A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTILO LITERÁRIO: HUMANISMO (SÉCULO XV E INÍCIO DO SÉCULO XVI): INFLUÊNCIA DA RELIGIOSIDADE MEDIEVAL ANÁLISE SATÍRICA DO CARÁTER HUMANO PROVÁVEL INFLUÊNCIA:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTILO LITERÁRIO: HUMANISMO (SÉCULO XV E INÍCIO DO SÉCULO XVI): INFLUÊNCIA DA RELIGIOSIDADE MEDIEVAL ANÁLISE SATÍRICA DO CARÁTER HUMANO PROVÁVEL INFLUÊNCIA:"— Transcrição da apresentação:

1

2 ESTILO LITERÁRIO: HUMANISMO (SÉCULO XV E INÍCIO DO SÉCULO XVI): INFLUÊNCIA DA RELIGIOSIDADE MEDIEVAL ANÁLISE SATÍRICA DO CARÁTER HUMANO PROVÁVEL INFLUÊNCIA: ERASMUS DE ROTTERDAM (ELOGIO DA LOUCURA)

3 RESQUÍCIOS DO ESTILO GÓTICO: A DANÇA MACABRA DA MORTE

4 RELAÇÃO COM OS VITRAIS DAS CATEDRAIS GÓTICAS: QUADROS EM SEQÜÊNCIA

5

6

7

8 Autor: Gil Vicente ( ) Oriundo do povo, entrou para a corte, fazendo peças durante os reinados de D. Manuel e D. João III.

9 ELEMENTOS DO TEATRO VICENTINO: PEÇA DE CARÁTER ALEGÓRICO: NÃO HÁ SEQÜÊNCIA NARRATIVA; PEÇA DE CARÁTER ALEGÓRICO: NÃO HÁ SEQÜÊNCIA NARRATIVA; QUADROS JUSTAPOSTOS; QUADROS JUSTAPOSTOS; TEATRO PRIMITIVO, RUDIMENTAR; TEATRO PRIMITIVO, RUDIMENTAR; SÓ A AÇÃO É VALORIZADA: O TEMPO E O ESPAÇO SÃO NEGLIGENCIADOS; SÓ A AÇÃO É VALORIZADA: O TEMPO E O ESPAÇO SÃO NEGLIGENCIADOS; APRESENTAÇÕES EM TABLADOS PARA A CORTE.999 APRESENTAÇÕES EM TABLADOS PARA A CORTE.999

10 TIPOS DE PERSONAGENS: ALEGÓRICAS: REPRESENTAM ELEMENTOS UNIVERSAIS (ANJO E DEMÔNIO) ALEGÓRICAS: REPRESENTAM ELEMENTOS UNIVERSAIS (ANJO E DEMÔNIO) TÍPICAS: REPRESENTAM ELEMENTOS DA SOCIEDADE (TODAS AS DEMAIS) TÍPICAS: REPRESENTAM ELEMENTOS DA SOCIEDADE (TODAS AS DEMAIS)

11 ALEGÓRICAS: DIABO E ANJO

12 TÍPICAS: SOCIEDADE MEDIEVAL

13 LINGUAGEM VICENTINA: POPULAR: SIMPLES, COM PALAVRÕES; POPULAR: SIMPLES, COM PALAVRÕES; MISTA: MESCLA PORTUGUÊS, SAIAGUÊS, CASTELHANO E LATIM; MISTA: MESCLA PORTUGUÊS, SAIAGUÊS, CASTELHANO E LATIM; POÉTICA: USA VERSOS REDONDILHOS. POÉTICA: USA VERSOS REDONDILHOS.

14 GÊNERO LITERÁRIO: DRAMÁTICO (TEATRAL) AUTO DE MORALIDADE: PEÇA DE APENAS UM ATO, COM CARÁTER BRINCALHÃO OU SÉRIO, CUJO OBJETIVO É MORALIZAR A SOCIEDADE.

15 PERSONAGENS: ANJO SOBERBO E INDIFERENTE; ACUSADOR E JUSTO; REJEITA OS MAUS E ACEITA OS HUMILDES; ABRIGA EM SUA BARCA APENAS O PARVO, POR SUA INOCÊNCIA, E OS CAVALEIROS, POR SUA BRAVURA AO MORRER POR CRISTO.

