A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.hoft.com SUCESSÃO E CONTINUIDADE DA EMPRESA FAMILIAR A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA São Luiz, 25 de setembro de 2012 Renato Bernhoeft.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.hoft.com SUCESSÃO E CONTINUIDADE DA EMPRESA FAMILIAR A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA São Luiz, 25 de setembro de 2012 Renato Bernhoeft."— Transcrição da apresentação:

1 SUCESSÃO E CONTINUIDADE DA EMPRESA FAMILIAR A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA São Luiz, 25 de setembro de 2012 Renato Bernhoeft

2 Empreendedor é aquele que constrói, empresário é o que perpetua a obra. Parte desse desafio depende do compromisso da família em se tornar uma família empresária.

3 UNIFAMILIAR um fundador/ patriarca e seus descendentes diretos MULTIFAMILIAR vários titulares / sócios na 1ª geração com diferentes herdeiros tipos de empresa familiar

4 CONTROLE FAMILIAR GESTÃO FAMILIAR CONTROLE FAMILIAR GESTÃO NÃO FAMILIAR CONTROLE FAMILIAR GESTÃO MISTA alternativas para a continuidade

5 fase do(s) fundador(es) empreendedor(es) PROPRIEDADE FAMÍLIA(S) fase inicial família nuclear patriarca PATRIMÔNIO único(s) proprietário(s) sócios escolhidos EMPRESA unidade de comando na gestão

6 transição da 1ª para 2ª geração FAMÍLIA(S) demandas crescentes conflitos multigeracional sócios impostos pulverização valores e ética PATRIMÔNIO SOCIEDADE profissionais familiares e não familiares disputas pelo poder mercado EMPRESA

7 transição da 2ª geração em diante valores e ética vínculo pelo capital agregar valor PATRIMÔNIO SOCIEDADE foco no resultado sócio gestor mercado EMPRESA FAMÍLIA(S) liquidez novos núcleos diversidade cultural

8 genograma e estrutura societária fundador fundador fundador 3 fundador 1 = 33% fundador 2 = 33% fundador 3 = 33%

9 protocolo societário gera/exige compromissos regula direitos e deveres representa a vontade das partes antecipa conflitos instrumentaliza sua administração regula formas de saída compatibiliza e regula interesses individuais / familiares / societário/empresa operacionaliza a formação dos acionistas requer atualização geracional

10 o modelo de sociedade de uma geração não é transferível para a próxima; cada geração é uma nova sociedade que necessita ser construída pelos seus componentes; não basta profissionalizar a gestão da empresa, é indispensável profissionalizar também a família e a sociedade; a rentabilidade dos negócios pode não crescer na proporção do aumento das demandas - quantitativas e qualitativas – dos herdeiros – futuros sócios; nenhum modelo de gestão empresarial resiste à falta de um modelo societário; a primeira geração - em geral - se vincula pelo trabalho, a partir da segunda o vínculo será pelo capital; pontos para reflexão (1/4)

11 para perpetuar esta nova sociedade - pelo capital – será fundamental fixar uma missão, visão, valores, modelo e protocolo societário e estrutura de governança devidamente negociados e compromissados; idealmente o processo sucessório deve ser tratado com a presença e compromisso dos fundadores, líderes e titulares; trabalhar nas empresas da família não deve ser a única alternativa a ser considerada pelos familiares; um dos grandes desafios das sociedades familiares é conciliar sucesso coletivo - empresa/sociedade – com realização individual dos seus componentes; a empresa familiar tem futuro, mas nem todas as famílias ou gerações têm vocação empresarial; pontos para reflexão (2/4)

12 os filhos não herdam as participações societárias com um manual de instruções, elas necessitam ser desenvolvidas em cada geração; fundadores somente se afastam das suas empresas se tiverem um projeto de vida que envolva poder e condições para continuar sonhando e realizando; não descuidar do planejamento patrimonial e tributário é indispensável para perpetuar a riqueza; os ciclos de vida da família não são os mesmos dos negócios e da sociedade; algumas empresas podem continuar a ser rentáveis, outras tornam-se apenas vendáveis; pontos para reflexão (3/4)

13 para tornar-se uma família empresária é fundamental ser uma família saudável; 65% das empresas que desaparecem no mundo tem como causa principal os conflitos familiares não resolvidos (J. Ward, 1.998); é importante criar e manter, na família, uma cultura de liberdade individual (escolhas); alguns fundadores trabalham em excesso na empresa, e por longo tempo, que seus filhos já nascem cansados e desmotivados. pontos para reflexão (4/4)

14 PERPETUAÇÃO criar riqueza gerar dividendos e valorizar o patrimônio visão comum orgulho de pertencer à família e ao negócio valorização do coletivo negócio acima dos interesses pessoais empreender gerar empreendedores a cada geração

15 leitura recomendada Família, Família negócios a parte Editora Gente Cartas a um jovem herdeiro Editora Campus Como criar, manter e sair de uma sociedade familiar (sem brigar) Editora Senac

16 novo livro Editora Agir

17 (11)


Carregar ppt "Www.hoft.com SUCESSÃO E CONTINUIDADE DA EMPRESA FAMILIAR A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA São Luiz, 25 de setembro de 2012 Renato Bernhoeft."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google