A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professora Thailise Maressa LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MORFOLOGIA CLASSES DE PALAVRAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professora Thailise Maressa LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MORFOLOGIA CLASSES DE PALAVRAS."— Transcrição da apresentação:

1

2 Professora Thailise Maressa LÍNGUA PORTUGUESA

3 GRAMÁTICA MORFOLOGIA CLASSES DE PALAVRAS

4 MORFOLOGIA Parte da gramática que estuda as Classes de Palavras. Na Língua Portuguesa há dois grupos distintos de palavras: PALAVRAS VARIÁVEIS (A); PALAVRAS INVARIÁVEIS (B).

5 PALAVRAS VARIÁVEIS A – Todas as palavras que admitem alteração em sua forma, ou seja, podem variar em: Gênero: feminino / masculino; Número: singular / plural; Grau: diminutivo / aumentativo; Tempo/modo (verbos) Os alunos da 6ª série são terroristas. Alguns alunos atrapalham muito

6 PALAVRAS INVARIÁVEIS B – Todas as palavras que não admitem nenhum tipo de alteração em sua forma, ou seja, não podem variar em nada. As palavras escritas de vermelho nunca variam: De manhã está sempre mais frio. Amanhã vamos ver o filme novo.

7 CLASSE DE PALAVRAS: grupo de palavras com características comuns. Classe é um conjunto de objetos possuidores de uma ou mais características em comum. Na Língua Portuguesa há 10 Classes de palavras.

8 CLASSES DE PALAVRAS VARIÁVEIS: SUBSTANTIVO (NOME) ADJETIVO VERBO DETERMINANTES PRONOMES NUMERAIS

9 CLASSES DE PALAVRAS INVARIÁVEIS : CONJUNÇÕES PREPOSIÇÕES ADVÉRBIOS INTERJEIÇÕES Alguma dúvida até aqui?

10 SUBSTANTIVO VERBO ADJETIVO ADVÉRBIO NUMERAL PREPOSIÇÃOCONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO Classes de ligação Classe especial PRONOME ARTIGO As palavras de nossa língua são organizadas em 10 classes. Vejamos:

11 Verbo Advérbio Substantivo PREPOSIÇÃO CONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO O Substantivo e o Verbo são duas classes que podemos chamar de básicas ou nucleares, porque elas podem funcionar como núcleos. Artigo Numeral Adjetivo Pronome

12 Palavra variável em gênero, número e grau que dá nome a todos os tipos de seres e também suas ações, seus sentimentos e suas características. Seres materiais: Maria – criança – árvore – água Seres espirituais ou religiosos: Deus – anjo – alma Seres mitológicos: fada – saci – lobisomem – Papai Noel Qualidades: beleza – feiura – coragem - inteligência Estados: alegria – medo – tristeza Ações: abraço – beijo – corrida - estudo SUBSTANTIVO

13 Você já percebeu que cada elemento à nossa volta recebe um nome?

14 Esses elementos são chamados de substantivos

15 Substantivo é a palavra com que nomeamos: -lugares: sala de visita, escola, São Paulo, etc. -objetos: sofá, bola, sapato, vestido, etc. -pessoas: menina, Rafael, Juliana, etc. -animais: cachorro, gato, vaca, etc. -sentimentos, ações e qualidades: alegria, brincadeira, beleza, etc.

16 Os substantivos se classificam em: comuns, próprios, concretos, abstratos, coletivos,

17 Quanto a sua formação pode ser: primitivos derivados simples compostos

18 Substantivos comuns Indicam seres de uma mesma espécie: Ex: vaca, computador carro

19 Substantivos próprios São aqueles que nomeiam seres de um modo particular, como nome de pessoas, estabelecimentos comerciais, ruas, avenidas, cidades, estados, países, entre outros: Ex: Brasil, Brasília, Distrito Federal

20 Os substantivos próprios são sempre escritos com maiúscula a sua primeira letra

21 Substantivos concretos São aqueles que possuem existência de modo independente, não necessitando de outros para existirem: Ex: mar, árvore, bruxa

22 Substantivos Abstratos Dependem de outros seres para que eles existam: Ex: amor, perdão, viagem, morte

23 Coletivos São aqueles que indicam um conjunto de elementos de uma mesma espécie. Ex: Frota, constelação, ramalhete

24 Agora que já sabemos como o substantivo pode se classificar, vamos aprender como o substantivo pode ser quanto a sua formação!

