A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plano Integrado de Enfrentamento das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plano Integrado de Enfrentamento das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Plano Integrado de Enfrentamento das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais 2011

2 Monitoramento da implantação do Plano Integrado de Enfrentamento da Feminização da Epidemia de Aids e outras DST Objetivo: Identificar a situação atual, e propor alternativas frente aos problemas identificados, sem atribuição valorativa. Procedimentos: a) análise documental e de dados secundários; b) navegação nos sites das secretarias; c) análise dos PAMS; d) entrevistas telefônicas com os responsáveis.

3 Ações em âmbito federal Todas as ações estão sendo encaminhadas pelo MS e SPM. Algumas ações foram transformadas em indicadores do Pacto pela Saúde. Navegação pelos sites da Secretária da Saúde Identificar o que está na agenda de governo e o que se pretende comunicar com a população. Agendas prioritárias: Dengue, H1N1, ampliação da ABS; (SM na ABS; aids na VE; organograma distintos) Poucos sites dão para CE DST/aids e apenas uma SES disponibiliza o plano estadual. RESULTADOS

4 População alcançada Concentração de ações voltadas para mulheres em geral 70%; Número maior de ações para mulheres vivendo com HIV/Aids (baixa ação para redução de estigma); Para prostitutas ações escassas e pouco especificas; Apenas 2 estados referem ações para mulheres transexuais; Para mulheres lésbicas, ações de apoio a eventos.

5 População Capacitação a manejo clínico Ações de assistência EventosAções educativas Mulheres vivendo com HIV/Aids Prostitutas MSM Mulheres Transexuais Privadas de liberdade Situação de violência Total ANÁLISE DOS PAM 2008 E 2009 Tipo de ação

6 Secretaria de Vigilância em Saúde ANÁLISE DAS ENTREVISTAS MS - ATSM e Depto. DST, Aids e HV; SPM – Secretaria de Políticas para as Mulheres; Lideranças da sociedade civil; Responsáveis pelos Planos Estaduais de 24 estados. De 24 estados acessados: 06 não saiu do papel. De 18 estados acessados: 03 em fase inicial ou retomando.

7 DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DOS PLANOS Dificuldade de integração e de intersetorialidade; Equipes reduzidas, rotatividade de quadros, tarefas de rotina que consomem todo o tempo. Baixa participação dos movimentos sociais de mulheres. Importância da presença do gestor federal para dar suporte técnico e reduzir tensões políticas. Dificuldade de adequar propostas às realidades locais e às características da epidemia.

8 CONQUISTAS Construir o Plano para dentro do SUS; Investir em gestores de cidades do interior; Investir na capacitação e inclusão de OSC; Construir sustentabilidade da proposta intersetorialmente.

9 VIDEO-CONFERÊNCIAS O objetivo Continuidade ao processo de implementação e monitoramento nos Estados; Aprimoramento dos planos locais e análise conjunta das estratégias de execução de cada estado. Estabelecimento de indicadores por Estado.

10 SP/ES04/04 RJ/MG08/04 PR/RS/SC15/04 AL/BA/CE20/04 MA/PB/PI29/04 PE/RN/SE06/05 AC/AP/AM16/05 PA/RR26/05 RO/TO30/05 GO/MS/MT/DF15/06 VIDEO-CONFERÊNCIAS

11 Plano de Enfrentamento da Epidemia de DST-Aids-HV entre Gays, HSH e Travestis

12 Objetivo Geral do Plano Enfrentar a epidemia do HIV-Aids, das DST e HV entre gays, outros HSH e travestis, por meio da redução de vulnerabilidades, estabelecendo políticas de prevenção, promoção e atenção integral à saúde.

13 2008 a 2010 Realização de oficinas com os Estados, que resultaram 26 planos estaduais de enfrentamento da epidemia entre Gays, HSH e Travestis. Plano de Enfrentamento da Epidemia de DST- Aids-HV entre Gays, HSH e Travestis

14 24 e 25/março/2011 Oficina de revisão dos Planos Estaduais de Enfrentamento da Epidemia de DST/Aids/HV entre Gays, HSH e Travestis Técnicos de Referência de 25 estados Conteúdo: Apresentação da situação dos planos, em relação ao PAM e Plano de Necessidades de Preservativos; Apresentação de experiências de estados; Exercícios para detectar barreiras e soluções. Apresentação da pesquisa RDS entre gays e HSH

15 Plano de Enfrentamento da Epidemia de DST- Aids-HV entre Gays, HSH e Travestis Agenda (próximos três meses): Reuniões regionais de avaliação do Plano HSH (SES, OSC e parcerias locais); Revisão das informações estaduais sobre a população de gays, HSH e travestis; Revisão das ações voltadas para gays, HSH e travestis previstas no PAM; Revisão das informações sobre HSH nos Planos de Necessidades de Insumos; Aprimorar o monitoramento e avaliação: Revisão das ferramentas de monitoramento e avaliação dos planos; Apoio técnico do Departamento DST/Aids/HV para construção de metas e indicadores regionais.

16 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Coordenação de Direitos Humanos, redução de Riscos e Vulnerabilidades - DHRV Obrigada. Ministério da Saúde


Carregar ppt "Plano Integrado de Enfrentamento das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google