A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A DIVINA COMÉDIA A TRAVESSIA DE DANTE ALIGHIERI. O AUTOR Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri nasceu em Florença em.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A DIVINA COMÉDIA A TRAVESSIA DE DANTE ALIGHIERI. O AUTOR Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri nasceu em Florença em."— Transcrição da apresentação:

1 A DIVINA COMÉDIA A TRAVESSIA DE DANTE ALIGHIERI

2 O AUTOR Dante Alighieri ( ) Dante Alighieri ( ) Dante Alighieri nasceu em Florença em 1265 de uma família da baixa nobreza. Sua mãe morreu quando era ainda criança e seu pai, quando tinha dezoito anos. Pouco se sabe sobre a vida de Dante e a maior parte das informações sobre sua educação, sua família e suas opiniões são geralmente meras suposições. As especulações sobre a sua vida deram origem à vários mitos que foram propagados por seus primeiros biógrafos, dificultando o trabalho de separar o fato da ficção. Pode-se encontrar muita informação em suas obras, como na Vida Nova (La Vita Nuova) e na Divina Comédia (Commedia).

3 A OBRA Divina Comédia é a obra prima de Dante Alighieri, que a iniciou provavelmente por volta de 1307, concluindo-a pouco antes de sua morte (1321). Escrita em italiano, a obra é um poema narrativo rigorosamente simétrico e planejado que narra uma odisséia pelo Inferno, Purgatório e Paraíso, descrevendo cada etapa da viagem com detalhes quase visuais. Dante, o personagem da história, é guiado pelo inferno e purgatório pelo poeta romano Virgílio, e no céu por Beatriz, musa em várias de suas obras. Divina Comédia é a obra prima de Dante Alighieri, que a iniciou provavelmente por volta de 1307, concluindo-a pouco antes de sua morte (1321). Escrita em italiano, a obra é um poema narrativo rigorosamente simétrico e planejado que narra uma odisséia pelo Inferno, Purgatório e Paraíso, descrevendo cada etapa da viagem com detalhes quase visuais. Dante, o personagem da história, é guiado pelo inferno e purgatório pelo poeta romano Virgílio, e no céu por Beatriz, musa em várias de suas obras.

4 A Selva Escura: início da travessia de Dante

5 O PORTAL O PORTAL

6 O LIMBO

7 O INFERNO DE DANTE

8 Os Luxuriosos carregados pelo vento

9 BARQUEIRO Flégias (o barqueiro) realiza a travessia do Rio Estige levando Dante e Virgílio. Dentro do rio estão condenados pelo pecado da ira. Ilustração de Gustave Doré (século XIX).

10 OS HEREGES Túmulos dos heréticos dentro da cidade de Dite. Ilustração de Gustave Doré (século XIX).

11 O RIO DE SANGUE Centauros aguardam Dante e Virgílio diante do rio Flegetonte (sangue fervente) onde sofrem os culpados de violência contra o próximo (assaltantes, assassinos e tiranos).

12 O PECADO MAIOR Dante arranca um galho de árvore que chora de dor na floresta das Hárpias ( grande águia), onde são punidos os suicidas.

13 CONTRA DEUS Os que praticaram violência contra Deus sofrem em um deserto incandescente e são torturados por chuvas de brasas.

14 OS QUE ENGANAM Sedutores e rufiões (em sentidos opostos) sendo açoitados por diabos na primeira vala. No primeiro plano se vê os aduladores imersos no esterco (segunda vala).

15 Exploração do divino Dante conversa com o papa Nicolau III que o confunde com o papa Bonifácio VIII, aguardado para substituí-lo (Canto XIX).

16 OS LADRÕES Ladrões torturados por serpentes na sétima vala do Malebolge (Canto XXIV).

17 O MAU CONSELHO Malebolge. Oitava vala: maus conselheiros envoltos em chamas (Cantos XXVI e XXVII). Malebolge. Oitava vala: maus conselheiros envoltos em chamas (Cantos XXVI e XXVII).

18 O REI DO INFERNO Lúcifer, no centro da Terra, mastigando pecadores.

19 O PURGATÓRIO A POSSIBILIDADE DE SALVAÇÃO

20 EM DIREÇÃO AO CÉU Os sete círculos correspondem a um dos sete pecados capitais, na seguinte ordem: Orgulho, Inveja, Ira, Preguiça, Avareza, Gula e Luxúria.

