A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Deus quer salvar o seu povo, por isso se serve dos Seus representantes na terra. Os reis eram ungidos. A eles Deus confia a missão de conduzir o Seu povo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Deus quer salvar o seu povo, por isso se serve dos Seus representantes na terra. Os reis eram ungidos. A eles Deus confia a missão de conduzir o Seu povo."— Transcrição da apresentação:

1 Deus quer salvar o seu povo, por isso se serve dos Seus representantes na terra. Os reis eram ungidos. A eles Deus confia a missão de conduzir o Seu povo por caminhos de justiça e de paz. O rei é representante de Deus e servidor do povo. Unção de Saul (9,16-17; 13, 8-15) - 1Samuel tomou então um frasco de óleo, derramou-o sobre a cabeça de Saul e beijou-o, dizendo: «O Senhor ungiu-te príncipe sobre a sua herança. (1Sam 10,1)

2 Ponto de partida do messianismo real é a subida ao trono do Rei David e da sua dinastia. O texto bíblico fundamental é o de 2Sam 7,1-16. O texto joga com as palavras CASA (Templo) e CASADO (descendência). Não será David a construir a CASA; é Deus que dará a David um CASADO (descendente)

3 2disse David ao profeta Natan: «Não vês que eu moro num palácio de cedro, enquanto a Arca de Deus está abrigada numa tenda?» 3Natan respondeu-lhe: «Pois bem, faz o que te dita o coração, porque o Senhor está contigo!» (2Sam 7,2-3)

4 8Dirás, pois, agora, ao meu servo David: Diz o Senhor do universo: Eu tirei-te das pastagens onde apascentavas as tuas ovelhas, para fazer de ti o chefe de Israel, meu povo… Além disso, o Senhor faz hoje saber que será Ele próprio quem edificará uma casa para ti.

5 12Quando chegar o fim dos teus dias e repousares com teus pais, manterei depois de ti a descendência que nascerá de ti e consolidarei o seu reino. 13Ele construirá um templo ao meu nome, e Eu firmarei para sempre o seu trono régio. 14Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. 6A tua casa e o teu reino permanecerão para sempre diante de mim, e o teu trono estará firme para sempre".» (2Sam 7,12-14)

6 A PROMESSA DO MESSIAS QUE HÁ DE VIR … manterei depois de ti a descendência que nascerá de ti e consolidarei o seu reino. Ele construirá um templo ao meu nome, e Eu firmarei para sempre o seu trono régio. Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. A tua casa e o teu reino permanecerão para sempre diante de mim, e o teu trono estará firme para sempre". (2Sam 7,12-16) Disse-lhe o anjo: «Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus. Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Será grande e vai chamar-se Filho do Altíssimo. O Senhor Deus vai dar-lhe o trono de seu pai David, reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim.» (Lc 1,30-33) A Aliança com o Rei David (2Sam 7)

7 A espera do futuro Messias identifica-se com a dinastia davídica. Os Rei eram os ungidos e representantes de Deus para realizarem as promessas de Deus, contidas na Aliança. Nos Salmos, a figura do Messias começa a ser idealizada; tal processo culmina nos profetas, onde a idealização chega a sua maturidade.

8

9 Por isso, o Senhor, por sua conta e risco, vos dará um sinal. Olhai: a jovem está grávida e vai dar à luz um filho, e há-de pôr-lhe o nome de Emanuel. Is 7, 14 Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho; e hão-de chamá-lo Emanuel, que quer dizer: Deus connosco. Mt 1, 23 Ano 740 – Rei Ezequias O profeta Acaz, em nome de Deus promete um sinal ao rei: nascerá um filho que terá Nome EMANUEL Esta profecia tem como base o texto de 2Sam 7. O Emanuel é sinal da presença continua de Deus na história. ISAIAS 7,14

10 ISAIAS 9,1-3 O povo que andava nas trevas viu uma grande luz … um menino nasceu para nós, um filho nos foi dado; tem a soberania sobre os seus ombros, Dilatará o seu domínio com uma paz sem limites, sobre o trono de David e sobre o seu reino. Ele o estabelecerá e o consolidará com o direito e com a justiça, desde agora e para sempre. Assim fará o amor ardente do Senhor do universo. (Is 9,1-3) e o seu nome é: Conselheiro- Admirável, Deus herói, Pai- Eterno, Príncipe da paz. No cap. 9, o profeta Isaia completa o anuncio do Messias do cap. 7.

