamente dada como resposta “ pergunta. Essa história é relativamente recente e parece não suportar as críticas sobre sua evidência, tanto assim que muitos acreditam que seja falsa. Segundo o Dictionary of Australian Slang: Roo = short for kangaroo (abreviatura para canguru). A palavra em alguns idiomas Português= Canguru Alemão = Kangaroo Espanhol= Canguro Francês= Kangourou Holandês= Kangoeroe Inglês= Kangaroo Italiano= Canguro Latim= Macropus

6 5 05 DEDO DE CASAMENTO Página 216 O terceiro dedo da mão esquerda foi escolhido para se usar o anel de casamento. Appianus afirmou que um delicado nervo partia desse dedo e ia até o coração. Mais tarde, Swingburne no seu Treatise of Spousals, escreveu: Pela opinião dos entendidos em anatomia humana, existe uma veia sanguínea chamada “Vena amoris”, que sai do terceiro dedo, indo para o coração”. Appianus (Peter Bienewitz), matemático, geógrafo e astrônomo ( ). Em 1531 observou que a cauda do cometa Halley estava sempre dirigida para o Sol. Swingburne (Algernon Charles), crítico literário, poeta inglês ( ) Acredita-se que os Faraós do Egito, usavam um círculo, sem começo ou fim, como um símbolo da eternidade. A palavra em alguns idiomas Português= Aliança-Aliança (união; confederação) Alemão = Ehering -Bündnis Espanhol= Anillo de boda -Alianza (asociación,liga, unión) Francês= Anneau de mariage -Alliance (alliance; pacte) Holandês= De ring van het huwelijk -Verbond; verbintenis Inglês= Wedding ring-Alliance Italiano= Anello di nozze,matrimoniale-Alleanza(unione; patto=pacto) Os americanos tem uma rimazinha, com essa idéia: -As the ring has no end -So is my love for you my friend O uso da aliança como promessa pública de honrar um contrato de casamento só tornou-se comum na era Romana. A aliança de ouro se tornou moda apenas na época medieval, pois as primeiras foram feitas de ferro. As alianças de ouro eram vistas como um aviso a outros pretendentes de que a noiva já não estava mais disponível. A aliança de casamento usada como símbolo de matrimônio e noivado surgiu entre os gregos e romanos, que importaram o costume hindu de usar alianças de casamento

7 06 ESPOSA Página 255 A palavra deriva do latim sponsus, particípio passado de sapondere, que significa prometer. Os casamentos romanos, geralmente eram arrumados. As romanas às vezes nem namoravam para conhecer melhor seu futuro marido. Uma esposa era uma mulher prometida num casamento, ainda não casada. Somente mais tarde é que passou-se a ter namoro, noivado e casamento Os amigos dos casal se reuniam na casa do pai da noiva, onde um contrato era firmado. Tal contrato era conhecido como sponsalia e, quando era assinado pelo casal, eles se tornavam spouses. palavra em alguns idiomas Português= Esposa ‘Alemão = Frau Espanhol= Esposa Francês= Épouse Holandês= Vrouw Inglês= Wife Italiano=Moglie Latim= Uxor Obs. Segundo o Houaiss, Uxório, relativo à mulher casada; uxoriano, uxórico Uxoricídio, assassínio de mulher cometido por quem era seu marido Uxor, uxoris oposto a Vir, viri, homem, varão.

8 7 07 FIASCO Página 282 A palavra vem da cidade de Vênice, Itália, famosa na época pelo fabricação de objetos de vidro, artefatos de vidro veneziano, feito pelos sopradores dos belíssimos (e valiosos) produtos. As peças eram muito delicadas e não se aceitavam que tivessem defeito algum. Os venezianos estavam mais interessados em algo mais difícil que fabricar que uma simples garrafa de vinho. Assim, as peças descartadas iam para um recipiente comum, chamado de fiasco (frasco), ou então a peça que estavam soprando se transformavam em um simples "fiasco" - uma simples garrafa. Por extensão fiasco passou a significar algo que não deu certo, que falhou. Mesmo ainda hoje, fiasco em italiano tanto significa garrafão como fracasso, insucesso. Fare fiasco significa fracassar e literalmente fazer uma garrafa. De acordo com o Dizionario Etimológico Italiano, a expressão passou para o inglês em 1835 como "faire fiasco”. Manchete do Jornal francês Libération: ÉLECTIONS AMÉRICAINES USA, le spectre du fiasco de l’an 2000 LIBÉRATION mardi le 2 novembre 2004, par : Francois SERGENT Machete do jornal americano Argus: Albion fans in bus fare fiasco From the archive, first published Thursday 15th Jan Albion fans with free travel vouchers for the club's last home game were ordered to pay the full fares because a bus firm sent a bill to the wrong address. Match tickets for Albion home matches include a voucher that can be used for local train and bus journeys. But Stagecoach ordered drivers to demand payment from supporters travelling to last Saturday's game against Oldham Athletic at the Withdean. The firm was angry the club had not responded to an invoice sent last November and reminders posted since then.... Sinônimos de falhar em Italiano: Fallire, non riuscire, essere bocciato, sbagliare, fare fiasco, venire meno, fare fallimento, guastarsi, interrompersi, mancare, non riuscire a, insufficienza, voto insufficiente Frases em francês usando a palavra “fiasco”: -Insuccès d'un auteur, d'un artiste, ou d'une œuvre auprès du public. Ce compositeur a connu un fiasco. -La représentation fut un fiasco. -La réunion tourna au fiasco. -Leur tentative s'est terminée par un fiasco. A palavra em alguns idiomas Português= Fiasco Alemão = Fiasco Espanhol= Fiasco Francês= Fiasco Holandês= Fiasco Inglês= Fiasco Italiano= Fiasco Latim= Flasco

