A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Algas. Quais são os reinos dos seres que podemos encontrar as algas como representantes? Reino Monera: cianobactérias ou cianofíceas ou algas azuis (são.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Algas. Quais são os reinos dos seres que podemos encontrar as algas como representantes? Reino Monera: cianobactérias ou cianofíceas ou algas azuis (são."— Transcrição da apresentação:

1 Algas

2 Quais são os reinos dos seres que podemos encontrar as algas como representantes? Reino Monera: cianobactérias ou cianofíceas ou algas azuis (são todas pro/uni/autó); Reino Protista : euglenofíceas crisofíceas ou algas douradas pirrofíceas ou dinoflageladas ( são todas eucariontes, unicelulares e autótrofas); Reino Plantae ou Metaphyta ou Vegetal: Clorofíceas ou algas verdes rodofíceas ou algas vermelhas feofíceas ou algas pardas (a grande maioria é eucarionte,pluricelular e autótrofa). 1

3 1.) (UFPI-2003) Atualmente, biólogos da área de sistemática e evolução dos seres vivos incluem as algas como pertencentes ao reino Protista, e não ao reino Vegetal, como tradicionalmente se conhece devido à sua aparência com as plantas. A explicação para se classificar as algas como Protista e não como Vegetal está no fato da: a) presença de células com parede celulósica. b) ausência de envoltório nuclear em suas células. c) ausência de tecidos e órgãos bem diferenciados. d) presença de clorofila como pigmento fotossintetizante. e) ausência de organelas celulares. 2

4 2.) (PUCMG – 1997)As cianofíceas são denominadas "algas azuis". Elas compreendem organismos: a) procariotas, autótrofos, providos de pigmentos fotossintetizantes não acondicionados no interior de organelas. b) procariotas, heterótrofos, com mitocôndrias sintetizando compostos orgânicos. c) eucariotas, autótrofos, com pigmentos fotossintetizantes dispersos no citoplasma. d) eucariotas, heterótrofos, tendo cloroplastos como organela de síntese de compostos orgânicos. e) eucariotas, mas sem revestimento nuclear e com pigmentos fotossintetizantes associados a pregas de membranas existentes no citoplasma. 3

5 Algas do reino monera (cianobactérias) Cianobactérias em uma colônia - Elas não possuem cloroplastos, mas fazem fotossíntese devido a presença das lamelas fotossintetizantes ; - Reproduzem-se apenas de forma assexuada (bipartição ou cissiparidade); 4

6 cianobactérias heterocisto Obs: os heterocistos são estruturas relacionadas com a fixação do nitrogênio atmosférico. 5

7 3.) Em cianofíceas, ou cianobactérias, não se conhece nenhum processo de reprodução sexuada. Nesse grupo a variabilidade genética é causada especialmente por: a) recombinação genética b) mutação c) permutação d) conjugação e) cruzamentos seletivos 4.) (UFMG-1995)Entre os vários grupos de microrganismos existe um que é representado por seres unicelulares procariontes que podem ser utilizados na produção industrial de insulina humana. Esse grupo é constituído por a) bactérias. b) bacteriófagos. c) fungos. d) protozoários. e) vírus. 6

8 5.) (Mackenzie-1996) Seres vivos capazes de se desenvolver em meios onde outros não conseguem, por possuírem características adequadas para isso, como a capacidade de realizar a fotossíntese e de fixar o nitrogênio atmosférico. Essas referências são feitas às: a) bactérias em geral. b) algas clorofíceas. c) algas cianofíceas. d) euglenófitas. e) plantas em geral. 6.) (Mackenzie-1997) Todos os indivíduos pertencentes ao reino Monera, em sua célula, não apresentam: a) DNA. b) ribossomo. c) plasto. d) clorofila. e) membrana plasmática. 7

9 7.) (UFMG-1997) Conforme noticiado na imprensa em abril de 1996, as mortes de pacientes submetidos à hemodiálise em um hospital de Caruaru, Pernambuco, foram devidas á presença de algas azuis na água utilizada nos aparelhos de hemodiálise. A provável ação das algas azuis foi a a) competição pelo O livre no sangue levando à cianose. b) formação de colônias levando à obstrução de vasos sangüíneos. c) liberação de toxinas na água provocando lesões hepáticas. d) utilização do nitrogênio das proteínas acarretando deficiência nutricional. 9

10 Algas do reino Protista Euglenofícea: - É a única alga que não possui parede celular e que apresenta vacúolo contrátil; - Vive exclusivamente em ambiente de água doce; - É mixotrófica, ou seja, pode se comportar de forma autotrófica na presença de luz ou de forma heterotrófica na ausência dela;

