A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OS SERES VIVOS: REINO PROTISTA. CARACTERÍSTICAS Eucariontes Eucariontes Uni ou pluricelulares Uni ou pluricelulares Heterótrofos ou autótrofos Heterótrofos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OS SERES VIVOS: REINO PROTISTA. CARACTERÍSTICAS Eucariontes Eucariontes Uni ou pluricelulares Uni ou pluricelulares Heterótrofos ou autótrofos Heterótrofos."— Transcrição da apresentação:

1 OS SERES VIVOS: REINO PROTISTA

2 CARACTERÍSTICAS Eucariontes Eucariontes Uni ou pluricelulares Uni ou pluricelulares Heterótrofos ou autótrofos Heterótrofos ou autótrofos

3 REPRESENTANTES Protozoários Protozoários Algas Algas

4 PROTOZOÁRIOS e ALGAS

5 ALGAS

6 CLASSIFICAÇÃO Filo Euglenophyta (euglenóides) Filo Euglenophyta (euglenóides) Filo Bacillariophyta (diatomáceas) Filo Bacillariophyta (diatomáceas) Filo Dinophyta (dinoflagelados) Filo Dinophyta (dinoflagelados) Filo Phaeophyta (algas pardas) Filo Phaeophyta (algas pardas) Filo Rhodophyta (algas vermelhas) Filo Rhodophyta (algas vermelhas) Filo Chlorophyta (algas verdes) Filo Chlorophyta (algas verdes)

7 Filo Euglenophyta (euglenóides) Características gerais Características gerais –Maioria de água doce; raramente marinhas –Vacúolo contrátil (osmorregulação) - recolhem e eliminam o excesso de água do citoplasma

8 Filo Euglenophyta (euglenóides) Características gerais Características gerais –Fotossintetizantes* fitoplâncton –Dois flagelos –Estigma

9 Filo Euglenophyta (euglenóides) EuglenaPhacus Peranema Trachelomonas

10 Ecologia Ecologia –Suportam escassez/ausência de luz –Espécies indicadoras de poluição –Podem formar bloom mas não são tóxicas Filo Euglenophyta (euglenóides)

11 Características gerais Características gerais –Fotossíntese fitoplâncton –Locomoção por deslizamento Filo Bacillariophyta (diatomáceas)

12 Características gerais Características gerais –Parede celular rígida impregnada de sílica Filo Bacillariophyta (diatomáceas)

13

14 Pennales

15 Centrales

16 Ecologia Ecologia –Podem formar blooms –Diatomito (abrasivo) Filo Bacillariophyta (diatomáceas)

17 Características gerais Características gerais –Fotossintetizantes fitoplâncton, parasitas, mutualistas ou heterótrofos de vida livre –Dois flagelos (deslocam-se girando) Filo Dinophyta (dinoflagelados)

18

19 Ceratium Pyrodinium Gonyaulax

20 Ecologia Ecologia –Bioluminescência luciferina oxidada luciferina oxidada pela luciferase com pela luciferase com emissão de luz emissão de luz Filo Dinophyta (dinoflagelados) Noctiluca

21 Ecologia Ecologia –maré vermelha aporte de nutrientes aporte de nutrientes baixa abrupta da salinidade aumento da temperatura Filo Dinophyta (dinoflagelados)

22 Filo Phaeophyta (algas pardas) Características gerais Características gerais –Multicelulares –Maioria marinha –Preferência por águas frias –Podem alcançar até 60m de comprimento –Alginatos –alimentação

23 Filo Phaeophyta

24 Sargassum

25 Laminaria Laminaria Filo Phaeophyta

26 Macrocystis (kelps) Filo Phaeophyta

27

28 Filo Rhodophyta (algas vermelhas) Características gerais Características gerais –Maioria multicelular –Hábitat aquático e terrestre úmido –Parede celular interna rígida formada por celulose e externa mucilaginosa formada por ágar e carragenina – podem apresentar depósitos de carbonato de cálcio calcáreas –alimentação

29 Hypnea Gracilaria Porphyra Filo Rhodophyta (algas vermelhas)

30 Filo Chlorophyta (alga verde) Características gerais Características gerais –Uni ou multicelulares –Habitat marinho, água doce e terrestre úmido –Parede celular basicamente de celulose –Algumas apresentam depósitos de carbonato de cálcio na parede celular calcáreas

