A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMISSÃO DE ESTUDOS DE PREVISÃO E ACOMPANHAMENTO DA CARGA CEPAC 1ª reunião - implantação Rio de Janeiro 11 de março de 2008 ONS Operador Nacional do Sistema.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMISSÃO DE ESTUDOS DE PREVISÃO E ACOMPANHAMENTO DA CARGA CEPAC 1ª reunião - implantação Rio de Janeiro 11 de março de 2008 ONS Operador Nacional do Sistema."— Transcrição da apresentação:

1 COMISSÃO DE ESTUDOS DE PREVISÃO E ACOMPANHAMENTO DA CARGA CEPAC 1ª reunião - implantação Rio de Janeiro 11 de março de 2008 ONS Operador Nacional do Sistema Elétrico

2 2 Tópicos Principais I.A Carga no Sistema Interligado Nacional – SIN 1.Estudos de previsão de Carga 2.A consolidação das previsões de carga II.Os Processos de Consolidação da Previsão de Carga 1.Módulo 5 dos Procedimentos de Rede do ONS III.A CEPAC 1.Motivação, contexto e objetivos 2.Propósitos da CEPAC e Atribuições 3.Composição 4.Formas de atuação 5.Coordenação 6.Macro-temas IV.Programa de Trabalho 1.Temas para desenvolvimento na CEPAC

3 3 A carga no Sistema Interligado Nacional - SIN A carga e o processo de consolidação

4 4 Estudos de Previsão de Carga Fatores que influenciam na previsão de carga

5 5 A Carga e o processo de consolidação ONS Estudos Elétricos Curto prazo e Médio prazo Plano de Ampliação E Reforços Estudos Energéticos PMO Planejamento Anual Consolidação Da Carga Programação Diária Eletroenergética e Intervençoes Distribuidores Geradores Consumidores Livres e potencialmente Livres Autoprodutores Agentes Previsão de carga Carga verificada Externos Clientes Dados previstos e verificados Previsão de carga ONS

6 6 Os Processos de consolidação das previsões de carga Módulo 5 dos Procedimentos de Rede (Consolidação da Previsão de Carga – versão: revisão)

7 7 Procedimentos de Rede do ONS Modulo 5 Submódulos SM 5.6 Programa Mensal de Operação PMO SM 5.5 Planejamento Energético Anual SM 5.1 Visão Geral SM 5.2 Plano de Ampliações e Reforços PAR SM 5.3 Planejamento da Operação Elétrica SM 5.4 Operação diária Eletroenergética e intervenções

8 8 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.1: CONSOLIDAÇÃO DA PREVISÃO DE CARGA - VISÃO GERAL Definição da Carga global dos Agentes de Distribuição: Pelo ótica da oferta (geração) e pela ótica da demanda (consumo). Carga de Consumidores Livres, Autoprodutores, Produtores Independentes de Energia e Agentes de Geração; Carga por barramento; Descrição do procedimento de consolidação; Atribui responsabilidades e estabelece a sistemática e os prazos para consolidação.

9 9 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.2: Consolidação da previsão de carga para estudos de ampliações e reforços Este submódulo trata dos dados previstos e verificados de carga global por agente e de carga por barramento da rede de simulação. Tais dados são insumos para a elaboração de estudos elétricos realizados com periodicidade anual. Produtos Previsões de Carga para os Estudos de Ampliações e Reforços; Relatório de Consolidação das Previsões de Carga para os Estudos de Ampliações e Reforços.

10 10 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.3: Consolidação da previsão de carga para estudos do planejamento da operação elétrica Este submódulo trata dos dados previstos e verificados de carga global por agente e de carga por barramento da rede de simulação. Tais dados são insumos para elaboração de estudos do planejamento da operação elétrica de médio prazo e de diretrizes para operação elétrica com horizontes quadrimestral e mensal. Produtos Previsões de Carga para Estudos do Planejamento da Operação Elétrica de Médio Prazo e para as Diretrizes da Operação Elétrica com Horizontes Quadrimestral e Mensal; e Relatórios de Consolidação das Previsões de Carga para Estudos do Planejamento da Operação Elétrica de Médio Prazo e de Diretrizes para Operação Elétrica com Horizontes Quadrimestral e Mensal.

11 11 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.4: Consolidação da previsão de carga para a programação diária da operação eletroenergética e para a programação de intervenções em instalações da rede de operação Este submódulo trata dos dados previstos e verificados da curva de carga de demanda diária por agente, áreas, subsistema e Sistema Interligado Nacional – SIN, em intervalos de integralização definidos pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS. Produtos Previsão da Curva de Carga de Demanda Diária; Previsão de Carga de Demanda Diária por Barramento da Rede de Simulação.

12 12 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.5: Consolidação da previsão de carga para o planejamento anual da operação energética A previsão da carga global é um dos insumos para a elaboração dos estudos energéticos realizados com horizonte de 5 (cinco) anos para o planejamento anual da operação energética e suas revisões quadrimestrais. Os dados mencionados neste submódulo são dados previstos e verificados de carga global por agente, por subsistema e no Sistema Interligado Nacional – SIN. Produtos Previsões de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética; Previsões de Carga para as Revisões Quadrimestrais do Planejamento Anual da Operação Energética; Informe Técnico da Previsão de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética; Informe Técnico da Previsão de Carga para as Revisões Quadrimestrais do Planejamento Anual da Operação Energética.

