A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 1 Engenharia de Software Capítulo 1 – Introdução Slides do Livro do Sommerville,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 1 Engenharia de Software Capítulo 1 – Introdução Slides do Livro do Sommerville,"— Transcrição da apresentação:

1 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 1 Engenharia de Software Capítulo 1 – Introdução Slides do Livro do Sommerville, 2000 Disponíveis em inglês em Traduzidos por Jacinta Pereira Graduando do Curso de Letras da UFC Apresentados por Rossana Andrade Ph.D, SITE, University of Ottawa, Canadá Profa. Departamento de Computação, Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará

2 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 2 Tópicos abordados l FAQs sobre engenharia de software l Responsabilidade profissional e ética

3 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 3 l As economias de TODAS as nações desenvolvidas são dependentes de software l Cada vez mais os sistemas são controlados por software l A engenharia de software se preocupa com teorias, métodos e ferramentas para o desenvolvimento profissional de software l O custo da engenharia de software representa uma fração significativa do PIB em todos os países desenvolvidos Engenharia de Software

4 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 4 l Os custos do software geralmente dominam os custos do sistema total. Os custos de software em um PC são geralmente maiores que o custo do hardware l Softwares são mais caros para manter do que para desenvolver. Para sistemas com uma vida longa, os custos com manutenção podem ser muitas vezes maiores que os custos de desenvolvimento l Engenharia de software preocupa-se com o desenvolvimento de softwares rentáveis Custos do Software

5 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 5 FAQs sobre engenharia de software l O que é software? l O que é engenharia de software? l Qual a diferença entre engenharia de software e Ciência da Computação? l Qual a diferença entre engenharia de software e engenharia de sistemas? l O que é um processo de software? l O que é um modelo de processo de software?

6 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 6 FAQs sobre engenharia de software l Quais os custos da engenharia de software? l Quais os métodos de engenharia de software? O que é CASE (Computer-Aided Software Engineering) l Quais os atributos de um bom software? l Quais os principais desafios enfrentados pela engenharia de software?

7 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 7 O que é software? l Programas de computador e documentação associada l Produtos de Software podem ser desenvolvidos para um cliente em particular ou para um mercado geral l Produtos de Software podem ser Genéricos – desenvolvidos para serem vendidos para uma rede de clientes diferentes Sob medida (personalizados) - desenvolvidos para um único cliente de acordo com suas especificações

8 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 8 O que é engenharia de software? l Engenharia de software é uma disciplina da engenharia que se preocupa com todos aspectos da produção de software l Engenheiros de software devem adotar uma postura sistemática e organizada para seus trabalhos e utilizar ferramentas e técnicas apropriadas, dependendo do problema a ser resolvido, dos obstáculos no desenvolvimento e dos recursos disponíveis

9 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 9 Qual a diferença entre engenharia de software e Ciência da Computação? l A Ciência da Computação preocupa-se com teorias e fundamentos; a engenharia de software está preocupada com a viabilidade de desenvolvimento e entrega de softwares úteis l As teorias da Ciência da Computação são atualmente insuficientes para atuar como um apoio completo para a engenharia de software

10 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 10 Qual a diferença entre engenharia de software e engenharia de sistemas? l Engenharia de sistema preocupa-se com todos os aspectos do desenvolvimento de sistemas baseados em computadores, incluindo hardware, software e engenharia de processo. Engenharia de software é parte deste processo l Os engenheiros de sistema envolvem-se na especificação do sistema, no design arquitetural, na integração e na implantação

11 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 11 O que é um processo de software? l Um conjunto de atividades cuja meta é o desenvolvimento ou evolução do software l As atividades genéricas em todos os processos de software processes são: Especificação – o que o sistema deve fazer e os obstáculos de seu desenvolvimento Desenvolvimento – produção do sistema de software Validação – verificar se o software é o que o cliente quer Evolução – mudar o software em resposta às necessidades de mudanças