25 Substantivos primitivos Não derivam de nenhuma outra palavra da Língua Portuguesa: Ex: terra, porta, sapato

26 Substantivos derivados Formam-se através de palavras já existentes. Para entendermos melhor citaremos os exemplos, seguidos de seus derivados: terra - terreiro porta - portão sapato - sapateiro

27 Simples é aquele formado de apenas um radical. Ex.: flor, roupa, sol

28 Composto é aquele formado com mais de um radical. Ex.: couve-flor, girassol, guarda-roupa

29 Modifica o substantivo, atribuindo-lhe qualidade, estado ou característica. Formação dos Adjetivos Simples – alto, baixo, magro Composto – azul-marinho, surdo-mudo Primitivo – feliz, gordo, claro Derivado – brasileiro, acovardado Classificação dos Adjetivos Pátrios – brasileiro, português, argentino Qualificativos – bonito, feio, odioso. Mulher alta, loura, linda, inteligente e rica. ADJETIVO

30 Locução Adjetiva Caneta de ouro Caneta áurea Rostinho de anjo Rostinho angelical Flexão dos Adjetivos Uniformes – alegre, feliz, fiel Biformes – alto/alta, magro/magra Adjetivos pátrios: refere-se a países, continentes, cidades, regiões e etc., indicando nacionalidade ou origem. Ex.: carioca, mineiro, brasiliense, brasileiro.

31 Palavra que antecede o substantivo, indicando-lhe o gênero e o número, ao mesmo tempo que determina ou generaliza, indeterminando o substantivo. Classificação: Definidos: indicam que se trata de um ser específico da espécie. São definidos: o, a, os, as. Indefinidos: indicam que se trata de um ser qualquer da espécie. São indefinidos: um, uns, uma, umas. ARTIGOS

32 Palavra que expressa quantidade de pessoas ou seres, e também o lugar que elas ocupam em uma determinada sequência.determinada Classificação: Cardinais Ordinais Multiplicativos Fracionários NUMERAL

33 Numerais cardinais Os numerais cardinais são aqueles que utilizam os números naturais para a contagem de objetos, ou até designam a abstração das quantidades: os números em si mesmos. Valem por adjetivos ou substantivos. Exemplo : Dois mais dois é igual a quatro

34 Numerais multiplicativos Os numerais multiplicativos são aqueles que indicam uma quantidade equivalente a uma multiplicação (uma duplicação, uma triplicação etc.). Exemplos: Às vezes, as palavras possuem duplo sentido. Arrecadou-se o triplo dos impostos relativos ao ano passado.

35 PRONOME Palavra que acompanha ou substitui um substantivo em relação às pessoas do discurso. São palavras variáveis em género e em número que se utilizam para substituir o nome, evitando assim repetições.

36 Tipos de Pronomes Pronome Substantivo: aquele que substitui o substantivo. Ex: Vi Maria na rua e acenei para ela. Pronome Adjetivo: aquele que acompanha o substantivo. Ex: João esqueceu sua apostila.

37 SUBCLASSES DOS PRONOMES PESSOAISPOSSESSIVOSDEMONSTRATIVOS INDEFINIDOSRELATIVOSINTERROGATIVOS

38 singularplural 1.ª pessoa eu, me, mim, migonós, nos, nosco 2.ª pessoa tu, te, ti, tigovós, vos, vosco 3.ª pessoa ele/ela: o, a, lo, la, lhe ele/ela: os, as, los, las, lhes PRONOMES PESSOAIS São os que se referem a pessoas As formas dos pronomes pessoais são as seguintes: PRONOMES PESSOAIS São os que se referem a pessoas As formas dos pronomes pessoais são as seguintes:

39 UM POSSUIDORVÁRIOS POSSUIDORES Um objecto possuído Vários objectos possuídos Um objecto possuído Vários objectos possuídos 1ª pessoa meu minha meus minhas nosso nossa nossos nossas 2ª pessoa teu tua teus tuas vosso vossa vossos vossas 3ª pessoa seu sua seus suas seu sua seus suas PRONOMES POSSESSIVOS São os que indicam posse As formas dos pronomes possessivos são as seguintes: PRONOMES POSSESSIVOS São os que indicam posse As formas dos pronomes possessivos são as seguintes: Ex: Este livro é meu. Esse DVD é vosso. Ex: Este livro é meu. Esse DVD é vosso.