11 Algas do reino Protista Crisofíceas ou algas douradas: -São um dos principais integrantes do fitoplâncton marinho; - As mais conhecidas são as diatomáceas, que apresentam uma parede celular muito dura ( rica em sílica – um composto presente nos grãos de areia), chamada de carapaça silicosa. Após a morte destas algas suas carapaças duras vão se depositando no solo oceânico, formando as terras ou rochas de diatomito, um produto que possui várias utilidades para o homem, tais como, na produção velas de filtros de barro, cremes esfoliantes, abrasivos de polimento – ceras e até mesmo na construção civil. Diatomácea Sofrendo Bipartição (rep. Assexuada)

12 8.) (UFPE-2001) Em certas regiões do nordeste brasileiro são utilizados, na construção de habitações rurais, tijolos de diatomitos constituídos por carapaças compactadas de diatomáceas. Esse material corresponde a: a) algas feofíceas ou algas pardas (marrons). b) algas crisofíceas ou douradas. c) artrópodos (quilópodos e diplópodos). d) poríferos ou esponjas. e) moluscos gastrópodos.

13 Algas do reino Protista Pirrofíceas ou Dinoflageladas: -Também são importantes componentes do fitoplâncton Marinho. Neste grupo encontramos as algas bioluminescentes e as algas que participam do fenômeno da maré vermelha. Este último provoca uma catástrofe ambiental que causa geralmente a morte de uma grande quantidade de peixes devido a toxinas excretadas por estas algas, também pode ocorrer a contaminação de moluscos filtradores, que se forem ingeridos por humanos pode causar intoxicações graves ou até a morte. Geralmente o fenômeno da maré vermelha esta associado eutrofização das águas. 10

14 9.) (UNESP-2003) Maré vermelha deixa litoral em alerta. Uma mancha escura formada por um fenômeno conhecido como "maré vermelha" cobriu ontem uma parte do canal de São Sebastião (...) e pode provocar a morte em massa de peixes. A Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião entrou em estado de alerta. O risco para o homem está no consumo de ostras e moluscos contaminados. (Jornal "Vale Paraibano", ) A maré vermelha é causada por a) proliferação de algas macroscópicas do grupo das rodófitas, tóxicas para consumo pelo homem ou pela fauna marinha. b) proliferação de bactérias que apresentam em seu hialoplasma o pigmento vermelho ficoeritrina. As toxinas produzidas por essas bactérias afetam a fauna circunvizinha. c) crescimento de fungos sobre material orgânico em suspensão, material este proveniente de esgotos lançados ao mar nas regiões das grandes cidades litorâneas. d) proliferação de liquens, que são associações entre algas unicelulares componentes do fitoplâncton e fungos. O termo maré vermelha decorre da produção de pigmentos pelas algas marinhas associadas ao fungo. e) explosão populacional de algas unicelulares do grupo das pirrófitas, componentes do fitoplâncton. A liberação de toxinas afeta a fauna circunvizinha. 11

15 10) (UFSCAR-2000) Pode-se afirmar que fitoplâncton a) é constituído por organismos heterótrofos. b) representa a comunidade dos produtores do plâncton. c) não depende da presença de luz para se desenvolver. d) representa a comunidade dos consumidores do plâncton. e) é representado por organismos que se deslocam ativamente na água. 12

16 11.) (UFRS-2000) Considere as afirmações abaixo sobre os grupos das algas e dos liquens. I- As algas planctônicas marinhas constituem a principal fonte alimentar para a maioria dos animais que habitam as águas profundas. II- O fitoplâncton é responsável por grande parte do oxigênio produzido pelos vegetais. III- As algas e os liquens podem ser excelentes bioindicadores, respectivamente, da qualidade das águas e da qualidade do ar. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas III. d) Apenas I e II. e) Apenas II e III. 13

17 Relembrando: Algas do Reino Monera Algas do Reino Protista Algas do Reino Vegetal ou Plantae ou Metaphyta Cianobactérias ou cianofíceas ou algas azuis Euglenofíceas Crisoíficeas ou algas douradas Pirrofíceas ou dinoflageladas Clorofíceas ou algas verdes Rodofíceas ou algas vermelhas Feofíceas ou algas pardas 14

18 Evolução das algas do reino vegetal 15

19 Algas do reino Vegetal ou Metaphyta (talófitas) Clorofíceas ou algas verdes - Apesar de serem incluídas no reino vegetal, possuem representantes unicelulares e pluricelular, sendo a maioria pluricelular; - São os prováveis ancestrais das plantas, este argumento é baseia-se no fato de ambas terem principalmente a celulose como constituinte da parede celular e a presença de clorofila como principal pigmento fotossíntese; -Ocorrem em ambientes aquáticos (dulcícolas e marinhos), terrestre úmido ou até mesmo fazendo parte de associações mutualísticas, como nos líquens ( algas + fungos) 16

20 Líquens = algas + fungos, nesta associação a alga (autótrofa) fornece alimento – glicose- para fungo que é heterótrofo. E o fungo capta umidade (H 2 O na forma de vapor) da atmosfera e fornece às algas, para que estas realizem a fotossíntese. Os líquens são indicadores biológicos da qualidade do ar, ou seja, eles não sobrevivem quando a poluição atmosférica é alta e também participam da sucessão ecológica, como indivíduos pioneiros. 17

