A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO

2 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE PRESSUPOSTOS: Defesa do projeto de Reforma Sanitária e do direito a saúde;Defesa do projeto de Reforma Sanitária e do direito a saúde; Contra o desmonte da política de saúde e sua mercantilização;Contra o desmonte da política de saúde e sua mercantilização; Defesa dos princípios do SUS (universalidade, integralidade, equidade);Defesa dos princípios do SUS (universalidade, integralidade, equidade); Ênfase na determinação social da promoção da saúde;Ênfase na determinação social da promoção da saúde; Defesa da Participação e do Controle Social no SUS;Defesa da Participação e do Controle Social no SUS; Defesa do aumento do financiamento da saúdeDefesa do aumento do financiamento da saúde Reestruturação da formação dos profissionais da saúde através das reformas dos cursos de graduação em saúde.Reestruturação da formação dos profissionais da saúde através das reformas dos cursos de graduação em saúde. Compreensão de que é responsabilidade compartilhada do Sistema Único de Saúde a formação de profissionais de saúdeCompreensão de que é responsabilidade compartilhada do Sistema Único de Saúde a formação de profissionais de saúde

3 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE A proposta está embasada na educação para a saúde, com foco na atenção básica.A proposta está embasada na educação para a saúde, com foco na atenção básica. Assume uma perspectiva estratégica, no sentido de contribuir para a transformação dos processos ensino- aprendizagem na construção de competências voltadas para atuar na saúde coletiva e pública.Assume uma perspectiva estratégica, no sentido de contribuir para a transformação dos processos ensino- aprendizagem na construção de competências voltadas para atuar na saúde coletiva e pública. Prevê a construção cotidiana de práticas pedagógicas que possibilitem a inserção dos estudantes no universo das necessidades/demandas dos usuários/cidadãos como desafios às práticas profissionais.Prevê a construção cotidiana de práticas pedagógicas que possibilitem a inserção dos estudantes no universo das necessidades/demandas dos usuários/cidadãos como desafios às práticas profissionais.

4 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE Redes de Saberes: a produção do conhecimento em saúde a partir da troca de saberes/olhares/cuidados baseada na intervenção coletiva dos problemas.

5 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE REFERENCIAIS: O projeto pedagógico do PET visa investir na participação crítico-reflexiva dos estudantes da graduação, preceptores e tutores na construção coletiva do conhecimento, a partir da troca entre saberes e com base na problematização.O projeto pedagógico do PET visa investir na participação crítico-reflexiva dos estudantes da graduação, preceptores e tutores na construção coletiva do conhecimento, a partir da troca entre saberes e com base na problematização. Neste sentido, adota-se o movimento de ação-reflexão-ação para valorizar a prática como estrutura para o aprendizado e como desafio para a produção do conhecimento.Neste sentido, adota-se o movimento de ação-reflexão-ação para valorizar a prática como estrutura para o aprendizado e como desafio para a produção do conhecimento. A educação problematizadora toma o diálogo como matéria-prima entre educador e educando, possibilitando a ambos aprender juntos, o que para Paulo Freire significa conceber a educação como prática emancipatória.A educação problematizadora toma o diálogo como matéria-prima entre educador e educando, possibilitando a ambos aprender juntos, o que para Paulo Freire significa conceber a educação como prática emancipatória. O alinhamento a essa perspectiva requer que os processos educativos dialoguem com os conhecimentos prévios dos estudantes e dos preceptores, para uma aprendizagem significativa e mobilizadora, promovendo rupturas e continuidades dos conhecimentos.O alinhamento a essa perspectiva requer que os processos educativos dialoguem com os conhecimentos prévios dos estudantes e dos preceptores, para uma aprendizagem significativa e mobilizadora, promovendo rupturas e continuidades dos conhecimentos.