40 PRONOMES DEMONSTRATIVOS Servem para designar as pessoas, as coisas ou os animais A s formas de pronomes demonstrativos são as seguintes: PRONOMES DEMONSTRATIVOS Servem para designar as pessoas, as coisas ou os animais A s formas de pronomes demonstrativos são as seguintes: SINGULARPLURAL MasculinoFemininoMasculinoFemininoInvariável este esse aquele mesmo outro o tanto tal esta essa aquela mesma outra a tanta tal estes esses aqueles mesmos outros os tantos tais estas essas aquelas mesmas outras as tantas tais isto isso aquilo EX: Este é o teu livro. Isto não presta, mas aquilo é bom. EX: Este é o teu livro. Isto não presta, mas aquilo é bom.

41 PRONOMES INTERROGATIVOS Servem para interrogar ou perguntar As formas de pronomes interrogativos são as seguintes: PRONOMES INTERROGATIVOS Servem para interrogar ou perguntar As formas de pronomes interrogativos são as seguintes: VARIÁVEISINVARIÁVEIS quanto quanta quantos quantas qual quais que quem Ex: Quanto custou esse livro? Quem já viu o filme? Ex: Quanto custou esse livro? Quem já viu o filme?

42 PRONOMES INDEFINIDOS indicam pessoas, coisas ou animais de modo vago e indefinido PRONOMES INDEFINIDOS indicam pessoas, coisas ou animais de modo vago e indefinido SINGULARPLURAL MasculinoFemininoMasculinoFemininoInvariável muito pouco tanto todo um nenhum algum certo outro qualquer muita pouca tanta toda uma nenhuma alguma certa outra qualquer muitos poucos tantos todos uns nenhuns alguns certos outros quaisquer ambos muitas poucas tantas todas umas nenhumas algumas certas outras quaisquer ambas alguém cada tudo ninguém nada qual outrem EX: Ele leu muito, mas tu não leste nada. Comi tanto! EX: Ele leu muito, mas tu não leste nada. Comi tanto!

43 É a palavra que exprime um fato (geralmente uma ação, estado ou fenômeno da natureza) e localiza-o no tempo, usados também para ligar o sujeito ao predicado. Mas o verbo é identificado principalmente por ser a classe de palavras que mais admitem flexões (em número, pessoa, modo, tempo e voz), VERBO

44 Diga 5 VERBOS que caracterizem cada uma das profissões abaixo: Professora: Escrever Ditar Ensinar Explicar Corrigir Agricultor: Semear Lavrar Colher Cavar Adubar Médica: Medicar Operar Acompanhar Vacinar Receitar Polícia: Ordenar Multar Prender Algemar Perseguir Bombeiro: Socorrer Apagar Ajudar Salvar Conduzir

45 Os verbos: Os verbos são palavras que exprimem ações, estados ou fenômenos da natureza situando-os no tempo. É a palavra mais variável de todas, varia em pessoa, tempo, número, modo e voz.

46 Os verbos podem indicar: AÇÃO As crianças brincam. A cantora canta.

47 Valdefrino está assustado. Valderleyson está bravo. ESTADO Valdefrino está assustado. Valderleyson está bravo.

48 FENÔMENO DA NATUREZA Relampejou e choveu a tarde toda.

49 VERBOS Ele entregou seus amigos. A mulher entregará a carta amanhã. Como estavam velhos! Anoitecera ainda cedo. Verbo é uma palavra de forma variável que exprime um acontecimento representado no tempo.

