A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROTOZOÁRIOS Classificação dos Protozoários. Protozoários Unicelulares Eucariontes Possuem capacidade de deslocamento Heterótrofos A nutrição é realizada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROTOZOÁRIOS Classificação dos Protozoários. Protozoários Unicelulares Eucariontes Possuem capacidade de deslocamento Heterótrofos A nutrição é realizada."— Transcrição da apresentação:

1 PROTOZOÁRIOS Classificação dos Protozoários

2

3 Protozoários Unicelulares Eucariontes Possuem capacidade de deslocamento Heterótrofos A nutrição é realizada por fagocitose (englobamento de partículas ou predatismo de micro-organismos) ou por absorção. A digestão é intracelular e os resíduos são eliminados da célula por um vacúolo residual. Nos protistas de água doce a eliminação das excretas ocorre por meio do vacúolo pulsátil; nos protistas marinhos e nos demais ocorre por meio de difusão. A respiração é principalmente aeróbica, mas alguns protistas parasitas podem realizar respiração anaeróbica.

4 Classificação dos Protozoários A classificação dos protozoários é muito complexa e vem mudando muito na última década. Para facilitar o entendimento iremos classificar os protozoários em 4 grupos distintos: Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes); Protozoários flagelados (antigamente filo Flagellata – mastigóforos); Protozoários ciliados (antigamente filo Ciliophora – ciliados); Protozoários esporozoários (antigamente tratados dentro do filo Sporozoa – esporozoários).

5 PROTOZOÁRIOS AMEBÓIDES

6 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) Habitat: água doce, mares e solos úmidos. Locomovem-se através de pseudópodes (movimentos amebóides), os quais também são utilizados na captura de alimento por fagocitose. Protozoários de água doce possuem vacúolo pulsátil (que recolhem e eliminam a água em excesso do citoplasma – regulação osmótica). Nos protozoários de água salgada não há vacúolos. Algumas espécies são parasitas (Entamoeba histolytica e Entamoeba gengivalis) outras são de vida livre (Amoeba proteus – ameba).

7 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) Exemplo: Ameba

8 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) São também protozoários amebóides: Heliozoários Radiolários Foraminíferos

9 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) Os heliozoários possuem pseudópodes longos, eretos e finos; são comuns em água doce, onde vivem no fundo ou apoiados em raízes de plantas aquáticas; algumas espécies podem apresentas exoesqueleto de sílica.

10 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) Os radiolários também possuem pseudópodes longos, eretos e finos; são comuns no ambiente marinho; possuem endoesqueleto de sílica, com aspecto vítreo e formas geométricas variadas; possuem muitos registros fósseis.

11 Protozoários amebóides (antigamente tratados dentro do filo Sarcodina – rizópodes) Os foraminíferos são comuns no sedimento marinho; possuem exoesqueleto de carbonato de cálcio, de sílica ou formado pela aglutinação de areia e outros materiais inorgânicos; apresentam pseudópodes finos e ramificados, formando uma espécie de rede; possuem muitos registros fósseis. O padrão de ocorrência das diferentes espécies fósseis de foraminíferos é utilizada como um indicativo da possível presença de petróleo.

12 PROTOZOÁRIOS FLAGELADOS

13 Protozoários flagelados (antigamente antigamente filo Flagellata – mastigóforos) Existem diversos protozoários flagelados, os quais utilizam os seus flagelos para locomoção e captura de alimentos; Reprodução ocorre de forma assexuada por bipartição. Podem ser de vida livre, parasitas ou ainda viver em mutualismo com outras espécies ; Exemplos de espécies parasitas: Trypanosoma cruzi (agente etiológico da doença de Chagas); Giardia lamblia (agente causador da giardíase); Trichomonas vaginalis (agente causador da tricomoníase), Leishmania brasiliensis (agente causador da leishmaniose); Exemplo de espécie mutualística: Espécies do gênero Trichonympha, capazes de degradar celulose presente na madeira ingerida por cupins e baratas.

14 Protozoários flagelados (antigamente antigamente filo Flagellata – mastigóforos) Trypanosoma cruzi Giardia lamblia Trichomonas vaginalis Leishmania brasiliensis Trichonympha

15 PROTOZOÁRIOS CILIADOS

16 Protozoários ciliados (antigamente filo Ciliophora – ciliados) Grupo de protistas mais diversificados. Habitat: água doce, mares, água salobra e solos úmidos. Existem espécies parasitas e de vida livre. Reproduzem-se assexuadamente por bipartição ou sexuadamente por conjugação. São exemplos de ciliados: Paramecium caudatum, Vorticella sp., Balantidium coli etc. Como exemplo de ciliado vamos analisar o corpo do paramécio (exemplo clássico).

17 Paramecium sp. (paramécio) Cílios: locomoção e ingestão de alimento. Vacúolo contrátil: regulação osmótica. Macronúcleo: regula as atividades metabólicas. Micronúcleo: atua no processo de reprodução. Citóstoma: por onde o alimento entra na célula. Citofanringe: liga o citóstoma ao meio interior. Vacúolo digestório: digestão intracelular (lisossomo). Citopígeo ou citoprocto: região da célula responsável pela liberação dos resíduos.

18 Paramecium sp. (paramécio) Reprodução Assexuada: divisão binária

19 Paramecium sp. (paramécio) Reprodução Sexuada: Conjugação Dois indivíduos se unem, o macronúcleo se degenera e o micronúcleo sofre meiose. Há troca de micronúcleos entre os indivíduos conjugantes e fusão desses micronúcleos. Os indivíduos se separam e recompõem o macronúcleo. Não há formação de gametas.

20 PROTOZOÁRIOS ESPOROZOÁRIOS

21 Protozoários esporozoários (antigamente tratados dentro do filo Sporozoa – esporozoários) Todos endoparasitas (o habitat é o interior do corpo ou até mesmo o interior de células). Não apresentam estruturas especiais para deslocamento, como pseudópodes, flagelos e cílios, mas podem se deslocar no ambiente por meio de flexões do corpo ou por deslizamento; Obtêm o alimento por absorção ou pinocitose; Reproduzem-se assexuadamente através da divisão múltipla (esquizogonia) ou sexuadamente através da formação de gametas (esporogonia). São exemplos de esporozoários: Toxoplasma sp., Plasmodium sp. etc.

22 Protozoários esporozoários (antigamente tratados dentro do filo Sporozoa – esporozoários) Reprodução Assexuada: divisão múltipla (esquizogonia)

23 Protozoários esporozoários (antigamente tratados dentro do filo Sporozoa – esporozoários) Reprodução Sexuada: esporogonia Após a formação do zigoto, geralmente, ocorre o encistamento; em seguida uma divisão meiótica origina quatro novas células denominas esporozoítos. Os esporozoítos sofrem sucessivas mitoses, os quais, finalmente, são eliminados do cisto. Este cisto recebe o nome de esporocisto.

24 Zoologia Protistas Protozoonoses Doença de Chagas Malária Amebíase Giardíase Leishmaniose Tricomoníase Doença do sono Toxoplasmose


Carregar ppt "PROTOZOÁRIOS Classificação dos Protozoários. Protozoários Unicelulares Eucariontes Possuem capacidade de deslocamento Heterótrofos A nutrição é realizada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google