A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centro de Informações em Manufatura, Integrada por Computador, de Componentes de Plástico Injetados Universidade Federal de Santa Catarina Departamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centro de Informações em Manufatura, Integrada por Computador, de Componentes de Plástico Injetados Universidade Federal de Santa Catarina Departamento."— Transcrição da apresentação:

1

2 Centro de Informações em Manufatura, Integrada por Computador, de Componentes de Plástico Injetados Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Mecânica Materiais Poliméricos Propriedades & Aplicações Clênio Marques

3 2

4 3

5 4 Termoplásticos utilizados atualmente: PP PS AC ABS PP PS AC ABS PVC PMMA PE SAN PVC PMMA PE SAN PPO PA POM PBT PET PC PEEK PEEK PPA PPS Plásticos Especiais Plásticos de Engenharia Engenharia Plásticos de Massa DESEMPENHOCUSTO

6 5 Polímeros de Uso Geral n Características – Poliolefínicos – Baixo Custo – Facilidade de Processamento n PE / PP / PS / PVC (e seus copolímeros)

7 6 Polietilenos n Polietileno de Alta Densidade (PEAD) n Poletileno de Média Densidade (PEMD) n Polietileno de Baixa Densidade (PEBD) n Polietileno de Ultra Alto Peso Molecular (PEUAPM) n Etileno Acetato de Vinila (EVA) n Etileno Metacrilato de Metila (EMA)

8 7 Polietileno de Alta Densidade (PEAD/HDPE) - Características n Aparência: Branco, translúcido à opaco n Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição n Cristalinidade: % n Densidade: 0,94 - 0,98 g/cm 3 n Peso Molecular: u.m.a n Temperatura de Fusão: o C n Temperatura de Transição Vítrea- 120 o C n Tipo de Cadeia: Linear

9 8 Polietileno de Alta Densidade (PEAD/HDPE) - Propriedades l. Aceita Aditivos (conc. cor, modif. de impacto, cargas, etc..) l. Anti - Aderente l. Atóxico l. Baixa absorção de umidade l. Baixa densidade l. Baixo Custo l. Boa Resistência Química, ao Impacto l. Bom amortecedor de vibrações l. Bom isolamento elétrico l. Relativa Resistência à abrasão

10 9 Polietileno de Alta Densidade (PEAD/HDPE) - Aplicações l. Embalagens ligadas ao processo de moldagem por sopro. l. Perfis l. Caixas de leite l. Engradados de cerveja l. Brinquedos l. Tubos

11 10 Polietileno de Alta Densidade (PEAD/HDPE) - Aplicações

12 11 Polietileno de Média Densidade (PEMD/ MDPE) l Processo de Obtenção: Processos de Alta ou Baixa Pressão, mistura de PEAD com PEBD l Densidade: 0,92 a 0,94 g/cm 3

13 12 Polietileno de Baixa Densidade (PEBD/LDPE) - Características l Aparência: Branco, Translúcido l Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição l Cristalinidade: % l Densidade : 0,89 a 0,94 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: o C l Temperatura de Transição Vítrea: o C l Tipo de Cadeia : Ramificada

14 13 Polietileno de Baixa Densidade (PEBD/LDPE) - Propriedades l As mesmas do PEAD, exceto possuir rigidez bem menor. l. 55% do total está ligado ao uso em filmes: l. Embalagens para alimentos e fármacos l. Filmes para agricultura l. Revestimento de fios e cabos l. Produtos domésticos (sacolas.....) l. Brinquedos l. Peças de uso geral Aplicações

15 14 Polietileno de Baixa Densidade (PEBD/LDPE) - Características

16 15 Polietileno de Ultra Alto Peso Molecular (PEUAPM/UHMWPE) Características l Aparência:Branco, opaco l Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição l Cristalinidade: 45% (máximo) l Densidade : 0,93 a 0,94 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a. l Temperatura de Fusão:135 o C l Temperatura de Transição Vítrea: -120 o C l Tipo de Cadeia:Linear