11 1Brotará um rebento do tronco de Jessé, e um renovo brotará das suas raízes. 2Sobre ele repousará o espírito do Senhor: espírito de sabedoria e de entendimento, espírito de conselho e de fortaleza, espírito de ciência e de temor do Senhor. ISAIAS 11,1-9

12 3Não julgará pelas aparências nem proferirá sentenças somente pelo que ouvir dizer; 4mas julgará os pobres com justiça, e com equidade os humildes da terra; ferirá os tiranos com os decretos da sua boca, e os maus com o sopro dos seus lábios. 5A justiça será o cinto dos seus rins, e a lealdade circundará os seus flancos.

13 6Então o lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo deitar-se-á ao lado do cabrito; o novilho e o leão comerão juntos, e um menino os conduzirá. 7A vaca pastará com o urso, e as suas crias repousarão juntas; o leão comerá palha como o boi. 8A criancinha brincará na toca da víbora e o menino desmamado meterá a mão na toca da serpente. 9Não haverá dano nem destruição em todo o meu santo monte, porque a terra está cheia de conhecimento do Senhor, tal como as águas que cobrem a vastidão do mar.

14 Mas tu, Belém-Efrata, tão pequena entre as famílias de Judá, é de ti que me há-de sair aquele que governará em Israel a.C. O PROFETA MIQUEIAS – 5,1-5 As suas origens remontam aos tempos antigos, aos dias de um passado longínquo. Ele permanecerá firme e apascentará o seu rebanho com a força do Senhor e com a majestade do nome do Senhor, seu Deus. (Mq 5,1.3)

15 2Por isso, Deus abandonará o seu povo até ao tempo em que der à luz aquela que há-de dar à luz, e em que o resto dos seus irmãos há-de voltar para junto dos filhos de Israel. (Mq 5,2) Em Mq 5,2 volta a ser mencionada a mãe do menino, isto é do futuro Messias.

16 5Dias virão em que farei brotar de David um rebento justo que será rei, governará com sabedoria e exercerá no país o direito e a justiça - oráculo do Senhor. 6Nos seus dias, Judá será salvo e Israel viverá em segurança. Então será este o seu nome: 'O Senhor - é - nossa - Justiça!' O profetas sonham com uma era de justiça e de paz, como confirma o testo de Jeremias cap. 31.

17 31Dias virão em que firmarei uma nova aliança com a casa de Israel e a casa de Judá - oráculo do Senhor. 32Não será como a aliança que estabeleci com seus pais, quando os tomei pela mão para os fazer sair da terra do Egipto, aliança que eles não cumpriram, embora Eu fosse o seu Deus - oráculo do Senhor. 33Esta será a Aliança que estabelecerei, depois desses dias, com a casa de Israel - oráculo do Senhor: Imprimirei a minha lei no seu íntimo e gravá-la-ei no seu coração. Serei o seu Deus e eles serão o meu povo.

18 Os profetas dão uma interpretação espiritual do rei-messias descendente de David. Ele é um rei ideal que defende a rectidão moral e religiosa (é um rei justo). Instaurará uma convivência pacífica que dá felicidade. Será um Reino universal e eterno. Trata-se sempre de um reino terreno, mas que deixa espaço para uma dimensão transcendente.

19 Os evangelhos da infância de Jesus e outros textos do Novo Testamento, transmitem a esperança popular de um Messias descendente de David. Tudo isso é coerente com a convicção que os cristãos tinham: a vinda de Jesus foi preparada pelos anúncios messiânicos do Antigo Testamento.

20 Resta um grande interrogativo, é o seguinte: se Jesus atribui a si mesmo o titulo de Messias, descendente de David. Jesus, citando o Sl 110, responde aos doutores da Lei: 37O próprio David chama-lhe Senhor; como é Ele seu filho?» (Mc 14,37) Sabemos como Jesus recusou sempre o título de rei, no sentido tradicional. Só admitiu a Sua realeza diante de Pilatos (Mc 14,61- 62), quando já não era possível ver Nele um rei de um reino terreno.


Carregar ppt "Deus quer salvar o seu povo, por isso se serve dos Seus representantes na terra. Os reis eram ungidos. A eles Deus confia a missão de conduzir o Seu povo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google