A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Métricas e estimativas em processos de Produção de software Métricas e estimativas em.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Métricas e estimativas em processos de Produção de software Métricas e estimativas em."— Transcrição da apresentação:

1 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Métricas e estimativas em processos de Produção de software Métricas e estimativas em processos de Produção de software Aula 4

2 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Aula 4 - Funções Transacionais Saídas Externas - SEs Saídas Externas - SEs è Conceito è Regras de identificação è DER è Regras de contagem de DERs è RLR è Regras de contagem de RLRs è Tabelas(complexidades e contribuições) è Cálculo dos Pontos por Função Brutos

3 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SEs - Saídas Externas - Conceito A intenção primária de uma Saída Externa é de apresentar informações aos usuários através do processamento lógico e da recuperação de dados ou informações de controle. Exemplo: O usuário solicitou um relatório contendo, além das informações básicas de funcionários (nome, endere- ço telefone, matrícula etc), um cálculo do tempo de casa de cada um deles. O relatório, inclusive, deve ser classificado em ordem descendente pelo valor calculado deste tempo. Tem-se então uma saída externa (SE),pois existem dados calculados É um processo elementar que remete dados ou informações de controle para fora da fronteira da aplicação. A lógica de processamento deve conter ao menos uma fórmula matemática de cálculo ou criar dados derivados. Uma saída externa pode também manter um ou mais ALIs ou alterar o comportamento do sistema.

4 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Contagem de Saídas Externas Contar SEs significa: Identifica-las; Classifica-las quanto a sua complexidade; Pontua-las segundo suas complexidades.

5 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SEs - Regras de identificação A seguinte regra deve ser satisfeita para o processo elementar; candidato a ser contado como uma Saída Externa.- (CPM 4.1.1) O processo elementar remete dados ou informações de controle para fora da fronteira da aplicação sendo contada. ALI Dados ou Informações de controle Aplicação sendo contada ALI

6 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SEs - Regras de identificação Pelo menos uma das seguintes regras devem ser satisfeitas para um processo elementar sendo contado como consulta externa (SE): (CPM 4.1.1) A lógica do processo elementar contém ao menos uma fórmula matemática de cálculo; A lógica do processo elementar cria dados derivados; A lógica do processo elementar mantém ao menos um ALI; A lógica do processo elementar altera o comportamento do sistema

7 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SEs - Regras de identificação Para o processo elementar identificado, pelo menos uma das características abaixo deve ser satisfeita.- (CPM 4.1.1) A lógica de processamento deve ser única e diferente de todas as outras saídas externas na aplicação sendo contada; O conjunto de dados elementares identificados é diferente dos conjuntos identificados por outras saídas externa na aplicação sendo contada; Os ALIs mantidos ou AIEs referenciados são diferentes dos usados por outras saídas externas. Unicidade

8 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SE - Exemplos: São Saídas Externas Relatórios ou telas de apresentação de dados com cálculos ou dados derivados; Transferência de dados para outras aplicações, com cálculos ou dados derivados; Não são Saídas Externas Menus de navegação com somente recursos de seleção de telas; Parte de entrada de uma saída externa; Telas de mensagens de erro; Campos de sumário em relatórios detalhados. Relatórios ou transferências para outras aplicações que ao serem executados,fazem manutenções em ALIs.

9 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Dado Elementar Referenciado - DER Um DER é um campo único, não repetitivo, reconhecido pelo usuário Regras de Contagem: Contar um DER para cada campo reconhecido pelo usuário e não repetitivo que atravessa a fronteira da aplicação e é requerido para especificar quando, o que ou como os dados serão recuperados ou gerados pelo processo elementar; Não contar campos que são recuperados ou derivados pelo sistema e armazenados em um ALI durante o processo elementar, se este campo não cruzar a fronteira do sistema; Se um DER tanto entra quanto sai pela fronteira da aplicação, conte-o somente uma vez para o processo elementar da SE; Contar um DER pela habilidade da aplicação em especificar uma ação a ser feita, mesmo que existam múltiplos métodos de invocar a mesmo processo lógico; Contar um DER pela capacidade da aplicação em enviar uma mensagem de resposta para fora da fronteira da aplicação, indicando um erro ocorrido durante o processamento ou confirmando que o processo foi completado ou informando que o processo deve continuar; Contar um DER para cada campo não repetitivo, reconhecido pelo usuário que sai pela fronteira da aplicação; Não contar literais, variáveis de paginação ou geradas pelo sistema como DERs.

