A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EE Dom José de Camargo Barros Alienação Religiosa Nomes: Aline Alberti N° 02 Crislane Morais N° 05 Danila Leal N° 07 Laysa Morais N° 22 Lúcia Helena N°

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EE Dom José de Camargo Barros Alienação Religiosa Nomes: Aline Alberti N° 02 Crislane Morais N° 05 Danila Leal N° 07 Laysa Morais N° 22 Lúcia Helena N°"— Transcrição da apresentação:

1 EE Dom José de Camargo Barros Alienação Religiosa Nomes: Aline Alberti N° 02 Crislane Morais N° 05 Danila Leal N° 07 Laysa Morais N° 22 Lúcia Helena N° 26 Sabryna Soares N° 36 Lais Cristina N° 43 2° E TRABALHO DE FILOSOFIA DO 4º BIMESTRE DE 2007 Indaiatuba, disciplina de Filosofia A religião é o ópio do povo. A religião é o ópio do povo. Marx

2 A alienação religiosa é um longo processo pelo qual os homens não se reconhecem no produto de sua própria criação, transformando-o num outro, estranho, distante, poderoso e dominador. O domínio da criatura (deuses) sobre seus criadores (homens) é a alienação. Definição:

3 O conceito de "alienação" corresponde, em sua forma mais geral, ao processo pelo qual o Espírito se projeta para fora de si para, em seguida, por etapas sucessivas, retomar, no absoluto, a identidade consigo mesmo. A alienação religiosa como tal, ocorre somente no campo da consciência, na vida interior do homem. Portanto, ela é um caso particular.

4 Deus não seria mais do que a própria essência humana alienada, entregue a um outro, ao qual o homem passaria a se submeter. É assim que o homem abriu mão de sua liberdade para se tornar escravo de uma miragem. O Homem cria a religião para consolar-se, em um vão e incônscio protesto, da infelicidade e do sofrimento que lhe são impostos por uma sociedade dividida em duas classes fundamentais: a dos detentores do capital e a dos trabalhadores. No mundo do religioso o sonho, a miragem. Características:

5 A única possibilidade de libertar-se da alienação religiosa seria proceder a uma rigorosa crítica da realidade política, social e econômica, que, na verdade, constituiria a totalidade da realidade. Tudo o que não conduzir à mudança social de tipo revolucionário é alienação. Para o homem religioso, arcaico ou moderno, o real por excelência é Deus.

6 Principais problemas: O homem auto-alienado perde-se no além religioso. A religião (alienação religiosa) é decorrência lógica da miséria econômica (alienação econômica), então, superando-se a miséria econômica pela revolução do proletariado (luta de classes) e a conseqüente produção de bens materiais para todos, a consciência religiosa morrerá por si mesma. Porém, para eliminar a alienação religiosa é preciso eliminar todas as condições de miséria que a originam.

7 A religião não é apenas produto da miséria social. É certo que o homem pensa Deus, contudo isto não demonstra que Deus seja apenas produto do que o homem pensa, muito menos de que Deus seja projeção do homem economicamente miserável. Mesmo que admitamos para argumentar, que a idéia de Deus muda com as relações econômicas, isto de modo algum prova que Deus seja apenas projeção humana dos economicamente miseráveis. Os ricos também clamam à Deus!

8 Um exemplo de alienação religiosa, mais atual, são os muçulmanos radicais, pessoas fanáticas que não se descobriram, que não tem as suas próprias razões. Falar que para compreender deus é preciso compreender a si mesmo, é totalmente errôneo. Exemplos:

9 Essa crítica está fundamentada na teoria do materialismo, não estou dizendo que está crítica é totalmente certa e que todos devem seguir, simplesmente estou dando a minha versão sobre a existência de deus.

10 Bibliografia: ALVES Ricardo, 2006, publicado em: DIÁRIO ATEÍSTA, disponível em: a NIETZSCHE Erasmo, Editora Ática, Lisboa, 1996, adaptado por Erick Voegelin, disponível em: SCHWARTZMAN Simon, trabalho de curso, UMG, 1961, disponível em: sociologico-alienacao.shtml sociologico-alienacao.shtml Eduardo Bens DOM, ascebispo de Sorocaba, CNBB, 2007, disponível em: WAGNER Roberto, Filosofia da religião, 2007, Blog Santificar a palavra, disponível em: Fórum de discussão de Filosofia, autor desconhecido, 2001, disponível em:


Carregar ppt "EE Dom José de Camargo Barros Alienação Religiosa Nomes: Aline Alberti N° 02 Crislane Morais N° 05 Danila Leal N° 07 Laysa Morais N° 22 Lúcia Helena N°"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google