A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Patrícia Lira Raíssa Jardim Sidney Pereira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Patrícia Lira Raíssa Jardim Sidney Pereira."— Transcrição da apresentação:

1 HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Patrícia Lira Raíssa Jardim Sidney Pereira

2 HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Em março de 2010 foi anunciado o Concurso Público Nacional de Arquitetura Para Novas Tipologias de Habitação de Interesse Social Sustentáveis, com o objetivo de selecionar as melhores propostas de habitação social divididas em seis categorias: casas térreas, casas escalonadas, sobrados, edifícios de 03 pavimentos, edifícios de 04 pavimentos e edifícios de 06 e 07 pavimentos. O concurso foi promovido pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e organizado pelo IAB/SP. Os trabalhos foram avaliados levando-se em conta aspectos como: implantação no terreno, programa de necessidades, legislação de edificação e normas gerais, acessibilidade, conforto ambiental, qualidades urbanas do conjunto arquitetônico, a sustentabilidade, a ecologia e o custo da obra (estabelecido no edital). Foram privilegiados os projetos que apresentassem também: a flexibilidade das plantas, a possibilidade de expansão através da autoconstrução e a valorização da paisagem e conexão com o tecido urbano.

3 Concurso Habitação Para Todos – Sobrados (2º lugar): Ficha Técnica Autores: Arq. Carolina Neuding Afif Domingos, Arq. Kelly Lorenzetti Tirolli, Arq. Leonardo Nakaoka Nakandakari, Arq. Vanessa Cassettare, Nádia Manssur. Colaboradores: Arq. Accacio Gomes, Arq. Fernando Ruzene, Arq. Joan Fon. Figura 01: Vila. FONTE: HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

4 Partindo da ideia de um núcleo sintético e funcional que concentra a circulação vertical e a horizontal e as áreas molhadas da edificação, o projeto procura dar maior qualidade espacial às áreas de maior permanência, como quartos e salas. O banheiro, a cozinha e a área de serviço encontram-se sobrepostas nesse núcleo, podendo constituir um sobrado de dois ou três quartos. Figura 02: Planta com 2 dormitórios: O projeto prevê a separação entre área íntima (quartos e banheiro) e social (salas, cozinha e áreas de serviço) por pavimento, onde a primeira encontra-se no pavimento superior e a segunda, no térreo. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Figura 02: Planta com 2 dormitórios:

5 Figura 03: Ampliação da planta de 2 dormitórios. FONTE: Ampliação: Nesse caso, é possível fazer uma ampliação da edificação original, acrescentando um quarto com WC acessível HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL O projeto prevê a separação entre área íntima (quartos e banheiro) e social (salas, cozinha e áreas de serviço) por pavimento, onde a primeira encontra-se no pavimento superior e a segunda, no térreo. Figura 03: Ampliação da planta de 2 dormitórios. FONTE:

6 Figura 04: Visualização tridimensional da ampliação da planta de 2 dormitórios. FONTE: Foram previstas adições na edificação de dormitórios e banhos acessíveis no térreo que tornam-se, automaticamente, ampliações dos quartos superiores. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

7 Figura 05: Planta com 3 dormitórios: O banho é projetado de forma que possa ser utilizado por mais de uma pessoa ao mesmo tempo, com conforto e privacidade. Além do seu alinhamento com a cozinha e a área de serviço, no andar inferior. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

8 Figura 06: Ampliação da planta de 3 dormitórios. FONTE: 3 Dormitórios: Da mesma forma que ocorreu no caso anterior, é possível acrescentar um quarto com WC acessível As aberturas podem ser dispostas e adaptadas conforme a implantação do módulo na região e no terreno, de acordo com o climas e insolação apresentados. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Figura 06: Ampliação da planta de 3 dormitórios. FONTE:

9 Figura 07: Visualização tridimensional da ampliação da planta de 3 dormitórios. FONTE: HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL As áreas de maior permanência, como os quartos e as salas de jantar e estar, encontram-se nas extremidades da edificação e suas aberturas são protegidas da insolação por beirais. As lajes de cobertura que ficam sobre os quartos, possuem teto-jardim para garantir maior conforto térmico e para a coleta de água pluvial para reuso.

10 O formato alongado em planta, com aberturas nas extremidades e zenitais sobre a caixa de escada garante ventilação cruzada e efeito chaminé para a troca de ar. Figura 08: Estudo da ventilação no interior da edificação e cortes. FONTE: HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

11 Implantação: Através do estudo insolação/ventilação, chegou-se à conclusão de que as implantações onde as fachadas frontais e posteriores ficassem voltadas para norte, sul, leste e oeste seriam menos favorecidas em relação a esses dois conceitos, ao contrário do que aconteceria caso fossem voltadas para NE, SE, SO e NO. HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

12

13 Fontes: concursosdeprojeto.org Acessado em: 22 de março de 2012.


Carregar ppt "HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL Patrícia Lira Raíssa Jardim Sidney Pereira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google