12 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 12 O que é um modelo de processo de software? l Uma representação simplificada de um processo de software, apresentada de uma perspectiva específica l Exemplos de perspectivas de processo são Perspectiva de fluxo de trabalho - seqüência de atividades Perspectiva de fluxo de dados - fluxo de informação Perspectiva de papel/ação - quem faz o quê l Modelos de processos genéricos Cascata Desenvolvimento Evolucionário Transformação Formal Integração de componentes reutilizáveis

13 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 13 Quais os custos da engenharia de software? l Cerca de 60% dos custos são de desenvolvimento, 40% são custos de teste. Para software personalizado, os custos de evolução geralmente excedem os custos de desenvolvimento l Os custos variam dependendo do tipo de sistema a ser desenvolvido e dos requisitos dos atributos de sistema como performance e confiabilidade do sistema l Distribuição de custos depende do modelo de desenvolvimento que é usado

14 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 14 Quais os métodos de engenharia de software ? l Abordagens estruturadas para o desenvolvimento de software que incluem modelos de sistema, notações, regras, conselhos de projeto e guia de processo l Descrição dos modelos Descrição de modelos gráficos que devem ser produzidos l Regras Limitações aplicadas aos modelos de sistema l Recomendações Conselhos sobre a boa prática de projetos l Guia de processo Que atividades seguir

15 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 15 O que é CASE ( Computer-Aided Software Engineering ) l Sistemas de Software que devem prover um suporte automatizado para atividades do processo de software. Sistemas CASE são geralmente utilizados para suporte de método l CASE de nível alto Ferramentas para dar suporte às atividades iniciais de requisito e projeto l CASE de nível baixo Ferramentas para dar suporte às atividades posteriores como programar, depurar e testar

16 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 16 Quais os atributos de um bom software? l O software deve fornecer as funcionalidades e performance requeridas para o usuário e deve ser fácil de manter, confiável e utilizável l Manutenibilidade O software deve evoluir para atender às necessidades de mudança l Confiabilidade O software deve ser confiável l Eficiência O software não deve fazer uso desnecessário de recursos do sistema l Usabilidade O software deve ser utilizável pelos usuários para os quais ele foi projetado

17 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 17 Quais os principais desafios enfrentados pela engenharia de software? l Lidando com sistemas legados, lidando com a diversidade crescente e lidando com a demanda de tempos para entrega reduzidos l Sistemas legados Sistemas antigos e de valor devem ser mantidos e atualizados l Heterogeneidade Os sistemas são distribuídos e incluem um misto de hardware e software l Entrega Existe uma pressão crescente para agilizar a entrega de software

18 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 18 Responsabilidade ética e profissional l A engenharia de software envolve responsabilidades maiores do que simplesmente a aplicação de habilidades técnicas l Engenheiros de software devem comportar-se de uma forma honesta e eticamente responsável se quiserem ser respeitados como profissionais l Comportamento ético é mais que simplesmente manter a lei.

19 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 19 Questões de responsabilidade profissional l Confiabilidade Engenheiros devem normalmente respeitar a confidencialidade de seus patrões ou clientes independente de ter ou não um acordo formal de confiabilidade assinado. l Competência Engenheiros não devem falsear seus níveis de competência. Não devem deliberadamente aceitar trabalhos que estejam fora de suas competências.

20 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 20 Questões de responsabilidade profissional l Direitos de propriedade intelectual Engenheiros de software devem conhecer as regras locais que governam o uso de propriedade intelectual como as patentes, copyright, etc. Eles devem ser cuidadosos para garantir que a propriedade intelectual de seus patrões e clientes esteja protegida. l Mau-uso do Computador Engenheiros de software não devem usar suas habilidades técnicas para fazer mau uso do computador de outras pessoas. O mau uso do computador vai de relativamente trivial (brincar com jogos na máquina do patrão, vamos dizer assim) a extremamente sérios (disseminação de vírus).