17 16 Polietileno de Ultra Alto Peso Molecular (PEUAPM/UHMWPE) Propriedades l As mesmas, exceto ser extremamente rígido, extremamente resistente desgaste por atrito. l Engrenagens l Revestimento de correias (por onde deslizam os butijões de gás nas refinarias) Aplicações

18 17 Polietileno de Ultra Alto Peso Molecular (PEUAPM/UHMWPE) Aplicações

19 18 Polietilenos Limitações l. Baixa Resistência ao Calor l. Baixa Resistência à Tração, Compressão e Flexão l. Sofre degradação por raios U.V (Sol) l. Boa resistência a ácidos oxidantes (HCl, H 2 SO 4, etc...) l. Baixa resistência ao corte l. Baixa estabilidade dimensional

20 19 Etileno Acetato de Vinila (EVA) Características l % de Acetato de Vinila aceita: % Quanto maior a incorporação de Acetato de Vinila, maior a flexibilidade do polímero. l. Atóxico l. Elasticidade similar a borrachas l. Excelente Flexibilidade e Tenacidade l. Excelente resistência às tensões em ambientes agressivos (Stress Ckracking) l. Maior Transparência que PEBD l. Propriedades mecânicas mantidas a baixas temperaturas l. Resistência a perfuração e ao impacto maiores que aos PEs

21 20 Etileno Acetato de Vinila (EVA) Aplicações l. Filmes termoretráteis (Strech) para congelados. l. Filmes multi-camadas (processo de co-extrusão). l. Revestimento de embalagem de papel (Longa Vida). l. Revestimento de fraldas. l. Tubos para Transfusão de sangue. l. Mangueiras simples. l. Revestimentos de fios. l. Vedações. l. Brinquedos Flexíveis. l. Flores Artificiais.

22 21 Etileno Acetato de Vinila (EVA) Aplicações

23 22 Etileno Metacrilato de Metila (EMA) Características / Aplicações l Características l. Similares ao EVA l. Maior estabilidade Térmica l. Produz filmes mais leves l Aplicações l. Embalagens Médicas l. Luvas Descartáveis l. Capas para Estofamento

24 23 Etileno Metacrilato de Metila (EMA) Aplicações

25 24 Polipropilenos l Polipropileno Homopolímero (PPH) l Polipropileno Copolímero (PPC)

26 25 Polipropileno - Características l Aparência: Branco, translúcido l Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição l Cristalinidade: % l Densidade: 0,9 g/cm 3 l Peso Molecular: a u.m.a l Temperatura de Fusão: o C l Temperatura de Transição Vítrea: -8 o C l Tipo de Cadeia: Helicoidal l Adicionando-se de 1,5 a 7% de ETILENO na polimerização do Propileno tem-se o POLIPROPILENO COPOLÍMERO

27 26 Polipropileno Homopolímero Propriedades l. Aceita Aditivos (conc. de cor, modif. impacto, cargas, etc..) l. Anti - Aderente. Atóxico l. Baixa absorção de umidade l. Baixa densidade / baixo custo l. Boa Resistência Química (maior de todos os termoplásticos) l. Boa Resistência ao Impacto e ao atrito l. Bom isolamento elétrico l. Excelente resistência à fadiga. l. Propriedades óticas razoáveis. l. Resistência térmica razoável (115 o C).

