A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. 2 terra planetaterra Ciências da Terra para a Sociedade 2008 - O Ano da ONU para o Planeta Terra (2007-2009) Carlos Oití Berbert Ministério da Ciência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. 2 terra planetaterra Ciências da Terra para a Sociedade 2008 - O Ano da ONU para o Planeta Terra (2007-2009) Carlos Oití Berbert Ministério da Ciência."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 2 terra planetaterra Ciências da Terra para a Sociedade O Ano da ONU para o Planeta Terra ( ) Carlos Oití Berbert Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT Conselheiro Sênior junto à IUGS

3 3 MARCOS IMPORTANTES –Lançamento da idéia (agosto de 2000). –Aprovação da Declaração pelo Conselho IUGS/IGC (agosto de 2004). –Adoção pela Conferência Geral da UNESCO (outubro de 2005). –Proclamação pela Assembléia Geral da ONU (dezembro de 2005).

4 4 ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS ANOS INTERNACIONAIS REQUISITOS BÁSICOS 1. Prioridade a diretrizes políticas, sociais, econômicas, culturais, humanitárias ou humanas; 2. Impacto em todos (ou na maioria) dos países, independentemente do sistema econômico ou social; 3. Contribuição ao desenvolvimento da cooperação internacional na solução de problemas globais; 4. Interesse especial para os países em desenvolvimento.

5 5 CIÊNCIAS DA TERRA GEOLOGIA GEOFÍSICA GEOMORFOLOGIA GEOQUÍMICA GEOGRAFIA GEODÉSIA SEDIMENTOLOGIA GRAVIMETRIA MINERALOGIA CARTOGRAFIA SENSORIAMENTO REMOTO METEOROLOGIA GEOMAGNETISMO PALEONTOLOGIA PETROLOGIA PROSPECÇÃO MINERAL SISMOLOGIA GEOMEDICINA AGRONOMIA METALOGENIA GEOTECTÔNICA QUÍMICA DA ATMOSFERA PEDOLOGIA CLIMATOLOGIA ESTRATIGRAFIA OCEANOGRAFIA HIDROGEOLOGIA HIDROLOGIA ENGENHARIA DE MINAS

6 6 Por que um Ano Internacional do Planeta Terra? –Para demonstrar o grande potencial das Ciências da Terra na construção de uma sociedade mais segura, sadia e sustentada. –Para encorajar a sociedade a aplicar este potencial mais eficientemente, em seu próprio benefício.

7 7 OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO AIPT – –Redução dos riscos dos desastres naturais (ou induzidos) através do conhecimento existente ou adquirido; – –Redução dos problemas de saúde das populações através do entendimento dos aspectos médicos das Ciências da Terra; – –Inovação na descoberta de recursos naturais, aproveitando-os de maneira sustentada; – –Construção de edificações mais seguras e expansão urbana usando condições naturais subterrâneas; – –Determinação do fator não-humano nas mudanças climáticas; – –Inovação do conhecimento sobre a ocorrência de recursos naturais (como a água subterrânea, os depósitos minerais e energéticos), que são fontes potenciais de tensões políticas entre nações; – –Incentivo ao conhecimento das condições especiais dos fundos oceânicos relevantes para a evolução da vida.

8 8 Foco em: –Ciência –Divulgação

9 9 Programa de Divulgação Objetivos: –Divulgar na sociedade a grande e ampla importância das geociências para a vida humana e prosperidade. –Estimular a atenção para as contribuições das geociências nos sistemas educacionais nacionais. –Incrementar o entendimento da importância social das geociências por parte dos governantes, políticos, decision makers.

10 10 10 Temas Científicos Selecionados 1. Água Subterrânea 2. (Mega)cidades 3.Clima 4.Da Crosta ao Núcleo da Terra 5.Desastres Naturais 6.Oceanos 7.Recursos (Naturais e Energia) 8.Solos 9. Terra e Saúde 10. Terra e Vida

11 11 Qual o volume de água subterrânea existente e quanto dele pode ser utilizado de maneira sustentada ? Como pode ser identificada e gerenciada a explotação das reservas de água fóssil de sorte a se minimizarem a depleção e as conseqüências de eventuais desastres ecológicos ? Como podem os recursos subterrâneos ser protegidos da poluição e como reservatórios poluídos podem ser recuperados ? ÁGUA SUBTERRÂNEA

12 12 Como as práticas de planejamento, construção, manutenção e gerenciamento nas grandes cidades poderão reduzir os riscos ecológicos? (MEGA) CIDADES De que maneira a sustentabilidaade e qualidade de vida dos habitantes das megacidades podem ser incrementadas e como podem os riscos ser diminuídos? Como se poderá assegurar a localização e construção de obras superficiais e subterrâneas cada vez maiores em benefício das populações nessas cidades? Como se pode ter políticas de longo prazo que armonizem as demandas econômicas, sociais e ambientais nesses grandes conglomerados?