21 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 21 Código de ética da ACM/IEEE l As sociedades profissionais nos EUA têm cooperado para produzir código de prática ética. l Membros destas organizações assinam o código de prática quando eles entram. l O Código contém oito princípios relacionados com o comportamento e decisões tomadas pelo engenheiro de software profissional, incluindo praticantes, educadores, gerentes, supervisores e responsáveis pelas diretrizes políticas, bem como estagiários e estudantes da profissão.

22 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 22 Código de ética - preâmbulo l Preâmbulo A versão curta do código resume as aspirações em um alto nível de abstração; as cláusulas que estão incluídas na versão completa dão exemplos e detalhes de como estas aspirações mudam a forma como agimos enquanto profissionais de engenharia de software. Sem as aspirações, os detalhes podem se tornar legalistas e tediosos; sem os detalhes, as aspirações podem se tornar ressonantes, porém vazias; juntos, as aspirações e os detalhes formam um código coeso. Engenheiros de software devem se comprometer a fazer a análise, especificação, projeto, desenvolvimento, teste e manutenção do software, uma profissão benéfica e respeitada. De acordo com seu comprometimento à saúde, segurança e bem-estar do público, engenheiros de software devem aderir aos Oito Princípios a seguir:

23 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 23 Código de ética- princípios l 1. PÚBLICO Engenheiros de software devem agir em consistência com o interesse do público. l 2. CLIENTE E PATRÃO Engenheiros de software devem agir de modo a visar os melhores interesses de seus clientes e patrões e consistente com o interesse do público. l 3. PRODUTO Engenheiros de software devem assegurar que seus produtos e modificações relacionadas atendam aos mais altos padrões profissionais possíveis.

24 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 24 Código de ética - princípios l 4. JULGAMENTO Engenheiros de software devem manter a integridade e independência em seu julgamento profissional. l 5. GERENCIAMENTO Gerentes e líderes de engenharia de software devem assinar e promover uma abordagem ética em relação ao gerenciamento de desenvolvimento e manutenção de software. l 6. PROFISSÃO Engenheiros de software devem adiantar a integridade e reputação da profissão consistente ao interesse do público.

25 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 25 Código de ética - princípios l 7. COLEGAS Engenheiros de software devem ser justos e apoiar seus colegas. l 8. SI Engenheiros de software devem participar de um aprendizado durante toda sua vida no que diz respeito à prática de sua profissão e devem promover uma abordagem ética à prática da profissão.

26 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 26 Dilemas éticos l Desacordo em princípio com as políticas da gerência sênior l Seu patrão age de maneira não-ética e lança um sistema de segurança crítica sem terminar os testes do sistema l Participação no desenvolvimento de sistemas de armas militares ou sistemas nucleares

27 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 27 Pontos-chave l A engenharia de software é uma disciplina da engenharia que se preocupa com todos os aspectos da produção de software. l Produtos de software consistem em programas desenvolvidos e documentação associada. Atributos essenciais dos produtos são manutenibilidade, dependência, eficiência e usabilidade. l O processo do software consiste em atividades que estão envolvidas no desenvolvimento de produtos de software. Atividades básicas são especificação, desenvolvimento, validação e evolução de software. l Os métodos são modos organizados de produzir software. Eles incluem sugestões para o processo a serem seguidas, as notações a serem utilizadas, as regras que governam as descrições do sistema que são produzidas e o projeto de pautas.

28 ©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 28 Pontos-chave l Ferramentas CASE são sistemas de software projetados para suportar atividades rotineiras no processo do software como editar diagramas de design, verificar consistência do diagrama e manter rastro de testes de programas que foram executados. l Engenheiros de software têm responsabilidades para com a profissão de engenheiro bem como para com a sociedade. Eles não devem preocupar-se somente com assuntos técnicos. l Sociedades profissionais publicam códigos de conduta que estabelecem os padrões de comportamento esperado de seus membros.


Carregar ppt "©Ian Sommerville 2000Software Engineering, 6th edition. Capítulo 1 Slide 1 Engenharia de Software Capítulo 1 – Introdução Slides do Livro do Sommerville,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google