50 CONJUGAÇÃO DO VERBO Há três conjugações dos verbos caracterizadas pela vogal temática: 1ª conjugação: aaa 1ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática –a: estud-a-r, fic-a-r, rem-a-r. 2ª conjugação: eee 2ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática –e: vend-e-r, escrev-e-r, tem-e-r. 3ª conjugação: iii 3ª conjugação: verbos que terminam em vogal temática –i: part-i-r, dorm-i-r, sorr-i-r.

51 As conjugações 1ª -ar2ª- er3ª -ir Ensinar, apagar Explicar, ditar Semear, lavrar Multar, adubar, cavar, Cuidar, ajudar, medicar, ordenar, Algemar, auscultar, Trabalhar, Salvar, Tratar Acompanhar, Operar, Vacinar, Escrever, prender, colher, socorrer, Corrigir, descobrir, conduzir

52 As conjugações Ao conjunto organizado de todas as formas verbais dá-se o nome de CONJUGAÇÕES. Na Língua Portuguesa existem três conjugações. 1ªconjugação: de tema em –a (dançar, falar…) 2ªconjugação: de tema em –e (comer, fazer…) 3ºconjugação: de tema em –i (partir, fugir…) EXCEÇÃO: o verbo PÔR e todos os verbos formados a partir dele ( dispor, repor, compor…) pertencem à 2ªCONJUGAÇÃO, porque em latim se escrevia ponere e, portanto, a vogal temática era –e.

53 Estudar ->a- vogal temática Escrever ->e- vogal temática Partir ->i- vogal temática O tema do verbo encontra-se retirando o R final do infinitivo. A última vogal do tema é a vogal temática.

54 FLEXÕES DO VERBO NÚMERO 1ª (a que fala) (EU)(NÓS) (EU) ESTUDO (NÓS) ESTUDAMOS 2ª (a quem se fala) (TU)(VÓS) (TU) ESTUDAS (VÓS) ESTUDAIS 3ª (de quem se fala) (ELE/ELA)(ELES/ELAS) (ELE/ELA) ESTUDA (ELES/ELAS) ESTUDAM SINGULAR ESTUDO ESTUDAS ESTUDA PLURAL ESTUDAMOS ESTUDAIS ESTUDAM PESSOA

55 FLEXÕES DO VERBO MODO INDICATIVO Exprime-se, em geral, uma ação certa, positiva, quer em relação ao passado, ao presente ou ao futuro. IMPERATIVOExprime-se ordem, conselho, desejo, pedido, covite. SUBJUNTIVO Exprime-se uma ação incerta, duvidosa, eventual ou mesmo irreal. O modo indica a atitude (de certeza, de dúvida, de mando) da pessoa que fala em relação ao fato que enuncia.

56 FLEXÕES DO VERBO TEMPO Indica o momento em que se dá o fato expresso pelo verbo. Os três tempos naturais são: PRESENTE – Em tese, o fato ocorre no momento em que se fala. PRETÉRITO (passado) – Em tese, o fato ocorreu antes do momento em que se fala. FUTURO – Em tese, o fato ocorrerá após o momento em que se fala.

57 Tempo (quando se realiza a acção) Presente no momento em que se fala. Presente – exprime uma ação ou um estado que se passa no momento em que se fala. Ex: Eles comem sopa. Pretérito Pretérito (passado): uma ação passada, anterior ao tempo em que se fala. Perfeito- exprime uma ação passada, anterior ao tempo em que se fala. Esta ação está perfeitamente acabada. Ex: Eu comi a sopa. acontecimento passado anterior a outro também já passado Mais-que-perfeito- indica um acontecimento passado anterior a outro também já passado. Ex: Eu comera a sopa. uma ação habitual repetida prolongada no tempo, Imperfeito- exprime uma ação habitual ou repetida prolongada no tempo, ou uma ação passada que ocorreu ao mesmo tempo que outra também passada. Ex: Quando era bebê, comia muitas sopas. Futuro uma ação futura Futuro- exprime uma ação futura. Ex: Eu comerei sopa amanhã.