28 27 Polipropileno Copolímero Propriedades l. As propriedades do Polipropileno Copolímero são semelhantes ao do Polipropileno Homopolímero, adicionando- se: l. Maior Transparência l. Maior Flexibilidade l. Menor Temperatura de Amolecimento l. Reciclável sem perda de transparência

29 28 Polipropileno Copolímero Aplicações l. Filmes l. Embalagens flexíveis de roupas, brinquedos, discos, cigarros, etc... l. Processos de moldagem por injeção à sopro l. Embalagens Transparentes para líquidos quentes (mais de 120 o C.) l. Processos de moldagem por injeção l. Brinquedos l. Caixas de fitas de vídeo l. Embalagens semi-rígidas para alimentos l. Forma para gelo

30 29 Polipropileno Copolímero Aplicações

31 30 Polipropileno Homopolímero Aplicações l. Dobradiças em geral l. Grande peças da linha automotiva (maçanetas, dutos de ar, ventoinhas,...) l. Haste para óculos l. Parafuso de assento sanitário

32 31 Polipropileno Homopolímero Aplicações

33 32 Poliestirenos l Poliestireno Cristal (PSC) l Poliestireno Alto Impacto (PSAI) l Poliestireno Expandido (EPS) l Acrilonitrila - Butadieno - Estireno (ABS) l Estireno - Acrilonitrila (SAN)

34 33 Poliestirenos - Características l Aparência: Transparente l Classificação: Poliolefina, Vinílico, Poliadição l Cristalinidade: quase 0% (Polímero Amorfo) l Densidade: 1,05 g/cm 3 l Temperatura de Fusão: o C l Temperatura de Transição Vítrea: o C

35 34 Poliestireno Cristal (PSC/GPS) - Características l. Alta estabilidade dimensional l. Alta rigidez. Atóxico l. Baixa contração no molde l. Baixa densidade. Baixo custo l. Baixa resistência ao calor e ao Impacto l. Baixa resistência à Química (Cetonas e aromáticos) l. Baixa resistência aos raios U.V. (Sol) l. Bom isolante térmico e elétrico l. Facilidade de processamento l. Permeabilidade a gases l. Propriedades óticas boas

36 35 Poliestireno Cristal (PSC/GPS) - Aplicações l. Box para banheiros l. Brinquedos l. Cabos de escovas l. Caixas para fitas cassetes e CD’s l. Eletrodomésticos l. Embalagens e recipientes l. Embalagens Termoformadas l. Instrumentos para análises clínicas l. Material escolar l. Porta - ovos, porta - carnes l. Tampas de toca - discos

37 36 Poliestireno Cristal (PSC/GPS) - Aplicações

38 37 Poliestireno Alto Impacto (PSAI/HIPS) - Características l O PSAI é produzido pela mistura física, ou ainda adição de SBR (borracha) ao Estireno no reator (a borracha é enxertada ao estireno). l. Alta rigidez l. Atóxico l. Baixa densidade l. Baixo custo l. Baixa resistência ao calor l. Baixa resistência ao Impacto l. Baixa resistência à Química (Cetonas e aromáticos) l. Baixa resistência aos raios U.V. (Sol) l. Bom isolante térmico e elétrico l. Facilidade de processamento l. Permeabilidade a gases l. Propriedades óticas boas

39 38 Poliestireno Alto Impacto (PSAI/HIPS) - Características l Obs.: A adição de quantidades variáveis de elastômero ao Poliestireno, pode gerar três classes de materiais:. Poliestireno Médio Impacto. Poliestireno Alto Impacto. Poliestireno Altíssimo Impacto l Quanto maior a resistência ao impacto, piores serão as propriedades óticas, principalmente o brilho do material.

40 39 Poliestireno Alto Impacto (PSAI/HIPS) - Aplicações n. Barbeadores descartáveis n. Brinquedos n. Cabos de escovas de dente n. Corpos descartáveis /. Talheres descartáveis em geral n. Gabinete de refrigerador n. Gabinete de TV e vídeo n. Grade de ar condicionado n. Interruptor de luz n. Peças de eletrodomésticos n. Peças eletroeletrônica e informática

41 40 Poliestireno Alto Impacto (PSAI/HIPS) - Aplicações

42 41 Poliestireno Expandido (EPS) Características l. Nomes comerciais: Styropor, Isopor (BASF) l. Obtido através do Poliestireno + Agente de Expansão l. Material típico: Poliestireno Cristal + Penteno Densidade = 0,01 a 0,16 g/cm3 Fornecimento em esferas de 0,25 a 2,5mm de diâmetro l. Baixo custo. Baixa densidade l. Flutuabilidade l. Ótimo amortecimento de impactos l. Ótimo isolamento térmico l Obs.: As propriedades do Poliestireno Expandido dependem diretamente de sua densidade, ou seja, o volume de ar nas células expandidas.

