A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Evolução Faculdade Raimundo Marinho Campus Penedo Prof. Mário Jorge S. Lessa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Evolução Faculdade Raimundo Marinho Campus Penedo Prof. Mário Jorge S. Lessa."— Transcrição da apresentação:

1 A Evolução Faculdade Raimundo Marinho Campus Penedo Prof. Mário Jorge S. Lessa.

2 Curriculum Mário Jorge Santos Lessa Promotor de Justiça Aposentado Graduação – CESMAC Pós-Graduação: Especialista Direito e Processo Penal - CESMAC Professor de: IED I, Processo Penal II, Penal IV, Ciências Política - Direito. Direito Civil e Comercial, e Direito Administrativo e Constitucional - Administração. Procurador-Geral dos Município de Igreja Nova (AL).

3 Charles Robert Darwin O Inglês Charles Robert Darwin. * , Origem das espécies. Naturalista britânico. Evolução das espécies. Seleção natural e sexual. Paradigma fenômenos na Biologia.

4 Origem das Espécies (1859). Ancestral comum. Seleção natural. Explicação científica da diversidade de espécies na natureza. Escreveu sobre plantas e animais Descendência do Homem e Seleção em relação ao Sexo.

5 Evolução das Espécies

6

7 Antropogênese A evolução humana Antropogênese Homo sapiens Espécie distinta hominídeos Os grandes macacos Mamíferos placentários Antropologia física Primatologia Arqueologia Linguística Genética

8 Darwin e a seleção natural Darwin com a seleção natural aduzia que o ponto mais importante era a variação e a adaptação pela própria sobrevivência (luta da existência). O pensamento darwiniano da seleção natural encerra de certo modo, a idéia de adaptação, variação e, principalmente, a idéia de progresso, de evolução, através da seleção natural.

9 Da seleção natural Dei o nome de seleção natural ou persistência do mais apto à conservação das diferenças e das variações individuais favoráveis e à eliminação das variações nocivas. As variações insignificantes, isto é, que não são nem úteis nem nocivas ao individuo, não são certamente afetadas pela seleção natural e permanecem no estado de elementos variáveis, como as que podemos observar em certas espécies polimorfas ou indeterminando por se fixar, graças à natureza do organismo e às condições de existência.

10 Os Ancestrais do Homem No aparecimento da vida figura quatro períodos básicos: No primeiro surgem a vida e várias espécies de peixes e anfíbios; No segundo período surgem os dinossauros, os pássaros de dentes e animais de grande porte; No período terciários encontramos formas de vida mais aproximada do homem (12 e 75 milhões de anos).

11 O período quaternário é conhecido como a idade dos homens. Nesta fase a terra passou por grandes transformações. O surgimento do homem se dá, dependendo do conhecimento cognitivo de cada um. Criacionismo x evolução. Onde estudamos os processos de aprendizagem e de aquisição de conhecimento.

12 Teoria da Evolução Humana

13 Evolução Humana Charles Darwin

14

15 O Homem Atual - sua Alimentação

16 A evolução x criacionismo A evolução humana na linha do tempo se encontra registrada em versículos da Bíblia. A costela de Adão simboliza cromossomo, e é a chave da evolução homem macaco. Na discussão evolução vs. criacionismo, encontramos muitas convergências como esta.

17 Os australopitecos (Australopithecus) (do Latim australis do sul, Grego pithekos macaco) ou macaco austral. Constituem um gênero de diversos hominídeos extintos, bastante próximos aos do gênero Homo.

18 Lucy é o esqueleto de Australopithecus mais completo encontrado até agora. Tem cerca de 3.2 milhões de anos e foi descoberto em Hadar na Etiópia em Este esqueleto é atribuído a um indivíduo adulto, fêmea, da espécie Australopithecus afarensis e que já caminhava sobre as duas pernas, ou seja, já era bípede.

19 Homo habilis - Primeira forma humana, surgida há 2 milhões de anos. O cérebro era um pouco maior que o do Australopithecus e fabricava suas ferramentas quebrando lascas de pedra. Junto a seus fósseis foram encontrados vestígios das cabanas que construía.

20 As primeiras Sociedades na evolução

21 Sociedades Pré-históricas No princípio as sociedades começaram, com a consanguinidade, ou seja: com casamento entre parentes. Esta determinou os primeiros grupos sociais e os clãs de parentescos aumentaram por associação.

22 No período Paleolítico, os hominídeos passaram a viver em cavernas, os clãs ou grupos que tinham como líder um ancestral comum. Os casamentos inter-tribais foram o próximo passo para a amplificação dos grupos, e a tribo complexa resultante formou o primeiro verdadeiro corpo político.

23 Neste período com o manejo do fogo, os clãs podiam se defender dos animais e lutar contra os outros clãs. Nesse mesmo período homem passou a utilizar roupas feitas com pele de animal. No período Neolítico a agricultura se desenvolveu, pois acabou-se o período da glaciação, então iniciaram-se as vilas, depois cidades.