31 CladophoraClhamydomonas Spirulina Filo Chlorophyta (alga verde)

32 Ulva Codium Acetabularia Filo Chlorophyta (alga verde)

33 Ecologia Ecologia –Enorme plasticidade de hábitats –Podem formar blooms em águas quentes e ricas em nutrientes –Bioindicadores Filo Chlorophyta (alga verde)

34 TIPOS DE REPRODUÇÃO Assexuada Assexuada –bipartição ou cissiparidade –fragmentação –Esporulação

35 TIPOS DE REPRODUÇÃO Sexuada – ciclo de vida Sexuada – ciclo de vida –haplonte –diplonte –haplodiplonte

36 PROTOZOÁRIOS

37 PROTOZOÁRIOS Isolados ou colônias Isolados ou colônias Vida livre ou associados a outros organismos Vida livre ou associados a outros organismos Locomoção Locomoção –Pseudópodes (AMEBÓIDES) –Cílios (CILIADOS) –Flagelos (FLAGELADOS) –Flexões do corpo ou deslizamento (ESPOROZOÁRIOS???)

38 PROTOZOÁRIOS AMEBÓIDES Ocorrência: mar, água doce e solos úmidos Ocorrência: mar, água doce e solos úmidos Vida livre ou parasitas (Entamoeba histolytica e Entamoeba gengivalis) Vida livre ou parasitas (Entamoeba histolytica e Entamoeba gengivalis) Reprodução: assexuada por bipartição Reprodução: assexuada por bipartição

39 PROTOZOÁRIOS AMEBÓIDES Pseudópodes: locomoção e captura de alimento por fagocitose Pseudópodes: locomoção e captura de alimento por fagocitose Vacúolos contráteis ou pulsáteis: recolhem e eliminam o excesso de água do citoplasma protistas de água doce Vacúolos contráteis ou pulsáteis: recolhem e eliminam o excesso de água do citoplasma protistas de água doce Pseudópodes Vacúolo pulsátil Núcleo Vacúolos digestivos

40 PROTOZOÁRIOS AMEBÓIDES Representantes Representantes água doce marinhos*

41 PROTOZOÁRIOS FLAGELADOS Ocorrência: ambiente aquático Ocorrência: ambiente aquático Vida livre, mutualismo ou parasitas Vida livre, mutualismo ou parasitas Reprodução: assexuada por bipartição Reprodução: assexuada por bipartição

42 PROTOZOÁRIOS CILIADOS Ocorrência: mar, água doce, água salobra e solos úmidos Ocorrência: mar, água doce, água salobra e solos úmidos Vida livre ou parasitas (Entamoeba histolytica e Entamoeba gengivalis) Vida livre ou parasitas (Entamoeba histolytica e Entamoeba gengivalis) Reprodução: assexuada por bipartição Reprodução: assexuada por bipartição

43 PROTOZOÁRIOS CILIADOS Representantes Representantes água doce

44 Cílios: locomoção e ingestão de alimentos Cílios: locomoção e ingestão de alimentos Sulco oral citóstoma vacúolo alimentar ciclose citopígeo Sulco oral citóstoma vacúolo alimentar ciclose citopígeo PROTOZOÁRIOS CILIADOS

45

46 Vacúolos contráteis ou pulsáteis: osmorregulação Vacúolos contráteis ou pulsáteis: osmorregulação Macronúcleo: regula metabolismo celular e participa da reprodução assexuada Macronúcleo: regula metabolismo celular e participa da reprodução assexuada Micronúcleo: participa dos processos de reprodução assexuada e sexuada Micronúcleo: participa dos processos de reprodução assexuada e sexuada PROTOZOÁRIOS CILIADOS

47 Reprodução: assexuada por bipartição Reprodução: assexuada por bipartição

48 PROTOZOÁRIOS CILIADOS Reprodução: sexuada por conjugação Reprodução: sexuada por conjugação

49 TIPOS DE REPRODUÇÃO Assexuada Assexuada –bipartição ou cissiparidade –esquizogonia Sexuada Sexuada –conjugação –singamia ou fecundação

50 ASSEXUADA BIPARTIÇÃO OU CISSIPARIDADE BIPARTIÇÃO OU CISSIPARIDADE

51 ASSEXUADA ESQUIZOGONIA ESQUIZOGONIA divisão nuclear seguida da divisão do citoplasma, constituindo indivíduos isolados. Esses rompem a membrana celular-mãe e continuam a desenvolver-se. Esporogonia*

52 SEXUADA Conjugação Conjugação união temporária de dois indivíduos, com troca mútua de materiais nucleares

53 SEXUADA Singamia ou fecundação Singamia ou fecundação união de microgameta e macrogameta formando o ovo ou zigoto, o qual pode dividir-se para fornecer um certo número de esporozoítos. O processo de formação de gametes recebe o nome de gametogonia e o processo de formação dos esporozoítos recebe o nome de esporogonia.