13 13 Procedimentos de Rede do ONS Submódulo 5.6: Consolidação da previsão de carga para a elaboração do Programa Mensal da Operação Energética O fornecimento da previsão da carga global de energia e de demanda é um dos insumos para a elaboração do Programa Mensal da Operação Energética – PMO e de suas revisões semanais. Os dados tratados neste submódulo são dados previstos e verificados de carga global, por agente, por subsistema e para o Sistema Interligado Nacional – SIN. Produtos Relatório de Acompanhamento Mensal da Carga; Relatório de Acompanhamento Semanal da Carga; Informe dos Períodos Horários dos Patamares de Carga Mensais Utilizados no PMO. Previsões de Carga para o PMO; Previsão de Carga de Demanda Ativa Integralizada de Ponta e Fora da Ponta.

14 14 A CEPAC Motivação e contexto Propósitos da CEPAC e atribuições Composição e formas de atuação Coordenação Macro-temas

15 15 Motivação Criar um Plano de Relacionamento com os Agentes para desenvolvimento de temas relacionados à previsão e acompanhamento da carga. Importância das previsões de carga para a operação eletro- energética do SIN; Oportunidade de incorporar e compartilhar novas idéias; Interesse demonstrado por Agentes em constituir um fórum para discussão de temas ligados à previsão de carga.

16 16 Propósitos da CEPAC Intensificar o relacionamento ONS-Agentes, propiciando a efetiva participação no desenvolvimento de metodologias e estabelecendo critérios referentes às previsões e acompanhamento da carga

17 17 Propósitos da CEPAC Difundir o conhecimento e compartilhar experiências em modelos, metodologias e sistemas utilizados para previsão de carga ativa e reativa global e por barramento, e nos estudos de comportamento da curva de carga. Criar um ambiente de estudos e discussão permanente para desenvolvimento de temas relacionados à previsão e acompanhamento da carga. Intensificar articulações e trabalhos conjuntos com a EPE nos estudos de médio prazo e acompanhamento da carga.

18 18 Objetivos Essa 1ª reunião marcará a implantação da CEPAC e a definição dos Temas que farão parte da agenda da Comissão e serão desenvolvidos no âmbito dos Grupos Temáticos.

19 19 Atribuições Definir Temas prioritários para serem desenvolvidos nos Grupos Temáticos; Apreciar e aprovar os estudos e análises elaboradas no âmbito dos Grupos Temáticos; Estabelecer uma efetiva integração entre os Representantes, em atividades que visem contribuir para os processos de previsão e consolidação da carga para os estudos elétricos e energéticos, em diferentes horizontes; Desenvolver atividades que contribuam para o cumprimento das responsabilidades do ONS e dos Agentes que constam do Módulo 5;

20 20 Formas de atuação Reuniões plenárias com periodicidade semestral ou sempre que se mostrar necessário; Através dos Grupos Temáticos no desenvolvimento de temas prioritários.

21 21 Atribuições Difundir metodologias, modelos e sistemas que sejam aplicáveis à previsão de carga nos diferentes horizontes de estudo: Estabelecer formas de controle de desvios das previsões; Avaliar as necessidades e propor treinamentos que contribuam na melhoria da qualidade das previsões de carga; Fazer proposições quanto ao desenvolvimento tecnológico e novas técnicas de previsão; Avaliar e estabelecer métodos de acompanhamento dos resultados verificados de carga ativa e reativa;

22 22 Composição AGENTES ONS CEPAC TEMAS para desenvolvimento Grupos Temáticos EPE, CCEE, ELETROBRÁS, ANEEL e outras entidades.

23 23 Coordenação A CEPAC será coordenada por representante do ONS; Os Grupos Temáticos - terão coordenadores técnicos designados entre os representantes na CEPAC; Os participantes nos Grupos Temáticos serão indicados pelos representantes na CEPAC de forma que atendam aos requisitos técnicos necessários ao desenvolvimento dos Temas; Poderão ser convidados a participarem das atividades técnicas dos Grupos Temáticos representantes de Universidades e Centros de Pesquisa, indicados pela CEPAC.

24 24 Macro Temas Estudos de caracterização de carga global e por barramento; Metodologias e modelos de previsão de carga; Conceituação e composição estrutural da carga; Acompanhamento de valores verificados e do comportamento da carga; Desenvolvimento tecnológico aplicado às previsões de carga.

25 25 Programa de Trabalho Temas para desenvolvimento na CEPAC

26 26 Temas para desenvolvimento na CEPAC 1.Caracterização da carga; 2.Previsão de curva de carga ativa global e por barramento da rede de simulação: a.Metodologias e técnicas de previsão de curva de carga global; b.Metodologias, técnicas e critérios para previsão da carga ativa e reativa por barramento da rede de simulação. 3.Modelagem de previsão de carga de energia e demanda anual, mensal, semanal, diária, horária e semi-horária, com modelos estatísticos e de inteligência computacional: a.Modelos de previsão de carga existentes; b.Identificação de metodologias e desenvolvimento de modelos para previsão de carga nos horizontes de interesse e avaliação das variáveis de influência no comportamento da carga.

27 27 Temas para desenvolvimento na CEPAC 4.Apuração dos dados verificados de curva de carga, demanda ativa e reativa, por barramentos da rede de simulação; 5.Formação estrutural da carga global do Agente, uniformização da utilização do conceito de carga e obtenção de dados verificados. 6.Metodologias para tratamento de dados verificados de carga e temperatura com utilização de filtros; 7.Metodologia para apuração dos desvios de previsão de carga global e por barramentos.

28 28 FIM


Carregar ppt "COMISSÃO DE ESTUDOS DE PREVISÃO E ACOMPANHAMENTO DA CARGA CEPAC 1ª reunião - implantação Rio de Janeiro 11 de março de 2008 ONS Operador Nacional do Sistema."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google