A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FORUM PERMANENTE DE ARTE & CULTURA MUSEUS ARQUIVOS E BIBLIOTECAS: ESPAÇOS EDUCACIONAIS? BIBLIOTECA Profa. Dra. Mariângela Spotti Lopes Fujita Departamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FORUM PERMANENTE DE ARTE & CULTURA MUSEUS ARQUIVOS E BIBLIOTECAS: ESPAÇOS EDUCACIONAIS? BIBLIOTECA Profa. Dra. Mariângela Spotti Lopes Fujita Departamento."— Transcrição da apresentação:

1 FORUM PERMANENTE DE ARTE & CULTURA MUSEUS ARQUIVOS E BIBLIOTECAS: ESPAÇOS EDUCACIONAIS? BIBLIOTECA Profa. Dra. Mariângela Spotti Lopes Fujita Departamento de Ciência da Informação Coordenadoria Geral de Bibliotecas UNESP

2 INTRODUÇÃO A dinâmica social e as intensas evoluções científico e tecnológicas transformam, em ritmo acelerado, o contexto e o ambiente da biblioteca. Para enfrentar os desafios evidenciam-se as condutas e práticas profissionais em perspectiva educacional. A dinâmica social e as intensas evoluções científico e tecnológicas transformam, em ritmo acelerado, o contexto e o ambiente da biblioteca. Para enfrentar os desafios evidenciam-se as condutas e práticas profissionais em perspectiva educacional.

3 A biblioteca e suas funções dentro da dinâmica social FUNÇÕES BÁSICAS DAS BIBLIOTECAS ARMAZENAGEM DO CONHECIMENTO ARMAZENAGEM DO CONHECIMENTO ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO ACESSO AO CONHECIMENTO ACESSO AO CONHECIMENTO

4 A biblioteca e suas funções dentro da dinâmica social Divulgação e valorização da biblioteca e do pessoal da biblioteca; Divulgação e valorização da biblioteca e do pessoal da biblioteca; política administrativa; política administrativa; Incorporação dos objetivos da instituição; Incorporação dos objetivos da instituição; Política de desenvolvimento de coleções nucleares; Política de desenvolvimento de coleções nucleares; Plano de educação do usuário e orientação. Plano de educação do usuário e orientação.

5 2 As mudanças dos paradigmas da informação è PARADIGMAS DA INFORMAÇÃO: mudanças quanto à FORMA FORMA ACESSO ACESSO VALOR VALOR

6 INFORMAÇÃO... Estruturas simbolicamente significantes com a competência de gerar conhecimento para o indivíduo e para o seu meio. (SMIT, 2002)... Estruturas simbolicamente significantes com a competência de gerar conhecimento para o indivíduo e para o seu meio. (SMIT, 2002)

7 A INFORMAÇÃO INFORMAÇÃO ERA SINÔNIMO DE LIVRO INFORMAÇÃO ERA SINÔNIMO DE LIVRO HOJE, ESTÁ EM VÁRIOS LUGARES E SOB VÁRIAS FORMAS: HOJE, ESTÁ EM VÁRIOS LUGARES E SOB VÁRIAS FORMAS: Na Internet; Na Internet; Em CD-ROM´s Em CD-ROM´s Outros meios eletrônicos Outros meios eletrônicos

8 CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO...o objeto de estudo da Ciência da Informação como campo que se ocupa e se preocupa com os princípios e práticas da criação, organização e distribuição da informação, bem como com o estudo dos fluxos da informação desde sua criação até sua utilização, e sua transmissão ao receptor em uma variedade de formas, por uma variedade de canais. (SMIT, 2002)...o objeto de estudo da Ciência da Informação como campo que se ocupa e se preocupa com os princípios e práticas da criação, organização e distribuição da informação, bem como com o estudo dos fluxos da informação desde sua criação até sua utilização, e sua transmissão ao receptor em uma variedade de formas, por uma variedade de canais. (SMIT, 2002)

9 O BIBLIOTECÁRIO É: mediador entre o homem e o conhecimento registrado, pois atua nas mais diversas áreas das ciências, da pesquisa científica à extensão cultural, no apoio ao ensino e aprendizagem, da pré-escola à pós-graduação. mediador entre o homem e o conhecimento registrado, pois atua nas mais diversas áreas das ciências, da pesquisa científica à extensão cultural, no apoio ao ensino e aprendizagem, da pré-escola à pós-graduação. disseminador da informação registrada que atua no mercado de trabalho difundindo o hábito da leitura e incentivando o uso da informação em seus múltiplos suportes. disseminador da informação registrada que atua no mercado de trabalho difundindo o hábito da leitura e incentivando o uso da informação em seus múltiplos suportes.

