A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 LEC 201 Macroeconomia I A Medição da Actividade Económica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 LEC 201 Macroeconomia I A Medição da Actividade Económica."— Transcrição da apresentação:

1 Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 LEC 201 Macroeconomia I A Medição da Actividade Económica

2 Definições: agentes, operações, fluxos, stocks

3 Definições A Macroeconomia analisa o comportamento agregado dos agentes económicos. Agentes económicos: classificados por sector institucional, de acordo com o seu comportamento económico, isto é: as funções económicas que desempenham e as fontes de recursos de que dispõem Sectores residentes: centro de interesse no território económico nacional Variáveis fluxo: medidas num determinado intervalo de tempo Variáveis stock: medidas num dado momento do tempo

4 Sectores institucionaisFunção PrincipalRecursos Principais FamíliasConsumir.Remuneração do trabalho, rendimentos de propriedade, transferências efectua-das por outros sectores. EmpresasProduzir bens e serviços mercantis não financeiros. Receitas provenientes da venda da produção. Estado (Administrações Públicas)Produzir serviços não mercantis para a colectividade e efectuar operações de redistribuição do rendimento e da riqueza nacionais. Pagamentos obrigatórios efectuados pelos outros sectores: impostos directos (IRS, IRC) e indirectos (IVA, s/ produção, s/ importação). Instituições FinanceirasRealizar operações de intermediação financeira. Juros e outros recebimentos de serviços prestados (por ex., comissões). Resto do MundoNão é caracterizado por uma função ou recursos principais; agrupa as unidades não residentes que efectuam operações com sectores institucionais residentes. *

5 Contas Nacionais

6 Contabilidade Nacional Representação simplificada, agregada e quantificada das operações económicas efectuadas por múltiplos agentes económicos, num país, durante um determinado período de tempo Funções – ajuda a fornecer evidência empírica no sentido de: verificar/validar a teoria económica definir políticas económicas e avaliar a sua eficácia estabelecer comparações entre diferentes economias O PIB é a medida básica da Contabilidade Nacional

7 PIB (Produto Interno Bruto) PIB = Agregação do valor de mercado dos bens e serviços finais criados num território durante um determinado período Agregação do valor de mercado necessidade de uma unidade de medida comum – o valor monetário (preços correntes/medidas nominais; preços constantes/medidas reais) dos bens e serviços finais necessidade de evitar a dupla contagem medição do VAB = Produção – Consumos intermédios = Valor dos bens e serviços finais criados apenas bens e serviços produzidos de novo no período num território delimitação espacial território de localização dos factores: PIB residência dos agentes proprietários dos factores: PNB durante um determinado período delimitação temporal

8 PIB (Produto Interno Bruto) Outras questões: dados publicados com desfasamento temporal e sujeitos a revisões lacunas e erros: economia informal; escassez de fontes; erros de medição preferência pela análise das taxas de variação à análise dos níveis problemas nas comparações entre países (exs.) peso do sector informal e PIB dos países em vias de desenvolvimento o uso da taxa de câmbio na conversão de valores expressos em diferentes moedas

9 Resto do Mundo (X-Q) Exportações (X) Empresas Famílias + Empresas Intermediação Financeira (S p -I) Estado (T = Ti + Td) (T-G = S g ) VAB ramos RI Sector Privado Rend. Disponível Sector Privado C+I C+I+G C+I+G-Q C+I+G+ +X-Q DI Consumo Privado (C) Importações (Q) Investimento (I) Poupança (S p ) Consumo Público (G) Impostos Ind. líq. Subsídios (Ti) Impostos Dir. + Cont.Seg.Soc. líq. Transf. (Td) Resto do Mundo RLE + Transf. Corr. Líq. Circuito Económico SgSg

10 PIB: Ópticas de Cálculo Óptica da produção: Valor dos bens e serviços finais criados dentro do território nacional, avaliados a preços de mercado, durante um dado período PIB pm = VAB ramos + Impostos indirectos líquidos de subsídios (sobre produtos e importação) Óptica da despesa Conjunto das utilizações de bens e serviços finais realizadas no território nacional, avaliados a preços de mercado, durante um dado período PIB pm = C + I + G + X – Q Óptica do rendimento Valor do conjunto dos rendimentos brutos gerados no território económico nacional pelos sectores institucionais, avaliados a preços de mercado, durante um dado período PIBpm = Remun + EBE + Impostos indirectos líquidos de subsídios (sobre produção, produtos e importação)

11 Rendimento Disponível Bruto / Poupança Bruta Rendimento que cada sector institucional e a Nação como um todo dispõem para afectar a consumo e a poupança. RDBN = PNBpm + Transf. Correntes Líquidas Exterior Transf. Correntes versus Transf. Capital PNBpm versus PIBpm: PNBpm = PIBpm + RLE SBN = RDBN – CFN Poupança bruta da nação calculada de forma residual CFN = C + G

12 Poupança Bruta e Operações de Capital SBN: recursos da Nação disponíveis para financiar as Operações de Capital Formação Bruta de Capital Aquisições Líquidas de Cessões de Activos Não Financeiros Não Produzidos (ao Resto do Mundo) Cap./Nec. Financiamento Nação = SBN + Transf. Capital Líquidas do Exterior – Operações de Capital Se > 0, existe capacidade de financiamento Se < 0, existe necessidade de financiamento

13 Contas Correntes com Resto Mundo BBS = X-Q Bal. Rendimentos = RLE Bal. Transf. Correntes = Transf. correntes recebidas do RM – Transf. correntes pagas ao RM BBS + Bal. Rend. + Bal. Transf. Corr. = Balança Corrente Balança Corrente = - Sext

14 Identidade Contabilística Fundamental S = I

15 Identidade Contabilística versus Relação Económica I = S e SBN - I = Bal. Corrente são identidades que se aplicam a valores observados das variáveis (ex-post) Se os valores planeados/desejados das variáveis (ex-ante) não respeitarem a identidade, haverá ajustamentos económicos a Economia estuda e interpreta os mecanismos de ajustamento da igualdade fundamental a Contabilidade (Nacional) mede ex-post essa igualdade

16 Identidade Contabilística versus Relação Económica


Carregar ppt "Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 LEC 201 Macroeconomia I A Medição da Actividade Económica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google