13 13 CLIMA se promovam estudos paleoambientais onde existam bons jazigos arqueológicos, especialmente onde aconteceram mudanças culturais. se executem pesquisas biológicas, geológicas, pedológicas e oceanográficas para se identificar a relação entre clima e mudanças de sistemas. se identifiquem mais detalhadamente as regiões de subsidência e elevação, em função do aumento esperado do nível dos oceanos. É preciso que: se identifique a freqüência e as causas dos eventos extremos nos registros geológicos. se entenda melhor as variações das temperaturas tropicais e sua interação com as variações climáticas em zonas temperadas.

14 14 CROSTA E NÚCLEO TERRESTRES Como podemos melhor compreender a transferência de massa da superfície terrestre e sua relação com a reciclagem profunda de material da Terra? Como o nosso melhor entendimento sobre os processos geológicos pode melhorar as nossas previsões sobre os desastres naturais?

15 15 DESASTRES NATURAIS Como os homens vêm alterando a geosfera, a biosfera e a geomorfologia, contribuindo para o incremento de certos desastres naturais e aumentando a sua vulnerabilidade perante eles? Que tecnologias e metodologias são necessárias para diminuir a vulnerabilidade de pessoas e lugares a desastres naturais e como podem ser elas usadas em uma variedade de escalas espaciais? Como o nosso atual conhecimento pode monitorar, predizer e minimizar as variações de um grande desastre natural para outro e como podemos desenvolver e criar novas técnicas de proteção local e global?

16 16 OCEANOS Que processos terrestres afetam a formação e evolução das margens continentais, e que benefícios e ameaças oferecem as margens continentais para a humanidade? Como se interagem a litosfera, hidrosfera e biosfera nas cadeias mesoceânicas e qual o papel que essa interação representa para a origem da vida na Terra ?

17 17 RECURSOS NATURAIS (MINERAIS) e ENERGIA Até que ponto podem o gás metano e os metano-hidratos contribuírem para a produção global de energia e qual será o impacto ambiental de seu uso? Pode o crescente uso industrial de recursos minerais desenvolver-se através de novas produções sustentadas? Como poderá o conhecimento acumulado da geologia e dos recursos minerais e energéticos proporcionar melhor planejamento, governança, estabilidade e avanço social para um desenvolvimento sustentado?

18 18 SOLOS Como podemos nos comunicar melhor com a sociedade para melhor aproveitamento dos solos? Como podemos maximizar o uso do conhecimento sobre solos naturais? Onde se poderá expandir a base do conhecimento dos solos para o maior benefício da sociedade e do meio-ambiente? Como podemos associar a base da ciência dos solos com as diversas disciplinas das Ciências da Terra;

19 19 TERRA E SAÚDE (GEOLOGIA MÉDICA/GEOMEDICINA) Como podemos identificar com segurança altos e baixos geoquímicos em solos, sedimentos, rochas e água que podem causar impacto direto ou indireto à saúde, e quais são as ligações críticas entre esses e a saúde humana e animal? Como podem ser estabelecidas cooperações entre países desenvolvidos e em desenvolvimento na busca de soluções para problemas de saúde comuns? Como podemos identificar as causas ambientais para os problemas de saúde conhecidos e, em colaboração com pesquisadores biomédicos e instituições de saúde pública, encontrar soluções para prevenir ou minimizar esses problemas?

20 20 TERRA E VIDA Como podemos melhor entender os processos dinâmicos da biosfera? Como pode o nosso conhecimento avançado auxiliar na sustentabilidade dos sistemas de vida de nosso planeta?