9 8 08 GOLFE Página 321 As palavras em alguns idiomas Português= Golfe-Golfo Alemão = Golf-Golf Espanhol= Golf-Golfo Francês= Golf-Golfe Holandês= Golf-Golf Inglês= Golf-Gulf Italiano=Golf-Golfo Como boa parte das palavras, Golf também se apresenta com uma história muito interessante; diz-se que o jogo foi inventado pelos escoceses para escapar das suas esposas, tanto assim que a primeira regra do jogo era: G entlemen O nly, L adies F orbidden, ou seja, que dá o acrônimo Golf e que se traduz por: Somente cavalheiros, as damas são proibidas. Com o tempo a frase resumiu-se a “golfe”. Mesmo assim, mesmo hoje, existem muitos campos de golfe apenas para mulheres. No entanto, a verdadeira origem da palavra é incerta, mas parece ter raizes na língua holandesa, pois “kolf” em holandês significa “pau, bastão” para bater bolas. Acredita-se que a palavra kolf passou para os escoceses, cujo antigo dialeto a transformou para "golve," "gowl" ou "gouf." Lá, pelo sec XVI, a palavra golf surgiu. Esporte consiste em jogar a bola de golfe dentro dos 18 buracos sucessivos num campo que apresenta obstáculos naturais e artificiais. O objetivo é fazer a bola entrar nos buracos com a mínima quantidade de tacadas.

10 9 09 -Moisés, Jesus e um velhinho de longas barba branca estão em um campo de golfe jogando uma partida. -Moisés pega seu taco e acerta a bola. Ela sobe numa bela parábola e cai diretamente dentro do lago. -Ele não se aperta. Levanta o taco e as águas se abrem, deixando-lhe a passagem para dar uma nova tacada. -Em seguida, a vez de Jesus. Ele pega seu taco e, numa parábola perfeita - afinal sua especialidade são as parábolas - manda a bola no lago, onde a mesma cai numa vitória-régia. Sem se abalar, Jesus caminha sobre a água até a bola, e dá a tacada seguinte. -Chega a vez do velhinho. Ele pega seu taco, de uma maneira que dava para notar que ele nunca jogou golfe na vida, e acerta a bolinha. A bolinha vai por cima de uma cerca, acaba pulando sobre um caminhão e daí bate numa árvore. Da árvore, a bola cai no telhado de uma casa, rola pela calha, segue pelo ralo, vai até a boca-de-lobo, de onde é lançada num canal que a manda para o lago acima mencionado. Chegando no lago, ela esbarra numa pedra e pula para a margem onde finalmente pára. Um grande sapo que está ao lado, engole a bola. De repente, lá do céu baixa um gavião que pega o sapo. Voa por cima do campo de golfe, e o sapo acaba vomitando a bola, que cai perfeitamente dentro do buraco! -Nisso Moisés se vira para Jesus e diz: -É por isso que eu não gosto de jogar com o seu Pai...

11 HOTDOG Página 356 A palavra em alguns idiomas Português= Salsicha Alemão = Wurst Espanhol= Salchicha Francês= Saucisse Holandês=Saucijs, Worst Inglês=Sausage Italiano=Salsiccia A salsicha é um das mais antigas formas de processamento de alimentos, tendo sido mencionada na Hodisséia de Homero e no século IX a.C. Consta que foi criada la por volta de 1600 por Johann Georghehner, um açougueiro que morava em Coburg, Alemanha. Segundo conta-se, ele foi para Frankfurt para promover seu novo produto. Em 1987, a cidade de Frankfurt celebrou qüingentésimo (500 anos) aniversário no surgimento da salsicha. Dizem que os habitantes de Frankfurt a desenvolveram em 1487, cinco anos antes de Colombo descobrir a América. Existe uma rivalidade com Viena a respeito dessa paternidade. Um cozinheiro da cidade alemã de Frankfurt possuía um cão de pernas e corpo alongado que é o bassê alemão ou Dachshund. Salsicha feita pelo cozinheiro ficou conhecida por este nome. Charles Feltman, um imigrante alemão levou a salsicha, que era uma novidade, para os Estados Unidos, por volta de Nos Estados Unidos ele criou um sanduíche quente feito com pão, salsicha e molho. O sucesso foi tanto que ele abriu seu próprio restaurante. Mas foi nos estádios de futebol americanos que o sanduíche se popularizou. Conta-se que durante um jogo, no New York Giants, em 1906, um vendedor gritava nas arquibancadas: "They're red hot! Get your dachshund sausages while they're red hot!" O cartunista Tad Dorgan, presente ao estádio, não perdeu a chance de ilustrar a cena. Porém como não entendia a palavra dachshund, escreveu: "Get your hotdog”. E o nome pegou.

