A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIII CONGRESSO MARIOLÓGICO. APARECIDA: CHAVE DE LEITURA DA MISSÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL Encontro, mística e missão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIII CONGRESSO MARIOLÓGICO. APARECIDA: CHAVE DE LEITURA DA MISSÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL Encontro, mística e missão."— Transcrição da apresentação:

1 VIII CONGRESSO MARIOLÓGICO

2 APARECIDA: CHAVE DE LEITURA DA MISSÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL Encontro, mística e missão

3 O ESTILO MARIANO DA NOVA EVANGELIZAÇÃO (EG 288) A ALEGRIA DO EVANGELHO do papa Francisco Marlos Aurélio, C.Ss.R., 31/05/14

4 I. RETROSPECTIVA HISTÓRICA

5 A EVANGELIZAÇÃO O papa são João Paulo II – propôs a NOVA EVANGELIZAÇÃO Mas Paulo VI na Evangelii Nuntiandi já havia suscitado a reflexão Por causa do Sínodo Ordinário dos bispos em 1974 – tema: A evangelização no mundo moderno

6 No Concílio VATICANO II: A palavra “evangelização” foi usada discretamente (31x). Ao passo que “missão” tem primazia (140x). Consciência missionária mais explícita!!!

7 PROJETO MISSIONÁRIO AMPLO: É possível identificarmos TRÊS modelos de evangelização

8 ATEÍSMO, SECULARIZAÇÃO SEITAS CRUZADA: MASS MEDIA EVANGELIZAÇÃO:CATEQUESE MOVIMENTOS ESPIRITUALISTA E PIETISTA 1. ESPIRITUALISTA:

9 CONSCIÊNCIA MEDOS DOS ABUSOS LONGE DOS EXTREMOS BUSCA UMA SÍNTESE RISCO: paralisia e sem dinamismo pastoral 2. CENTRISTA:

10 HORIZONTE: Reino de Deus PROFÉTICO CONFLITIVO CRÉDITO: MUDANÇAS! 3. LIBERTADOR:

11 Habemus papam – 13/03/13

12 Chamado “do fim do mundo” para pôr fim a um mundo de coisas desviantes do evangelho!

13 RAÍZES MAIS RECENTES  2007: Conferência de Aparecida ➽ “Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que nele nossos povos tenham vida”  2012: XIII SÍNODO DOS BISPOS ➽ “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã” 24/11/13: Exortação: A alegria do Evangelho

14 “Primus inter pares” no mesmo ônibus/barca de Pedro

15 Nova etapa evangelizadora marcada por essa alegria e indicar caminhos para o percurso da Igreja nos próximos anos NOVA ETAPA CHEIA DE ARDOR E DINAMISMO

16 “VENCER A PSICOLOGIA DO TÚMULO, QUE POUCO A POUCO TRANSFORMA OS CRISTÃOS EM MÚMIAS DE MUSEU” EG83 ESTILO EVANGELIZADOR: ALEGRIA

17 Algo novo precisa surgir! A prudência necessária não pode se traduzir em demora excessiva...

18 EVANGELIZAR: é tornar o RdD presente “Nenhuma definição parcial e fragmentada, porém, chegará a dar razão da realidade rica, complexa e dinâmica que é a evangelização, a não ser com o risco de a empobrecer e até mesmo de a mutilar” EG 176.

19

20 II. Portanto, identificaremos alguns aspectos e elementos da evangelização Seleção subjetiva Veremos alguns blocos ou categorias

21 A) Sociedade complexa: diferente, mas não mais difícil! Êpa, é hora de trocar a embalagem! “TRADUZIR”

22 ✐ Com espírito: rezam e trabalham ✐ Toma-nos do povo e envia-nos ✐ Tocar a miséria humana ✐ Sem alardes! ✐ Sentir-se uma missão... ✐ A missão não é negócio... ✐ Confiança no Esp. Santo ✐ Sem muita espera/preparação ✐ Metodologia da pregação informa... B) SOBRE OS EVANGELIZADORES:

23 C) Como deverá ser a Igreja? POVO DE DEUS – CASA PARA MUITOS –MÃE PARA TODOS!

24 D) A quem priorizar? POBRES: PRIVILEGIADOS DO EVANGELHO OPÇÃO DE RAZÃO TEOLÓGICA DEVEM ESTAR NO CENTRO CUIDADO ESPIRITUAL POR ELES

25 E) Em relação às mulheres “ É preciso ampliar os espaços para uma presença feminina mais incisiva na Igreja [...]”

26 F) Santuário: lugar evangelizador!

27 G) A Sagrada Escritura é fonte da evangelização

28 H) TER PRESENTE O HORIZONTE... A ESTRADA É LONGA!

29 MUDANÇA DE MENTALIDADE ECLESIAL Não deixemos que nos roubem a força missionária!” EG109

30 Deus está “continuamente fazendo” a Igreja conosco

31 Hora de acordar e perguntar

32 III. A evangelização no estilo mariano  Anúncio explícito de Jesus Cristo como Senhor  A partir do Vaticano II ➽ Impostação correta do lugar de MARIA – no mistério da IGREJA MARIA: ícone/símbolo eclesial

33

34 Sua busca de justiça, sua ternura e afeto; contemplação e por sair e fazer caminho em direção aos outros (cf. EG288). MARIA IGREJA

35 Maria: Deus “derrubou os poderosos de seus tronos” e “aos ricos despediu de mãos vazias” (Lc 1,52.53) “a Igreja ‘não pode nem deve ficar à margem na luta pela justiça’” EG183.

36 Maria “acreditou na força revolucionária da ternura e do afeto”. A Igreja é chamada ao “risco do encontro com o rosto do outro”... à revolução da ternura

37 Maria conservava “todas as coisas em seu coração” (Lc 2,19). “A Igreja tem necessidade de um olhar solidário para contemplar, comover-se

38 Maria caminhou gratuitamente em direção a sua prima Isabel (Lc 1,39). A Igreja tem de caminhar, sair para fora de si mesma...

39 “Ainda não é hora da colheita, mas de lançar sementes novas sobre o solo da Igreja...”

40 ORAÇÃO Maria, alcançai-nos agora um novo ardor de ressuscitados para levar a todos o Evangelho da vida que vence a morte. Dai-nos a santa ousadia de buscar novos caminhos para que chegue a todos o dom da beleza que não se apaga. Vós, Virgem da escuta e da contemplação, Mãe do amor, esposa das núpcias eternas intercedei pela Igreja, da qual sois o ícone puríssimo, para que ela nunca se feche nem se detenha na sua paixão por instaurar o Reino. ASSIM SEJA! AMÉM!

41 FIM!


Carregar ppt "VIII CONGRESSO MARIOLÓGICO. APARECIDA: CHAVE DE LEITURA DA MISSÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL Encontro, mística e missão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google