A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

John Locke Empirismo. John Locke (1632-1704) Médico entusiasmado com a experimentação. Acreditava que o futuro estava na tecnologia Traz uma filosofia.

Cópias: 1
John Locke Empirismo. John Locke ( ) Médico entusiasmado com a experimentação. Acreditava que o futuro estava na tecnologia Traz uma filosofia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "John Locke Empirismo. John Locke (1632-1704) Médico entusiasmado com a experimentação. Acreditava que o futuro estava na tecnologia Traz uma filosofia."— Transcrição da apresentação:

1 John Locke Empirismo

2

3 John Locke ( ) Médico entusiasmado com a experimentação. Acreditava que o futuro estava na tecnologia Traz uma filosofia de senso comum Entende que poderes e inclinações realizam-se unicamente na experiência

4 Ontologia Critica princípios inatos ou noções comuns. Entendimento é uma tábula rasa na qual a experiência vai se escrevendo. John Locke

5 Mantém o dualismo: Mente - reflexão Dualismo Corpo - sensações Dispensa necessidade de estudar a parte física da mente. dois caminhos para o conhecimento introspecção

6 Epistemologia John Locke As idéias vêm da experiência e dela deriva a mente. O conhecimento e os materiais do pensamento percebidos e refletidos pelo nosso EU são provenientes da observação dirigida para os objetos externos e sensíveis ou para as operações internas da nossa mente

7 Epistemologia O conhecimento da mente seria através da reflexão – método introspectivo. Idéias Simples Idéias Complexas

8 Lógica Leis associativas (causais ou racionais) similaridade (lembranças análogas, semelhantes) contigüidade (proximidade no tempo e no espaço) John Locke

9 Ética Ignora aspectos da vida emocional A dignidade do homem está no seu poder de resistir as inclinações inferiores, opor-se à seus desejos e tendências para seguir unicamente as prescrições da razão - evitar associações irregulares. John Locke

10

11

12 ExperiênciaConsciênciaComportamentosensaçãovontade Idéias EU Percepção Emoção Paixão Desejo Apetites Afeto Ambiente Imaginação Memória Hábitos Inatismo ? Tábula rasa? Associações Mente Corpo Inconsciente

13 Racionalismo - Definição A No sentido metafísico, doutrina segundo a qual nada existe que não tenha sua razão de ser, de tal maneira que por direito, senão de fato, não há nada que não seja inteligível

14 Racionalismo - Definição B Doutrina segundo a qual todo conhecimento certo provém de princípios irrecusáveis, a priori, evidentes, de que ela é conseqüência necessária, e por si sós, os sentidos não podem fornecer senão uma idéia confusa e provisória da verdade. (Descartes, Espinoza, Hegel)

15 Racionalismo - Definição C Doutrina segundo a qual só nos devemos fiar na razão (sistemas de princípios universais e necessários) e não admitir nos dogmas religiosos senão o que ela reconhece como lógico e satisfatório segundo a luz natural. (Teólogos, definição dominante até século XIX)

16 Racionalismo - Definição D A experiência só é possível para um espírito que tenha disciplina intelectual: fé na razão, na evidência e na demonstração; crença na eficácia da luz natural. (Kant)

17 Empirismo Nome genérico de todas as doutrinas filosóficas que negam a existência de axiomas enquanto princípios de conhecimento logicamente distintos da experiência.

18 Empirismo Do ponto de vista psicológico, opõe-se ao racionalismo inatista, que admite a existência no indivíduo de princípios de conhecimento evidentes. Por exemplo, Locke versus Descartes.

19 Empirismo Do ponto de vista gnosiológico, o empirismo é a doutrina que, reconhecendo ou não a existência de princípios inatos no indivíduo, não admite que o espírito tenha leis próprias que difiram das coisas conhecidas e, por conseguinte, baseia o conhecimento do verdadeiro apenas sobre a experiência, fora da qual admite apenas definições e hipóteses arbitrárias. Por exemplo, Spencer contra Kant.

20 Empirismo em outros países Na França mostrou-se no sensacionalismo, materialismo e ambientalismo. Condillac ( ) reduziu as operações mentais complexas da mente em sensações; La Mettrie ( )reduziu o homem a uma mera máquina; Cabanis ( ) declarou que o cérebro secretava pensamento como o fígado secretava bílis; A volumosa Enciclopédia de Diderot e dAlembert trazia no selo de sua autoridade uma teoria humana totalmente naturalista e determinística.

21

22


Carregar ppt "John Locke Empirismo. John Locke (1632-1704) Médico entusiasmado com a experimentação. Acreditava que o futuro estava na tecnologia Traz uma filosofia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google