58 FLEXÕES DO VERBO TEMPO INDICATIVO Presente: estudo Pretérito Imperfeito: estudava Perfeito Simples: estudei Composto: tenho estudado Mais-que-perfeito Simples: estudara Composto: tinha estudado Futuro Do presente Simples: estudarei Composto: terei estudado Do pretérito Simples: estudaria Composto: teria estudado

59 FLEXÕES DO VERBO TEMPO SUBJUNTIVO Presente: estude Pretérito Imperfeito: estudasse Perfeito: tenha estudado Mais-que-perfeito: tivesse estudado Futuro Simples: estudar Composto: tiver estudado IMPERATIVO Presente: estuda, estude, estudemos, estudai, estudem

60 EXERCÍCIOS Escreva nos balões frases com as ações que estão sendo praticadas.

61 Complete as frases somente com os verbos que indicam fenômenos da natureza: chove andei escurece ventou caminho a) No verão, mais tarde. B) Ontem muito. C) pouco nessa região. Marque os verbos assim: 1= verbos de ação, movimento. 2= verbos que indicam fenômenos da natureza. 3= verbos que indicam modo se ser ou de estar dos seres. A) Hoje amanheceu às 5:46. B) Todos os dias Vinícius corre 10 quilômetros. C) O professor parece doente. D) O calor derreteu rapidamente o sorvete. E) Como chove, minha gente! F) As crianças brincavam de queimada no pátio. G) Lúcia e Vera estão muito aborrecidas.

62 Leia o texto e circule os verbos. O bilhete Escrevi mil vezes um bilhete de amor E ele virou poema, provocou delírios, arrepiou meus cabelos e ferveu o meu corpo todo. (...)

63 Relacione as colunas de acordo com o tempo dos verbos. ( a ) Fervi a água. ( ) presente ( b ) Fervo a água. ( ) pretérito ( c ) Ferverei a água. ( ) futuro 3. Observe os verbos e preencha os espaços de acordo a conjugação a qual eles pertençam: virar – escrever – girar – dormir – ficar – partir – sonhar – crer – provocar – querer – fugir – conversar – entender- amar – sorrir – orar – estar – cair – fazer – ir – ver – ler – sair 1ª conjugação ( ): 2ª conjugação ( ): 3ª conjugação ( ):

64 São palavras invariáveis que funcionam como modificador de um verbo, de um adjectivo ou de outro advérbio. Os advérbios desempenham a função de complemento circunstancial (de tempo, lugar e modo) Exemplos Exemplos : Utilização junto de um: Verbo: A moto anda depressa. O carro anda mais. Adjetivo: Ela é muito bela. A biblioteca é pouco espaçosa. Advérbio: A lesma anda muito devagar ADVÉRBIO

65 AfirmaçãoNegaçãoTempo Quantidade ou intensidade Lugar Modo Sim Certamente Decerto Realmente efectivamente Não Nunca Jamais Sempre Já Então Hoje Amanhã Agora Antes Depois Logo Muito Pouco Mais Bastante Menos Quase Tanto Tão Ali, aí Perto Longe Abaixo Acima Adiante Além Aqui Atrás Defronte Dentro Fora Assim Bem Debalde Depressa Devagar Mal Generosamente* Subclasses do advérbio *Nota: Podemos formar advérbios de modo, acrescentando o sufixo –mente ao adjectivo. Exemplo: amável / amavelmente; calmo / calmamente

66 São grupos de palavras, ligadas entre si, que funcionam como advérbios. Locuções adverbiaisAfirmaçãoNegaçãoTempo Quantidade ou intensidade LugarModo Com certeza Por certo Sem dúvida De facto … De forma alguma De modo nenhum De maneira nenhuma … À noite À tarde De noite De vez em quando Em breve … De muito De pouco De todo … À direita À esquerda Para dentro Por ali … À toa À vontade Ao contrário Às claras …

67 PALAVRAS INVARIÁVEIS Conjunção – palavra que liga as orações numa frase. Ex.: e, quando, porque, mas… Preposição – palavra que liga vários elementos dentro de uma oração. Ex.: de, com, para, a… Interjeições – palavra que traduz emoções. Ex.: ah, hein, oba!, psiu!, Nossa! Credo!…

68 E agora… VAMOS TRABALHAR!


Carregar ppt "Professora Thailise Maressa LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MORFOLOGIA CLASSES DE PALAVRAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google