A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NUNCA PRODUZIMOS TANTO E TÃO BEM, NUNCA EXPORTAMOS TANTO, E NÓS PRODUTORES, PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR ESSES AVANÇOS, NUNCA PERDEMOS TANTO DINHEIRO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NUNCA PRODUZIMOS TANTO E TÃO BEM, NUNCA EXPORTAMOS TANTO, E NÓS PRODUTORES, PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR ESSES AVANÇOS, NUNCA PERDEMOS TANTO DINHEIRO."— Transcrição da apresentação:

1 NUNCA PRODUZIMOS TANTO E TÃO BEM, NUNCA EXPORTAMOS TANTO, E NÓS PRODUTORES, PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR ESSES AVANÇOS, NUNCA PERDEMOS TANTO DINHEIRO.

2 PREJUÍZO POR MATRIZ ALOJADA Janeiro/abril 2003 Fonte: EMBRAPA - Suínos e Aves Elaboração ACSURS

3 EVOLUÇÃO DOS PREÇOS DO SUÍNO, MILHO E FARELO DE SOJA NA REGIÃO SUL ABRIL 2001 a 2003 Abril

4 PREÇOS DO MILHO (CONAB) E DO SUÍNO VIVO NO RS (ABCS, 2003) HOJE - NA REGIÃO SUL (ABCS, 2003) FONTE: EMBRAPA, ABCS, ACSURS, SIPS

5 MARGEM BRUTA DA DISTRIBUIÇÃO (MERCADO/VAREJO) DOS PRODUTOS SUÍNOS MARGEM BRUTA DA DISTRIBUIÇÃO (MERCADO/VAREJO) DOS PRODUTOS SUÍNOS Fonte: SIPS/RS - Mark-up praticado pela distribuição em carnes e produtos de origem suína em Porto Alegre - Estudo eleborado pelos economistas Valmor Marchetti, Fátima Behncker Jerônimo - Set 2002 (adaptado p/ABCS).

6 PREÇOS PAGOS PELO SUÍNO VIVO E VALORES AGREGADOS PELA INDÚSTRIA E PELO VAREJO (SUPERMERCADOS) - ABCS/ (dados próprios e adaptados do SIPS/RS,2002) % + 82% + 99% + 114% + 154% + 134% R$ 1,15 R$ 3,05 R$ 5,55 R$ 1,15 R$ 2,29 R$ 4,91 R$ 2,93 R$ 6,85 Observações: a) os preços são médios para o período set99 a jul2002; b) os preços da indústria são os realmente pagos pelos supermercados (considerados rapel + enxoval = 18%) %

7 PARTICIPAÇÃO NO PREÇO FINAL (AO CONSUMIDOR) DOS PRODUTOS SUÍNOS, DO PRODUTOR, DA INDÚSTRIA E DO SUPERMERCADO - ABCS, 2003 (dados próprios e adaptados do SIPS/RS, 2002) R$ 1,15 R$ 3,05 R$ 2,29 R$ 2,93 R$ 5,55 R$ 4,91 R$ 6,85 Observação:a) os preços são médios para o período de set99 a jul2002; b) os preços da indústria são os realmente pagos pelos supermer- cados (incluídos rapel + enxoval = 18%).

8 PRODUÇÃO DE CARNE SUÍNA POR REGIÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL (*) FONTE: Abipecs, ABCS Elaboração: Instituto CEPA (*) - Estimativa em 27/03/2003.

9 PRODUÇÃO NACIONAL DE CARNE SUÍNA Fonte: Instituto CEPA

10 EXPORTAÇÕES NACIONAIS DE CARNE SUÍNA (Mil Toneladas) FONTE: Instituto CEPA

11 Câmara Setorial do Milho, Sorgo, Aves e Suínos

12 Importância Sócio Econômica da Suinocultura Brasileira Faturamento setorR$ 14,6 Bilhões Dependem Setor2,7 Milhões pessoas

13 BRASIL - Condições Ideais Densidade: 4,34 suínos/km² Água em abundância Clima Favorável Dispomos de grandes áreas territoriais para manejar e degradar dejetos Área para produção de grãos: Brasil possui 18% área agricultável do planeta de 290 milhões há, utilizamos 50 milhões ha Talentos Humanos Se o produtor brasileiro tiver a renda necessária para continuar produzindo com tranqüilidade e entusiasmo, seguramente o futuro abastecimento do mundo poderá passar pelo Brasil.


Carregar ppt "NUNCA PRODUZIMOS TANTO E TÃO BEM, NUNCA EXPORTAMOS TANTO, E NÓS PRODUTORES, PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR ESSES AVANÇOS, NUNCA PERDEMOS TANTO DINHEIRO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google