12 11 IMBECIL Página 3 A palavra em alguns idiomas Português= Imbecil Alemão = Imbezil Espanhol= Imbécil Francês = Imbécile Holandês= Imbeciel Inglês = Imbecile Italiano = Imbecille Latim = Imbecillis Algumas palavras acabam tendo o seu sentido modificado com o passar do tempo. Imbecil inicialmente tinha ver com deficiência física e hoje está relacionado com aspectos mentais. A palavra vem do Latim imbecillis em que im é prefixo negativo. A outra parte, “becillis” origina-se de “baculum” que significa “bastão, bengala, apoio“, Logo quem usava este instrumento para se locomover-se era um “imbecil”, ou seja doente, incapaz de se sustentar fisicamente (depois passou para mentalmente) Em resumo a deficiência de carácter físico, originalmente do vocábulo transferiu-se para a área mental, denotando pessoa com inteligência curta ou que possui pouco juízo; idiota, tolo

13 12 JIPE Página 374 Durante a Segunda Guerra Mundial, as forças americanas receberam um novo, potente e versátil veículo. Ele ficou famoso porque era um veículo pau-para-toda-obra para os soldados americanos e os aliados. Foi um veículo (M-38) de grande sucesso durante a guerra, sendo produzido uns deles e, que continuou até 1980, com pequenas alterações, quando foi substituído pelo modelo M-151. O nome técnico do veículo era Quad car, pois podia carregar 4 pessoas. Um soldado viu as seguintes letras, pintadas num dos lados do veículo; GP (que significava general purposes) e, ele chamou de Jeep, que é o som em inglês de GP O projeto era denominado: General Project Purposes = Projeto de Propósito Geral, ou General Purposes Car (ou Vehicle) = Carro para todo o serviço Existe outra versão sobre o nome relacionada com tiras humorísticas da série Popeye, onde existia um personagem chamado Eugene the Jeep. Era uma estranha criatura que apareceu em “E.C. Segar's comic strip Thimble Theater“, seu personagem mais famoso o marinheiro Popeye. Ao final da segunda guerra mundial, a Willys registrou do nome "Jeep". Hoje a marca "Jeep" pertence a Jeep Eagle Corporation uma parte da Chrysler Motors. A palavra Jeep já era usada para designar diversas coisas mesmo antes da II Guerra Mundial: 1936 Surgiu Eugene the Jeep pela primeira vez e, seu nome devia ao único som que ele fazia (jeep), utilizado pelos cartunistas para imitar o som estridente do chamado de uma galinha Um fabricante de Oklahoma nomeou de Jeep seu veículo, meio caminhão, meio trator. mente Americano" 1941 Nome dados os instrutores de aviadores. Nome dados aos militares recrutas. Eram chamados de Jeep os operadores de rádios da Royal Canadian Naval Volunteer Reservists. Dizem que o Jeep só perde para Mickey Mouse em termo mundial de reconhecimento pelas pessoas sendo uma marca mais conhecida que a Coca-Cola. A marca Jeep, veio ao desde a II Guerra Mundial sendo trocada de dono: 1941 = Willys = Kaiser = American Motors Company = Chrysler = Daimler-Benz Willys. Frases envolvendo o jipe Eisenhower: O Jeep o Dakota e o Navio de Desembarque foram as três ferramentas que ganharam a guerra" Enzo Ferrari: "O único carro esportivo realmente Americano"

14 13 KARATÊ Página 382 Karatê, palavra japonesa formada de kara “vazio” + te “mão”, isto e´, uma arte marcial originada a partir das técnicas de defesa pessoal sem armas e que tem como base a filosofia do Budô japonês. A história das artes marciais começa a tomar uma forma mais concreta a partir do século VI, quando no ano 520 a.C. um monge budista indiano chamado Bodhidharma - 28º patriarca do Budismo e fundador do Budismo Zen - deixou seu país e partiu numa longa jornada em busca da iluminação espiritual. O esporte possui 6 faixas, que caracterizam o nível de conhecimento e habilidade do interessado: branca, amarela, verde, azul, marrom e preta.