21 Líquens 18

22 12.) (FUVEST-2001) Os líquens da tundra ártica constituem a principal fonte de alimento para renas e caribus durante o inverno. As substâncias orgânicas do alimento desses animais, portanto, são primariamente produzidas por um dos organismos componentes do líquen. Qual é esse organismo e que processo ele utiliza para produzir substâncias orgânicas? a) Um fungo; fermentação. b) Um fungo; fotossíntese. c) Um protozoário; fermentação. d) Uma alga; fotossíntese. e) Uma cianobactéria; quimiossíntese. 19

23 Algas do reino Vegetal ou Metaphyta Rodofíceas ou algas vermelhas - Também possuem representantes unicelulares e pluricelulares, sendo as últimas em maior número; - Possuem na parede celular além da celulose, outros polissacarídeos como o ágar e o carragin, o primeiro é um carboidrato utilizado na produção de meio de cultura (lanchinho que alimenta microorganismos em laboratório), e pelo fato de ser uma substância resistente a digestão em seres humanos, é utilizado na produção de laxantes. Já o segundo (carragin) é uma substância gelatinosa muito usado na indústria alimentícia, principalmente na produção de sorvetes, onde participa como agente espessante. Obs: não possuem nenhuma relação com o fenômeno da Maré Vermelha 20

24 Rodofíceas Nori – alimento feito a partir da alga Chondrum Rodofícea séssil = fixa Rodofíceas sésseis = fixas no solo marinho ou nas rochas, fazem parte do bênton. Alga Chondrum 21

25 Algas do reino Vegetal ou Metaphyta Feofíceas ou algas pardas ou algas marrom 22

26 Algas do reino Vegetal ou Metaphyta Feofíceas ou algas pardas ou algas marrom Fucus 23

27 Feofíceas ou algas pardas ou algas marrom 24

28 Existem feófitas que alcançam até 70m de comprimento 25

29 Algas do reino Vegetal ou Metaphyta Feofíceas ou algas pardas ou algas marrom - São exclusivamente pluricelulares, com representantes que variam entre alguns centímetros até aproximadamente 70m de comprimento; - São predominantemente marinhos; - Além da celulose presente na parede celular, também possuem um outro carboidrato chamado algina, que é empregado na produção do alginato, um produto odontológico ( o chicletão do dentista) ; - Em alguns países, após a sua secagem elas são utilizadas na composição de fertilizantes agrícolas (adubos); - Também fazem parte da culinária oriental, assim como algumas rodófitas. 26

30 Feofícea chamada Laminaria, sendo secada para posterior consumo 27

31 Processo natural de secagem da feofícea Laminaria que será utilizada na produção do Kombu 28

32 13.) (UEL-1999) Clorofíceas, feofíceas e rodofíceas ocorrem tanto em água doce como no mar, mas cada um desses grupos é mais abundante em um dos ambientes citados. Assinale a alternativa da tabela que contém os principais ambientes nos quais esses diferentes tipos de algas predominam. a) CLOROFÍCEAS: água doce FEOFÍCEAS: água doce RODOFÍCEAS: água doce b) CLOROFÍCEAS: água doce FEOFÍCEAS: água doce RODOFÍCEAS: mar c) CLOROFÍCEAS: água doce FEOFÍCEAS: mar RODOFÍCEAS: mar d) CLOROFÍCEAS: mar FEOFÍCEAS: mar RODOFÍCEAS: água doce e) CLOROFÍCEAS: mar FEOFÍCEAS: mar RODOFÍCEAS: mar 29

33 14.) (UFC-1999) A grande importância ecológica das algas planctônicas é devida ao fato de elas proporcionarem: a) o equilíbrio da temperatura dos oceanos. b) a produção de oxigênio na Terra. c) a ciclagem do nitrogênio nos oceanos. d) o equilíbrio da salinidade dos oceanos. e) o equilíbrio da temperatura na Terra. 30

34 15.) (UFC-2001) A vida nos mares depende do fitoplâncton flutuante, constituído, principalmente, por diatomáceas e dinoflagelados. Considere as afirmações abaixo sobre as algas planctônicas. I. Todas são organismos procariontes. II. Constituem a base que sustenta a cadeia de alimentação nos mares e lagos. III. São os principais responsáveis pela presença de oxigênio na atmosfera. A análise das afirmações nos permite concluir corretamente que: a) apenas II está correta. b) II e III estão corretas. c) I e II estão corretas. d) apenas III está correta. e) I e III estão corretas. 31

35 Valeu!!!


Carregar ppt "Algas. Quais são os reinos dos seres que podemos encontrar as algas como representantes? Reino Monera: cianobactérias ou cianofíceas ou algas azuis (são."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google