A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução à Qualidade de Software Ricardo de Almeida Falbo Tópicos Especiais – Qualidade de Software 2007/1 Departamento de Informática Universidade Federal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução à Qualidade de Software Ricardo de Almeida Falbo Tópicos Especiais – Qualidade de Software 2007/1 Departamento de Informática Universidade Federal."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução à Qualidade de Software Ricardo de Almeida Falbo Tópicos Especiais – Qualidade de Software 2007/1 Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo

2 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/12 Agenda O que é Qualidade? O que é Qualidade de Software? Qualidade do Produto e do Processo Normas e Organismos Normativos

3 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/13 O que é Qualidade? O que um determinado produto apresenta para considerarmos que o mesmo tem qualidade? Ex.: Carro Qualidade é um conceito relativo. Diversos aspectos são levados em conta. No caso de um automóvel, fatores como conforto, segurança, desempenho, beleza e custo têm estreita relação com a qualidade.

4 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/14 O que é Qualidade? Qualidade está fortemente relacionada à conformidade com os requisitos. O que é conformidade em relação a requisitos? observado x especificado. Pode haver problemas na observação. Pode haver problemas na especificação.

5 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/15 O que é Qualidade? Qualidade diz respeito à satisfação do cliente. Requisitos são especificados por pessoas e com o objetivo de satisfazer outras pessoas. Uma especificação depende das escolhas feitas (clientes alvo). Pode haver problemas na especificação.

6 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/16 Breve Histórico da Qualidade Relatos Históricos de anos atrás no Egito. Marco Importante: Revolução Industrial 1920: Controle Estatístico da Produção 1940: Surgimento de vários organismos ligados à qualidade ASQC (American Society for Quality Control ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) ISO (International Standardization Organization) Ainda década de 1940: Japão destaca-se. Década de 1970: Qualidade de Software

7 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/17 O que é Qualidade de Software? Conferência da NATO (1968) – Crise de Software Problemas detectados: Cronogramas não observados. Projetos abandonados. Módulos que não operam corretamente quando combinados. Programas que não fazem exatamente o que era esperado. Sistemas tão difíceis de usar que são descartados. Sistemas que simplesmente param de funcionar. Passados quase 40 anos, o que mudou?

8 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/18 O que é Qualidade de Software? Qualidade em geral: é um conceito relativo. está fortemente relacionada à conformidade com requisitos. diz respeito à satisfação do cliente. Como isso se manifesta em software?

9 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/19 O que é Qualidade de Software? O aspecto não repetitivo do desenvolvimento de software torna essa atividade difícil e em boa medida imprevisível. Delimitar o escopo de um sistema não é trivial. A volatilidade dos requisitos é lugar comum no desenvolvimento de software.

10 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/110 O que é Qualidade de Software? Fatores que afetam o desenvolvimento e que influenciam no julgamento dos usuários: Tamanho e complexidade do software; Número de pessoas envolvidas no projeto; Métodos, técnicas e ferramentas utilizadas; Custo x benefício do sistema; Custos associados à existência de erros; Custos associados à detecção e remoção de erros; Etc.

11 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/111 O que é Qualidade de Software? Conjunto de características a serem satisfeitas em um determinado grau, de modo que o software satisfaça às necessidades de seus usuários. Usuários Finais Desenvolvedores Usuários Indiretos

12 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/112 Qualidade do Produto x Qualidade do Processo de Software Qualidade do produto de software não se atinge de forma espontânea. A qualidade do produto depende fortemente da qualidade do processo de desenvolvimento.

13 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/113 Qualidade do Processo de Software Um bom processo não garante que os produtos produzidos são de boa qualidade, mas é um indicativo de que a organização é capaz de produzir bons produtos.

14 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/114 Qualidade do Processo de Software Motivação para a busca da Qualidade do Processo de Software: Aumento da qualidade do produto. Diminuição do retrabalho. Maior produtividade. Redução do tempo para atender o mercado (time to market). Maior competitividade. Maior precisão nas estimativas.

15 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/115 Qualidade do Processo de Software A implantação de um Programa de Qualidade começa pela definição e implantação de um processo de software. O processo de software deve estar documentado, ser compreendido e seguido.

16 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/116 O que é Processo de Software? Processos de Software devem estabelecer: atividades a serem realizadas durante o processo, sua estrutura e organização (decomposição e precedência), incluindo a definição de um modelo de ciclo de vida quando pertinente (ex.: processo de desenvolvimento); artefatos requeridos e produzidos por cada uma das atividades do processo; procedimentos (métodos, técnicas, roteiros e padrões) a serem adotados na realização das atividades; recursos necessários (humanos, hardware e software) para a realização das atividades.