15 14 LABIRINTO Página 387 A palavra em alguns idiomas Português= Labirinto Alemão = Labyrinth Espanhol= Laberinto Francês= Labyrinthe Holandês= Labyrint Inglês= Labyrinth Italiano= Labirinto Latim= Labyrinthus Obs: O nome de Dédalo é também usado como sinônimo de labirinto em português, espanhól, italiano Vem da palavra grega labyrinthos. Estudos sobre esta palavra grega,descreve-a como um conjunto de edifícios ou caminhos complexos dentro de um jardim, funcionando como uma espécie de quebra-cabeça para uma pessoa estranha que fosse percorrê-los no sentido de achar sua saída. O próprio nome Labirinto é originário da ilha de Creta (Grécia), de uma construção complexa feita por Dédalo arquiteto da Atenas antiga, e do qual conseguiu escapar Teseu, ajudado por Ariadne. O herói mitológico Teseu, de Atenas, cuja cidade estava obrigada a entregar periodicamente sete rapazes e sete moças para serem devorados pelo Minotauro, monstro corpo de homem e cabeça de touro. Teseu pediu para ser incluído na lista. Ao chegar à ilha, conheceu Ariadne, filha do rei Minos, que lhe deu um novelo de linha. Teseu deveria ir desenrolando a linha à medida que entrasse no labirinto e ela seria utilizada para sair dele. Teseu lutou e matou o Minotauro. Saiu da ilha e levou consigo Ariadne. Foi na Inglaterra do início do século 18 que labirinto virou jardim. O mais antigo jardim deste tipo que se tem notícia, foi projetado por Switzer e, possuía seis entradas, mas uma só saída. Outro exemplo é o visitadíssimo jardim do palácio de Hampton Court, com 500 anos de história, perto de Londres, inaugurado por Guilherme 3º. Na antiguidade, segundo Plínio, houve quatro labirintos famosos, sendo o mais célebre de todos o de Creta, perto de Cnossos, na Grécia; aquele onde Teseu derrotou o Minotauro. A Anatomia se utilizou da idéia histórica de labirinto e batizou com este nome, sistema de cavidades ou canais intercomunicantes. Assim, temos labirintos em diversas partes do corpo humano: -Osso etmóide, -Ouvidos internos, -Rins. A inflamação de ouvido que faz com que as pessoas percam a noção de equilíbrio e do senso de direção, chama-se labirintite

16 15 MORCEGO Página 423 A palavra em alguns idiomas Português= Morcego Alemão = Fledermaus Espanhol= Murciélago Francês= Chauve-souris Chauve = Calvo, careca. Figurado: desnudado Souris = Rato (entre outros sentidos) Assim chauve-souris seria rato pelado Holandês= Vleermuis Inglês= Bat Italiano= Pipistrello Latim= Moris secus Do latim moris = Rato cecus = Cego Os antigos acreditavam que quando os ratos ficavam muito velhos, perdiam os pelos, ficavam cegos e ganhavam asas. Realmente o morcego é uma criatura que foge ao padrão; é diferente dos animais “normais”. Tem pelos, dentes e amamenta seus bebês como os mamíferos, mas não andam sobre quatro pernas. Eles têm asas e vôam como os pássaros (em muitos casos, voam melhor). Vivem em lugares inusitados e, praticamente são vistos somente à noite e, para voar usam uma espécie de “radar”, cujos sons dos seus gritinhos são captados, no retornou pelas suas enormes orelhas. A maioria vive de insetos, e apenas a minoria chupa sangue de outros animais

17 16 NEGÓCIO Página 433 A palavra em alguns idiomas Português= Negócio-Negociante-Negociável -Negociação-Negociar Alemão = Geschäft-Händler -Übertragbar -Verhandlung-Verhandeln Espanhol= Negocio-Negociante-Negociable-Negociación-Negociar Francês= Affaires-Commerçant-Négociable-Négociation-Négocier Holandês= Zaak-Handelaar-Overeen te komen-Onderhandeling-Onderhand Inglês= Business-Dealer-Negotiable-Negotiation-Negotiate Italiano= Affare-Distributore-Negoziabile-Negoziato-Negoziare Latim= Necotium-Mercator-Mercabilis-Actio-Mercabilis A palavra vem do Latim “Nec otium” ou seja não ócio, caracterizando na Roma Antiga aqueles que não tinham tempo livre, ou seja quem não era rico o suficiente para dedicar às artes, às letras ou a outras ações que lhes dessem prazer. Os romanos ricos não necessitavam de trabalhar, pois tinham os escravos para isso. Assim, os trabalhadores não tinham “otium” eram sem ócio, ou nec otium, ou seja trabalhavam, faziam negócios. Obviamente romano que se prezasse desfrutava com ócio e não gastava seu tempo em negócios do tipo atividades manuais, artesanais etc, coisas de pobres ! A palavra em alguns idiomas Português= Ociosidade-Ócio Alemão = Müssiggang-Musse Espanhol= Ociosidad-Ocio Francês= Oisiveté-Loisir Holandês= Ledigheid-Vrije Inglês= Idleness-Leisure Italiano= Ozio-Svago Latim= Otiosum -Otium