54 DOENÇAS Picada de insetos –Doença de Chagas –Malária –Leishmaniose tegumentar americana –Leishmaniose visceral americana Diversos –toxoplasmose Água/alimentos contaminados –Giardíase –Amebíase Contato sexual –tricomoníase

55 DOENÇA DE CHAGAS Protozoário: Trypanosoma cruzi Protozoário: Trypanosoma cruzi

56 DOENÇA DE CHAGAS Vetor: Triatoma (infestans) - barbeiro Vetor: Triatoma (infestans) - barbeiro –encontrado em ninhos de pássaros, galinheiros, cascas de troncos de árvores, montes de lenha e embaixo de pedras; casas de pau-a-pique –hábitos noturnos

57 DOENÇA DE CHAGAS Ocorrência Ocorrência

58 DOENÇA DE CHAGAS T r a n s m i s s ã o T r a n s m i s s ã o

59 DOENÇA DE CHAGAS Outras formas de transmissão Outras formas de transmissão –transfusão de sangue –transplante de órgãos –placenta/ parto/ amamentação –Reservatórios: cães, gatos, roedores, etc

60 DOENÇA DE CHAGAS Sintomas Sintomas –musculatura cardíaca (cistos) –esôfago, baço, fígado

61 DOENÇA DE CHAGAS

62

63 MALÁRIA Protozoário: Plasmodium Protozoário: Plasmodium

64 MALÁRIA Plasmodium malarie – febre quartã benigna Plasmodium vivax – febre terçã benigna Plasmodium falciparum – febre terçã maligna

65 MALÁRIA Vetor: Anopheles - mosquito prego Vetor: Anopheles - mosquito prego Hábito noturno

66 MALÁRIA Transmissão Transmissão

67 MALÁRIA

68 MALÁRIA

69 MALÁRIA Outras formas de transmissão Outras formas de transmissão –transfusão de sangue –compartilhamento de seringas e agulhas –parto –acidentes laboratoriais-hospitalares

70 LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA ou ÚLCERA DE BAURU Protozoário: Leishmania brasiliensis Protozoário: Leishmania brasiliensis

71 LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA ou ÚLCERA DE BAURU Vetor: Lutzomya – flébotomo (mosquito-palha) Vetor: Lutzomya – flébotomo (mosquito-palha)

72 LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA ou ÚLCERA DE BAURU Transmissão Transmissão

73 LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA ou ÚLCERA DE BAURU Reservatórios da doença: roedores, gambás, cães, etc Reservatórios da doença: roedores, gambás, cães, etc

74 LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA ou ÚLCERA DE BAURU

75

76 LEISHMANIOSE VISCERAL AMERICANA ou CALAZAR Protozoário: Leishmania chagasi Protozoário: Leishmania chagasi

77 LEISHMANIOSE VISCERAL AMERICANA ou CALAZAR Vetor: Lutzomya longipalpis – flébotomo (mosquito-palha) Vetor: Lutzomya longipalpis – flébotomo (mosquito-palha)

78 LEISHMANIOSE VISCERAL AMERICANA ou CALAZAR Reservatórios da doença: roedores, gambás, cães, etc Reservatórios da doença: roedores, gambás, cães, etc

79 GIARDÍASE Protozoário: Giardia lamblia Protozoário: Giardia lamblia

80 Transmissão Transmissão GIARDÍASE

81 AMEBÍASE Protozoário: Entamoeba histolytica Protozoário: Entamoeba histolytica

82 AMEBÍASE Transmissão Transmissão

83 TOXOPLASMOSE Protozoário: Toxoplasma gondii Protozoário: Toxoplasma gondii

84 TOXOPLASMOSE Transmissão Transmissão

85 TOXOPLASMOSE

86 TRICOMONÍASE Protozoário: Trichomonas vaginalis Protozoário: Trichomonas vaginalis

87 TRICOMONÍASE Transmissão Transmissão


Carregar ppt "OS SERES VIVOS: REINO PROTISTA. CARACTERÍSTICAS Eucariontes Eucariontes Uni ou pluricelulares Uni ou pluricelulares Heterótrofos ou autótrofos Heterótrofos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google