A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Refração Prof. Antenor Refração da luz ao passar do ar para a água Professor Antenor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Refração Prof. Antenor Refração da luz ao passar do ar para a água Professor Antenor."— Transcrição da apresentação:

1 Refração Prof. Antenor Refração da luz ao passar do ar para a água Professor Antenor

2

3 REFRAÇÃO DA LUZ Professor Antenor

4 Refração A refração é o fenômeno ondulatório que ocorre com a onda quando esta muda de meio. O fenômeno da refração sempre vem acompanhado da reflexão. Na refração a freqüência da onda permanece constante. A velocidade e o comprimento de onda variam na mesma proporção. Professor Antenor

5 Nomenclatura: N : normal à superfície no ponto de incidência i : ângulo de incidência (ângulo formado pelo raio incidente e a normal) r : ângulo de refração (ângulo formado pelo raio refratado e a normal) V i e i : velocidade e comprimento de onda da onda incidente V r e r : velocidade e comprimento de onda da onda refratada Refração de ondas na superfície de Líquidos Professor Antenor

6 Leis da Refração Primeira Lei: O raio incidente, a normal e o raio refratado são coplanares; Segunda Lei: Lei de Snell-Descartes Professor Antenor

7 Refração da luz Obs.: A refração sempre vem acompanhada da reflexão Professor Antenor

8 Refração da luz A velocidade da onda luminosa depende da densidade do meio. Quanto maior a densidade de um meio, menor a velocidade de propagação da onda nesse meio. Professor Antenor

9 Refração da luz Refringência: resistência que o meio oferece a passagem da luz. Professor Antenor

10 I R Refração da luz - Representação Normal i r Raio incidente Raio refratado Luz passando do meio menos para o meio mais refringente: Neste caso podemos dizer que o raio refratado aproxima-se da normal Professor Antenor

11 I R Refração da luz – Representação com frentes de onda Normal Frente de onda incidente Frente de onda refratada Obs.: Nesta figura não representaremos a reflexão r i Professor Antenor

12 I R Refração da luz - Representação Normal i r Raio incidente Raio refratado Neste caso podemos dizer que o raio refratado afasta-se da normal Luz passando do meio mais para o meio menos refringente: Professor Antenor

13 I R Refração da luz – Representação com frentes de onda Normal Frente de onda incidente Frente de onda refratada Obs.: Nesta figura não representaremos a reflexão i r Professor Antenor

14 I R Refração da luz - Representação Normal i=0º r=0º Raio refratado Neste caso tivemos uma refração sem desvio Luz passando do meio mais para o meio menos refringente: Raio incidente Professor Antenor

15 Refração da Luz Desvio angular do raio refratado Normal i r Normal i r Professor Antenor

16 Índice de Refração absoluto de um meio Definição: é a razão entre a velocidade da luz no vácuo e a velocidade da luz no meio considerado. O índice de refração depende da densidade do meio, do material e da freqüência utilizada para medi-lo. Professor Antenor

17 Índice de Refração - Observações Professor Antenor

18 Índice de refração relativo O índice de refração do meio A em relação ao meio B, é definido por: Professor Antenor

19 Leis da Refração O raio refratado, o raio incidente e a normal são coplanares. Lei de Snell: V I = velocidade da onda incidente V R = velocidade da onda refratada I = comprimento de onda da onda incidente R = comprimento de onda da onda refratada N I = índice de refração do meio de incidência N R = índice de refração do meio de refração Professor Antenor n 1 x sen = n 2 x sen î r ^

20 n N Ângulo Limite de Incidência Normal i= L r= 90º Raio incidente Raio refratado O ângulo de incidência é chamado de ângulo limite (L) se o ângulo de refração for igual a 90 o. Professor Antenor

21 N n Ângulo Limite de Refração Normal i=90 o r= L Raio incidente Raio refratado O ângulo de refração é chamado de ângulo limite se o ângulo de incidência for igual a 90 o. Professor Antenor

22

23 Aplicação da reflexão total Fibra Ótica Professor Antenor

24 casca núcleo ar Funcionamento da Fibra Ótica i>L Professor Antenor

25 Aplicação da reflexão total Miragem Professor Antenor

26 Aplicação da reflexão total Miragem I>L I

27 Aplicação da refração Altura Aparente dos Astros A densidade do ar diminui com a altura Professor Antenor

28 Altura aparente dos astros A densidade do ar diminui com a altura. Observe esquema a seguir: Objeto Imagem Professor Antenor

29 DIOPTRO PLANO é a justaposição de dois meios transparentes e opticamente homogêneos Professor Antenor


Carregar ppt "Refração Prof. Antenor Refração da luz ao passar do ar para a água Professor Antenor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google