21 ENTRADA DO PURGATÓRIO Dante e Virgílio diante de Catão de Útica (Canto I).

22 CONDUZINDO AS ALMAS O barqueiro trazendo almas para o Purgatório. (Canto XXV).

23 OS EXPULSOS Vale dos excomungados: expulsos do cristianismo.

24 O ORGULHO Conceito: satisfação incondicional pelas próprias qualidades, acreditando ser melhor ou mais importante do que os outros Os pecadores orgulhosos andam com um enorme peso de rochas nas costas, por andarem a vida inteira a olhar os outros de cima, são agora eles que não se podem erguer até que percebam o peso dos pecados cometidos.

25 A IRA Conceito: considerado um pecado mortal por, visto que cega o homem e o faz ficar completamente fora de si. Dante colocou aqueles que cometiam este pecado no Quarto Círculo do Inferno, desmembrando-se uns aos outros por toda a eternidade. Conceito: considerado um pecado mortal por, visto que cega o homem e o faz ficar completamente fora de si. Dante colocou aqueles que cometiam este pecado no Quarto Círculo do Inferno, desmembrando-se uns aos outros por toda a eternidade.

26 A INVEJA Conceito: olhar com malícia e desejar o que é do outro. No purgatório os espíritos invejosos vagueavam com os olhos costurados de fio de arame, pois afirmava-se que o pecado era cometido através do olhar Conceito: olhar com malícia e desejar o que é do outro. No purgatório os espíritos invejosos vagueavam com os olhos costurados de fio de arame, pois afirmava-se que o pecado era cometido através do olhar

27 A PREGUIÇA É caracterizado pela pessoa que vive em estado de falta de capricho, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho, frequentemente associada ao ócio, vadiagem. É caracterizado pela pessoa que vive em estado de falta de capricho, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho, frequentemente associada ao ócio, vadiagem.

28 A GULA Gula: os que comem sem medida, comem além do necessário, só por prazer. Dante Alighieri disse que os culpados deste pecado seriam castigados sendo obrigados a comer sapos e outros animais. Gula: os que comem sem medida, comem além do necessário, só por prazer. Dante Alighieri disse que os culpados deste pecado seriam castigados sendo obrigados a comer sapos e outros animais.

29 AVAREZA É o apego excessivo e descontrolado pelos bens materiais e pelo dinheiro, priorizando-os e deixando Deus em segundo plano.Os avarentos ficavam estendidos de bruços, com o rostos cobertos de lágrimas e virado para o chão. "A minha alma está presa ao pó", oravam, soluçando. É o apego excessivo e descontrolado pelos bens materiais e pelo dinheiro, priorizando-os e deixando Deus em segundo plano.Os avarentos ficavam estendidos de bruços, com o rostos cobertos de lágrimas e virado para o chão. "A minha alma está presa ao pó", oravam, soluçando.

30 A LUXÚRIA A luxúria consiste no apego aos prazeres carnais, corrupção de costumes; sexualidade extrema e sensualidade. Dante, Estácio e Virgílio sobem para a sétima cornija, onde estão os luxuriosos ardendo no fogo. (Canto XXV).

31 PRÓXIMO DA SALVAÇÃO O paraíso terrestre O paraíso terrestre

32 O PARAÍSO A SALVAÇÃO DE DANTE

33 O CÉU

34 A DESCRIÇÃO DO PARAÍSO Paradiso (italiano para "Paraíso" ou "Céu") é a terceira e última parte da Divina Comédia de Dante. É uma alegoria, dizendo da visão de Dante do céu, guiado por Beatriz, esposa de Dante. No poema, o Paraíso é retratado como um conjunto de esferas concêntricas que cercam a terra, que consiste na Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter, Saturno, as estrelas fixas, o "Primum Mobile" e, finalmente, o Empírico. Paradiso (italiano para "Paraíso" ou "Céu") é a terceira e última parte da Divina Comédia de Dante. É uma alegoria, dizendo da visão de Dante do céu, guiado por Beatriz, esposa de Dante. No poema, o Paraíso é retratado como um conjunto de esferas concêntricas que cercam a terra, que consiste na Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter, Saturno, as estrelas fixas, o "Primum Mobile" e, finalmente, o Empírico.

35 PERSONAGENS DANTE: personagem central e narrador; conta sua odisséia para chegar ao paraíso. DANTE: personagem central e narrador; conta sua odisséia para chegar ao paraíso. VIRGÍLIO: grande poeta romano que viveu entre 70 a.C e 19. a.C; é o mentor intelectual de Dante. VIRGÍLIO: grande poeta romano que viveu entre 70 a.C e 19. a.C; é o mentor intelectual de Dante. BEATRIZ: amada de Dante e aquela que pede por sua alma, fazendo com que Dante alcance a luz. BEATRIZ: amada de Dante e aquela que pede por sua alma, fazendo com que Dante alcance a luz.

