A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A plataforma SoliComm Uma ferramenta pela contrução de redes Stefano Barale.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A plataforma SoliComm Uma ferramenta pela contrução de redes Stefano Barale."— Transcrição da apresentação:

1 A plataforma SoliComm Uma ferramenta pela contrução de redes Stefano Barale

2 A rede: risco ou oportunidade? Digitalização Tudo vira soft Custo baixo ou nulo para movimentar a informação Construção de enormes bancos de datos Se torna possível o controle total dos cidadaõs A informação é poder (Francis Bacon)

3 Riscos Sociedade policiada (via filmagem) Fim da liberdade Fim da privacidade Virtualização dos conflitos socias Surgir do capitalismo do conhecimentoOportunidades Livre acesso ao conhecimento Livre acesso a comunicação Organização das lutas sindicais a nível mundial Surgir da sociedade do conhecimento Os trabalhadores desenhando a sociedade do futuro

4 a ciência da escassez Economia: Para lucrar com as ideais é preciso que sejam escassas. Como atingir este objetivo? software proprietário patentes sobre as ideais: patentar sementes patentar software e algoritmos patentar métodos de produção patentar rémedios estremizar o direito autoral (direito dos editores)

5 Capitalismo do Conhecimento Escassez das ideaias Economização da troca de ideias Isolamento das pessoas Criminalização do espirito colaborativo (compartilhar = robar) Os donos das ideias tornam-se donos do mundo Sociedade do Conhecimento Riqueza intelectual Livre acesso ao conhecimento e a comunicação Fortalecimento das relações sociales Promoção da cultura do dom Os trabalhadores são donos do produto do seu trabalho

6 Redes de Solidariedade O lema do Congreso Mundial da CIOSL no dezembro do 2004 foi "Globalizando a Solidariedade'. Trabalhar até este objetivo implica: »costruir redes de comunicação »compartilhar pesquisas »participar na educação laboral e »compartilhar seus pontos de vista com outros sindicalistas e a opinião pública. Precisamos de redes para os pesquisadores sindicales, os educadores, os comunicadores e os agentes da igualdade de género.

7 Redes de Solidariedade Una rede de Solidariedade é um sistema de comunicações eletrónico usado por sindicalistas para atingir os objetivos do movimento dos trabalhadores global. Deverá incluir as seguintes ferramentas de comunicação

8 Motor de búsqueda colaborativo Correio eletrónico SoliComm Cyber Conferências Hospedagem de sites web e de arquivos(biblioteca) Software Livre e de código aberto Notícias sindicais audio (e vídeo)...que mais? Redes de Solidariedade FERRAMENTAS

9 Correio eletrónico SoliComm Com SoliComm todos podem ter um correio eletrónico como gratuito para todo o tempo necéssario com privacidade e seguridade (!) livre da publicidade livre de virus e de todos os programas malvados livre do spam

10 Conferências As Conferências do SoliComm estão desenhadas especialmente para o trabalho em grupo. As mensagens estão organizadas en "conferências" do jeito que seja mais facil ver todas as mensagens do grupo, organizadas em un lugar no qual a búsqueda fique mais fácil. Isso ajuda o processo de colaboração e constroie solidariedade grupal.

11 Hospedagem de sites web Os sitios web são efetivos para as organizações sindicales para comunicar mensagens aos seus membros, a otras organizacões sindicales e ao público em geral. São necessários como sistema de soporte para o trabalho de educação. As redes, como as de pesquisa sindical, os precisam para distribuir e armazenar documentos.

12 Software Livre e de código aberto SoliComm foi construido com código aberto. Logo vai ser tudo livre (licenciado abaixo a licença GPL). Todos os componentes da plataforma SoliComm podem ser distribuidos livremente. O código utilizado para criarlos está disponivel para ser estudado, copiado, modificado, compartilhado.

13 Software Livre e de código aberto Importantes implicacões: 1. Os programas que os sindicalistas precisam para participar nas redes de solidariedade são livres e podem ser legalmente distribuidos a tantas pessoas quanto seja necessário; 2. Permite aos programadores sindicais ver como funciona o programa, adaptarlo as seus própios entornos operativos; 3. Permite as organizações que querem desenvolver seus própios sistemas de redes de solidariedade adquirir a tecnología sem costo de licença nenhum.

14 Software Livre e de código aberto Pode ser a ferramenta básica de um movimiento que pretende incluir os trabalhadores no disenho de una tecnología (e de uma sociedade) que seja democrática e inclusiva. Este movimiento vai realizar a resposta tecnológica democratica a globalização. Participando no movimiento pelo software e o conhecimento livre as organizações sindicais podem impulsar a criação de programas orientados específicamente aos objetivos e métodos do movimiento dos trabalhadores.

15 Licença Copyright © Stefano Barale Esta apresentação é publicada abaixo a licença FDL (Free Documentation License, Licença Livre para Documentação) da Free Software Foundation. Isso significa que é possivel copia-la, distribui-la, modifica-la e criar obras derivadas, mais respeitando os termos de licençamento e atribução definidos na licença. Para maiores informações veja Não a FSFLA!www.fsf.org


Carregar ppt "A plataforma SoliComm Uma ferramenta pela contrução de redes Stefano Barale."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google