21 21 O MAIOR GEO-SHOW DA TERRA Lançamento de balões biodegradáveis em Londres e Índia (Jan/2007) Fórum de Ministros de Minas do Mundo (Toronto, 2008) Exposição Itinerante do Smithsonian sobre solos Exposições sobre geologia e vinho na Austrália Documentários sobre explotação mineral sustentada Lançamento do consórcio internacional sobre geocientistas urbanos Instituto de Geociências para cidades subterrâneas Cursos para jornalistas e professores Novos geoparques Conferência sobre geoturismo (Austrália, 2008) Concerto vienense em museu de geologia Geo-trem com 18 vagões, através da Índia Geo-ônibus e caminhões Sinfonia musical: - Planeta Terra Competições de geo-artes no mundo Lançamento de selos

22 22 Estrutura da Corporação Internacional

23 23 Muito obrigado pela atenção!

24 24 Diógenes de Almeida Campos Diretor do Museu de Ciências da Terra/DNPM Presidente do Comitê Nacional do AIPT O BRASIL E O ANO INTERNACIONAL DO PLANETA TERRA

25 25 Liberdade para sua composição Estrutura ágil e flexível Representantes de: IUGS Unesco Organizações Geocientíficas Governamentais Sociedades, Associações Geocientíficas Indústria Universidades Ministérios Relevantes Composição Básica: Presidente Secretário Tesoureiro Diretor Científico Diretor de Divulgação Conselheiro/Contato com a Corporação Internacional MOU - Comitê Nacional e Corporação Internacional SUGESTÕES DA IUGS PARA OS COMITÊS NACIONAIS

26 26 AGOSTO DE º CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, ARACAJU, SERGIPE APROVAÇÃO DO COMITÊ NACIONAL PARA O AIPT

27 27 COMITÊ NACIONAL ABC SECRETÁRIO-GERAL ESPECIALISTAS - CONSELHEIROS PATROCINADORES - IUGS - Unesco SBGeo ABGE ABAS IBRAM CPRMPetrobrás INPE SBPC CNPq FINEP TESOUREIRO DIRETOR CIENTÍFICO DIRETOR DE DIVULGAÇÃO COMITÊS TEMÁTICOS SBGeo ABGE ABAS IBRAM CPRM Petrobrás INPE SBPC CNPq FINEP Embrapa Embrapa Ibama Ibama

28 28 EVENTOS DE LANÇAMENTO –11 de Janeiro de Londres, Inglaterra –25 de Janeiro de Estação Ciência, São Paulo, Brasil

29 29 PROGRAMA CIENTÍFICO PROGRAMA CIENTÍFICO NOVOS PROJETOS PROJETOS EM ANDAMENTO PROGRAMA DE DIVULGAÇÃO PROGRAMA DE DIVULGAÇÃO REVISTAS BOLETINS JORNAIS TÉCNICO-CIENTÍFICOS BLOGS SEMINÁRIOS, SIMPÓSIOS, CONGRESSOS ASSEMBLÉIAS LEGISLATIVAS SEMANA NACIONAL DE C&T OUTROS

30 30 NO BRASIL Ações Efetivadas – –Edição de folheto; – –Realização de Palestras; – –Envolvimento de órgãos e entidades; – –Divulgação em jornais científicos, boletins etc; – –Constituição do Comitê Nacional do AIPT.

31 31 EVENTOS PROGRAMADOS E SUGESTÕES

32 32 EVENTOS CIENTÍFICOS

33 33 EVENTOS CIENTÍFICOS

34 34 EVENTOS DE DIVULGAÇÃO

35 35 EVENTOS DE DIVULGAÇÃO

36 36 SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE OUTUBRO/2007 TERRA

37 37 SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – –Dias de portas abertas em instituições e universidades – –Festivais e feiras de ciências – –Concursos para crianças e jovens – –Oficinas para o público – –Atividades unindo ciência, cultura e arte – –Cientistas nas escolas públicas – –Palestras e discussões públicas sobre temas científicos – –Jornadas de iniciação científica – –Produçao de mapas de ciências – –Exibição de filmes e vídeos científicos – –Excursões científicas para jovens – –Entrevistas, debates, documentários, jornais sobre C&T

38 38 Página eletrônica e contato

39 39 Muito obrigado pela atenção!


Carregar ppt "1. 2 terra planetaterra Ciências da Terra para a Sociedade 2008 - O Ano da ONU para o Planeta Terra (2007-2009) Carlos Oití Berbert Ministério da Ciência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google