43 42 Poliestireno Expandido (EPS) Aplicações l. Caixas e embalagens térmicas l. Embalagens l. Isolamento acústico l. Isolamento Térmico para a indústria da construção civil l. Isolamento Térmico para tubos aquecidos

44 43 Poliestireno Expandido (EPS) Aplicações

45 44 Copolímeros Estirênicos. SAN - Estireno - Acrilonitrila. ABS - Acrilonitrila - Butadieno - Estireno l Acrilonitrila: Proporciona resistência térmica, ao calor, à química e mecânica. l Butadieno: Resistência ao impacto l Estireno: Rigidez, facilidade de processamento

46 45 Produtos Típicos l ABS Acrilonitrila = 15 a 30% Butadieno = 5 a 30% Estireno = o restante l SAN Acrilonitrila = 15 a 35% Estireno = 65 a 85%

47 46 Acrilonitrila - Butadieno - Estireno (ABS) - Aplicações l. Brinquedos l. Carcaças de máquina de escrever l. Carcaças de microcomputadores (monitor, teclado) l. Carcaças de telefones l. Console de automóveis l. Eletrodomésticos l. Instrumentos de painéis l. Painéis de automóveis l. Para - choque de automóveis l. Peças cromadas

48 47 Acrilonitrila - Butadieno - Estireno (ABS) - Aplicações

49 48 Estireno - Acrilonitrila (SAN) Aplicações l. Acessórios de banheiro l. Compartimentos de filtros de água l. Eletrodomésticos l. Gavetas de refrigerador l. Máquina de lavar louça l. Pratos de salada l. Produção de ABS l. Tampas de aparelhos de som

50 49 Estireno - Acrilonitrila (SAN) Aplicações

51 50 Poli(Cloreto de Vinila) - PVC Características l Polímero produzido a partir do monômero de cloreto de vinila (MVC) l Aparência: Branco, translúcido l Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição l Cristalinidade: quase 0%, Amorfo l Densidade: 1,39 g/cm 3 l Peso Molecular: a u.m.a l Temperatura de Amolecimento: 81 o C FATOR K l Principal curiosidade: Não determina-se Índice de Fluidez e sim o FATOR K

52 51 Poli(Cloreto de Vinila) - PVC Propriedades l. Alta resistência à substâncias apolares: Óleos, Graxas l. Alta rigidez /. Atóxico l. Auto - Extinguível /. Baixa resistência à abrasão l. Baixa resistência à solventes polares: Acetonas, Clorofórmio l. Baixa resistência térmica (Temperatura de uso de 10 a 60 o C) l. Boa aceitação de aditivos /. Boa estabilidade dimensional l. Boa resistência à intempéries (Raios U.V.) l. Impermeabilidade a líquidos e a vapores l. Isolante Elétrico /. Não absorve umidade l. Pode ser dobrado, soldado, usinado, colado l. Torna-se quebradiço com o tempo l. Transparente (sem Dióxido de Titânio e sem carbonatos)

53 52 Poli(Cloreto de Vinila) - PVC Aplicações n. Artigos escolares. Baldes n. Brinquedos. Conduítes (eletrodutos) n. Eletrodomésticos. Embalagens para remédios n. Forrações de interiores de automóveis n. Forros para rebaixamento de tetos (banheiros) n. Imitação de couro. Mangueiras em geral n. Móveis de jardim. Perfis n. Revestimento de fios. Revestimento de parede n. Solados de sapato e tênis n. Tanques. Tomadas e interruptores n. Tubos e conexões (40% do total)

