A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Principais deteriorações em estruturas civis de PCHs: A experiência da Cemig Alexandre Vaz de Melo Daniel Augusto de Miranda Paula Luciana Divino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Principais deteriorações em estruturas civis de PCHs: A experiência da Cemig Alexandre Vaz de Melo Daniel Augusto de Miranda Paula Luciana Divino."— Transcrição da apresentação:

1 Principais deteriorações em estruturas civis de PCHs: A experiência da Cemig Alexandre Vaz de Melo Daniel Augusto de Miranda Paula Luciana Divino

2 Justificativa Carência de dados estatísticos envolvendo danos às PCHs, decorrentes da fase de operação. Estudos normalmente avaliam problemas relacionados a falhas e rupturas. Proposta de Trabalho Consolidar e atualizar registros de deteriorações armazenados em banco de dados da Cemig, apresentando-os em forma gráfica.

3 Objetivos Mapear deteriorações mais recorrentes em estruturas civis de PCHs da Cemig, identificadas através de inspeções visuais; PCH Salto Paraopeba PCH Cajuru Incentivar discussão da experiência das empresas mantenedoras de barragens; Estimular esforços das equipes de manutenção na busca de intervenções tecnicamente viáveis; Motivar a busca por subsídios para novos projetos.

4 Panorama das PCHs da Cemig

5 Metodologia 27 PCHs (Geração entre 1 e 30 MW); PCH Piau Seleção das deteriorações mais recorrentes e representativas Classificadas por: deterioração x estrutura; deterioração mais freqüente; percentual por estrutura; deteriorações graves x estrutura.

6 Metodologia

7

8 Resultados Crescimento de vegetação 20% Infiltração 17% Surgência 15% Trinca 15% Ferragem exposta 9% Carbonatação 8% Desplacamento 4% Envelhecimento/Má Conservação 4% Fissuração 4% Pintura danificada 4% 61% Deteriorações efetivamente relacionadas ao concreto 11% Fundação 4% Ombreiras 35% Associadas à área de influência Barragem de Concreto

9 Casa de Força/Edifício de Controle 30% Infiltrações ocasionadas principalmente em coberturas e paredes 37% Aspectos de conservação, qualidade dos materiais e técnicas empregadas na época.

10 Extravasor 18% Desgaste por abrasão causado pelo fluxo dágua e carreamento de sólidos. 16% Vazamento em comportas por envelhecimento de elementos de vedação.

11 Reservatório Decorrente de erosões nas margens do reservatório. 15% em processo avançado de deposição de sedimentos

12 Percentual de Deteriorações x Estrutura Sistema de Adução; 260; 34% Extravasor; 165; 22% Casa de Força / Ed. de Controle; 146; 19% Barragem de Concreto; 131; 17% Barragem de Terra; 31; 4% Reservatório; 29; 4% Arranjos extensos Constituído por diversas estruturas

13 Deteriorações Graves x Estrutura Barragem de Concreto 43% Barragem de Terra 6% Extravasor 37% Reservatório 10% Sistema de Adução 4% Deteriorações graves: São aquelas que afetam de forma direta a segurança das estruturas de barramento. Crescimento de vegetação na área de influência; Percolação pela fundação e ombreiras. Não são usualmente consideradas estruturas de barramento

14 Conclusões Grande parte das deteriorações relacionada à área de influência - naquela época os tratamentos nessas áreas eram menos rigorosos ; Grande diversidade de tipos de deterioração, reforçando a importância da capacitação técnica das equipes de manutenção; Patologias mais recorrentes: trincas, desgaste do concreto, crescimento de vegetação e infiltrações/vazamentos/surgências. O monitoramento e a manutenção são atividades essenciais – PCHs unidades de negócio com recursos limitados para investimentos e intervenções de maior porte.

15 ALEXANDRE VAZ DE MELO DANIEL AUGUSTO DE MIRANDA PAULA LUCIANA DIVINO


Carregar ppt "Principais deteriorações em estruturas civis de PCHs: A experiência da Cemig Alexandre Vaz de Melo Daniel Augusto de Miranda Paula Luciana Divino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google