36 ENREDO A Divina Comédia propõe que a Terra está no meio de uma sucessão de círculos concêntricos que formam a Esfera armilar e o meridiano onde é Jerusalém hoje, seria o lugar atingido por Lúcifer ao cair das esferas mais superiores e que fez da terra santa o Portal do Inferno. Portanto o Inferno, responderia pela depressão do Mar Morto onde todas as águas convergem, e o Paraíso e o Purgatório seriam os segmentos dos círculos concêntricos que juntos respondem pela mecânica celeste e os cenários comentados por Dante num poema que envolve todos os personagens bíblicos do antigo ao novo testamento são costumeiramente encontrados nas entranhas do inferno sendo que os personagens principais da Divina Comédia são o próprio autor, Dante Alighieri, que realiza uma jornada espiritual pelos três reinos do além-túmulo, e seu guia e mentor nessa empreitada é Virgílio o próprio autor da Eneida. A Divina Comédia propõe que a Terra está no meio de uma sucessão de círculos concêntricos que formam a Esfera armilar e o meridiano onde é Jerusalém hoje, seria o lugar atingido por Lúcifer ao cair das esferas mais superiores e que fez da terra santa o Portal do Inferno. Portanto o Inferno, responderia pela depressão do Mar Morto onde todas as águas convergem, e o Paraíso e o Purgatório seriam os segmentos dos círculos concêntricos que juntos respondem pela mecânica celeste e os cenários comentados por Dante num poema que envolve todos os personagens bíblicos do antigo ao novo testamento são costumeiramente encontrados nas entranhas do inferno sendo que os personagens principais da Divina Comédia são o próprio autor, Dante Alighieri, que realiza uma jornada espiritual pelos três reinos do além-túmulo, e seu guia e mentor nessa empreitada é Virgílio o próprio autor da Eneida.

37 TEMÁTICA Crítica ao clero; Crítica ao clero; Contraponto entre vida e morte; Contraponto entre vida e morte; A condição Humana (a morte inevitável); A condição Humana (a morte inevitável); A vida pós morte; A vida pós morte; O Bem vs. o Mal (Os pecados humanos). O Bem vs. o Mal (Os pecados humanos).

38 O FILME TÍTULO: AMOR ALÉM DA VIDA TÍTULO: AMOR ALÉM DA VIDA DIRETOR: VICENT WARD DIRETOR: VICENT WARD PRODUÇÃO: EUA PRODUÇÃO: EUA ANO: 1998 ANO: 1998 ROMANCE/SUSPENSE ROMANCE/SUSPENSE

39 PERSONAGENS CHRIS NIELSEN CHRIS NIELSEN ANNIE NIELSEN ANNIE NIELSEN MARIE NIELSEN MARIE NIELSEN IAN NIELSEN IAN NIELSEN ALBERT LEWIS ALBERT LEWIS GUIA (PSICÓLOGO) GUIA (PSICÓLOGO) LEONA LEONA

40 ENREDO Chris Nielsen, Annie, sua esposa, e os filhos do casal fazem uma família feliz. Mas os jovens morrem em um acidente e o casal é bastante afetado, principalmente Annie. No entanto, eles superam a morte dos filhos e conseguem levar suas vidas adiante, mas quatro anos depois é a vez de Chris morrer em um acidente e ser mandado para o Paraíso. Mas não um Céu com arcanjos e harpas, pois lá cada um tem um universo particular e o dele é uma pintura. Enquanto tenta entender o Paraíso, onde tudo pode acontecer, bastando que apenas deseje realmente, Chris fica sabendo que Annie, dominada pela dor, comete suicídio. Assim, ele nunca poderá encontrá- la, pois os suicidas são mandados para outro lugar. Mesmo assim decide tentar achá-la, apesar de ser avisado que mesmo que a encontre, ela nunca o reconhecerá.

41 TEMÁTICA DO FILME O amor superando a morte; O amor superando a morte; Visão religiosa da vida e da morte; Visão religiosa da vida e da morte; O inferno e o paraíso dentro de cada um (na mente); O inferno e o paraíso dentro de cada um (na mente); O Bem vs. o mal. O Bem vs. o mal.

42 INTERTEXTUALIDADE A mitificação da vida pós a morte; A mitificação da vida pós a morte; Os pecados humanos; Os pecados humanos; O Bem vs. o Mal (paraíso e inferno); O Bem vs. o Mal (paraíso e inferno); O mundo físico e o mundo mental. O mundo físico e o mundo mental.


Carregar ppt "A DIVINA COMÉDIA A TRAVESSIA DE DANTE ALIGHIERI. O AUTOR Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri (1265-1321) Dante Alighieri nasceu em Florença em."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google