54 53 Poli(Cloreto de Vinila) - PVC Aplicações

55 54 Poli(Cloreto de Vinila) Clorado Características n Cloração do PVC n Objetivo: Aumentar a resistência térmica n Aumentar a resistência à queima n Aumentar a resistência à tração n Diminuir a geração de fumaça n Mantém as boas propriedades do PVC: n. Estabilidade dimensional n. Resistência química n. Isolante elétrico n. Rigidez

56 55 Poli(Cloreto de Vinila) Clorado Aplicações l. Carcaças de equipamentos de telecomunicações l. Carcaças de impressora, máquina registradora, etc.... l. Peças para lava-roupas e lava-louças l. Peças para uso exporto ao tempo l. Tanques l. Tubos e conexões para água quente l. Tubulações para produtos químicos

57 56 Poli(Cloreto de Vinila) Clorado Aplicações

58 57 Poli(Cloreto de Vinilideno) (PVDC) Propriedades l. Alta impermeabilidade a gases e a líquidos l. Alta resistência química l. Boa resistência térmica l. Embalagens para alimentos l. Embalagens para produtos químicos voláteis l. Filmes mono-camadas multi-camadas l. Revestimentos para setor da construção Aplicações

59 58 Poli(Cloreto de Vinilideno) (PVDC) Aplicações

60 59 Poli(Metacrilato de Metila) (PMMA) - Características l Aparência:Transparente l Classificação: Poliolefina, Vinílico, de Poliadição l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade: 1,18 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: 160 o C l Temperatura de Transição Vítrea: 105 o C ACRÍLICO l Popularmente chamado de ACRÍLICO

61 60 Poli(Metacrilato de Metila) (PMMA) - Propriedades l. Alta impermeabilidade l. Alta resistência à intempéries l. Alta resistência ao descoramento l. Alta resistência térmica l. Alta rigidez l. Alta transparência l. Baixa resistência a abrasão l. Boa resistência química (exceto Hidrocarbonetos clorados e aromáticos, ésteres e cetonas) l. Resistência à tração elevada (maior entre os termoplásticos) l. Resistência ao impacto baixa

62 61 Poli(Metacrilato de Metila) (PMMA) - Aplicações l. Aparelhos eletroquímicos. Aparelhos médicos l. Artigos escolares. Artigos sanitários l. Emblemas l. Incorporação em Adesivos l. Incorporação em Tintas l. Incorporação em Vernizes l. Instalações industriais (farmacêutica, papeleira, têxtil, couro) l. Janelas de avião l. Lanternas de automóveis l. Lentes l. Letreiros luminosos l. Painéis de automóveis

63 62 Poli(Metacrilato de Metila) (PMMA) - Aplicações

64 63 Poliacrilonitrila (PAN) Características n Aparência: Transparente n Classificação:Poliolefina, Vinílico, de Poliadição n Cristalinidade: quase 0%, amorfo n Densidade: 1,18 g/cm 3 n Peso Molecular: u.m.a n Temperatura de Fusão:180 0 C n Temperatura de Transição Vítrea: C

65 64 Poliacrilonitrila (PAN) Propriedades n. Alta resistência a intempéries n. Alta resistência à tração n. Alta resistência química n. Baixa absorção de umidade n. Orientável n. Fibras têxteis (substituição da lã) n. Cordas náuticas Aplicações

66 65 Poli(Acrilato de Metila) (PMA) Propriedades l. São semelhantes ao do Poli (metacrilato de metila). l. Estabilidade ao descoramento um pouco menor que ao PMMA l. Absorção de água um pouco maior que o PMMA. l. Resistência à bases fortes (NaOH) um pouco menor que ao PMMA. l. Adesivos l. Ceras para assoalho l. Revestimento de tecidos, papel e couro. l. Tintas com alta resistência à lavagem e ao descoramento Aplicações