10 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Arquivo Lógico Referenciado - ALR Um arquivo lógico referenciado é: Regras de Contagem: Contar um ALR para cada ALI mantido durante o processo elementar; UM ALI lido ou mantido pela SE Um AIE lido pela SE Contar um ALR para cada ALI ou AIE lido durante o processo elementar; Contar somente um ALR quando um ALI é mantido e lido pelo processo elementar da SE.

11 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SEs - Tabelas de Complexidade e Contribuição de PFs Com as SEs identificadas, os dados apurados de ALRs e DERs devem ser verificados na tabela de classificação de complexidades abaixo - CPM A classificação de complexidade leva imediatamente ao número de pontos de função do elemento apurado (SE).

12 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos SE - Exemplos: 001/99 Na aplicação de recursos humanos, o usuário solicitou a capacidade de mostrar os dados básicos de funcionários a partir de uma consulta pelo seu número de matrícula. Foi então elaborada a seguinte tela: OBS.:Todas as informações apresentadas são pesquisadas em uma única tabela (TRH_Funcionario) Informe No. De Matricula Nome Telefone Residencial Empresa HPT Sistema de Recursos Humanos Pesquisa funcionário por No. Matrícula Endereço Bairro Cidade UFCEP 05/03/ :30 Sair Imprimir Pesquisar Funcionário X (61) Setor Habitacional Norte, Quadra 2 casa 12 Asa Norte Brasília DF Tempo de casa: 2 anos e 23 dias Cálculo SE Capacidade de processamento => SE

13 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo (*)Fonte: Braga Antônio, Análise de Pontos de Função, IBPI Press, 2a. Edição, Rio de Janeiro O sistema de cliente objetiva apoiar algumas áreas da empresa, mais especificamente o Departamento de Vendas e o Departamento de Marketing, nas suas atividades diárias em busca da realização de negócios. O sistema de clientes será desenvolvido em linguagem de quarta geração, usando banco de dados relacional e será implantado em equipamentos de rede local de microcomputadores. O sistema será utilizado por todos os funcionários destes dois departamentos, em um ambiente on-line. Seus usuários não têm grandes conhecimentos de informática de forma que as telas devem ser de fácil utilização além de possuírem auxílios (helps) associados. Espera-se um volume de transações não muito elevado já que a aplicação será restrita a estes dois departamentos. No entanto em épocas como final de ano, é esperado um período de intensa utilização do sistema. : As principais funções do sistema serão : è Cadastramento de clientes; è Alteração de dados cadastrais de clientes; è Consulta a dados de clientes; è Cadastramento de produtos; è Alteração de dados cadastrais de produtos; è Cadastro de pedidos de clientes.

14 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Modelo de dados Cad_Pedidos Numero_Produto Codigo_Cliente Código_Produto Quantidade Preco_unitario Data_pedido Cad_Clientes Cod_cliente Nome_Cliente Razão_Social Tipo_Cliente Território Endereço Bairro CEP Cidade CGC Inscr_estadual Contato_1 Telefone_1 Contato_2 Telefone_2 Hist_Cliente Cod_cliente 1_Produto_Mais_Comprado 1_Valor_Compra_Produto 1_Preco_medio_prod 2_Produto_Mais_Comprado 2_Valor_Compra_Produto 2_Preco_Medio_Prod Total_Compra_Ano_Anterior Total_Compra_Ano Total_Compra_Mês_Atual Cad_Produtos Cod_Produto Nome_Produto Descricao_Produto Tipo_Produto Unidade_Produto Custo_Medio_Produto Preco_Medio_Produto Principal_Fornecedor Preco_Ultimo_Fornecimento Principal_Cliente Data_Ultimo_Pedido Quantidade_Ultimo_Pedido Preco_Unitario_Ultimo_Pedido

15 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Tela - Inclusão de clientes Tipo Nome Contato 1 Inclusão de Clientes Endereço Bairro Cidade CEP Incluir Código Razão Social TerritórioCGCInscr.Estadual Contato 2 Fone 1 Fone 2 Auxílio Arquivos referenciados: Clientes Dados: Todos do Arquivo Regras: Enviar mensagem de erro caso CGC inválido Enviar mensagens de erro caso cliente já exista

16 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Tela - Alteração dos dados de clientes Arquivos referenciados: Clientes; Dados: Tudo pode ser alterado, exceto Código do Cliente; Regras: Cliente não encontrado Tipo Nome Contato 1 Alteração de Dados - Cadastro de Clientes Endereço Bairro Cidade CEP Alterar Código Razão Social Território CGC Inscr.Estadual Contato 2 Fone 1 Fone 2 Auxílio Procurar