6 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE OBJETIVOS Oportunizar ao coletivo de estudantes, preceptores e tutores a reflexão critica da realidade social e de saúde dos indivíduos, famílias, comunidades e serviçosOportunizar ao coletivo de estudantes, preceptores e tutores a reflexão critica da realidade social e de saúde dos indivíduos, famílias, comunidades e serviços Realizar investigação sobre a realidade social e de saúde, de modo a produzir conhecimento contextualizado e vinculado às necessidades/demandas aos serviços.Realizar investigação sobre a realidade social e de saúde, de modo a produzir conhecimento contextualizado e vinculado às necessidades/demandas aos serviços. Propor soluções possíveis aos problemas identificados mediante maior aproximação com a realidade local.Propor soluções possíveis aos problemas identificados mediante maior aproximação com a realidade local. Proporcionar a revisão dos projetos pedagógicos dos cursos, de modo, a se articular as necessidades da formação voltada à Atenção Básica.Proporcionar a revisão dos projetos pedagógicos dos cursos, de modo, a se articular as necessidades da formação voltada à Atenção Básica.

7 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE Papel Aluno: Estabelecer relações nos processos de ensino-aprendizagem entre velhos e novos conteúdos. Papel Preceptor: Atuar nos processos ensino-aprendizagem com agentividade profissional e eleger em diálogo com os estudantes os problemas prioritários para intervenção e pesquisa Papel Tutor : O docente deve assumir a mediação do saber ocupando um lugar de interlocutor privilegiado, dinamizando a articulação do processo de construção do conhecimento do aluno e do preceptor.

8 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE Modelo Pedagógico da Problematização Nele estudantes, preceptores e tutores, a partir de suas experiências no serviço e com as demandas/necessidades das comunidades nas quais estão inseridas as Unidades de Saúde da Família, elegem um problema como prioritário para estudo e intervenção. Nesse processo, observa a realidade, identifica os problemas e detecta os recursos e conhecimentos necessários à resolução dos problemas identificados.

9 CTP – NEC CTP Tutor Preceptores Estudantes Círculos Tutoriais de Problematização CTP Preceptor Estudantes CTP Preceptor Tutor

10 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE ESTUDO/REFLEXÃO PROPOSIÇÃO ENCAMINHAMENTO SOLUÇÃO PROBLEMA

11 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE Processo coletivo do conhecimento 1 º Passo: Conhecer comunidade ( Dispersão / Problema) 1 º Passo: Conhecer comunidade ( Dispersão / Problema) 2º Passo: Serviço (Reflexão/ Tema/Debate)2º Passo: Serviço (Reflexão/ Tema/Debate) 3º Passo: Universidade (Concentração/Discussão/ Reflexão/Proposição)3º Passo: Universidade (Concentração/Discussão/ Reflexão/Proposição) 4º Passo: Comunidade (encaminhamento /solução)4º Passo: Comunidade (encaminhamento /solução) 5º Passo: Serviço /Universidade ( Pesquisa/produção conhecimento/comunidade/serviço)5º Passo: Serviço /Universidade ( Pesquisa/produção conhecimento/comunidade/serviço)

12 PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE MONITORAMENTO: Produção de relatórios de atividades dos estudantes mensalmente; Produção de relatórios de atividades dos estudantes mensalmente; Lista de frequência mensal; Lista de frequência mensal; Análise trimestral das atividades desenvolvidas pelos estudantes em conjunto com os preceptores; Análise trimestral das atividades desenvolvidas pelos estudantes em conjunto com os preceptores; Relatórios de pesquisa, construídos por estudantes e preceptores com apoio tutorial. Relatórios de pesquisa, construídos por estudantes e preceptores com apoio tutorial.

13 LINHAS DE AÇÃO FORMATIVA :FORMATIVA : 1) Em Pesquisa (Teórico-metodológica); 2) Em educação para/em saúde (preceptores e tutores). INTERDISCIPLINARIDADE:INTERDISCIPLINARIDADE: 1)Potencializar as disciplinas disponíveis para o PET; 2)Trabalhar coletivamente os problemas prioritários

14 Participação:Participação: 1.Dos estudantes: 1.Participação propositiva, articulada às discussões do PET, na Reforma Curricular 2.Colegiados dos cursos de saúde 3.Plenos de Departamento 2.Preceptores: 1.Participação nos espaços deliberativos das políticas de atenção primária 2.Oficinas realizadas para planejamento e avaliação dos cursos e seus módulos 3.Tutores: 1.Participação propositiva, articulada às discussões do PET, na Reforma Curricular 2.lenos de Departamento LINHAS DE AÇÃO


Carregar ppt "PROGRAMA de Educação pelo Trabalho para a Saúde – PET/SAÚDE/UFPE PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google