A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parcerias Publico Privadas Aspectos Jurídicos Palestrantes: B.Celso Benício Jr. Heraldo Geres.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parcerias Publico Privadas Aspectos Jurídicos Palestrantes: B.Celso Benício Jr. Heraldo Geres."— Transcrição da apresentação:

1 Parcerias Publico Privadas Aspectos Jurídicos Palestrantes: B.Celso Benício Jr. Heraldo Geres

2 Legislação aplicável Lei /04 - PPP Lei 8.666/93 - Licitações Lei 9.974/95 - Concessão Leis estaduais e municipais

3 Conceito de PPP : Lei /04 Art. 2º Parceria público privada é contrato administrativo de concessão, na modalidade patrocinada ou administrativa

4 Quadro Comparativo Concessão comum Concessão PPP - O empreendimento é exclusivo do concessionário/permissioná rio - Vedado ao poder concedente a transferência de recursos - Vedado a garantia de rentabilidade Há parceria entre o público e o privado -Há transferência de recursos -Há garantia de rentabilidade

5 Patrocinada Modalidades Concessão de serviços ou obras públicas + Contraprestação pecuniária do parceiro público ao Privado Poder Concedente ConcessionáriaUsuário A concessionária recebe parte da remuneração do Usuário mediante pagamento da tarifa, e parte do Poder Concedente mediante pagamento de preço privado

6 Administrativa Modalidades A administração pública é usuária direta ou indireta da pretação de um serviço pelo parceiro privado Poder Público Usuário Concessionária O Usuário paga ao Poder Público taxa. O Poder Público paga à Concessionária preço privado

7 Vedações : art. 2º paragrafo. 4º Valor inferior a R$ ,00 Período de prestação do serviço inferior a 5 (cinco anos) Que tenha por objeto único: a) fornecimento de mão de obra b) fornecimento de e a instalação de equipamentos c) execução de obra pública

8 Outras limitações Valor máximo a ser gasto 1% da receita líquida corrente Capital Público não pode ser superior a 70% do valor total dos recursos a serem investidos no projeto

9 Diretrizes Art. 4º Eficiência no cumprimento das missões do Estado e no emprego dos recursos da sociedade respeito aos interesses e direitos dos destinatários dos serviços e dos entes privados incubidos de sua execução responsabilidade fiscal na celebração e execução das parcerias transparência dos procedimentos e das decisões sustentabilidade financeira e vantangens socieconomicas dos projetos de parceria

10 Previsões contratuais Art. 5º Compatibilidade entre prazo de vigência e amortização (não inferior a 5 e não superior a 35 anos) Proporcionalidade entre as penalidades aplicáveis aos contratantes com a gravidade da falta cometida e as obrigações assumidas Repartição de riscos entre as partes Previsão das formas de remuneração e reajustes Capital Público não pode ser superior a 70% do valor total dos recursos a serem investidos no projeto

11 Previsões contratuais Art. 5º mecanismos de atualização da prestação de serviços fatos que caracterizam a inadimplencia pecuniária do parceiro público e forma de acionamento da garantia Repartição de riscos entre as partes critério objetivos de avaliação de desempenho do parceiro privado prestação pelo parceiro privado, de garantias de execução suficientes e compatíveis com o ônus e riscos envolvidos

12 Previsões contratuais Art. 5º Compartilhamento com a Administração Pública de ganhos econômicos efetivos do parceiro privado decorrentes da redução do risco de crédito dos financiamentos realização de vistoria dos bens reversíveis, podendo o parceiro público reter os pagamentos no valor necessário para reparar as irregularidades eventualmente detectadas

13 Finalidade Fundo Garantidor Prestar Garantia de pagamento de obrigações pecuniárias assumidas pelos parceiros públicos Natureza Privada nos moldes dos fundos de investimento Sem contingenciamento orçamentário Blindado com pagamento de precatórios Limite Global de 6 Bilhões: União, Autarquias, Fundações Públicas.

14 Garantias - art. 8º 1) Vinculação das receitas 2) Instituição ou utilização de fundos especiais 3) Contratação de seguro garantia 4) Garantia prestada por organismos internacionais 5) Garantias prestadas por fundo garantidor ou empresa estatal criada para esta finalidade ou outros mecanismos admitidos em lei

15 Sociedade com propósito específico - art. 9º A executora não é quem venceu o certame Transferência do controle mediante autorização da Administração Pública Apresentação em forma de Sociedade Anônima de capital aberto Administração Pública está vedade de ser titular da maioria do capital votante

16 Da escolha do Parceiro Público Forma Concorrência pública Condições Autorização da autoridade competente demonstrando conveniência, oportunidade, justificativa e não ofensa a lei de responsabilidade fiscal. Estimativa do impacto orçamentário-financeiro da PPP Declaração do ordenador da despesa que as obrigações são compatíveis com a Lei de Diretrizes Orçamentárias

17 Da escolha do Parceiro Público Condições Estimativa de fluxo de recursos suficientes para o cumprimento do contrato Seu objeto previsto no Plano Plurianual Submissão do Edital à consulta pública Licença ambiental prévia Critérios previstos na Lei 8.987/95

18 Da escolha do Parceiro Público Condições Estimativa de fluxo de recursos suficientes para o cumprimento do contrato Seu objeto previsto no Plano Plurianual Submissão do Edital à consulta pública Licença ambiental prévia Critérios previstos na Lei 8.987/95


Carregar ppt "Parcerias Publico Privadas Aspectos Jurídicos Palestrantes: B.Celso Benício Jr. Heraldo Geres."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google