A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Banco Central do Brasil VII Seminário Internacional CPC A Convergência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Banco Central do Brasil VII Seminário Internacional CPC A Convergência."— Transcrição da apresentação:

1 1 VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Banco Central do Brasil VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Banco Central do Brasil Sílvia Marques de Brito e Silva Departamento de Normas do Sistema Financeiro – Denor

2 2 Agenda O processo de convergência no âmbito do SFN Demonstrações em Padrão IFRS Próximos Passos

3 3 Agenda O processo de convergência no âmbito do SFN Demonstrações em Padrão IFRS Próximos Passos

4 4 Competência Legal I. Lei nº 4.595/64 II.Lei nº /09 O processo de convergência no âmbito do SFN

5 Diagnóstico Consolidado Redução de assimetrias O processo de convergência no âmbito do SFN

6 6 Lei nº , de 28 de dezembro de 2007 – Alteração na Lei nº (Lei das S.A.) Comunicado nº , de 20 de março de 2008 (Diretoria Colegiada do BC) – Alinhamento com a Lei nº /2007 Crise Financeira Internacional Alguns Fatores Supervenientes O processo de convergência no âmbito do SFN

7 7 Agenda O processo de convergência no âmbito do SFN Demonstrações em Padrão IFRS Próximos Passos

8 8 DC´s consolidadas de divulgação no padrão IFRS para data-base de IF´s abertas ou com comitês de auditoria IFRS traduzidos por entidade credenciada pela IASC Foundation Apresentação comparativa é facultada na primeira divulgação Resolução nº 3.786, de 2009 e normas complementares Demonstrações em padrão IFRS

9 9 Divulgação até 90 dias da data-base Disponível para acesso público no site da IF por 5 anos Documentação comprobatória da elaboração e divulgação ficam disponíveis para o BC por 5 anos Demonstrações em padrão IFRS Resolução nº 3.786, de 2009 e normas complementares

10 10 Balanço de Abertura 1º de janeiro de 2010 – Sem comparação 1º de janeiro de 2009 – Comparação com º de janeiro de 2008 – Comparação com 2008 Demonstrações em padrão IFRS Resolução nº 3.786, de 2009 e normas complementares

11 11 Alterações no padrão internacional - a adoção antecipada é vedada, mesmo quando prevista na norma do IASB Dispensa a publicação do balanço de abertura das DCs em IFRS Resolução nº 3.853/10 Demonstrações em padrão IFRS

12 12 Facilitar o processo de transição Prazo adequado para adaptação e treinamento Análise dos custos x benefícios Exigências compatíveis com o porte e grau de complexidade das IF´s Preocupações do regulador Demonstrações em padrão IFRS

13 13 Transição suave e responsável Processo de aprendizado de todas as partes (regulador, supervisor, preparador, auditores etc.) Diversidade de interpretações e uniformização gradual Full IFRS na primeira divulgação??? MUITO TRABALHO!!! Expectativas do regulador Demonstrações em padrão IFRS

14 14 Agenda O processo de convergência no âmbito do SFN Demonstrações em Padrão IFRS Próximos Passos

15 15 Recepção dos CPCs – Estratégia atual Aplicação dos critérios contábeis ali estabelecidos aos documentos individuais Processo gradual Redução de Assimetrias Próximos Passos

16 16 Objetivo: Minimizar as diferenças entre as normas de contabilidade aplicáveis às demonstrações contábeis individuais das instituições financeiras e as normas aplicáveis às demonstrações contábeis consolidadas elaboradas em padrão IFRS (Resolução nº 3.786, de 2009). Redução de Assimetrias Próximos Passos

17 17 Benefícios: reduzir custos de observância das instituições financeiras; reduzir os custos de supervisão; melhorar a comparabilidade entre as demonstrações contábeis individuais e as demonstrações contábeis consolidadas. Próximos Passos Redução de Assimetrias

18 18 Áreas Envolvidas: Denor Desup Desig Desuc Próximos Passos Redução de Assimetrias

19 19 Diretrizes para recepção de normas: 1.Alinhamento do CPC à norma internacional (IFRS) 2.Análise de eventuais restrições legais ou incompatibilidade com a estrutura societária 3.Plataforma internacional estável 4.Avaliação do impacto no SFN 5.Avaliação Custo x Benefício 6.Questões de natureza conjuntural Redução de Assimetrias Próximos Passos

20 20 Temas incluídos na agenda de discussão: CPC 4 – Ativo Intangível CPC 10 – Pagamento Baseado em Ações CPC 23 – Políticas contábeis, mudança de estimativa e retificação de erro CPC 24 – Eventos Subseqüentes CPC 27 – Ativo Imobilizado Próximos Passos Redução de Assimetrias

21 21 Meta de longo prazo Consolidação do processo de aprendizagem iniciado com as demonstrações consolidadas – experiência adquirida Superação das diversas restrições: legais, prudenciais, estabilidade da norma internacional Plenos benefícios do processo de convergência QUANDO CHEGAREMOS LÁ??? Consolidado = Individual (Assimetria Zero) Próximos Passos

22 22 Muito Obrigada! Sílvia Marques de Brito e Silva Departamento de Normas do Sistema Financeiro – Denor

23 23 VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Bacen VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Bacen Sílvia Marques de Brito e Silva Departamento de Normas do Sistema Financeiro – Denor


Carregar ppt "1 VII Seminário Internacional CPC A Convergência das Normas Contábeis Plano de Trabalho do Banco Central do Brasil VII Seminário Internacional CPC A Convergência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google