A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pares de quasares como traçadores de aglomerados distantes: confirmação espectroscópica Laerte Sodré, Natália Boris, Claudia Mendes de Oliveira (IAG-USP)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pares de quasares como traçadores de aglomerados distantes: confirmação espectroscópica Laerte Sodré, Natália Boris, Claudia Mendes de Oliveira (IAG-USP)"— Transcrição da apresentação:

1 Pares de quasares como traçadores de aglomerados distantes: confirmação espectroscópica Laerte Sodré, Natália Boris, Claudia Mendes de Oliveira (IAG-USP) Michael West (ESO-Chile) Laerte Sodré, Natália Boris, Claudia Mendes de Oliveira (IAG-USP) Michael West (ESO-Chile) Eduardo Cypriano (IAG-USP)

2 Motivação A detecção de aglomerados em altos redshifts (z<~1) é muito importante para a cosmologia e astrofísica Os métodos usados para a detecção de aglomerados em redshifts mais baixos (e.g. sequência vermelha, raios X) falham em redshifts mais altos Sequência vermelha das elípticas do aglomerado

3 Método: Pares de quasares Quasares são objetos raros Um par de quasares fisicamente próximo deve estar relacionado com uma super densidade de galáxias Investigamos 4 campos com pares usando redshifts fotométricos (Boris et al. 2007): Prova de conceito

4 Amostra Pares de quasares: z <0.01 ; 15 < < 300 Catálogo: Véron-Cetty & Véron (2001)4 pares com 0.9 < z < 1.0 z=0.0 z=1.0

5 Observações: Imageamento GMOS norte e sul: g, r, i, z (exp: ~ 50, 20, 45, 55 min. respectively)

6 Redshift fotométrico Método LRW: Locally Weighted Regression Santos, Sodré et al. (in prep.) A optização dos parâmetros foi feita com os dados públicos do ACS-Goods (1/3 da amostra para validação)

7 Redshift fotométrico z< 22 z = 0,16

8 Resultados

9 Testes Super densidade: Aglomeramento: Riqueza:

10 Testes Sequencia vermelha:

11 Resultado

12 CL : espectroscopia GMOS norte: Rede de difração:R400 Largura da fenda: 1.5 : Å Modo: Nod & Shuffle Exposição:2.4 horas Alvos selecionados segundo o z phot 32 fendas ( 27 identificações de redshift) Cypriano et al. in prep.

13 Resultados Grupo de fundo CL

14 Resultados Galáxia passivaGaláxia ativa 3/7 CL0110 4/7 1/6 Grupo de fundo 5/6

15 Resultados Seq. Vermelha Contaminação

16 Conclusões Pares de quasares parecem ser, de fato, bons traçadores de aglomerados distantes: Conceito demonstrado Técnicas para identificar aglm. distantes não podem depender apenas da identificação de galáxias vermelhas Redshifts maiores Infra-vermelho (CTIO,CFHT) z=0.0 z=1.0

17 Fim -


Carregar ppt "Pares de quasares como traçadores de aglomerados distantes: confirmação espectroscópica Laerte Sodré, Natália Boris, Claudia Mendes de Oliveira (IAG-USP)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google