A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Renascimento Características Gerais 1 – Grande movimento intelectual e artístico que despontou em meados do século XVI, em algumas cidades italianas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Renascimento Características Gerais 1 – Grande movimento intelectual e artístico que despontou em meados do século XVI, em algumas cidades italianas."— Transcrição da apresentação:

1 O Renascimento Características Gerais 1 – Grande movimento intelectual e artístico que despontou em meados do século XVI, em algumas cidades italianas como Florença, Veneza e Roma. 2 – Este se caracterizava principalmente pela afirmação dos valores humanistas nas artes e na vida cotidiana. O ser humano é colocado como fonte de objeto e saber. 3 –O Teocentrismo Medieval foi substituído pelo Antropocentrismo da Idade Moderna.

2 Teocentrismo – Visão de mundo que considera Deus como centro do Universo. Antropocentrismo – Visão de mundo que considera o Homem como centro do Universo. 4 – Humanismo Valorização do Homem sem perder a importância de Deus. Este está no fundo da alma de cada ser humano. A História da humanidade alterna períodos obscuros e iluminados, de ignorância e esclarecimentos. Responsáveis pela divisão pela divisão tradicional da História ( Idades Antiga, Média e Moderna) 5 – Valorização da cultura Greco- Romana.

3

4 O Renascimento Italiano Surge nas cidades de Florença, Roma e Veneza. A Itália era o berço da Cultura Clássica. Florescimento econômico em função da expansão do comércio pelo Mediterrâneo. Surgimento do Mecenato – financiamento do movimento artístico por burgueses, nobres e papas. Surgimento da técnica da perspectiva, que representava no desenho e na pintura as diversas distâncias e proporções entre os objetos.

5 Principais Nomes do Renascimento Italiano Nicolau Maquiavel – maior pensador político de sua época. Escreveu O Príncipe – Reflexões sobre o poder do Estado, atacando as tradições medievais e separando a moral da religião. Os Fins Justificam os Meios – Tudo o que garante o poder é valido. Leonardo da Vinci – arquiteto, matemático, físico, inventor, pintor, estudante de anatomia. Suas principais obras são: Monalisa, Gioconda e a Última Ceia Michelangelo Buonaroti – arquiteto, escultor e pintor. Ajudou a projetar a cúpula da Basílica de São Pedro. Principais obras: Pietá, Davi, Moisés.

6 Rafael Sanzio – autor de várias Madonas, representações da Virgem, e de retratos. Sandro Boticelli - pintava Madonas e quadros de inspiração religiosa e pagã. Galilei Galileu –matemático, físico, astrônomo. Utilizava o método experimental para estudar a natureza. Criador da primeira Luneta Astronômica. Confirmou a Teoria Heliocêntrica de Copérnico.

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30 O Renascimento Fora da Itália O renascimento espalhou-se para vários países da Europa, são eles: Países Baixos – destaca-se Erasmo de Roterdã, com Ensaios da Loucura, onde criticou a sociedade da época. França – destacou-se François de Rebelais, que satirizou a Monarquia e o Cristianismo. Inglaterra – o principal representante do renascimento Inglês foi Willian Shakespeare. Espanha – na pintura destacou-se El Greco e na literatura Miguel de Cervantes com a obra literária D.Quixote de La Mancha.

31

32 Mentalidade Medieval Idéias ligadas ao domínio cultural da Igreja Católica Apenas alguns padres e monges sabem ler e escrever livros, que são feitos a mão. A cultura não é escrita. Teocentrismo – Deus é o centro de tudo A verdade deve ser encontrada nas tradições da sociedade medieval, no que estava escrito na Bíblia, na autoridade da Igreja e dos autores antigos e consagrados (Aristóteles, São Tómas de Aquino) O ser humano é visto com certo desprezo porque é um pecador. Merecemos sofrer porque somos pecadores. Mentalidade Renascentista Muitos intelectuais não fazem parte da Igreja. Suas obras estão ligadas a vida ativa e variada das cidades. A invenção da imprensa torna os livros mais baratos e populares. Cresce o número de pessoas alfabetizadas. Antropocentrismo – O ser humano no centro das atenções. A verdade sobre a natureza deve ser obtida por meio da experiência da observação, guiadas pelo uso da razão ( do raciocínio) O homem é a mais perfeita das criaturas de Deus (feito à sua imagem e semelhança), capaz de fazer coisas maravilhosas: máquinas, prédios, pinturas...

33 A vida material é pouco importante. O que é precioso é a salvação da alma. Tudo o que acontece na natureza deve ser explicado pela vontade direta de Deus. As pessoas devem se conformar com o mundo tal como ele é, porque foi Deus que o fez assim. A única grande mudança será o Apocalipse. Devemos conhecer o mundo para admirar a obra de Deus e louvá- lo. A natureza é fonte do pecado. Devemos ficar afastados dela para fugir das tentações. A razão deve estar subordinada a fé. Os fenômenos da natureza devem ser explicados pela própria natureza. O homem pode e deve ser o criador, o aventureiro, o sonhador, o dominador da natureza. Conhecer a natureza para melhor dominá-la. O Homem faz parte da natureza. Conhecer a natureza é também conhecer o próprio homem. O renascimento continua cristão. Mas considera que a vida material terrena também é muito importante. Separação entre a fé e a razão. A fé deve prevalecer no sentimento religioso, mas a razão deve ter prioridade sobre a fé quando o assunto é o estudo da natureza.


Carregar ppt "O Renascimento Características Gerais 1 – Grande movimento intelectual e artístico que despontou em meados do século XVI, em algumas cidades italianas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google