18 17 ÔNIBUS Página 461 A palavra em alguns idiomas Português= Ônibus Alemão = Bus Espanhol= Autobús Francês= Autobus Holandês= Autobus Inglês= Bus Italiano= Bus Latim= Omnibus Vem da palavra latina Omnis palavra de origem latina que significa toda gente, todos. Sendo que o caso ablativo, omnibus, significa para todos. Em português, praticamente se manteve, sendo que em inglês, ficou reduzida para bus. O primeiro veículo público surgiu em Paris em Um ano depois em 4 de julho de 1829, surgia em Londres o primeiro ônibus. -Um jornal de Londres de 1829, informava que: “The new vehicle, called the omnibus, commenced running this morning (4 July) from Paddington to the City”. Em 1832 a palavra foi abreviada para bus. O dicionário inglês possui muitas palavras de origem latina, pois a ilha foi dominada pelos antigos romanos. Os mais famosos ônibus do mundo, são os ônibus vermelho de dois andares de Londres. O Estadão na sua edição de 9 de dezembro de 2005, informava: ”... Depois de meio século os famosos ônibus vermelhos Routemaster de Londres, os de traseira aberta e nariz achatado, se aposentam... A partir de agora, os únicos veículos vermelhos de dois andares pela empresa de transporte público serão o mais modernos com porta.... O Routemaster entrou em serviço em meados dos anos 50, substituindo os bondes elétricos. Foi o último ônibus projetado especificamente, por engenheiros que haviam trabalhados em bombardeiros da 2a. Guerra Mundial...”

19 18 PEDIGREE Página 504 A palavra em alguns idiomas Português= Pedigree Alemão = Pedigree Espanhol= Pedigree Francês= Pedigree (pie de grue) Holandês= Pedigree Inglês=Pedigree Italiano= Pedigree Latim=Pes + grus Pedigree é uma palavra de língua inglesa que tem origem na forma francesa. A palavra pedigree foi inicialmente registrada em Sua grafia “pedegrue” ou “pedicru”. Apesar de hoje, usarmos o termo relacionado com animais, inicialmente era usada apenas para definir a geneologia de seres humanos e a partir de 1608 é que começou a ser utilizada para registrar a genealogia de um animal de raça, especialmente cão ou cavalo. A palavra vem do francês “pied-de-grue” que significa“ pé de grou” porque os registros genealógicos dos criadores ingleses de cavalos utilizavam uma marca feita com três traços retilíneos que lembravam a pegada da ave; /I\. Portanto, "pedigree" equivale, a genealogia, linhagem ou ancestralidade. Sendo, portanto, documento que atesta a linha de ancestrais dos animais. Em francês a frase “faire le pied de grue ” significa fincar pé. Grou é uma ave de grande porte com penas brancas, cinzas ou marrons. Elas são encontrada em planícies e zonas pantanosas de todo o mundo, com exceção da América do Sul e Antártica.O grou pertence à família dps Gruidae, sendo a mesma família da Siriema e da Saracura. Grou

20 19 QWERTY Página 531 As letras QWERT, dispostas no teclado da máquina de escrever na parte superior esquerda (e hoje, nos teclados do micro) leva o nome do sistema (QWERT). Ou sejam a forma de dispor as letra no teclado da máquina de escrever. tÉ interessante notar que a palavra em inglês "typewriter" que significa maquina de escrever pode ser inteiramente datilografada usando apenas as teclas da linha superior do teclado; QWERT. Especulou-se que tratava de uma estratégia de venda, pois essa palavra era usada pelos vendedores para fazer a demonstração da máquina. Seu inventor foi americano Christopher Sholes ( ), engenheiro mecânico. Ele patenteou sistema em 1868 e vendeu para a Remington em 1873, quando então surgiu a máquina de escrever. -Sua máquina original foi feita usando teclas de um velho aparelho de telégrafo, não havia espaçamento entre as letras, alavanca para subir o papel para o início da próxima e nem tecla para letra maiúscula As máquinas de escrever, na sua forma definitiva, começaram a ser comercializadas em 1874, nos Estados Unidos (Mark Twain foi o primeiro autor a apresentar seus originais datilografados). Sholes havia originalmente dispostos as teclas em ordem alfabética. Mas logo percebeu que as hastes que continham cada letra, ao retornar à sua posição de descanso, se encavalava com a próxima que vinha fazer sua impressão. Isso acontecia assim que os datilógrafos “catadores de milho” da época se tornavam mais eficientes. Assim, Sholes embaralhou o teclado, mudando as teclas mais comumente usadas de tal forma que elas não eram mais acessadas pelos dedos mais fortes (indicadores). Com isso: Ficou mais difícil pressionar as letras mais usadas. -Deixou de encavalar as hastes. -Resultou na redução da velocidade de datilografia -A letras mais usadas passaram a serem acessadas com os dedos mais fracos. Isso era um problema, pois na datilografia realmente se faz esforço para pressionar a tecla, ao contrário de hoje na digitação do micro.

