A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES QUÍMICAS DE DIFERENTES SOLOS DA PROVÍNCIA PETROLÍFERA DA BACIA DO RIO URUCU-AM Gyovanni Ribeiro Maria do Rosário Paulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES QUÍMICAS DE DIFERENTES SOLOS DA PROVÍNCIA PETROLÍFERA DA BACIA DO RIO URUCU-AM Gyovanni Ribeiro Maria do Rosário Paulo."— Transcrição da apresentação:

1 CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES QUÍMICAS DE DIFERENTES SOLOS DA PROVÍNCIA PETROLÍFERA DA BACIA DO RIO URUCU-AM Gyovanni Ribeiro Maria do Rosário Paulo César Teixeira II WORK SHOP DA REDE CT-PETRO PROJETO PI-2

2 Introdução Atividades Humanas causadoras de Impactos Ambientais; Atividades Humanas causadoras de Impactos Ambientais; Remoção da Floresta Primária pela Atividade Petrolífera; Remoção da Floresta Primária pela Atividade Petrolífera; Formação de Clareiras no meio da Floresta de difícil recuperação; Formação de Clareiras no meio da Floresta de difícil recuperação; Pedopertubação; Pedopertubação; Remoção da camada superficial solo mais rica em nutrientes; Remoção da camada superficial solo mais rica em nutrientes; Recuperação dos solos fundamental para revegetação. Recuperação dos solos fundamental para revegetação.

3 Área de Estudo Base de exploração petrolífera Geólogo: Base de exploração petrolífera Geólogo: Pedro de Moura Município de Coari na bacia do Rio Urucu Estado do Amazonas Estado do Amazonas Experimento Localizado na clareira 21 Experimento Localizado na clareira 21 Demais áreas de Floresta Primária localizados: Demais áreas de Floresta Primária localizados: Área Adjacente ao Experimento (Floresta I) Área Adjacente ao Experimento (Floresta I) Porto Hélio (Floresta II) Porto Hélio (Floresta II) Porto Evandro(Floresta III) Porto Evandro(Floresta III) LUC 06 (Floresta IV) LUC 06 (Floresta IV)

4 Material e Métodos Coleta de solos (cinco áreas) Coleta de solos (cinco áreas) Análises de macros e micronutrientes (Embrapa, 1999) Análises de macros e micronutrientes (Embrapa, 1999) Análise Granulométrica Análise Granulométrica Análise de substâncias Húmicas (Fracionamento Químico) Análise de substâncias Húmicas (Fracionamento Químico) Análise de Fósforo Remanescente Análise de Fósforo Remanescente Incubação do Fósforo Incubação do Fósforo Fracionamento do P Fracionamento do P

5 Área do Experimento Início Inicialmente só havia capim Área de despejo de rejeitos Camada superficial removida +/- 1 metro Introdução de espécies arbóreas: Goiaba de Anta, Angelim e Angico; Consórcio de Leguminosas de corte Tefrósia e Flemingia; Calagem e Adubação no preparo da Área

6 Levantamento e Classificação dos Solos Experimento Clareira 21: Provavelmente igual a Floresta Adjacente;? Experimento Clareira 21: Provavelmente igual a Floresta Adjacente;? Área de Floresta Primária Adjacente ao Experimento: Argissolo Vermelho Amarelo; Área de Floresta Primária Adjacente ao Experimento: Argissolo Vermelho Amarelo; Área de Floresta Primária Porto Hélio: Gleissolo Área de Floresta Primária Porto Hélio: Gleissolo Área de Floresta Primária Porto Evandro: Área de Floresta Primária Porto Evandro: Latossolo Vermelho Amarelo Área de Floresta Primária LUC 06: Latossolo Vermelho Amarelo Área de Floresta Primária LUC 06: Latossolo Vermelho Amarelo

7 Análise Granulométrica Camada de 0 a 20 cm

8 Análise de Substâncias Húmicas Valores de Ácidos Fúlvico e Húmico na camada superficial para as cinco áreas de estudo.

9 Análise química ÁREAS pHCNPKNaCaMgAlCuFeMnZn H2OH2Og/Kg%mg/dm 3 cmol c /dm 3 mg/dm 3 profundidade 0 a 20 cm Exp J-215,185,800,4915,6750,008,003,240,672,860,67241,671,921,04 Floresta 14,0416,711,161,6746,675,000,070,133,870,69700,001,720,79 Floresta 24,1419,231,371,0039,005,000,060,115,690,37361,331,950,91 Floresta 34,0018,771,331,0039,006,670,050,405,300,54365,331,900,85 Floresta 43,9012,370,592,0025,335,000,060,081,800,1033,671,070,49