16 DIABO SARCÁSTICO, IRÔNICO; PROCURA CONDENAR A TODOS, CULPADOS E INOCENTES; MALICIOSO E FALSO; FINGE SER UM BOM ANFITRIÃO; ZOMBA DAS ALMAS, ESPECIALMENTE DO FRADE; RENEGA APENAS O JUDEU; SUA LINGUAGEM É SUJA

17 FIDALGO: DOM ANRIQUE

18 FIDALGO: ARROGANTE, ESNOBE; ACREDITA TER NO ALÉM AS MESMAS REGALIAS DA TERRA; SÍMBOLOS: CAPA, CADEIRA E SERVO; ACREDITA QUE SUA NOBREZA NA TERRA É GARANTIA DE NOBREZA NO CÉU.

19 ONZENEIRO: AGIOTA SÍMBOLO: SACOLA DE DINHEIRO, AGORA VAZIA; TENTA SUBORNAR O ANJO; ASSIM COMO O FIDALGO, TAMBÉM DESEJA VOLTAR À VIDA PARA CONSOLAR A AMANTE.

20 ONZENEIRO: É CONDENADO PELO SEU MATERIASIMO ABSOLUTO, SUA CRENÇA NO DINHEIRO E POR TER EXTORQUIDO OUTRAS PESSOAS COM SEUS JUROS ALTOS; NÃO POSSUI QUALQUER ESPIRITUALIDADE. QUEIMAR NO INFERNO É SEU DESTINO.

21 BOBO JOANE INOCÊNCIA, HUMILDADE, POBREZA, FRAQUEZA MENTAL. O ANJO O ACEITA POIS NUNCA TEVE MALÍCIA. ACABA AJUDANDO O ANJO EM SUAS ACUSAÇÕES.

22 SAPATEIRO: JOANANTÃO (JOÃO ANTÃO)

23 SÍMBOLO: FORMAS DE SUA PROFISSÃO O SAPATEIRO É, NA IDADE MÉDIA, UMA DAS PROFISSÕES QUE REPRESENTAM A LADROEIRA NO COMÉRCIO; O SAPATEIRO É, NA IDADE MÉDIA, UMA DAS PROFISSÕES QUE REPRESENTAM A LADROEIRA NO COMÉRCIO; NÃO ACEITA O INFERNO, POIS REZOU E ASSISTIU A MISSAS (RELIGIOSIDADE SUPERFICIAL); NÃO ACEITA O INFERNO, POIS REZOU E ASSISTIU A MISSAS (RELIGIOSIDADE SUPERFICIAL); SEGUNDO O ANJO, SUAS FORMAS NÃO CABEM NA BARCA (APEGO À MATÉRIA). SEGUNDO O ANJO, SUAS FORMAS NÃO CABEM NA BARCA (APEGO À MATÉRIA).

24 FRADE BABRIEL

25 SÍMBOLOS: ESCUDO E ESPADA (!!!), TRAZENDO JUNTO DE SI UMA MOÇA (!!!) ADORA O CANTO, A DANÇA E A ESGRIMA ADORA O CANTO, A DANÇA E A ESGRIMA FAZ UMA APRESENTAÇÃO RIDÍCULA PARA O DIABO, QUE O INCENTIVA FAZ UMA APRESENTAÇÃO RIDÍCULA PARA O DIABO, QUE O INCENTIVA NÃO ACREDITA MERECER O INFERNO, COM TANTO SALMO REZADO NÃO ACREDITA MERECER O INFERNO, COM TANTO SALMO REZADO CRÍTICA A TODA A ORDEM DOMINICANA CRÍTICA A TODA A ORDEM DOMINICANA