21 20 -Muitas das pessoas de hoje nem sabem, mas para conseguir a letra maiúscula (que estava no fim da mesma haste junto com a minúscula), era necessário, com a pressão de um dedo, levantar (com um certo esforço) toda a armação que continha todo o conjunto de letras da máquina. As letras mais usadas são E, T, A, O, N e I e ficam espalhadas pelo teclado. Outros sistemas mais práticos foram inventados, mas o QWERT permaneceu até hoje. A linha onde os datilógrafos param para descansar (linha do meio), no sistema QWERT conseguem escrever cerca de 100 palavras em inglês, enquanto que o de Augusto Devorac, mostrou em 1932, que se conseguia escrever palavras. Sistema QWERT: linha do meio: A S D F G H J K L Sist. DEVORAC: linha do meio: A O E U I D H T N S A razão é simples; a linha do meio no DEVORAC continha todas as vogais: Devorac era Professor de Estatística da Universidade de Washington. QWERTY Página 531 A palavra em alguns idiomas Português= Máquina de escrever Alemão = Schreibmaschine Espanhol= Máquina de escribir Francês= Machine à écrire Holandês= Schrijfmachine Inglês= Typewriter Italiano= Macchina da scrivere, macchina dattilografica

22 21 RIVAL Página 542 Vem da palavra latina rivalis, que significa rio e que passou a identificar aquele que mora na outra margem do rio. Certamente como os dois “vizinhos” não se davam bem, o sentido passou a ser aquele que conhecemos hoje. A palavra em alguns idiomas Português= Rival Alemão = Rivale Espanhol= Rival Francês= Rival Holandês= Meedingen Inglês=Rival Italiano= Rivale Latim= Rivalis

23 22 SÓBRIO Página 589 As palavras em alguns idiomas Português= Bêbado-Embriaguez Alemão = Betrunken-Betrunkenheit Espanhol= Borracho-Borrachez Francês= Ivre-Ivresse Holandês= Dronken-Dronkenschap Inglês= Drunk-Drunkenness Italiano= Ubriaco-Ubriachezza Latim= Appotus Do celtíbero Sub-brias. Bria = Grande caneca de cerveja. A bria era consumida nas tavernas da Península Ibérica na época dos romanos. Os que tomavam mais de uma caneca eram os Ex-Brias = Além da caneca, embriagado Aqueles que se contentavam com menos de uma caneca eram os Sub-Brias Do latim sobrius = Sóbrio, que não está embriagado. Como o assunto aqui é bebida, é interessante lembrar que na frase em alemão: "Ein Schoppen Bier", o Schoppen não é a bebida, mas sim uma medida, aproximadamente meio litro. A bebida é o Bier.

24 23 TRABALHO Página 614 Do Latim, Tripalium. Existem algumas versões sobre a origem da palavra trabalho: -Antigo instrumento em forma de três (tri) paus (palium) afiados de madeira, muitas vezes revestidas por pequenos cones feitos de ferro, empregado pelos camponeses para dilacerar espigas de milho ou de linho. A palavra foi muito empregada para designar instrumentos de tortura. Daí a associação no português com emoção, dor, tortura, suor e fadiga, ou seja "trabalhar" significa ser torturado no tripaliu. Outra versão nos explica que os soldados romanos tinham um chicote com 3 pontas e o utiliza para que forçar os trabalhadores recrutados trabalhar mais duro e assim o tripalium (trabalho) assumiu o significado de tortura. Temos ainda a versão que “Tripalium” era conjunto de três paus, espécie de cavalete, onde as pessoas eram amarradas e torturadas. Trabalhar na antiguidade era coisa de pobre, e de escravos pois os nobres não trabalhavam. Os nobres chineses ostentavam unhas bem grandes, para mostrar que não trabalhavam, ou melhor, não precisam trabalhar e, isso era sinal de status. Esse significado de trabalhar como sendo uma coisa sacrificante, atravessou por quase toda a Idade Média. Somente no século XIV começou a ter o sentido que hoje damos à palavra trabalho, qual seja, o de "conjunto de atividades, produtivas ou criativas, que o homem exerce para atingir determinado fim“. A própria Constituição Federal trata o assunto, dada o direito e a importância do trabalho: -Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, Art. 5º, XLVII - não haverá penas:... c) de trabalhos forçados; -No Capítulo II, dos Direitos Sociais, Redação dada pela Emenda Constitucional nº 26, de 14/02/2000: ”Art. 6o São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho,... -No entanto, a palavra ainda, modernamente se mantêm impregnada da noção de sofrimento: -O trabalho do parto transcorreu. A palavra em alguns idiomas Português= Trabalho Alemão = Arbeit Espanhol= Trabajo Francês= Travail Holandês= Werk Inglês=Work Italiano= Lavoro Latim= Tripalium