10 O BIBLIOTECÁRIO É: especialista no tratamento da informação, especialista no tratamento da informação, responsável pela democratização da informação e ativo participante do processo educacional do indivíduo como cidadão. responsável pela democratização da informação e ativo participante do processo educacional do indivíduo como cidadão. Por seus conhecimento teóricos e práticos está qualificado a acompanhar e apoiar, através de ações culturais, o desenvolvimento social e os avanços científicos e tecnológicos. Por seus conhecimento teóricos e práticos está qualificado a acompanhar e apoiar, através de ações culturais, o desenvolvimento social e os avanços científicos e tecnológicos.

11 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL ATIVIDADES EDUCACIONAIS PARA USO DA BIBLIOTECA: EDUCAÇÃO DO USUÁRIO Visita orientada para conhecimento da biblioteca; Visita orientada para conhecimento da biblioteca; Uso das instalações da biblioteca, do acervo e dos recursos de informação; Uso das instalações da biblioteca, do acervo e dos recursos de informação; Uso dos equipamentos para acesso à informação; Uso dos equipamentos para acesso à informação; Conscientização quanto à conservação e preservação do conhecimento registrado. Conscientização quanto à conservação e preservação do conhecimento registrado.

12 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL EDUCAÇÃO FORMAL: EDUCAÇÃO FORMAL: Orientação à pesquisa bibliográfica; Orientação à pesquisa bibliográfica; Orientação à normalização do trabalho de pesquisa; Orientação à normalização do trabalho de pesquisa; Orientação ao estudo e à leitura crítica. Orientação ao estudo e à leitura crítica.

13 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL EXTENSÃO DA SALA DE AULA: Alternativa interdisciplinar; Alternativa interdisciplinar; Potencialização de conteúdos curriculares; Potencialização de conteúdos curriculares; Trabalho integrado sala de aula-biblioteca; Trabalho integrado sala de aula-biblioteca; Atividades complementares de pesquisa e de leitura; Atividades complementares de pesquisa e de leitura; Fontes de informação multimídia como recursos materiais para assimilação de conhecimento. Fontes de informação multimídia como recursos materiais para assimilação de conhecimento.

14 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL O papel da biblioteca no desenvolvimento da pesquisa O papel da biblioteca no desenvolvimento da pesquisa Infra-estrutura de pesquisa: Biblioteca com acesso à fontes de informação impressas e eletrônicas; Infra-estrutura de pesquisa: Biblioteca com acesso à fontes de informação impressas e eletrônicas; Construção e aprimoramento do conhecimento Construção e aprimoramento do conhecimento Difusão do conhecimento para o ensino e a extensão Difusão do conhecimento para o ensino e a extensão

15 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL O papel da biblioteca no desenvolvimento da pesquisa O papel da biblioteca no desenvolvimento da pesquisa Reflexão e discussão sobre os saberes teóricos e metodológicos Reflexão e discussão sobre os saberes teóricos e metodológicos Motivação para a busca de soluções aos problemas com espírito crítico e postura investigativa Motivação para a busca de soluções aos problemas com espírito crítico e postura investigativa Formação do profissional cidadão com liberdade do pensar e a ousadia de agir Formação do profissional cidadão com liberdade do pensar e a ousadia de agir

16 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL Atividades educativas e lúdicas para aprendizagem no espaço da biblioteca: Atividades educativas e lúdicas para aprendizagem no espaço da biblioteca: - hora do conto; - Montagem do arquivo de recortes de jornais e revistas; - Oficinas de leitura direcionadas para autores literários; - Oficina de poesia.

17 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL Disseminação da Informação para a cidadania: - direitos humanos; - Prevenção à saúde; - Formação inicial e profissional; - Inserção no mercado de trabalho - Formação moral e ética.

18 BIBLIOTECA: ESPAÇO EDUCACIONAL Considerações sobre a situação de bibliotecas no Brasil: - bibliotecas públicas, escolares, universitárias, especiais e especializadas; - infra-estrutura física e de materiais; - Desenvolvimento de coleções; - Desenvolvimento de competências para o pessoal de bibliotecas em educação;

19 Reflexão final Não se pode esquecer que a formação do profissional cidadão, comprometido como o contexto social e a melhoria das condições de vida do homem pressupõe o espírito crítico e a postura investigativa que o conduzirão à liberdade do pensar e à ousadia e coragem para agir. Para isso é preciso termos bibliotecas e aumentarmos a consciência sobre a importância de sua função social e educacional.

20


Carregar ppt "FORUM PERMANENTE DE ARTE & CULTURA MUSEUS ARQUIVOS E BIBLIOTECAS: ESPAÇOS EDUCACIONAIS? BIBLIOTECA Profa. Dra. Mariângela Spotti Lopes Fujita Departamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google