26 ALCOVITEIRA: BRÍSIDA VAZ

27 SÍMBOLOS: BAÚ COM ROUPAS; SEISCENTAS VIRGINDADES; SÍMBOLOS: BAÚ COM ROUPAS; SEISCENTAS VIRGINDADES; UMA DAS ALMAS MAIS TERRÍVEIS; UMA DAS ALMAS MAIS TERRÍVEIS; ARRANJAVA MENINAS PARA OS PADRES; ARRANJAVA MENINAS PARA OS PADRES; INTRIGAS; FOFOCAS; TRÁFICO DE INFORMAÇÕES; INTRIGAS; FOFOCAS; TRÁFICO DE INFORMAÇÕES; DE TÃO REPUGNANTE, O DIABO A DESEJA, TRATANDO-A POR SENHORA; DE TÃO REPUGNANTE, O DIABO A DESEJA, TRATANDO-A POR SENHORA; CONHECE ENCANTAMENTOS DE BRUXARIA. CONHECE ENCANTAMENTOS DE BRUXARIA.

28 COM O ANJO, TENTA UTILIZAR SUA SEDUÇÃO, SUA LÁBIA TERRESTRE; COMO O ANJO A IGNORA, SEU DESTINO É ABRAÇAR O DEMÔNIO.

29 JUDEU: SEMIFARÁ

30 SÍMBOLO: BODE (INSÍGNIA DA RELIGIÃO JUDAICA; BODE EXPIATÓRIO) SÍMBOLO: BODE (INSÍGNIA DA RELIGIÃO JUDAICA; BODE EXPIATÓRIO) ÚNICA PERSONAGEM QUE DESEJA ENTRAR NO BARCO; ÚNICA PERSONAGEM QUE DESEJA ENTRAR NO BARCO; É RECUSADO TANTO PELO ANJO QUANTO PELO DIABO; É RECUSADO TANTO PELO ANJO QUANTO PELO DIABO; PRECONCEITO DO AUTOR, QUE REFLETE A POSIÇÃO DA IGREJA CATÓLICA MEDIEVAL. PRECONCEITO DO AUTOR, QUE REFLETE A POSIÇÃO DA IGREJA CATÓLICA MEDIEVAL. ACABA INDO A REBOQUE, FORA DAS BARCAS; ACABA INDO A REBOQUE, FORA DAS BARCAS; REMETE AO MITO DE AHASVERUS, O JUDEU ERRANTE. REMETE AO MITO DE AHASVERUS, O JUDEU ERRANTE.

31 CORREGEDOR: JUIZ

32 SÍMBOLOS: AUTOS (PROCESSOS) E VARÃO; SÍMBOLOS: AUTOS (PROCESSOS) E VARÃO; EMPREGA UMA LINGUAGEM LATINIZANTE; EMPREGA UMA LINGUAGEM LATINIZANTE; USA A ORATÓRIA AO MÁXIMO PARA TENTAR ESCAPAR DO INFERNO; USA A ORATÓRIA AO MÁXIMO PARA TENTAR ESCAPAR DO INFERNO; É ZOMBADO PELO PARVO, QUE TAMBÉM EMPREGA UM LATIM MACARRÔNICO; É ZOMBADO PELO PARVO, QUE TAMBÉM EMPREGA UM LATIM MACARRÔNICO; SIMBOLIZA A JUSTIÇA CORRUPTA, VENDIDA. SIMBOLIZA A JUSTIÇA CORRUPTA, VENDIDA.

33 PROCURADOR SÍMBOLO: LIVROS (TEORIA) SÍMBOLO: LIVROS (TEORIA) REPRESENTA, COMO ASSISTENTE DO JUIZ, OS ENTRAVES DA BUROCRACIA REPRESENTA, COMO ASSISTENTE DO JUIZ, OS ENTRAVES DA BUROCRACIA ADMIRA-SE DE VER O JUIZ CONDENADO. ADMIRA-SE DE VER O JUIZ CONDENADO.

