A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gira, gira, girassol.... AMOSTRA DO PANO... - (Isto é, do iceberg) Nosso presente... Esconde o passado...

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gira, gira, girassol.... AMOSTRA DO PANO... - (Isto é, do iceberg) Nosso presente... Esconde o passado..."— Transcrição da apresentação:

1 Gira, gira, girassol...

2 AMOSTRA DO PANO... - (Isto é, do iceberg) Nosso presente... Esconde o passado...

3 Sociedade Espírita Allan Kardec Ribeirão Preto/SP

4 DETERMINISMO E EVOLUÇÃO O determinismo é o resultado natural das realizações em cada etapa da evolução. Pode ser absoluto ou relativo: a. absoluto: fatalidade do nascer e morrer - em corpo físico - em expiações mutiladoras e dilacerantes - em vários tipos de injunção penosa - em várias áreas sociais Leciona Manoel P.Miranda, em Loucura e Obsessão : - em várias situações financeiras b. relativo: alterável pelo livre-arbítrio em razão das realizações eleitas EM TODOS OS CASOS O ESPÍRITO EVOLUI !

5 DETERMINISMO DETERMINISMO FILOSÓFICO: - Filosofia grega clássica: elimina o acaso, tudo se produz mediante uma causa - Os fenômenos naturais e fatos humanos são causados por seus antecedentes; - Encadeamento de causa e efeito entre dois ou mais fenômenos

6 DETERMINISMO LAPLACIANO - Conhecendo-se as leis do universo pode-se prever estados futuros DETERMINISMO EINSTENIANO - É indispensável a todo procedimento científico ao menos supor alguma espécie de harmonia no mundo DETERMINISMO GEOGRÁFICO - O homem é fruto do meio ambiente

7 DETERMINISMO HUMANO - Expressa-se pela Lei Divina de Ação e Reação e é individual. - É sempre conseqüência do uso do Livre-arbítrio - Livre-arbítrio: Edificação consciente do próprio destino, pela escolha do caminho que desejar, na rota evolutiva (Martins Peralva, em Estudando o Evangelho – Ed. FEB, RJ/RJ) - Carma: Para nós espíritas o carma é a conta de cada um débitos/créditos (conta do destino, criada por nós mesmos) (Espírito Sânzio, em Ação e Reação – Ed. FEB, RJ/RJ) - Mapa de provas úteis (programas reencarnatórios) Decisão antecipada das condições físicas e dos lugares mais adequados à evolução do Espírito a reencarnar (Espírito Alexandre, em Missionários da Luz – Ed. FEB, RJ/RJ) Moratórias: Concessões ofertadas a encarnados/desencarnados, por gênios angélicos das sublimadas regiões celestes de cada orbe. Ex: Caso de Marita, em Sexo e Destino (morte adiada e posterior reencarnação antecipada) (Espírito Sânzio, em Ação e Reação)

8 ENFOQUES ESPÍRITAS DETERMINISMO DIVINO: A EVOLUÇÃO! Uma única lei: O AMOR UNIVERSAL! Cujas resultantes são: o Bem e a Felicidade (Emmanuel, em O CONSOLADOR – Edição: FEB, RJ/RJ) DETERMINISMO NATURAL - Expressões do mundo físico: respirar / alimentar-se / repousar

9 DETERMINISMO E LIVRE-ARBÍTRIO DETERMINISMO E LIVRE-ARBÍTRIO COEXISTEM, EMBORA NEM SEMPRE SEJAM PROPORCIONAIS. DETERMINISMO ABSOLUTO: - Predomina nas baixas camadas evolutivas - É irresistível nas esferas primárias da evolução (Es pirito Sânzio, em Ação e Reação – Ed. FEB, RJ/RJ)

10 LIVRE-ARBÍTRIO - Amplia-se pela educação e experiência - Cria as circunstâncias presentes e futuras

11 FATALIDADE - Destino inevitável - Conseqüência inarredável desastrosa de algum acontecimento - Coincidência deplorável - Acaso infeliz FATALISMO Doutrina que atribui causa inarredável, única e sobrenatural a todos os acontecimentos. - fatalistas arquivam a inteligência e o livre-arbítrio, -duas ferramentas ofertadas por Deus para toda e qualquer situação. -não reagem / não criam / nada decidem / - nada resolvem. -Seus adeptos abandonam-se passivamente aos acontecimentos.

12 REAÇÃO DIANTE DO FATALISMO Exemplos: - nas regiões da seca, imperam a fome e a miséria, mas... – açudes, cisternas, captação das chuvas e a irrigação ofertam água potável ano inteiro, além de prósperas colheitas de melão, manga, uvas – etc prosperidade, enfim; - alguém perdido no deserto, sem água e com sede: poderá, no mínimo, orar e a prece não lhe trará água, mas algum Espírito protetor poderá orientá-lo que direção seguir para encontrá-la.