67 66 Poli(Acetato de Vinila) (PVA) Características l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade: 1,18 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Transição Vítrea:28 0 C

68 67 Poli(Acetato de Vinila) (PVA) Propriedades Aplicações l. Alta adesividade. Alta resistência em emulsão l. Baixa estabilidade térmica. Baixa resistência a solventes l. Baixo custo. Comportamento elástico acima da Tg l. Forma filmes com facilidade. Secagem rápida em emulsão l. Tintas a base de água. Adesivos (para evaporação, hot-melt) l. Base para goma de mascar. Filmes para vedação l. Emulsões para tratamento de tecidos l. Preparação de 2 pol., o Poli(álcool vinílico) e o Poli (vinil acetal)

69 68 Policarbonato (PC) Características l Absorção de água: 0.15% l Contração: % l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade:1.2 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: C l Temperatura de Transição Vítrea: C

70 69 Policarbonato (PC) Propriedades l. Boa estabilidade dimensional l. Boas propriedades elétricas l. Elevada resistência ao impacto l. Semelhança ao vidro

71 70 Policarbonato (PC) Aplicações l. Filmes para Fotografia l. Embalagens l. Capacete l. Réguas, transferidores, esquadros l. Escudos l. CD l. Óculos de Segurança

72 71 Policarbonato (PC) - Aplicações

73 72 Poliacetal (POM) Características l Absorção de água: 0.15% l Contração: % l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade:1.2 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: C l Temperatura de Transição Vítrea: C

74 73 Poliacetal (POM) Propriedades l Absorção de água: 0.15% l Contração: % l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade:1.2 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: C l Temperatura de Transição Vítrea: C

75 74 Poliacetal (POM) Aplicações l Absorção de água: 0.15% l Contração: % l Cristalinidade: quase 0%, amorfo l Densidade:1.2 g/cm 3 l Peso Molecular: u.m.a l Temperatura de Fusão: C l Temperatura de Transição Vítrea: C

76 75 Poliacetal (POM) Aplicações

77 76 Poliamida (PA) Características l. Absorção de água: % l. Contração: 1.5 % l. Densidade: l. Peso Molecular: u.m.a l. Temperatura de Fusão: C

78 77 Poliamida (PA) Propriedades l Alta resistência à abrasão l. Alta resistência ao impacto l. Alta resistência à tração l. Alta resistência à química (óleos e a hidrocarbonetos e ésteres) l. Baixa resistência a álcoois, glicóis e água.

79 78 Poliamida (PA) Aplicações l. Engrenagens, buchas, assentos (mecanismos) l. Tubulações para líquidos, água quente, petróleo l. Recobrimentos de fios e cabos elétricos l. Linha de pescaria l. Envólucros para medicamentos e alimentos l. Base para adesivos e óleos (Poliamida 6.10)

80 79 Poliamida (PA) Aplicações

81 80 Poli(Tereftalato de Etileno) (PET) - Características n Absorção de água: 0.2 % n Aparência: Transparente à branco n Contração: 0.3 % n Cristalinidade: 40 % (máximo) n Densidade :1.4 g/cm 3 n Formas de processamento: Injeção, Sopro n Peso Molecular : u.m.a n Temperatura de Fusão: C n Temperatura de Transição Vítrea : C

82 81 Poli(Tereftalato de Etileno) (PET) - Propriedades n. Alta resistência química, mecânica, térmica e elétrica n. Atóxico n. Boa aceitação de aditivos n. Boa resistência química (óleos, graxas e desinfetantes) n. Excelente transparência e brilho