24 Houve o início de profissões que ainda não existiam, começaram a surgir bens como ouro. Na Idade dos Metais houve o achado de muitos metais o que ajudou os homens dessas sociedades a lutar contra os de outras sociedades. E o mais forte dizimava o mais fraco, segundo a tese de Darwin.

25 A evolução x criacionismo A evolução humana. Linha do tempo. Versículos da Bíblia. A costela de Adão - o cromossomo. Evolução homem macaco. Divergências ciência – religião.

26 Evolução Humana Ramapitheco – (14 milhões de anos). Ramapitheco – (14 milhões de anos). Vivia em árvores. Vivia em árvores. Australopitheco – (3 milhões de anos). Australopitheco – (3 milhões de anos). Volume cerebral – metade. Volume cerebral – metade. Andava em pé. Andava em pé. Usavam as mãos. Usavam as mãos. Colhiam frutos. Colhiam frutos. Pedras e paus - abate pequenos animais. Pedras e paus - abate pequenos animais.

27 Os australopitecos (Australopithecus) (do Latim australis do sul, Grego pithekos macaco) ou macaco austral. Gênero de diversos hominídeos extintos, bastante próximos aos do gênero Homo.

28 Lucy (Australopithecus afarensis) mais completo encontrado. Cerca de 3,2 milhões de anos. Descoberto - Etiópia (1974). Esqueleto de um indivíduo adulto, fêmea. Caminhava sobre duas pernas. Era bípede.

29 Homo habilis - Primeira forma humana (2 milhões) de anos. Fabricava suas ferramentas quebrando lascas de pedra. Nos sítios arqueológicos foram encontrados vestígios das cabanas que construíram.

30 Homem de Cro-Magnon (grande buraco) No ano de Foram descobertos esqueletos na França Viviam há anos atrás. Características: Robusto, 1,80 m altura. Traços físicos do homem atual. Os utensílios e sinais da civilização Possuíam uma inteligência mais evoluída Homo sapiens (homem sábio).

31 Características - Cro-Magnon Poliam a pedra. Esculpiam em madeira e osso. Faziam esculturas de animais. Fabricavam: arpões, anzóis, lanças e agulhas; Costuravam suas roupas de pele; Tinha sepulturas coletivas.

32 Homem Atual Homo sapiens sapiens. 35 mil anos - o Homem de Cro-magnon (Grande Buraco). Fisicamente é igual ao homem atual. Seu cérebro era bem desenvolvido. Ocupou todas as partes da Terra. Grupos de caçadores e coletores.

33 Sítio Arqueológico de Ingá - Paraíba

34 Na Evolução - Pedra do Ingá (PB) - Brasil

35 Histórico da paleoantropologia

36 No criacionismo No criacionismo a criação divina do mundo se baseia no 1º Livro Gêneses. Faz parte do Pentateuco ou Torá, os cinco primeiros livros bíblicos Deus, perfeito, incriado, que existe por si só e não depende da existência do Universo, é o elemento central da estrutura criacionista. Deus, perfeito, incriado, que existe por si só e não depende da existência do Universo, é o elemento central da estrutura criacionista. Exercendo seu infinito poder criativo, ele criou o Universo em seis dias e no sétimo descansou. Exercendo seu infinito poder criativo, ele criou o Universo em seis dias e no sétimo descansou.

37 No primeiro dia - Ele fez a luz e separou o dia da noite; No segundo dia, Ele criou o céu; No terceiro dia, fez a terra e o mar, as árvores e as plantas; No quarto dia, o Sol, a Lua e as estrelas; No quinto dia, os peixes e as aves; e, No sexto dia, Ele criou os animais e, por fim, o homem e a mulher (Adão e Eva) à sua imagem e semelhança.

38 O Jardim do Éden – No criacionismo No Gênesis, no jardim do Éden, Deus fez toda a espécie de árvores agradáveis à vista e de saborosos frutos para comer. Nele também colocou, ao centro, a Árvore da Vida e a Árvore da Ciência do Bem e do Mal.

39 A árvore do conhecimento tinha um fruto que, comido por Eva, manipulada pela serpente (simbolizando satanás) devia ser bom para comer, pois era de atraente aspecto e precioso para a inteligência. A idéia de fruto proibido vem do fato de que Deus teria proibido a Adão e Eva de comerem o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

40 A Primeira Pena - Criacionismo Deus, chamado por Adão e Eva, quando estes saem de trás de uma arvore. Estavam usando folhas de parreiras. Deus expulsa-os do Paraíso.

41 Referências AQUINO, Rubim Santos Leão. História da Sociedade: das Sociedades Modernas Atuais. 32ª ed. E Atualizada. Riode Janeiro: Livro Técnico, DARWIN,Charles. Viagem de um naturalista ao redor do mundo. Vol. II. Porto Alegre: DAVIS, Shelton. Antropologia do Direito: estudo comparativo de categorias de divida e contrato. Introdução, pp, 9 a 24. ROUSSEAU, Jean-Jacques. O Contrato Social. 2º ed. São Paulo: Editora Escala, 2008.


Carregar ppt "A Evolução Faculdade Raimundo Marinho Campus Penedo Prof. Mário Jorge S. Lessa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google