A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação Visual Urbana: Uma Leitura da Mídia Mural Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação Visual Urbana: Uma Leitura da Mídia Mural Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba."— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação Visual Urbana: Uma Leitura da Mídia Mural Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba

2 Resumo Registro, análise e divisão em tipologias da mídia mural na cidades de Sorocaba, São Paulo, Brasil. Texto (Iuri Lotman). Mídia secundária (Harry Pross).

3 Crise da visibilidade O excesso de imagens resulta em cegueira (Baitello Júnior, Kamper, Flusser). Perda do objeto, por meio da onipotência do signo (Juremir Machado). Quebra do silêncio com a presença da arte / incorporação de marcas qualitativas do objeto (Alexandre Orión).

4 Mídia mural Polifônica (Canevacci), composta por formas casuais e propositais de comunicação; Usada em todos os bairros e na região central; Não utilizada na região mais nobre da cidade; Mídia transitória.

5 Características Caos multicolorido (ausência de padrão); Código de ética; Formação autodidata dos produtores; Liberdade: diversidade de estilos e linguagem coloquial / popular; Texto verbal como elemento acessório e de reforço.

6 Técnicas mais freqüentes Antropomorfização; Infantilização. Aproveitamento de personagens do universo dos quadrinhos / animação; Uso da grafitagem.

7 Técnicas mais freqüentes Metalinguagem; Uso da exclusivo da linguagem verbal como elemento referencial; Tentativa de representação humana figurativa / realista, amparada pela técnica do retrato.

8 Influência da comunicação de massa Gestualidade; Vestimentas; Enquadramentos; Simulações de luz e sombra; Erotização; Uso do humor.

9 Conclusões Texto e imagem se completam ou se remetem, raramente se contradizem propositadamente; Uso da mensagem referencial em detrimento da poética; Repetição de fórmulas extraídas da comunicação de massa. Maior preocupação estética na comunicação visual institucional;

10 Conclusões Outdoor e painéis eletrônicos: leitura a partir do trânsito de automóveis. Cartaz e mídia mural: escala do transeunte. Mídia na primeira fase da publicidade (Juremir Machado).

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23 Referências: BAITELLO JÚNIOR, Norval. As imagens que nos devoram: antropofagia e iconofagia. Disponível em : WWW.cisc.org.br CANEVACCI, Massimo. A cidade polifônica: ensaio sobre a antropologia da comunicação urbana. São Paulo: Studio Nobel, ECO, Umberto. Algumas verificações: a mensagem publicitária. In: A estrutura ausente. São Paulo: Perspectiva, ECO, Umberto. Tratado geral de semiótica. São Paulo: Perspectiva, FLUSSER, Vilém. O mundo codificado. São Paulo: Cosac Naif, LOTMAN, Iuri. A estrutura do texto artístico. Lisboa: Estampa, MARCONDES FILHO, Ciro. Até que ponto, de fato, nos comunicamos? São Paulo: Paulus, PROSS, Harry e ROMANO, Vicente. Atrapados en la red mediática: orientación en la diversidad. Hondarribia: Argitaletxe Hiru, SILVA, Juremir Machado da. O silêncio do objeto: uma lógica hiper- espetacular. In: MELO, José Marques de e MORAIS, Osvando J. de (org.). Mercado e comunicação na sociedade digital. São Paulo: Intercom, 2007.


Carregar ppt "Comunicação Visual Urbana: Uma Leitura da Mídia Mural Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google