34 O ENFORCADO SÍMBOLO: CORDA NO PESCOÇO SÍMBOLO: CORDA NO PESCOÇO FOI ENGANADO POR GARCIA MONIZ, TESOUREIRO DA CASA DA MOEDA, QUE LHE DISSERA QUE SERIA HONROSO MORRER POR FURTOS. FOI ENGANADO POR GARCIA MONIZ, TESOUREIRO DA CASA DA MOEDA, QUE LHE DISSERA QUE SERIA HONROSO MORRER POR FURTOS. REPRESENTA O LADRÃO IDIOTA, QUE ROUBA SEM VANTAGENS, SERVINDO A INTERESSES ALHEIOS. REPRESENTA O LADRÃO IDIOTA, QUE ROUBA SEM VANTAGENS, SERVINDO A INTERESSES ALHEIOS. SUA LINGUAGEM É SIMPLES, COLABORANDO PARA REPRESENTÁ-LO COMO UM COITADO SUA LINGUAGEM É SIMPLES, COLABORANDO PARA REPRESENTÁ-LO COMO UM COITADO

35 CAVALEIROS DAS CRUZADAS MORRERAM POR CRISTO NA TERRA SANTA; IGNORAM O DIABO, INDO DIRETAMENTE À BARCA DO ANJO, QUE OS RECEBE COMO HERÓIS; CANTAM HINOS DE GLÓRIA; CARREGAM A MORAL DA PEÇA: PREOCUPAÇÃO COM O ALÉM E DESPREZO PELA VIDA TERRENA E SEUS PECADOS.

36 À BARCA, À BARCA SEGURA! GUARDAR DA BARCA PERDIDA! À BARCA, À BARCA DA VIDA! SENHORES, QUE TRABALHAIS PELA VIDA TRANSITÓRIA, MEMÓRIA, POR DEUS, MEMÓRIA DESTE TEMEROSO CAIS! À BARCA, À BARCA, MORTAIS! PORÉM, NA VIDA PERDIDA SE PERDE A BARCA DA VIDA. VIGIAI-VOS, PECADORES, QUE DEPOIS DA SEPULTURA NESTE RIO ESTÁ A VENTURA DE PRAZERES OU DOLORES! À BARCA, À BARCA, SENHORES, BARCA MUI NOBRECIDA, À BARCA, À BARCA DA VIDA! HINO DOS CAVALEIROS: MENSAGEM MORALIZANTE

37 REFERÊNCIA AOS QUATRO CAVALEIROS DO APOCALIPSE (SÃO JOÃO)

38 MANIQUEÍSMO MEDIEVAL: BEM X MAL

39

40

41 O PARVO MORREU DE CAGA-MERDEIRA (CAGANEIRA)

42 O FRADE, TRAZENDO FLORENÇA, TENTA ENGANAR O IRÔNICO DEMÔNIO

43 CORREGEDOR E PROCURADOR BUSCAM ARGUMENTOS JURÍDICOS PARA CONVENCER O ANJO, EMBALDE.

44 O ENFORCADO PERCEBE TARDE DEMAIS QUE FORA ENGANADO POR GARCIA MONIZ

45 O FIDALGO, ARROGANTE, É MANDADO PARA A BARCA DO INFERNO.

46 AO INFERNO TODAVIA / INFERNO HÁ Í PERA MI?! / Ó TRISTE! ENQUANTO VIVI NÃO CUIDEI QUE O Í HAVIA. / TIVE QUE ERA FANTASIA / FOLGAVA SER ADORADO;/ CONFIEI EM MEU ESTADO / E NÃO VI QUE ME PERDIA. / _VENHA ESSA PRANCHA! VEREMOS / ESSA BARCA DE TRISTURA

47 O DIABO ARREBATA AS ALMAS PARA O INFERNO

48 OH! TRISTE, QUEM ME CEGOU? (ONZENEIRO) AO FINAL, AS PERSONAGENS RECONHECEM SUAS FALTAS.

49 POIS, DIABOS, QUE AGUARDAIS? / VAMOS, VENHA A PRANCHA LOGO / E LEVAI-ME ÀQUELE FOGO! / PARA QUE É AGUARDAR MAIS? (SAPATEIRO)


Carregar ppt "ESTILO LITERÁRIO: HUMANISMO (SÉCULO XV E INÍCIO DO SÉCULO XVI): INFLUÊNCIA DA RELIGIOSIDADE MEDIEVAL ANÁLISE SATÍRICA DO CARÁTER HUMANO PROVÁVEL INFLUÊNCIA:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google