13 FATALIDADE A fatalidade é um efeito inteligentemente corretivo de uma causa das ações praticadas pelo homem, na Terra ou no além (Espírito Rosália, em Memórias de Um Suicida) Deus criou o livre-arbítrio, nós criamos a fatalidade (André Luiz, em Nosso Lar – Ed. FEB, RJ) Dessa forma,pelas ações do indivíduo, pode-se prever seu futuro. E assim, fica excluída a fatalidade cega, fatal

14 FATALIDADES - INDIVIDUAIS OU COLETIVAS - Acidentes inevitáveis - Perda de seres amados - Reveses da fortuna - Flagelos naturais - Enfermidades de nascença - Desemprego - Balas perdidas - Todos esses acontecimentos são conseqüentes (efeitos), cujos antecedentes (causas) estão no passado. - Do contrário, não se admitiria a Justiça Divina, perfeita! - Não existe maior evidência filosófica das vidas sucessivas

15 RESGATES Programas que significam uma espécie de fatalidade relativa, onde nossa conduta pode gerar benefício ou desfavor (Espírito Clarêncio, em Entre a Terra e o Céu – Ed. FEB, RJ/RJ)

16 A FATALIDADE Segundo o O LIVRO DOS ESPÍRITOS, de Allan Kardec Q. 853: De fatal, só o instante da morte (Cuidado com a questão das vidas em moratória, onde ainda nelas o instante da morte submete-se a Leis Divinas) Q.859: A fatalidade só consiste nestas duas horas : nascimento e morte

17 Sim: Cuidado com CERTEZAS... OBS: Será sempre perigoso radicalizar: como vimos, no caso Marita, na obra Sexo e Destino, de André Luiz, (Ed. FEB, RJ/RJ), tanto o instante da morte foi prorrogado, quanto a próxima reencarnação, antecipada. Não há contradição: o que há é nosso desconhecimento integral das Leis de Deus. (Tanto leis da VIDA, quanto leis da MORTE)

18 Provas físicas: escolha feita pelo Espírito antes de reencarnar Q. 851, 856, 860, 862 e 866, (ainda de O Livro dos Espíritos) Provas morais: poderão ser aumentadas ou diminuídas

19 COMO MORRER: ESCOLHA? A maneira de morrer pode ser modificada, por lutas a sustentar (Assim, há fatalidade nos acontecimentos materiais e inexiste nos atos da vida moral, os quais podem ser desviados)

20 O ANJO GUARDIÃO: - Avisa perigos? Q. 855 (O Livro dos Espíritos) Os perigos são advertências (Quanto às previsões espirituais sonhos pré-monitórios, por ex., são também advertências e não certeza de acontecimentos fatais).

21 SORTE - ACASO - TENTAÇÃO Q. 261 e 865 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS Sorte no jogo: ganho como homem e perda como Espírito. Essa é uma espécie de alegria escolhida anteriormente (provação), sendo-lhe concedida como tentação, isto é, prova para seu orgulho e cupidez.

22

23 Com a CASSAÇÃO do LIVRE-ARBÍTRIO Por bondade do Pai entra em ação a COMPULSORIEDADE DIVINA Q. 262 de O Livro dos Espíritos: Deus pode impor uma existência ao Espírito com má-vontade QUANDO ERROS ACUMULAM-SE SOBRE ERROS...

24 Sustando a queda livre no abismo... As tribulações podem ser impostas a Espíritos endurecidos, ou extremamente ignorantes, para levá-los a fazer uma escolha com conhecimento de causa. (A.Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, de A.Kardec, Cap V, n°8)

25 - Operação dolorosa que nos pesa fazer, mas à qual não vacilamos em conduzir os pacientes, certos de que somente depois de realizada é que entrarão eles em convalescença. (Espírito Irmão João, em Memórias de Um Suicida – Ed. FEB, RJ/RJ)

26 A dor, como agente da Lei Divina do Progresso Quando não funcionem os estímulos para o progresso e o Espírito deseje postergá-lo, imposições da própria Lei jungem-no ao processo de crescimento, mediante as expiações lenificadoras que o depuram, cooperando para a eliminação das sedimentadas mazelas que o martirizam... (Espírito Manoel P.Miranda, em: Nas Fronteiras da Loucura – LEAL Editora, Salvador/BA)

27 Bênçãos de paz para o planeta Terra!

28 ESTAMOS ENCERRANDO... MUITA PAZ JESUS NOS ABENÇOE Com nossos agradecimentos: Eurípedes Kühl – Primavera de Ribeirão Preto/SP -


Carregar ppt "Gira, gira, girassol.... AMOSTRA DO PANO... - (Isto é, do iceberg) Nosso presente... Esconde o passado..."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google