25 24 UMBRELLA Página 627 E m inglês significa guarda-chuva, sombrinha e umbrela vem do latim umbra que significa sombra. A palavra "penumbra" em português significa "quase (pen) na sombra". O guarda-chuva tem sido usado há mais de anos na antiguidade pelos assírios, chineses, egípcios e gregos e provavelmente seu uso inicial era para se proteger da chuva. As sombrinhas atuais foram feitas para se proteger do sol. Em inglês a nossa sombrinha chama parasol. No século XVIII o inglês Jonas Hanway ( ), introduziu o guarda-chuva na Inglaterra. Dizem que ele foi o primeiro londrino a portar um guarda-chuva. Ele registrou a invenção na Europa. Para que a água do guarda-chuva fosse repelida era usada cera e laca (um tipo de pintura). O inventor inglês Samuel Fox ( ) criou as varetas de aço em 1852, pois até aquela data, as varetas eram feiras de madeira ao de osso de baleia. Em inglês significa guarda-chuva, sombrinha e umbrela vem do latim umbra que significa sombra. A palavra "penumbra" em português significa "quase (pen) na sombra". O guarda-chuva tem sido usado há mais de anos na antiguidade pelos assírios, chineses, egípcios e gregos e provavelmente seu uso inicial era para se proteger da chuva. As sombrinhas atuais foram feitas para se proteger do sol. Em inglês a nossa sombrinha chama parasol. No século XVIII o inglês Jonas Hanway ( ), introduziu o guarda-chuva na Inglaterra. Dizem que ele foi o primeiro londrino a portar um guarda-chuva. Ele registrou a invenção na Europa. Para que a água do guarda-chuva fosse repelida era usada cera e laca (um tipo de pintura). O inventor inglês Samuel Fox ( ) criou as varetas de aço em 1852, pois até aquela data, as varetas eram feiras de madeira ao de osso de baleia. As palavras em alguns idiomas Português= Guarda-chuva-Sombra-Sombreado Alemão= Regenschirm -Schatten-Schattig Espanhol= Paraguas-Sombra-Sombreado Francês= Parapluie-Ombre-Ombragé Holandês= Paraplu-Schaduw-Schaduwrijk Inglês= Umbrella-Shadow-Shady Italiano= Ombrello-Ombra-Ombreggiato Latim= Umbraculum

26 25 VETERIMÁRIO Página 637 Os veterinários cuidam da saúde dos animais desde que nascem até a sua morte. Mas nem sempre foi assim. Nas suas origens, os veterinários só cuidavam de animais velhos, para ser mais exato dos velhos cavalos romanos que deixam de servir no exercito. Para entender melhor esta situação é necessário lembrar que os soldados romanos ao ficarem velhos, eram chamados de “veteranus”. Esses soldados veteranos tinham diversos privilégios, ao contrário dos seus companheiros de guerra, os cavalos velhos, impróprios para montar. Estes de imponentes corcéis passaram a servir no transporte de carga. Essa introdução é para fazer um ponte entre a palavra veterano com veterinário, conforme veremos. Estes cavalos velhos eram chamados de “veterinus”. Numa certa época, mais tarde, surgiu o plural feminino “veterinae” e o plural neutro “veterina”, e os cavalos velhos, passaram a ser conhecidos por essas novas palavras. -Os cavalos apesar de sempre terem algum problema de saúde, ainda eram úteis para seus proprietários. Assim, surgiu alguém cuidar das “veterinae” e, tais médicos passaram a ser conhecidos como “veterinarius” (veterinario). Nos Estados Unidos e no Canadá, veterinário é um médico de animais, palavra originária do latim “veterinae”. Como ja vimos tal palavra latina está relacionada ao animal de carga cujo termo equivalente em inglês é “draught animals”. O termo inglês “veterinary surgeon” foi abreviado para “vet”. Essa abreviatura, vet também vale para veteran (veterano). A palavra veterinarian foi usado em inglês pela primeira vez pelo Dr. Sir Thomas Browne (1605– 1682). Conforme se pode notar, a palavra veterinário tem como raiz a palavras latina para diversas línguas: As palavras em alguns idiomas Português=Veterinário-Veterano Alemão=Veterinär-Veteran Espanhol=Veterinario-Veterano Francês=Vétérinaire-Vétéran Holandês=Veterinair-Veteraan Inglês=Veterinary-Veteran Italiano=Veterinario-Veterano

27 26 WORKHOLIC Página 651 Em 1935, a AAA - Associação dos Alcoólicos Anônimos surgiu para dar atenção aos viciados em álcool. Em 1960, alguém teve a idéia de tomar o “holic “ como um sufixo significando “viciado “, criando assim, uma nova categoria de palavras relacionada a vícios. Em 1971, foi publicado o livro “Confessions of a Workaholic”, de Wayne Oats fez emplacar o termo Workaholic e caiu na moda. Esse termo teve sua popularidade aumentada nos movimentos de auto-ajuda nos anos de Workaholic, passou a caracterizar executivos que têm obsessão pelo trabalho, isto é alcoólatra do trabalho, ou seja, aquele que tem uma compulsilva e implacável necessidade de trabalhar. No Japão, diversos trabalhadores morrem todo ano por sobrecarga de trabalho e para nomear esse vício, é usada a palavra japonesa “karoshi” A partir de 1970, novas temos começaram ser cunhados, sendo que alguns tiverem vida curta: -Golfaholic. -Footballaholic. -Basketball-oholic. -Bingoholic. -Leisureholic. -Beefaholic. -Peanuntholic. -Creamaholic. -Book-oholic. -Catalogueoholic. -Eclipsoholic. -Gambler-oholic. -Game show-oholic. -Note-oholic. -Phone-oholic. -Hashaholic (para haxixe) -Mariholic (for maconha), -Tobaccoholic.