17 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/117 Estrutura do Processo de Software Processo de Software Sub-processos (Desenvolvimento, Manutenção, etc) Atividades Sub-atividades Pré-atividades Artefatos Insumos Produtos Recursos Humanos Software Hardware Procedimentos Métodos Técnicas Roteiros

18 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/118 Exemplo de Processo de Software Processo de Software Processo de Desenvolvimento Análise e Especificação de Requisitos Projeto Projeto Arquitetural Pré-atividade: Análise e Especificação de Requisitos Insumo: Documento de Especificação de Requisitos Produto: Documento de Arquitetura do Sistema Recurso Humano: Projetista de Software Ferramenta de Software: Ferramenta de Modelagem UML Técnica: Modelagem de Objetos Projeto Detalhado Implementação Testes Implantação

19 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/119 Como definir um processo? Processos têm de ser definidos caso a caso, levando-se em consideração as características específicas do projeto em questão: equipe, domínio de aplicação, tipo de software, tecnologias a serem adotadas, restrições de negócio (cronograma, custo, qualidade) etc. Apoio de Normas e Modelos de Qualidade de Processos de Software.

20 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/120 Normas e Organismos Normativos Normas internacionais de qualidade são criadas no trabalho voluntário de especialistas do mundo todo. Essas normas tornaram-se a base para especificar produtos, organizar o fornecimento de serviços e até mesmo para a elaboração de legislação em vários países.

21 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/121 Padrões de Facto Muitas vezes padrões surgem espontaneamente, a partir de uma necessidade ou como uma solução amplamente adotada quando comparada a outras alternativas. Padrões de facto são padrões aplicados na prática, mas que não foram formalizados como um regulamento. Podem ser criados involuntariamente ou por razões comerciais.

22 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/122 Padrões de Jure São criados de maneira formal, regulamentada. São escritos seguindo regulamentos e aprovados por instituições reconhecidas publicamente como capacitadas para tal (ex., ISO, IEEE etc).

23 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/123 ISO International Standardization Organization. Criada em 1946, começou a funcionar em Conta atualmente com mais de documentos internacionais de padronização, tendo aproximadamente 150 países participantes e cerca de especialistas que contribuem no mundo inteiro para a criação e verificação dos documentos.

24 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/124 A ISO e as Normas Relacionadas a TI A ISO criou com a IEC (International Eletrotechnical Commission) a primeira comissão conjunta para elaboração de normas, o JTC1 (Joint Technical Committee 1). O JTC1 é responsável pela criação de normas relacionadas a TI e é dividido em subcomissões (SC), que, por sua vez, são divididas em grupos de trabalho (working groups – WG).

25 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/125 A ISO e as Normas Relacionadas a QS A subcomissão SC-7 (Engenharia de Software e de Sistemas) trata das normas relacionadas à qualidade de software. Alguns grupos de trabalho da SC-7: WG-2: Documentação de Sistemas WG-6: Avaliação e Métricas WG-7: Gerência do Ciclo de Vida WG-12: Medição do Tamanho Funcional

26 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/126 Etapas na Criação de uma Norma Uma norma possui pelo menos um editor e um ou mais co-editores, que são pessoas de conhecimento técnico reconhecido e podem se dedicar ao projeto. O editor (junto com os co-editores) é responsável pela escrita do primeiro esboço do documento. Esse esboço é distribuído para análise pelos grupos de trabalho internacionais. A partir daí, sugestões de modificações são submetidas, avaliadas e introduzidas, em um ciclo que culmina com a versão final.

27 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/127 A Criação de Normas ISO/IEC Assim que uma nova proposta de item de trabalho (New Work Item proposal - NWI) é aprovada, um grupo de trabalho (WG) e um líder são designados. Um grupo de especialistas produz um esboço de trabalho (Working Draft – WD) que é refinado até atingir o grau de maturidade de esboço do comitê (Committee Draft – CD), quando é enviado aos grupos de trabalho internacionais (WGs).

28 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/128 A Criação de Normas ISO/IEC O trabalho segue em ciclos de modificação e uma data é fixada para votação. Passada a votação, o documento atinge o estágio de esboço de norma internacional (Draft International Standard – DIS), quando passa por um novo ciclo de análise e modificações. Passada uma nova votação que aprova o documento no estágio de esboço finalizado (Final DIS – FDIS), apenas modificações de caráter editorial podem ser efetuadas. Finalmente a norma é publicada como Norma Internacional (International Standard – IS) ou como relatório técnico (Technical Report – TR).

29 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/129 Uso de Padrões Adequação x Certificação. Adequação: deve preceder a certificação e consiste em colocar em prática, total ou parcialmente, aquilo que é nela proposto. Certificação: Envolve a participação de um organismo ou empresa externa que possa atestar que a empresa candidata segue efetivamente o padrão.

30 Tópicos Especiais - Qualidade de Software 2007/130 Certificação Pré-análise Relatório de não-conformidades. Ajustes Avaliação Relatório de não-conformidades + Recomendação, que pode ser: Certificar a empresa, sugerindo apenas pequenas correções a serem realizadas. Certificar a empresa, porém sob a condição de que certas correções sejam efetuadas. Não certificar a empresa, recomendando uma nova etapa de adequação à norma antes de uma nova tentativa de certificação. Acompanhamento durante a validade da certificação.


Carregar ppt "Introdução à Qualidade de Software Ricardo de Almeida Falbo Tópicos Especiais – Qualidade de Software 2007/1 Departamento de Informática Universidade Federal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google