17 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Tela - Consulta a clientes cadastrados Arquivos referenciados: Clientes e histórico-clientes; Dados: pesquisa por código do cliente ou CGC; Regras: Verificar se cliente existe. Se não=>Mensagem de Erro Tipo Nome Contato 1 Consulta de Dados - Cadastro de Clientes Endereço Bairro Cidade CEP Codigo Razão Social Território CGC Inscr.Estadual Contato 2 Fone 1 Fone 2 Auxílio Procurar Total compra do ano Total compra do mês

18 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Tela - Exclusão de clientes cadastrados Arquivos referenciados: Clientes ; Dados: Somente é necessário informar CGC ou Código. Nome e razão social são mostrados antes da confirmação de exclusão do cliente cadastrado Nome Exclusão de Dados - Cadastro de Clientes Código Razão Social CGC Procurar ExcluirAuxílio

19 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Tela - Cadastro de Pedidos de Clientes Procurar cliente: Informar CGC ou Código ou Ambos Ao Clicar o botão procurar, o sistema, através do ALI Clientes, recupera seu nome e razão social e o campo (Cod.e CGC) que não tiver sido utilizado como parâmetro (completando a tela) Procurar Pedido: Ao clicar o botão visualiza pedido, com os campos No.Pedido e Data preenchidos, a aplicação recuperará todos os itens daquele pedido daquele cliente. COMBO Item: Ao se acionada recupera todos os itens (Cod. e Descrição) cadastrados. Ao atualizar o campo item é recuperada a Unidade do Item e o valor unitário do item Selecione um item, preencha a quantidade e clique no botão Incluir Item. O item incluído será mostrado na parte de baixo da tela, juntamente com os demais já selecionados. Após a escolha de itens e para conclusão de um pedido clique no botão Gravar. Isto causará a inclusão de todos os itens deste pedido na tabela de Pedidos. Cada pedido é gravado por completo, isto é, seu número, data e todos os dados dos itens. existentes nesta tabela. Para alterar um pedido, selecione-o através do seu número e data, clicando o botão Procurar (Itens). Na parte de baixo da tela, exclua itens, incluindo-os novamente na sua forma modificada, ou acrescente novos itens. A alteração de pedidos será realizada ao clicar o botão gravar novamente. Antes da inclusão do conjunto de itens a aplicação apagará todos os itens anteriomente cadastrados para este pedido Nome P E D I D O S Código Razão Social CGC Procurar Cliente Inclui Item Item QtdUnidade Procurar No. Pedido Data ____/____/____ Item Unidade QtdS.Total Total ImprimirGravar V.Unit Exclui Item

20 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Impressão do Pedido Cliente: Nome Código Razão Social CGC No. Pedido Data ____/____/____ Item Unidade QtdS.Total Valor Total do Pedido: V.Unit Quantidade de itens solicitados:

21 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Exemplo - Estudo de Caso: Modelo de dados Cad_Pedidos Numero_Pedido Codigo_Cliente Código_Produto Quantidade Preco_unitario Data_pedido Cad_Clientes Cod_cliente Nome_Cliente Razao_Social Tipo_Cliente Terriório Endereco Bairro CEP Cidade CGC Inscr_estadual Contato_1 Telefone_1 Contato_2 Telefone_2 Hist_Cliente Cod_cliente 1_Produto_Mais_Comprado 1_Valor_Compra_Produto 1_Preco_medio_prod 2_Produto_Mais_Comprado 2_Valor_Compra_Produto 2_Preco_Medio_Prod Total_Compra_Ano_Anterior Toal_Compra_Ano Total_Compra_Mês_Atual Cad_Produtos Cod_Produto Nome_Produto Descricao_Produto Tipo_Produto Unidade_Produto Custo_Medio_Produto Preco_Medio_Produto Principal_Fornecedor Preco_Ultimo_Fornecimento Principal_Cliente Data_Ultimo_Pedido Quantidade_Ultimo_Pedido Preco_Unitario_Ultimo_Pedido ALI 1(RLR)/15(DER) ALI 1(RLR)/6(DER) ALI 1(RLR)/13(DER) AIE 1(RLR)/3(DER) Simples = 7PF Simples = 5PF

22 Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Lógicas de Processamento - para EEs, CEs e SEs


Carregar ppt "Métricas e Estimativas em processo de produção de Software RiKos Métricas e estimativas em processos de Produção de software Métricas e estimativas em."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google