10 Análise química ÁREAS pHCNPKNaCaMgAlCuFeMnZn H2OH2Og/Kg%mg/dm 3 cmol c /dm 3 mg/dm 3 profundidade 20 a 40 cm Exp J-214,902,430,342,2345,337,672,560,255,240,43115,330,800,45 Floresta 14,476,900,660,6727,334,670,050,073,910,56462,671,280,52 Floresta 24,419,561,031,0021,334,670,050,065,450,34269,331,810,54 Floresta 34,249,140,881,0023,676,330,040,075,100,47183,331,900,62 Floresta 44,283,910,201,0011,334,000,040,031,740,1842,001,130,34

11 Análise de P remanescente

12 Conclusões 1.Os solos do experimento apresentaram maiores teores de P, K, Ca e Mg em função das adubações; 2.Os solos de floresta primária alagada apresentaram menores teores de micronutrientes; 3.Os solos de Floresta Primária Alagada (Gleissolo) com menor teor de argilas, apresentaram adsorção de P; 4.Os solos de Floresta de Terra Firme apresentaram maior adsorção de P que oi experimento da lareira 21 em função da adubação já realizada;

13 Referências Bibliográficas Alvarez, V.; Fonseca, D. M. Determinação e uso do fósforo remanescente. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. 25(1): 27-33, 2000 (Boletim Informativo). Alvarez, V.; Fonseca, D. M. Determinação e uso do fósforo remanescente. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. 25(1): 27-33, 2000 (Boletim Informativo). Cerri, C.C.; Bernoux M.; Volkoff, B. & Moraes J.L Dinâmica do carbono nos solos da Amazônia. In: O solo do Brasil, Viçosa – MG: SBSC; UFV; 930 p. Cerri, C.C.; Bernoux M.; Volkoff, B. & Moraes J.L Dinâmica do carbono nos solos da Amazônia. In: O solo do Brasil, Viçosa – MG: SBSC; UFV; 930 p. Dubois, J.C.L.; Viana, V.M. & Anderson A. B Manual agroflorestal para a Amazônia. REBRAF, Rio de Janeiro – RJ, 228 p. Dubois, J.C.L.; Viana, V.M. & Anderson A. B Manual agroflorestal para a Amazônia. REBRAF, Rio de Janeiro – RJ, 228 p. EMBRAPA Manual de análises de solos, plantas e fertilizantes. Embrapa. Brasília. 370p. EMBRAPA Manual de análises de solos, plantas e fertilizantes. Embrapa. Brasília. 370p. Falcão, N. P. & Silva, J. R. da Características da adsorção de fósforo em alguns solos da Amazônia Central. Acta Amazônica. 34 (3): Falcão, N. P. & Silva, J. R. da Características da adsorção de fósforo em alguns solos da Amazônia Central. Acta Amazônica. 34 (3): Luizão, F.J Litter production an mineral element input to the Forest floor in central Amazonian forest. Geojornal, 19: Luizão, F.J Litter production an mineral element input to the Forest floor in central Amazonian forest. Geojornal, 19: Novais, R.F.; Smyth, T.J Fósforo em solo e planta em condições tropicais. Universidade Federal de Viçosa, MG. 399 p. Novais, R.F.; Smyth, T.J Fósforo em solo e planta em condições tropicais. Universidade Federal de Viçosa, MG. 399 p. Fearnside, P.M A floresta Amazônica nas mudanças globais. Manaus - AM: INPA. 134 p. Fearnside, P.M A floresta Amazônica nas mudanças globais. Manaus - AM: INPA. 134 p. Tucci, C.A.F Disponibilidade de fósforo em solos da Amazônia. Tese de doutorado, Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, MG. 142p. Tucci, C.A.F Disponibilidade de fósforo em solos da Amazônia. Tese de doutorado, Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, MG. 142p.

14 Agradecimentos Aos técnicos do LASP/EMBRAPA Aos técnicos do LASP/EMBRAPA Ao Projeto CT-Petro PI-2/Dra Maria do Rosário Ao Projeto CT-Petro PI-2/Dra Maria do Rosário


Carregar ppt "CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES QUÍMICAS DE DIFERENTES SOLOS DA PROVÍNCIA PETROLÍFERA DA BACIA DO RIO URUCU-AM Gyovanni Ribeiro Maria do Rosário Paulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google