A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Leis da Reflexão. Propriedades das Imagens em Espelhos Planos Simetria Reversão Naturezas Opostas Objeto e Imagem – Mesmo Tamanho e Velocidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Leis da Reflexão. Propriedades das Imagens em Espelhos Planos Simetria Reversão Naturezas Opostas Objeto e Imagem – Mesmo Tamanho e Velocidades."— Transcrição da apresentação:

1 Leis da Reflexão

2 Propriedades das Imagens em Espelhos Planos Simetria Reversão Naturezas Opostas Objeto e Imagem – Mesmo Tamanho e Velocidades

3 Ex. 1: Um raio de luz incide no ponto I um espelho plano e, após a reflexão, passa pelo ponto P. Determine o ângulo de incidência:

4 Campo Visual O O’

5 H H Campo Visual O O’

6 Campo Visual Ponto CegoCampo Visual

7 Ex. 2: Maria posiciona-se num ponto A diante de um espelho plano. Por reflexão no espelho Maria consegue ver a imagem de Pedrinho posicionado no ponto B? HH

8 Ex. 3: Quais dos Objetos abaixo o Observador “A” não pode visualizar por meio do espelho plano? a b c d ef g H H

9 ELEMENTOS Foco (f) Vértice (V) c Eixo Principal (EP) Plano Focal (PF) Eixo Secundário (ES) Abertura do Espelho (  ) Raio de Curvatura do espelho (R) Centro de Curvatura (C) Espelho Esférico

10 Resumo f V C Côncavo

11 Resumo f V C Convexo

12 FORMAÇÃO DE IMAGENS f V C Côncavo Objeto Antes do Centro de Curvatura Invertida; Real; Menor

13 FORMAÇÃO DE IMAGENS f V C Côncavo Objeto sobre o Centro de Curvatura Invertida; Real; Igual

14 FORMAÇÃO DE IMAGENS f V C Côncavo Objeto entre Foco e Centro Invertida; Real; Maior.

15 FORMAÇÃO DE IMAGENS f V C Côncavo Objeto sobre o Foco Não Ocorre Formação de Imagem Imagem Formada no infinito!

16 FORMAÇÃO DE IMAGENS f V C Côncavo Objeto entre Foco e Vértice Direita; Virtual; Maior.

17 f V C Convexo FORMAÇÃO DE IMAGENS Direita; Virtual; Menor; Uma Imagem virtual NUNCA pode ser projetada!!!

18 (UFRS) A imagem de um objeto real, formada por um espelho convexo, é sempre Ex. 4: a)real, invertida e maior do que o objeto. b)rela, direita e menor do que o objeto. c)real, direita e maior do que o objeto. d)virtual, invertida e maior do que o objeto. e)virtual, direita e menor do que o objeto.

19 Ex. 5: (UECE) Um pequeno objeto é colocado perpendicularmente sobre o eixo principal e a 12cm do vértice de um espelho esférico côncavo, cujo raio de curvatura é 36cm. A imagem conjugada pelo espelho é: a)real, invertida e maior que o objeto b) virtual, direita e maior que o objeto c) virtual, direita e menor que o objeto d) real, invertida e menor que o objeto

20 Ex. 6: (UFV) Um espelho esférico, cujo raio de curvatura é igual a 0,30m, tem sua face côncava voltada na direção do Sol. Uma imagem do Sol é formada pelo espelho. A distância dessa imagem até o espelho é: a) 0,30m. b) 0,15m. c) 0,45m. d) 0,60m. e) infinita.

21 Ex. 7: (Mackenzie) Um objeto real é colocado sobre o eixo principal de um espelho esférico côncavo a 4cm de seu vértice. A imagem conjugada desse objeto é real e está situada a 12cm do vértice do espelho, cujo raio de curvatura é: a)2 cm. b) 3 cm. c) 4 cm. d) 5 cm. e) 6 cm.

22 Refração da Luz Ocorre toda a vez que a luz atravessa a superfície de dois meios transparentes! Vidro N Ar Muda de Direção! Altera a Velocidade

23 i ^ Vidro Ar Refração da Luz N r ^ Ângulo de Incidência Ângulo de refração Desvio do Raio

24 ___ Índice de Refração Absoluto A redução da velocidade da luz pode ser mensurada. n c v Índice de Refração Absoluto Velocidade da Luz c = km/s É a velocidade máxima que a luz pode atingir! Só é atingida no vácuo! Consideramos também no ar! Velocidade que a luz vai desenvolver no meio O índice de refração absoluto indica o grau de DIFICULDADE encontrado pela luz para propagar-se em um novo meio transparente e homogêneo. =

25 i ^ Vidro Ar Índice de Refração Relativo r ^ V 2, 2, f N n 1.sen(i) = n 2.sen(r)

26 i ^ Refringência s N r ^ Ar (1) Água (2) O ângulo de refração é menor; A velocidade da luz é menor; O comprimento de Onda é menor; A refringência é maior; n 1 < n 2

27 r ^ i ^ Refringência s N Ar (1) Água (2) O ângulo de refração é maior; A velocidade da luz é maior; O comprimento de Onda é maior; A refringência é menor; n 1 < n 2

28 Refringência s N Ar (1) Água (2) n 1 < n 2 n 1 > n 2 ou

29 (UFF) Um raio de luz monocromática atravessa três meios ópticos de índices de refração absolutos n 1, n 2 e n 3, conforme a figura: Sendo paralelas as superfícies de separação do meio 2 com os outros dois meios, é correto afirmar que: a) n 1 > n 2 > n 3 b) n 1 > n 3 > n 2 c) n 2 > n 3 > n 1 d) n 2 > n 1 > n 3 e) n 3 > n 1 > n 2 Ex. 8:

30 Ex. 9: (PUC) Um raio de luz, proveniente do vácuo, incide sobre a superfície de um bloco de material transparente com ângulo de incidência de 60°. Sendo o índice de refração absoluto do material de que é feito o bloco igual a  3, o ângulo formado entre os raios refletidos e refratado, vale: a) 120° b) 45° c) 75° d) 60° e) 90°

31 Ex. 10: (Fatec-SP) Na figura, um raio de luz monocromático se propaga pelo meio A, de índice de refração 2. Com base nessas informações, determine o índice de refração do meio B. Dados: sen37º = 0,60 e sen53° = 0,80 Devemos concluir que o índice de refração do meio B é: a) 0,5. b) 1,0. c) 1,2. d) 1,5. e) 2,0.


Carregar ppt "Leis da Reflexão. Propriedades das Imagens em Espelhos Planos Simetria Reversão Naturezas Opostas Objeto e Imagem – Mesmo Tamanho e Velocidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google