A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Maias, Eça de Queirós. Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I Introdução à ação central: Outono de 1875 – instalação de Afonso e Carlos no Ramalhete;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Maias, Eça de Queirós. Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I Introdução à ação central: Outono de 1875 – instalação de Afonso e Carlos no Ramalhete;"— Transcrição da apresentação:

1 Os Maias, Eça de Queirós

2 Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I Introdução à ação central: Outono de 1875 – instalação de Afonso e Carlos no Ramalhete; Origem da família (p. 6); Remodelação do Ramalhete (pp.7/8); Caracterização de Afonso (p. 12);

3 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I (cont.) Preparação da ação central: Vida de Afonso da Maia: Juventude – contraste entre as suas ideias e as de seu pai (p. 13); expulsão da casa paterna; desterro em Santa Olávia (p. 14); regresso a Lisboa com a morte do pai. Casamento com Maria Eduarda Runa (p. 15); nascimento do filho Pedro; indignação contra a política miguelista reinante em Lisboa (p. 15); busca feita à sua casa em Benfica (p. 16); exílio em Inglaterra (p. 16); vida desafogada em Richmond (p. 16); contacto com os emigrados liberais; interesse pela cultura e literatura inglesa; inadaptação de Maria Eduarda Runa à vida em Inglaterra (p. 17); instalação de Afonso e sua família em Itália (p. 19); regresso a Lisboa – Benfica (p. 19); agravamento do estado de saúde de Maria Eduarda Runa (p. 19).

4 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I (cont.) Vida de Pedro da Maia: Educação deficiente, ministrada pelo padre Vasques; Crises de religiosidade alternando com uma vida de dissipação (pp. 20, 21); Pedro vê Maria Monforte (p. 22); Pedro namora Maria Monforte; Pedro casa com Maria Monforte (p. 30); rutura das relações de Pedro com seu pai (p. 30).

5 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo II Vida de Pedro com Maria Monforte na atmosfera romântica dos anos 50; vida faustosa em Itália e em Paris; vida festiva e luxuosa em Lisboa (pp. 32 – 35); Nascimento da filha Maria Eduarda; Agravamento das relações com o pai; Caracterização de Alencar, amigo de Pedro (p. 36); Nascimento do filho Carlos da Maia (p. 38); Maria Monforte foge com o italiano Tancredo; Desesperado, Pedro volta para casa do pai; Pedro suicida-se.

6 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo III Vida de Carlos da Maia: Infância em Santa Olávia: educação orientada pelo avô e ministrada por um precetor inglês (p. 56); contraste com a educação portuguesa tradicional de Eusebiozinho (p. 68).

7 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo IV Vida de Carlos da Maia (continuação): Juventude em Coimbra e o seu despertar para a medicina, revelando-se já diletante e dispersivo nos Paços de Celas (pp. 89 – 95); Carlos torna-se íntimo de João da Ega (p. 92); primeiros amores de Carlos (p. 93). A acção propriamente dita: Carlos regressa a Lisboa, ao Ramalhete, após uma viagem de um ano pela Europa (p. 96) – Outono de 1875; Carlos prepara-se para exercer a sua profissão: monta um laboratório muito bem apetrechado (p. 97) e um consultório (p. 99) que irá causar a admiração de Ega pelo luxo com que está mobilado (pp.105, 106); Aparecimento de algumas personagens figurantes: Cruges (p. 107) e Craft (p. 108)

8 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo V Vida social (p. 113); primeiros doentes de Carlos (p. 114); Steinbroken (p. 117); Diletantismo de Carlos: vida de luxo e de boémia (p. 128); a sua intenção de escrever uma obra (Medicina Antiga e Moderna). Capítulo VI Visita de Carlos à Vila Balzac, casa de Ega (p. 145); Carlos avista pela primeira vez Maria Eduarda à entrada do Hotel Central (p. 156); Carlos interessa-se por Maria Eduarda e interroga Dâmaso; Jantar no Hotel Central – discussão literária entre o romântico Alencar e Ega, defensor da tese naturalista (pp. 154 – 176); a crítica literária (pp. 172 – 174); Carlos sonha com Maria Eduarda (p. 184).

9 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo VII Craft, o íntimo de Carlos (p. 186); Caracterização de Dâmaso Salcede (p. 188); Carlos vê Maria Eduarda pela segunda vez (p. 202); Presença da condessa de Gouvarinho no consultório de Carlos (p. 205); Taveira fala dos Castro Gomes; Carlos interroga-o (p. 212); Carlos decide ir a Sintra na esperança de ver Maria Eduarda (p. 216). Capítulo VIII Carlos vai a Sintra na expectativa de ver Maria Eduarda; Carlos, em Sintra, procura Maria Eduarda e sonha com ela.