83 82 Poli(Tereftalato de Etileno) (PET) - Aplicações n. Caixas e motores, bobinas n. Dispensa Usinagem n. Embalagens de refrigerantes, fármacos n. Fios Tecelagem n. Fitas Substituição as fitas metálicas n. Fitas magnéticas n. Filmes para fotografia

84 83 Poli(Tereftalato de Etileno) (PET) - Aplicações

85 84 Poli(Tereftalato de Butileno) (PBT) - Características n Absorção de água :< 0.1% n Contração: % n Cristalinidade: % n Densidade : 1.3 g/cm 3 n Formas de Processamento: Injeção, Extrusão, Sopro n Peso Molecular: u.m.a n Temperatura de Fusão: 220 o C n Temperatura de Transição Vítrea :50 o C

86 85 Poli(Tereftalato de Butileno) (PBT) - Propriedades n. Alta resistência química e elétrica n. Atóxico n. Alta resistência a temperaturas altas n. Boa aceitação de aditivos n. Boa estabilidade dimensional n. Boa resistência ao impacto mesmo a baixas temperaturas n. Boa resistência química (óleos, graxas e desinfetantes) n. Pode ser reforçado com Fibra de Vidro

87 86 Poli(Tereftalato de Butileno) (PBT) - Aplicações n. Peças para circuitos eletrônicos n. Linha automotiva e industrial n. Cartuchos de extintor de incêndio n. Bombas industriais

88 87 Poli(Tereftalato de Butileno) (PBT) - Aplicações

89 88 Materiais e processo de fabricação Composição: Multifilamentos de nylon, torcidos ou não. caixa e suporte de polipropileno(PP) com cortador metálico. Composição: Cabo: poliestireno cristal(PS) Cerdas: São de Tynex (nylon), âncora metálica. Composição: Cabo: polipropileno (PP) e santoprene (co-injetado), Cerdas: São de Tynex (nylon), âncora metálica.

90 89 TEFLON Tetrafluoretileno O teflon apresenta: n baixo coeficiente de atrito; n resistência química a solventes; n resistência a temperaturas extremas: -80 ºC até 240 ºC; n ótimo isolante elétrico plástico; n não tóxico. É utilizado: n em revestimento de panelas e frigideiras; n na fabricação de peças de canalização, válvulas e registros; na produção de peças eletroeletrônicas para esse fim.

91 90 Panelas e Frigideiras Porque devemos preparar alimentos em panelas revestidas com Teflon ? Porque permitem redução de óleos e gorduras no preparo dos alimentos, oferecendo uma alimentação mais saudável, com níveis de colesterol mais baixos, prevenindo problemas cardíacos.

92 91 NÁILON Poliamida O náilon apresenta: n alta resistência à ração e abrasão; n alta resistência à gorduras; n Autolubrificavel; n Termoplástico semi- cristalino; n Faixa de trabalho: -60º a 110ºC. É utilizado: n Linhas de pescar; n Fibras têxteis n Escovas; n Engrenagens; n Laminados.

93 92 Linhas de Pescar Outros materiais poliamida e poliester (convencionais) kevlar, spectra(super-linhas) Características das linhas diâmetro resistência memória linhas coloridas ou transparentes tipos de filamento

94 93 Densidade (g/cm 3 )

95 94 Contração (%)

96 95 Temperatura de Fusão (Tm) ( o C)

97 96 Temp. Transição Vítrea (Tg) ( o C)

98 97 Peso Molecular (u.m.a)

99 98 Resistência à Tração (ASTM 638) (Kgf/cm 2 )

100 99 Alongamento na Ruptura (ASTM 638) (%)

101 100 Resistência à Flexão (ASTM D790) (Kgf/cm 2 )

102 101 Resistência ao Impacto Izod (ASTM D256) (Kgf/cm/cm)

103 102 Dureza (Rockwell M)


Carregar ppt "Centro de Informações em Manufatura, Integrada por Computador, de Componentes de Plástico Injetados Universidade Federal de Santa Catarina Departamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google