A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma ferramenta para gestão do conhecimento nuclear Luana Farias Sales Grupo de Pesquisa: Gestão do Conhecimento em Ciências Nucleares.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma ferramenta para gestão do conhecimento nuclear Luana Farias Sales Grupo de Pesquisa: Gestão do Conhecimento em Ciências Nucleares."— Transcrição da apresentação:

1 Uma ferramenta para gestão do conhecimento nuclear Luana Farias Sales Grupo de Pesquisa: Gestão do Conhecimento em Ciências Nucleares

2 Como surgiu... Desafios internos Desafios externos A necessidade de reunir a memória institucional Avalanche de informações sendo geradas em mídias digitais A necessidade de gestão e preservação das informações/conhecimento gerado no instituto A necessidade de disseminação desse conhecimento (para além dos muros...) A obsolescência das mídias tradicionais O novo paradigma científico A crise dos periódicos (custo alto das assinaturas, lentidão na publicação, etc) SOLUÇÃOSOLUÇÃO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL

3 O que é? Um repositório institucional é um web site voltado para a gestão e para a disseminação de materiais digitais criados no âmbito de uma instituição geralmente acadêmica; que oferecem um conjunto de serviços dirigidos a uma ou mais comunidades-alvo e tem forte compromisso com a formação da memória científica da instituição, com a preservação de longo prazo dos materiais de valor contínuo e com o movimento de livre acesso.

4 Repositório voltado para o arquivamento, gestão, preservação e disseminação de dados e informações em formatos digitais gerados em decorrência das atividades e ensino e pesquisa do IEN. PERSONALIZAÇAO INTERATIVIDADE CULTURA COLABORATIVA

5 Objetivos Servir de instrumento de apoio para a Gestão de Conhecimento no IEN Servir de instrumento de apoio para a Gestão de Conhecimento no IEN Preservar a memória técnica-científica digital do IEN; Preservar a memória técnica-científica digital do IEN; Gerar indicadores de produção acadêmica; Gerar indicadores de produção acadêmica; Servir de apoio para tomada de decisão administrativa; Servir de apoio para tomada de decisão administrativa; Mapear o conhecimento produzido pela Instituição; Mapear o conhecimento produzido pela Instituição; Inserir o IEN no fluxo internacional promovido pela interoperabilidade dos repositórios; Inserir o IEN no fluxo internacional promovido pela interoperabilidade dos repositórios; Dar maior visibilidade à produção acadêmica do IEN; Dar maior visibilidade à produção acadêmica do IEN; Aumentar a oferta de serviços de informação mais qualificados para tecnologistas, pesquisadores e alunos; Aumentar a oferta de serviços de informação mais qualificados para tecnologistas, pesquisadores e alunos; Criar um ambiente de interação e troca de ideias entre o corpo de pesquisadores; Criar um ambiente de interação e troca de ideias entre o corpo de pesquisadores; Organizar e aumentar o nível de disponibilidade e acesso das informações geradas pelo IEN; Organizar e aumentar o nível de disponibilidade e acesso das informações geradas pelo IEN;

6 De que é formado? Publicações técnico- científica Dados de pesquisa Material didático Documentos de gestão Documentos históricos REALIDADE VIRTUAL GAMES SIMULAÇÕES ARTES PERFORMÁTICAS OBJETOS MUSEOLÓGICOS WEBSITE/MULTIMÍDIA DOCUMENTOS ARQUIVISTICOS REVISTAS ELETRÔNICAS TEXTOS PUROS DADOS NUMÉRICOS Obras experimentais e interativas Apresentações Sensoriais Documentos Dados

7 ! ! ARMAZENAMENTO PRESERVAÇÃO MANUTENÇÃO GESTÃO DE CONTEÚDOS APLICAÇÕES GESTÃO DE ATIVIDADES DE PESQUISA VEICULAÇÃO DE PUBLICAÇÕES ELETRÔNICAS GESTÃO DE DADOS DE PESQUISA GESTÃO DO CONHECIMENTO CURADORIA DE OBJETOS DE ENSINO APOIO AO ENSINO À DISTÂNCIA COLABORATÓRIOS DATA MINING/TEXT MINING OBJETOS DIGITAIS REUSÁVEIS (SCORN) SERVIÇOS OFERECIDOS PELA PLATAFORMA

8 Como? 1. Seleção e implantação das soluções de software para gestão de repositório, 2. Definição dos padrões a serem adotados( interoperabilidade, preservação digital, identificador persistente, esquema de metadados, intercâmbio de metadados, formatos de arquivo, digitalização, documentos ampliados e de armazenamento seguro), 3. Definição das políticas para plataforma: tipos de documentos, coleções, comunidades, política de submissão (auto-submissão, moderação, retenção, copyright, etc.), 4. Definição do perfil de aplicação IEN de metadados, 5. Definição da política de permissões e acesso, planos de digitalização, de preservação e de marketing; e carteira de serviços, 6. Compatibilização com o OPAC da biblioteca, 7. Implementação da Plataforma em Dspace, 8. Customização da Plataforma, 9. Seleção dos Objetos Digitais a serem incluídos no repositório, 10. Povoamento do Repositório com objetos digitais. 11. Criação de aplicativos

9 1 Software selecionado: Dspace Padrão de Metadados construído Políticas do Repositório estabelecida Perfil de aplicação definido Repositório implementado e Customizado

10 Bem vindos Bem vindos Bem vindos a uma nova Era!


Carregar ppt "Uma ferramenta para gestão do conhecimento nuclear Luana Farias Sales Grupo de Pesquisa: Gestão do Conhecimento em Ciências Nucleares."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google