10 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo IX Dia da soirée dos Cohen (p. 252); Carlos, por intermédio de Dâmaso, visita Rosa (filha de Maria Eduarda). Maria Eduarda está ausente (p. 257); primeiro contacto de Carlos com o ambiente em que vive Maria Eduarda (p. 259); Carlos insiste com Dâmaso para lhe fornecer mais informações (p. 265); Baile dos Cohen (p. 268): Ega insultado pelo Cohen, pelo facto de ter tido conhecimento das suas relações adúlteras com a mulher (p. 269); Ega parte para Celorico (p. 290); Dâmaso fala dos Castro Gomes (p. 292); começam as intimidades de Carlos com a Gouvarinho (p. 297).

11 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo X Relações amorosas de Carlos com a condessa de Gouvarinho; Carlos faz projetos sobre o possível encontro com Maria Eduarda nas corridas de cavalos (p. 304); Episódio das corridas de cavalos: cenário físico (p. 314); cenário humano (p. 315); instalação da desordem (p. 325); Carlos espera encontrar Maria Eduarda, mas em vão. Carlos descobre, através de Dâmaso, a morada de Maria Eduarda (p. 338): Carlos na rua de S. Francisco (p. 341). Carlos recebe um bilhete de Maria Eduarda (p. 343).

12 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XI Carlos vai à rua de S. Francisco (p. 345) e encontra-se com Maria Eduarda (p. 348); Já no Ramalhete, Carlos recebe um bilhete da Gouvarinho (p. 358); Carlos frequenta a rua de S. Francisco (p. 365); durante uma dessas visitas, surge o indiscreto Dâmaso (p. 373).

13 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XII Ega instala-se no Ramalhete (p. 381) e Carlos comunica-lhe ter-se afastado da Gouvarinho; Jantar em casa do conde de Gouvarinho (p. 386); Sousa Neto, representante da administração pública (p. 397); a condessa refere-se à brasileira (Maria Eduarda) (p. 389); Carlos visita Maria Eduarda (p. 403), fala-lhe do seu amor e ela corresponde (p. 409); Carlos compra a casa de campo de Craft (Toca – Olivais) para Maria Eduarda (p. 412).

14 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XIII Carlos prepara a ida aos Olivais (p. 422) e vai com Maria Eduarda ver a casa (p. 429); iniciam-se as relações amorosas de Carlos e Maria Eduarda (p. 431); Consumação do incesto (p. 438); Carlos e a Gouvarinho discutem e terminam a relação.

15 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XIV Afonso vai para Santa Olávia (p. 447); Carlos reflete acerca do futuro com Maria Eduarda e das possíveis consequências (p. 451); Encontros diários de Carlos com Maria Eduarda nos Olivais; Maria Eduarda visita o Ramalhete (p. 467); Castro Gomes chega inesperadamente do Brasil e relata a Carlos que Maria Eduarda não é sua mulher (p. 477); Carlos revolta-se e pensa na rutura (p. 487). Hipótese de casamento (p. 502).

16 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XV Maria Eduarda revela a Carlos o seu passado atribulado na companhia da mãe (p. 503); Autocaracterização de Maria Eduarda (p. 506); Carlos coloca Ega ao corrente do seu projeto de casamento com Maria Eduarda (p. 505); Ega coloca Carlos ao corrente do artigo na Corneta do Diabo e dos ditos a seu respeito (p. 530); Palma Cavalão, proprietário da Corneta do Diabo, Ega e Cruges vão falar com Dâmaso, em nome de Carlos (p. 551); Episódio do jornal A Tarde: o jornalismo e a política.

17 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XVI Episódio do Sarau Literário do Teatro da Trindade (p. 586); Revelações de Guimarães ao Ega (p. 615); Monólogo interior de Ega sobre o incesto praticado pelo amigo e hesitações sobre como lhe há-de comunicar o facto.

18 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XVII Revelações de Ega a Carlos (p. 640); Carlos conhece a verdade e revolta-se (p. 642); Revelações de Carlos a Afonso (p. 645); Incesto consciente (p. 658); Encontro de Carlos com Afonso (p. 667); Carlos tem medo, hipótese de suicídio; Morte de Afonso (p. 668); Carlos reconhece e aceita o castigo; Carlos decide afastar-se; Maria Eduarda, por intermédio de Ega, conhece a verdade; Maria Eduarda parte (p. 687).

19 Os Maias, Eça de Queirós Outros Percursos - 11.º ano Capítulo XVIII Carlos e Ega vão viajar pela Europa, América, Japão,...; Passado ano e meio, Ega reaparece no Chiado (p. 689); Regresso de Carlos a Lisboa passados dez anos; Episódio final: passeio de Carlos e Ega por Lisboa (p. 697); visita de ambos ao Ramalhete (p. 706); Carlos refere a Ega a notícia do casamento de Maria Eduarda (p. 710); Carlos e Ega concluem-se românticos, isto é, dominados pelo sentimento e não pela razão.


Carregar ppt "Os Maias, Eça de Queirós. Outros Percursos - 11.º ano Capítulo I Introdução à ação central: Outono de 1875 – instalação de Afonso e Carlos no Ramalhete;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google