28 27 XEQUE-MATE Página 655 Em árabe “Al-shah mat, que significa "o rei está morto". O termo vem da língua Farsi falada no Irã e Afeganistão. A palavra Shah significa rei na língua persa (agora Irã). O objetivo do jogo é fazer xeque-mate ao rei adversário. O que significa que o jogador tem que atacar o rei do adversário de forma que ele que não possa deslocar para uma casa para se proteger de ser atacado por uma peça do jogador adversário. Há uma certa objeção nesta etimologia, porque a expressão é usada pelos enxadristas para avisar seu rival que o rei está encurralado, pois a palavra “mat”, literamente significa sem caminho para escapar e, não, a morte do rei. O termo inglês vem do antigo francês “eschecmat “, sendo que o francês substituiu SH (shah) por CH. E, o “chekmat” do inglês do sev XIV, passou para o atual “checkmat”. Exemplo de frase com a palavra xeque-mate em francês: “Dans cette position le roi noir est échec et mat “ Num artigo publicado em 25 de abril de 2003, na edição online do "The Moscow Times", por Carl Schreck (the Moscow Patzer): “The Russian word for chess "shakhmaty" came to Russia from the Persians via the Arabs. The Persian word for "king" is "shah," and the phrase "shah mat" can be translated as "the king is ambushed." (A palavra russa para xadres é "shakhmaty" e veio para o russo oriunda da Pérsia (agora Irã) via Arabia. A palavra pérsia para “rei” é "shah," e a frase "shah mat" pode ser traduzida como “O rei está emboscado”) A frase em alguns idiomas Português= Xeque-mate Alemão = Schachmatt Árabe= Al-shah mat Espanhol= Jaque mate Francês= Échec et mat Holandês= Checkmate Dutch Inglês= Checkmate Italiano= Scacco matto

29 28 YIN e YANG Página 662 Yin (lua em Mandarim) é o principio passivo, o feminino, o escuro, o terreno, o frio, o reticente, o oprimido. Yang (aol em Mandarim) é o principio ativo, o masculino, a luz, o celestial, o agressivo, o calor, o poder. O ponto branco no yin escuro e o ponto preto no yang claro indicam que cada um faz parte do outro São os dois princípios cósmicos primários do universo, de acordo com a filosofia tradicional chinesa. De acordo com a lenda, o imperador Chinês Fu Hsi afirmou que o melhor estado para tudo no universo é o estado de harmonia representado pelo equilíbrio entre yin e yang. Símbolo do universalismo chinês. O símbolo do yang-yin é envolvido por oito trigramas chineses. A partir do trigrama superior eles significam: -Kien, forte, celestial, pai -Sun, macio, vento, primeira filha. -Li, duradouro, radiante, fogo, segunda filha -Tchen, natural, ativo, trovão, primeiro filho. -Kun, terra, mãe, doação, entrega -Ken, imobilidade, repouso, montanha, terceiro filho -Kan, perigo, água, segundo filho -Tui, felicidade, animação, oceano, terceira filha

30 29 ZERO Página 667 Não há consenso entre os historiadores sobre a invenção do zero. O conceito de zero aparentemente surgiu com os babilônios. Sendo que arqueólogos identificaram um símbolo para este número em tábuas de escrita cuneiforme de 300 a.C., feitas na Mesopotâmia. A palavra para a noção de zero em sânscrito era shunya, que significa vazio. Lá pelo Século IX os árabes pegaram a idéia e chamaram de “as-sifr” (vazio). Somente lá pelo Século XIII que o zero entrou para o Latim, com o grafia de “cifra e zephyrum). No seu "Liber Abaci", em 1202, Leonardo Fibonacci refere-se aos numerais árabes nos quais inclui já o "zephirum" (zero). No séc. XIV, os franceses tinham a palavra “chiffre” (cifra) e os italianos tinham zéfiro e zevero. Mais tarde o dialeto veneziano produziu o zero. No secl XV o zero surgiu no Inglês e no Francês, assim como seu sinônimo cifra, que quer dizer “vazio”. A palavra cifra, teve seu significado modificado no Século XVI, com o sentido de “comunicação encriptada” devido ao fato seu significado anterior ter sido espalhado como não significando apenas zero, mas qualquer numeral, pois os códigos cifrados que conhecemos, são compostos de algarismos e letras. -O termo arábe sobreviveu mesmo na Rússia, onde ele aparece como “tsifra”, que é a palavra para número. Os romanos, tal como os gregos, nunca usaram qualquer símbolo para denotar o zero. Esta é a razão por que não houve ano zero no nosso calendário. Assim, o século XXI se iniciou oficialmente em 1º de janeiro de 2001, segunda-feira e começamos a contar do ano 1. Assim, somando 2 mil anos ao ano 1, teremos Na passagem do século XIX para o XX, no entanto, ambas as datas foram bastante comemoradas. A palavra em alguns idiomas Português= Zero Alemão = Null Espanhol= Cero Francês= Zéro Holandês= Nul Inglês= Zero Italiano= Zero

31 Se quiser ver novamente Clique em Reiniciar Reiniciar 30


Carregar ppt "700 Páginas Mais de 650 verbetes Ilustrados em oito idiomas 20 páginas de Webgrafia Selecionamos um verbete de cada letra para sua apreciação Pressionar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google