A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Casa de Oswaldo Cruz Departamento de Arquivo e Documentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Casa de Oswaldo Cruz Departamento de Arquivo e Documentação."— Transcrição da apresentação:

1 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Casa de Oswaldo Cruz Departamento de Arquivo e Documentação

2 CASA DE OSWALDO CRUZ Criada em janeiro de 1986, a Casa de Oswaldo Cruz (COC) desenvolve pesquisas em história, sociologia e filosofia da ciência e da saúde pública, atividades nas áreas de arquivo e documentação, preservação do patrimônio arquitetônico da Instituição, ensino, promoção cultural e divulgação, além de educação em ciências.

3 Atividades da COC Restauração e conservação do conjunto arquitetônico e histórico; atividades museológicas e de promoção cultural; desenvolvimento de pesquisas em filosofia e história das ciências biomédicas e da saúde; programas editoriais; reunião, preservação, tratamento e difusão do acervo documental arquivístico de valor permanente da FIOCRUZ, e de outras instituições ou personalidades de trajetórias relevantes nos campos das políticas públicas e das ciências da saúde.

4 Estrutura da COC Departamento de Patrimônio Histórico; Espaço Museu da Vida; Departamento de Pesquisa; Departamento de Arquivo e Documentação; Núcleo Editorial.

5 DEPARTAMENTO DE ARQUIVO E DOCUMENTAÇÃO O DAD detém o maior acervo disponível no país sobre história das ciências biomédicas e da saúde pública. Tem como objetivos reunir e preservar esse acervo, atuando como um centro de referência e informação nessas áreas. Suas linhas de ação estão voltadas para a realização de pesquisas e de consultoria técnica no campo da memória, da formação, preservação e organização de acervos, além da gestão e difusão de informações que retratam um período que se estende do final do século XIX até a atualidade.

6 Estrutura do DAD Arquivo Institucional; Arquivos Pessoais e de Outras Instituições; Arquivo de Imagem e Som: - Arquivo Iconográfico; - Arquivo Sonoro; - Arquivo de Imagem em Movimento. Biblioteca; Núcleo de Informação em História das Ciências Biomédicas e da Saúde: PROARQ – Programa de Automação de Acervos Arquivísticos SIGDA – Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos

7 Arquivo Institucional Reúne o patrimônio documental produzido e acumulado pela Fundação Oswaldo Cruz, incorporando os acervos dos institutos que a constituíram em 1970, os quais já possuíam trajetórias relevantes no campo da saúde pública e das ciências biomédicas. O arquivo tem com principal atribuição reunir, preservar, tratar e disponibilizar o acervo, garantindo à administração, ao corpo técnico-científico de Manguinhos e à comunidade científica, o acesso a informações e registros que constituem um valioso patrimônio.

8 Arquivos Pessoais e de Outras Instituições Tem por atribuição reunir, tratar e disponibilizar conjuntos documentais produzidos e acumulados por personalidades e instituições, cujas atividades contribuíram para às áreas da saúde pública e das ciências biomédicas. Este setor também vem implementando iniciativas que visam estimular e apoiar a constituição de centros de documentação em instituições públicas e privadas no âmbito de suas áreas escopo.

9 Arquivo de Imagem e Som É responsável pela guarda e o tratamento de cerca de quarenta mil itens documentais, entre fotografias, fitas de vídeo e áudio. As linhas de constituição de seu acervo incluem o recolhimento de materiais produzidos pela Fiocruz e por suas diversas unidades e setores; registros produzidos a partir das atividades e projetos da Casa de Oswaldo Cruz; documentos audiovisuais integrantes de coleções pessoais e de outras instituições, além de vídeo- documentários realizado pelo próprio Arquivo.

10 Biblioteca Reúne em seu acervo cerca de vinte mil itens entre livros, folhetos, teses, relatórios e periódicos onde destacam-se obras de referência, manuais e obras clássicas em ciências biomédicas e saúde pública. Incluindo uma coleção significativa de literatura recente nas áreas de história da ciência, da medicina, da saúde pública, das doenças, filosofia e sociologia da ciência, além de coleções pessoais pertencentes à personalidades como Oswaldo Cruz, Belisário Penna, Família Chagas, entre outros.

11 Núcleo de Informação em História das Ciências Biomédicas e da Saúde Visa coletar e sistematizar informações sobre instituições, pesquisadores e grupos de pesquisa das áreas de História da Saúde e das Ciências Biomédicas, contribuindo para a integração e o fortalecimento da pesquisa nestas áreas do conhecimento. É também o setor responsável pelo atendimento ao usuário e disseminação da informação, através da implantação de serviços e produtos que visem o acesso remoto e local aos acervos do DAD, como o DSI (Disseminação Seletiva da Informação), além de outros serviços como o Boletim de Trabalhos, Agenda de Eventos, Informativo Eletrônico, todos disponíveis na Internet.

12 Programa de Automação de Acervos Arquivísticos Tem como objetivo o desenvolvimento de um sistema de automação da descrição arquivística do acervo em história das ciências da saúde, sob custódia do DAD/COC/Fiocruz. O instrumento utilizado será uma base de dados criada a partir do princípio da descrição em multinível (Norma ISAD-G, aprovada pelo Conselho Internacional de Arquivo). O programa terá como produto a disponibilização do acervo na Internet, permitindo ao usuário uma visão contextualizada dos arquivos pesquisados, além de possibilitar a geração de instrumentos de pesquisa. Este trabalho, enquanto referência metodológica, visa contribuir para a formação de redes cooperativas para intercâmbio de informações sobre acervos arquivísticos.

13 Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos O Sigda vem sendo implantado de forma modular, a partir de projetos junto às unidades, de acordo com suas demandas e características específicas. O estabelecimentos de Núcleos de Gestão envolvem as seguintes atividades: –Diagnóstico da situação dos arquivos e processos de gestão da informação; –Levantamento, análise e avaliação de massas documentais acumuladas; –Organização de arquivos correntes; –Estruturação de arquivo intermediário; –Estabelecimento de normas e procedimentos de gestão documental, com elaboração de instrumentos técnicos de como planos ou códigos de classificação e tabelas de temporalidade.

14 CONTATO Endereço: Avenida Brasil, sala 602 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP Telefones: Fax (21) ou Home-Page:


Carregar ppt "FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Casa de Oswaldo Cruz Departamento de Arquivo e Documentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google