A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FACULDADE DE ENGENHARIA SÃO PAULO CH3 - Saneamento Prof. Paulo Takashi Nakayama

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FACULDADE DE ENGENHARIA SÃO PAULO CH3 - Saneamento Prof. Paulo Takashi Nakayama"— Transcrição da apresentação:

1 FACULDADE DE ENGENHARIA SÃO PAULO CH3 - Saneamento Prof. Paulo Takashi Nakayama

2 Critério de avaliação: Categoria 1 MF = 0,18*P1 + 0,22*P2 + 0,30*(S1+S2) P1 = α.A1 + (1 – α).ME1 P2 = α.A2 + (1 – α).ME2 Material do curso:

3 2 Programação das aulas 1.Sistema de abastecimento de água - Cálculo da população de projeto - Cálculo da vazão de projeto - Mananciais - Captação em poços - Captação superficial - Instalação de recalque - Linhas adutoras - Noções de tratamento de água - Reservação - Rede de distribuição de água

4 2. Coleta e transporte de esgoto sanitário - Sistema de esgoto sanitário - Traçado e dimensionamento da rede - Interceptores - Noções de tratamento de esgotos - Disposição de esgotos em meios rurais 3. Drenagem urbana - Cálculo da vazão de projeto - Localização das bocas de lobo - Traçado e dimensionamento de galerias - Dimensionamento de piscinões

5 1.Conceitos básico de Saneamento 1.1 Algumas definições Saneamento – é o conjunto de ações, obras e serviços que têm por objetivo alcançar níveis crescentes e sustentáveis de salubridade ambiental. Salubridade ambiental – qualidade ambiental capaz de prevenir a ocorrência de doenças veiculadas pelo meio ambiente e de promover o aperfeiçoamento das condições mesológicas, favoráveis à saúde da população urbana e rural.

6 Meio ambiente: conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas. Degradação da qualidade ambiental: alteração adversa das características do meio ambiente. Poluição: degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente :

7 - prejudicam a saúde, a segurança e o bem-estar da população; - afetam as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente. Poluidor: pessoa física ou jurídica, de direito público ou privado, responsável, direta ou indiretamente, por atividade causadora de degradação ambiental. Saúde: estado de completo bem-estar físico-mental e social (não apenas de doença ou enfermidade).

8 Saúde pública: ciência e arte de promover, proteger e recuperar a saúde, através de medidas de alcance coletivo e de motivação da população. Engenharia Sanitária: campo da engenharia relativo às obras de saneamento. Saneamento do meio: conjunto de obras e medidas que promovem o saneamento. As atividades do saneamento do meio envolvem principalmente: - Abastecimento de água; - Coleta, tratamento e disposição dos esgotos sanitários;

9 - Drenagem de águas pluviais; - Proteção contra inundações; - Coleta, tratamento e disposição do lixo; - Controle de insetos, ratos, etc. - Controle de poluição atmosférica; - Higiene das habitações; - Higiene industrial; - Educação sanitária.

10 Abastecimento de água

11 Manancial – Reservatório de Billings

12 Tratamento convencional – ETA Rio Grande

13 Reservatório de acumulação

14 Drenagem de águas pluviais

15 Proteção contra inundações

16 Coleta, tratamento e disposição do lixo

17

18

19 Controle de insetos, ratos, etc.

20 Poluição atmosférica

21 Higiene das habitações

22 Educação sanitária

23 1.2 Importância da água e dos sistemas públicos de abastecimento Homem tem necessidade da água de qualidade e quantidade suficiente para todas as suas atividades. Regiões não urbanizadas (sítios, fazendas) água proveniente de poços rasos e córregos. Aumento da aglomeração humana o problema de conseguir água torna-se cada vez mais difícil.

24 Crescimento da população qualidade de água degradada nos mananciais e sua quantidade insuficiente prejuízo para a saúde das populações há necessidade de sistemas públicos de abastecimento de água. Existe relação íntima entre saúde pública e sistemas de abastecimento de água a água é um dos principais veículos de transmissão de doenças.

25 Principal problema sanitário do Brasil abastecimento inadequado nas periferias das grandes cidades, onde há extrema pobreza e habitação densa ocorrência de epidemias de doenças como cólera, tifo, esquistossomose, etc. - Importância econômica do abastecimento de água: a) aumento da vida média da população e diminuição de horas perdidas com doenças; b) a água é matéria-prima para diversas indústrias (bebidas, farmacêuticas, químicas, etc.); c) a água é ainda utilizada em outros tipos de indústrias em caldeiras, resfriamentos, etc.

26 Resultados na Saúde Pública Abastecimento de água e mortalidade infantil no Estado de São Paulo

27 MAIS SAÚDE, MAIS VIDA

28 1.3 Planejamento de Recursos Hídricos - Água - Água utilizada para diversas finalidades o seu uso em uma região deve obedecer a um planejamento adequado, que geralmente é feito para grandes bacias hidrográficas. - Uso da água é gerenciado por órgãos governamentais DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica (Estado de São Paulo). A nível federal, o gerenciamento é feito pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica e ANA – Agência Nacional de Águas.

29 -Controle de qualidade de água CETESB – Companhia de Tecnologia de Saneamento Básico, atrelada à Secretaria de saneamento e Recursos Hídricos (Estado de São Paulo). -Controle de enchentes (na RMSP) DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica e Prefeituras.


Carregar ppt "FACULDADE DE ENGENHARIA SÃO PAULO CH3 - Saneamento Prof. Paulo Takashi Nakayama"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google